A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Ressuscitou Jesus, ressuscitou Jesus, Eu creio, eu creio, aleluia. Ressuscitar é entrar noutra vida Depois de morrer como fez Jesus Ele mostrou que.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Ressuscitou Jesus, ressuscitou Jesus, Eu creio, eu creio, aleluia. Ressuscitar é entrar noutra vida Depois de morrer como fez Jesus Ele mostrou que."— Transcrição da apresentação:

1

2

3 Ressuscitou Jesus, ressuscitou Jesus, Eu creio, eu creio, aleluia. Ressuscitar é entrar noutra vida Depois de morrer como fez Jesus Ele mostrou que Deus, realmente, Vencendo a morte se fez nossa luz.

4 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo R: Amen. A graça do Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco. R. Bendito seja Deus, que nos reuniu no amor de Cristo

5 Invoquemos, irmãos caríssimos, a Deus nosso Pai, para que este rito de aspersão reavive em nós a graça do batismo, por meio do qual participamos na morte redentora de Cristo a fim de ressuscitar com Ele para a vida nova.

6 (Oração em silêncio) Deus criador, que na água e no Espírito, destes forma e imagem ao homem e ao universo R: Glória a vós, Glória a vós Senhor Cristo, que do vosso lado aberto na cruz fizestes brotar os sacramentos da salvação R: Glória a vós, Glória a vós Senhor Espírito Santo, que da fonte batismal da Igreja nos fizestes renascer como novas criaturas R: Glória a vós, Glória a vós Senhor

7 Deus de infinita santidade, que reunis a vossa Igreja, esposa e corpo do Senhor, no dia memorial da ressurreição, abençoai o vosso povo e reavivai em nós, por meio desta água, a memória da Pascoa e a graça do batismo. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. R. Amen.

8

9 Manifesta a tua santidade em mim Toma-me de entre a minha dispersão, Recolhe-me de onde me perdi Enche-me de novo o coração. Minha terra se abrirá de chuva As minhas pedras não farão mal a ninguém Mesmo tecerão caminho para todos; Meu pasto abundante cura será; Para todo o que coma de mim, Eu serei a terra que emana leite e mel. Tu és a água viva, Tu és a água pura, Inunda-me, inunda-me E tudo se transformará em mim. (bis)

10 Deus omnipotente nos purifique do pecado e, pela participação na Eucaristia, nos torne dignos de participar na mesa do seu reino. R.Amen.

11

12 ORAÇÃO DA COLECTA Deus de eterna misericórdia, que reanimais a fé do vosso povo na celebração anual das festas pascais, aumentai em nós os dons da vossa graça, para compreendermos melhor as riquezas inesgotáveis do Batismo com que fomos purificados, do Espírito em que fomos renovados e do Sangue com que fomos redimidos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo.

13

14 Pelas mãos dos apóstolos realizavam-se muitos milagres e prodígios entre o povo. Unidos pelos mesmos sentimentos, reuniam-se todos no Pórtico de Salomão; nenhum dos outros se atrevia a juntar-se a eles, mas o povo enaltecia-os. Cada vez mais gente aderia ao Senhor pela fé, uma multidão de homens e mulheres, de tal

15 maneira que traziam os doentes para as ruas e colocavam-nos em enxergas e em catres, para que, à passagem de Pedro, ao menos a sua sombra cobrisse alguns deles. Das cidades vizinhas de Jerusalém, a multidão também acorria, trazendo enfermos e atormentados por espíritos impuros e todos eram curados. Palavra do Senhor Graças a Deus

16

17 Aclamai o Senhor porque Ele é bom O Seu amor é para sempre Diga a casa de Israel: é eterna a sua misericórdia. Diga a casa de Aarão: é eterna a sua misericórdia. Digam os que temem o Senhor: é eterna a sua misericórdia.

18 Aclamai o Senhor porque Ele é bom O Seu amor é para sempre A pedra que os construtores rejeitaram tornou-se pedra angular. Tudo isto veio do Senhor: é admirável aos nossos olhos. Este é o dia que o Senhor fez: exultemos e cantemos de alegria.

19 Aclamai o Senhor porque Ele é bom O Seu amor é para sempre Senhor, salvai os vossos servos, Senhor, dai-nos a vitória. Bendito o que vem em nome do Senhor, da casa do Senhor nós vos bendizemos. O Senhor é Deus e fez brilhar sobre nós a sua luz.

20 LEITURA II Ap 1, 9-11a

21 Eu, João, vosso irmão e companheiro de tribulações, na realeza e na perseverança em Jesus, estava na Ilha de Patmos, por causa da palavra de Deus e do testemunho de Jesus. No dia do Senhor fui movido pelo Espírito e ouvi atrás de mim uma voz forte, semelhante à da trombeta, que dizia: Escreve num livro o que vês e

22 envia-o às sete igrejas. Voltei-me para ver de quem era a voz que me falava: ao voltar-me, vi sete candelabros de ouro e, no meio dos candelabros, alguém semelhante a um filho do homem, vestido com uma longa túnica e cingido no peito com um cinto de couro. Quando o vi, caí a seus pés como morto. Mas Ele poisou a mão

23 direita sobre mim e disse-me: Não temas. Eu sou o Primeiro e o Último, o que vive. Estive morto mas eis-Me vivo pelos séculos dos séculos e tenho as chaves da morte e da morada dos mortos. Escreve, pois, as coisas que viste, tanto as presentes como as que hão-de acontecer depois destas. Palavra do Senhor Graças a Deus

24

25 Aleluia, a palavra é Deus em nós (Bis) Aleluia, a palavra é Deus em nósAleluia, aleluia, aleluia!

26

27 Na tarde daquele dia, o primeiro da semana, estando fechadas as portas da casa onde os discípulos se encontravam, com medo dos judeus, veio Jesus, colocou-Se no meio deles e disse-lhes: A paz esteja convosco!. Dito isto, mostrou-lhes as mãos e o lado. Os discípulos ficaram cheios de alegria ao verem o

28 Senhor. Jesus disse-lhes de novo; A paz esteja convosco. Assim como o Pai Me enviou, também Eu vos envio a vós. Dito isto, soprou sobre eles e disse-lhes: Recebei o Espírito Santo; àqueles a quem perdoardes os pecados ser-lhes-ão perdoados, e àqueles a quem os retiverdes serão retidos.

29 Tomé, um dos Doze, chamado Dídimo, não estava com eles quando veio Jesus. Disseram-lhe os outros discípulos; Vimos o Senhor. Mas ele respondeu-lhes: Se não vir nas Suas mãos o sinal dos cravos, se não meter o dedo no lugar dos cravos e a mão no seu lado, não acreditarei. Oito dias depois, estavam os

30 discípulos outra vez em casa e Tomé com eles. Veio Jesus, estando as portas fechadas, apresentou-Se no meio deles e disse: A paz esteja convosco. Depois disse a Tomé: Põe aqui o teu dedo e vê as minhas mãos: aproxima a tua mão e mete-a no meu lado; e não sejas incrédulo, mas crente.

31 Tomé respondeu-Lhe: Meu Senhor e Meu Deus! Disse-lhe Jesus: Porque me viste acreditaste: felizes os que acreditam sem terem visto. Muitos outros milagres fez Jesus na presença dos seus discípulos, que não estão escritos neste livro. Estes, porém, foram escritos para acreditardes que

32 Jesus é o Messias, o Filho de Deus, e para que, acreditando, tenhais a vida em Seu nome. Palavra da Salvação Glória a Vós Senhor

33 HOMILÍA

34 Na última ceia Jesus instituiu o Sacramento da Eucaristia e completou-o no Calvário. A seguir à Ressurreição, na sua primeira aparição, instituiu o Sacramento da Confissão. Isto aconteceu a seguir à saudação da Paz e o resultado deste sacramento é paz. O sacramento consola e santifica os pecadores. A palavra de Jesus àqueles a quem perdoardes os pecados ser-lhes-ão perdoados dá aos apóstolos o poder da misericórdia de Deus. Isto significa que a missão dos apóstolos é unir as pessoas como irmão se irmãs, filhos de um Deus, trabalhando para uma reconciliação profunda das pessoas com Deus e de uns com os outros.

35 Temos corpo e alma. Quando o corpo está doente, marcamos a consulta para o médico, dizemos tudo, nada ocultando; compramos e tomamos os medicamentos e, se não resultarem, ficamos tristes e procuramos um outro médico. Se a doença é grave, toda a família se preocupa com isso; desejando melhoras, fazendo visitas, aconselhando e confortando. Fazemos a mesma coisa com a doença da alma?

36 O sacerdote é médico da alma; a consulta é livre e muitas vezes não precisa de marcação. Muitos doentes da alma, estando em perigo mortal, atrasam esta consulta por muitos anos. Alguns consolam as suas almas dizendo falo com Deus; eu não tenho pecado ou eu não me lembro de nada. A eles, São João dirige estas palavras: Se dizemos que não temos pecado, enganamos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. Se confessamos os nossos pecados, Deus é fiel e justo para nos perdoar e nos purificar de toda a culpa (1.Jo.1:8-9). Alguns têm vergonha de contar os seus pecados ao sacerdote. Devem saber que para Deus não existem segredos nenhuns:

37 Ele sabe tudo, inclusive os nossos pensamentos. Deus está presente na figura dum sacerdote porque não tem ouvidos como nós, nem a mão para absolver, nem a língua para consolar. Ele utiliza a figura dum sacerdote - um homem e um pecador - para ouvir, dirigir, absolver e consolar.

38 No ano 1215 o papa Inocente III pediu aos cristãos que andavam evitando a confissão, que se confessassem ao menos uma vez por ano. Muitos consideram que, se se confessarem uma vez por ano, bem ou mal feita, cumpriram os seus deveres como um bom cristão. Alguns podem pensar em não contar todos os pecados. Não tiveram vergonha de pecar mas têm vergonha de se confessar. Quando o Pe. Damião vivia com os leprosos em Moleco, o seu Bispo chegou num barco para o visitar. Mas o capitão não permitiu ao Bispo descer nem ao Pe. Damião entrar no barco.

39 O Pe. Damião queria confessar-se porque tinha já passado muito tempo. A única solução que teve foi gritar a sua confissão ao bispo. Esta foi a sua última confissão. Mas o santo nunca considerou isto uma humilhação. Para receber este sacramento como deve ser, tem de existir o arrependimento dos pecados. Se se ocultar algum pecado grave, por vergonha ou outros interesses, a confissão fica sem efeito.

40 Pelo pecado, o pecador perdeu a graça de Deus, e pela confissão recupera-a. Quando oculta algum pecado não pode então recuperar a graça. Se esqueceu verdadeiramente, Deus absolve tudo porque Ele vê a nossa mente. Se esqueceu um pecado mortal, deverá contá-lo na próxima confissão. A confissão não é para conversar ou para dar um relato das falhas dos outros. Serve para acusar os pecados da própria pessoa.

41 Por isso antes de nos confessarmos devemos fazer uma análise da nossa vida. Devemos rever os dez mandamentos de Deus, os cinco mandamentos da igreja e os deveres que resultam da nossa própria vida para nos ajudar a fazer o exame de consciência. Se houver uma boa contrição, deve-se tentar melhorar a vida e tomar boas decisões para resolver os pecados cometidos. Se continuamos a pecar e não fizermos um bom esforço é porque a contrição é duvidosa.

42 A seguir à confissão devemos fazer o acto de penitência. É o sacerdote que nos dá uma penitência. Podemos acrescentar uma à nossa escolha, porque o objectivo é resistir, resolver e vencer o vício. Este sacramento é uma dádiva do Espírito Santo. Obstinação no pecado e impenitência final são pecados contra o Espírito Santo e que ninguém pode absolver. Consideramos muitos pecados como pecados veniais, mas só Deus sabe a gravidade porque Ele é que julga. Se alguém ainda não fez a confissão abra-se a este sacramento.

43

44

45 Creio em Deus Pai todo-poderoso Criador do Céu e da Terra Creio em Jesus Cristo Nosso Senhor Pelo Espírito Santo concebido Nasceu da Virgem Maria Padeceu sob Pôncio Pilatos Foi crucificado, morto e sepultado E desceu à mansão dos mortos Ressuscitou ao terceiro dia Subiu aos céus à direita de Deus Pai De onde há-de vir para julgar Para julgar os vivos e os mortos

46 Creio no Espírito Santo Creio na Santa Igreja católica Na comunhão dos Santos Creio na remissão dos pecados Na ressurreição da carne Creio também na vida eterna Amen

47

48 Irmãos e irmãs. Nestes dias santíssimos da Páscoa, elevemos a nossa oração ao pai celeste pela Igreja e pelo mundo, dizendo com toda a confiança. R. Pela ressurreição do vosso Filho, ouvi-nos, Senhor. Para que os bispos, os presbíteros e os diáconos da igreja sirvam os crentes e os que procuram a Cristo, ensinando, perdoando, e dando a paz, oremos, irmãos. R. Pela ressurreição do vosso Filho, ouvi-nos, Senhor.

49 Para que os responsáveis no governo das nações trabalhem, sem perderem a coragem, pelos mais pobres e por maior justiça, oremos, irmãos. R. Pela ressurreição do vosso Filho, ouvi-nos, Senhor. Para que os idosos e os doentes sem esperança encontrem a seu lado quem os ame e lhes dê a conhecer o Evangelho, oremos, irmãos. R. Pela ressurreição do vosso Filho, ouvi-nos, Senhor.

50 Para que Jesus, que esteve morto, mas está vivo, e tem as chaves da morte e do abismo, ilumine os corações dos que não crêem, oremos irmãos. R. Pela ressurreição do vosso Filho, ouvi-nos, Senhor. 5. Para que a nossa comunidade aqui reunida acolha a salvação que Deus lhe dá e se deixe renovar por Jesus Cristo, oremos, irmãos R. Pela ressurreição do vosso Filho, ouvi-nos, Senhor.

51 Senhor nosso Deus e nosso Pai, fazei que o Espírito de Cristo ressuscitado nos revele a plenitude da sua Páscoa e inspire os nossos gestos e palavras, para sermos seus testemunhas. Ele que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. R. Amen.

52

53 O Amor que o Espírito me dá A força que tem pra mudar Quando me afasto ensina-me a caminhar A minha vida nas mãos de Deus quer ficar Óh sol da minha vida Quantas vezes me senti perdido Cego na escuridão sem encontrar um caminho Vem Espírito de Amor Ilumina a minha vida Vem encher de calor Esta alma sofrida (bis)

54 ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS Aceitai benignamente, Senhor, as ofertas do vosso povo de modo que, renovados pela profissão da fé e pelo Baptismo, mereçamos alcançar a bem-aventurança eterna. Por Nosso Senhor.

55 ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS Aceitai benignamente, Senhor, as ofertas do vosso povo de modo que, renovados pela profissão da fé e pelo Baptismo, mereçamos alcançar a bem-aventurança eterna. Por Nosso Senhor.

56 PREFÁCIO V. O Senhor esteja convosco. R. Ele está no meio de nós. V. Corações ao alto. R. O nosso coração está em Deus. V. Dêmos graças ao Senhor nosso Deus. R. É nosso dever, é nossa salvação.

57 Senhor, Pai Santo, Deus eterno e omnipotente, é verdadeiramente nosso dever, é nossa salvação que sempre Vos louvemos, mas com maior solenidade neste tempo em que Cristo, nossa Páscoa, foi imolado. Por Ele nascem os filhos da luz para a vida eterna e se abrem para os fiéis as portas do reino dos céus; porque a nossa morte foi redimida pela sua morte, e na sua ressurreição ressurgiu a vida do género humano. Por isso, na plenitude da alegria pascal, exultam os homens por toda a terra e com os Anjos o e os Santos proclamam a vossa glória, cantando numa só voz.

58

59 CONSAGRAÇÃO DO PÃO Na hora em que Ele se entregava, para voluntariamente sofrer a morte, tomou o pão e, dando graças, partiu-o e deu-o aos seus discípulo, dizendo: Tomai, todos, e comei: isto é o meu Corpo que será entregue por vós.

60 CONSAGRAÇÃO DO VINHO De igual modo, no fim da Ceia, tomou o cálice e, dando graças, deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e bebei: este é o cálice do meu Sangue o Sangue da nova e eterna aliança, que será derramado por vós e por todos, para remissão dos pecados.

61 (de pé) Mistério da Fé Anunciamos, Senhor, a Vossa morte, proclamamos a Vossa ressurreição. Vinda, Senhor Jesus!

62 Sac. Celebrando agora, Senhor, o memorial da morte e ressurreição de vosso Filho nós Vos oferecemos o pão da vida e o cálice da salvação e Vos damos graças porque nos admitistes à vossa presença para Vos servir nestes santos mistérios. Humildemente Vos suplicamos que, participando no Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos, pelo Espírito Santo, num só corpo. Lembrai-Vos, Senhor, da vossa Igreja,

63 dispersa por toda a terra, e tornai-a perfeita na caridade em comunhão com o Papa Francisco, o nosso Patriarca José e todos aqueles que estão ao serviço do vosso povo. Lembrai-Vos também dos nossos irmãos que adormeceram na esperança da ressurreição, e de todos aqueles que na vossa misericórdia partiram deste mundo: admiti-os na luz da vossa presença. Tende misericórdia de nós, Senhor, e dai-nos a graça de participar na vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, os bem- aventurados Apóstolos e todos os Santos que

64 desde o princípio do mundo viveram na vossa amizade, para cantarmos os vossos louvores, por Jesus Cristo, vosso Filho. Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória agora e para sempre… TodosÁmen.

65

66 PAI NOSSO QUE ESTAIS NO CÉU SANTIFICADO SEJA O VOSSO NOME VENHA A NÓS O VOSSO REINO SEJA FEITA A VOSSA VONTADE ASSIM NA TERRA COMO NO CÉU. O PÃO NOSSO DE CADA DIA NOS DAI HOJE PERDOAI-NOS AS NOSSAS OFENSAS ASSIM COMO NÓS PERDOAMOS A QUEM NOS TEM OFENDIDO E NÃO NOS DEIXEIS CAIR EM TENTAÇÃO MAS LIVRAI-NOS DO MAL

67 Livrai-nos de todo o mal, Senhor, e dai ao mundo a paz em nossos dias, para que, ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e de toda a perturbação, enquanto esperamos a vinda gloriosa de Jesus Cristo nosso Salvador. Vosso é o Reino e o Poder e a Glória para sempre!

68 Invocação de Jesus Senhor Jesus Cristo, que disseste aos Vossos Apóstolos... Ámen! A paz do Senhor esteja sempre convosco. O amor de Cristo nos uniu.

69

70 A paz esteja connosco, A paz esteja connosco, A paz esteja connosco! Sempre connosco, sempre, Sempre esteja a paz! O amor de Cristo nos una, O amor de Cristo nos una, O amor de Cristo nos una! Sempre nos una, sempre, Sempre como irmãos!

71 COMUNHÃO Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o cordeiro de Deus, que tira o pecado do mundo: Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo.

72

73 Se o grão de trigo não morrer na terra é impossível que nasça fruto. Aquele que dá a sua vida aos outros terá sempre o Senhor.

74

75 Senhor Jesus tu és luz do mundo: dissipa_as trevas que me querem falar. Senhor Jesus, és luz na minha_alma: saiba eu acolher o teu amor.

76 ORAÇÃO DEPOIS DA COMUNHÃO Concedei, Deus todo-poderoso, que a força do sacramento pascal que recebemos permaneça sempre em nossas almas. Por Nosso Senhor.

77

78 Bênção final Sacerdote- Ide em paz e o Senhor Vos Acompanhe Aleluia Aleluia. Assembleia- Graças a Deus Aleluia

79 Graças ao Senhor porque ele é bom! Graças ao Senhor por que ele é bom! Graças ao Senhor por que ele é bom! Porque é eterno o seu amor. Diga Israel, porque Ele é bom! Diga Israel, porque Ele é bom! Diga Israel, porque Ele é bom! Porque é eterno o seu amor.


Carregar ppt "Ressuscitou Jesus, ressuscitou Jesus, Eu creio, eu creio, aleluia. Ressuscitar é entrar noutra vida Depois de morrer como fez Jesus Ele mostrou que."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google