A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE TRANSPORTE 1.DIAGNÓSTICO DAS QUESTÕES ASSOCIADAS À ACESSIBILIDADE DO TERRITÓRIO E À DEMANDA E OFERTA DE TRANSPORTE 2.CENÁRIOS.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE TRANSPORTE 1.DIAGNÓSTICO DAS QUESTÕES ASSOCIADAS À ACESSIBILIDADE DO TERRITÓRIO E À DEMANDA E OFERTA DE TRANSPORTE 2.CENÁRIOS."— Transcrição da apresentação:

1 ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE TRANSPORTE 1.DIAGNÓSTICO DAS QUESTÕES ASSOCIADAS À ACESSIBILIDADE DO TERRITÓRIO E À DEMANDA E OFERTA DE TRANSPORTE 2.CENÁRIOS FUTUROS DA CONFIGURAÇÃO ESPACIAL DA DEMANDA DE TRANSPORTE 3.OBJETIVOS DA POLÍTICA DE TRANSPORTE 4. INDICADORES DE DESEMPENHO PARA A AVALIAÇÃO DAS ALTERNATIVAS DE REDES DE TRANSPORTE 5.DIRETRIZES PARA O TRAÇADO DE REDES 6.ALTERNATIVAS DE TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE 7.ESQUEMAS ESPACIAIS ALTERNATIVOS DE INTEGRAÇÃO INTERMODAL 8.TRAÇADO DAS LINHAS CONSIDERANDO A TOPOGRAFIA 9.TRAÇADO DAS LINHAS CONSIDERANDO A LOCALIZAÇÃO DOS POLOS

2 1- DIAGNÓSTICO DAS QUESTÕES ASSOCIADAS À ACESSIBILIDADE DO TERRITÓRIO E À DEMANDA E OFERTA DE TRANSPORTE INDICADORES SOCIOECONÔMICOS E DE TRANSPORTE Referência POPULAÇÃO(x 1.000) TAXA DE CRESCIMENTO(% a.a.)-3,773,331,66 RENDA MÉDIA FAMILIAR MENSAL (SM)4,76,910,5145,82 (US$) EMPREGOS TOTAIS(x 1.000) MATRÍCULAS TOTAIS(x 1.000) VIAGENS DIÁRIAS INTERNAS MOTORIZADAS (x 1.000) VIAGENS DIÁRIAS INTERNAS DE COLETIVO (x 1.000) VIAGENS DIÁRIAS INTERNAS DE AUTO (x 1.000) PARCELA DO COLETIVO NA DIVISÃO MODAL (%)68,16155,7650,7955 FROTA DE AUTOMÓVEIS(x 1.000) ÍNDICE DE MOBILIDADE MOTORIZADA (%)1,011,531,321,231,29 TAXA DE MOTORIZAÇÃO(%)

3 1- POPULAÇÃO

4 2 - EMPREGOS

5 3 - VIAGENS

6 CONSOLIDAÇÃO DA OCUPAÇÃO URBANA EXISTENTE E FORMAÇÃO DE NOVOS PÓLOS, ENTRE 11 E 33 KM DA SÉ, COM AS MAIORES VARIAÇÕES NO CRESCIMENTO DA DENSIDADE DE POPULAÇÃO E/OU EMPREGOS: Anhanguera, Capão Redondo, Cidade Lider, Cidade Ademar, Grajaú, Iguatemi, Itaquaquecetuba, Itaquera, Lajeado, Vila Sônia, Diadema, Jandira, Jardim Helena, Baruerí, Taboão da Serra,Vila Jacuí, Vila Curuçá, São Bernardo e Guarulhos A 4- ESTRUTURA URBANA

7 EXPANSÃO DE PÓLOS JÁ CONSOLIDADOS, CUJO ADENSAMENTO DE EMPREGOS É ACOMPANHADO POR UMA REDUÇÃO DA DENSIDADE POPULACIONAL, OU CRESCIMENTO DA MESMA ABAIXO DA MÉDIA METROPOLITANA: NO CENTRO EXPANDIDO : Barra Funda, Bela Vista, Belém, Bom Retiro, Itaim Bibi, Jardim Paulista, Moema, República, Santa Cecília, Santo Amaro, Saúde, Sé, Vila Mariana e Vila Leopoldina PRÓXIMOS AO CENTRO EXPANDIDO: Campo Grande, Ipiranga, Jabaquara, Santo André, São Caetano do Sul, Tatuapé e Jaçanã B C 4- ESTRUTURA URBANA

8 ÁREAS DORMITÓRIO, EM GERAL AFASTADAS DO CENTRO EXPANDIDO : Perus, Sapopemba, Brasilândia, Cachoeirinha, Caieiras, Cangaiba, Carapicuíba, Cidade Dutra, Cidade Tiradentes, Embu, Ermelino Matarazzo, Ferraz de Vasconcelos, Francisco Morato, Guaianases, Itaim Paulista, Itapevi, Jaraguá, Jardim Ângela, Jardim São Luís, Mauá, Osasco, Parelheiros, Pedreira, Poá, Rio Pequeno, Sacomã, Santana de Parnaíba, São Rafael, Suzano, Tremembé, Vila Andrade F 4- ESTRUTURA URBANA

9 5 - RENDA MÉDIA FAMILIAR

10 VIAGENS POR RENDA FAMILIAR O/D 2007 Modo até 760,00 760,00 a 1.520, ,00 a ,00 a 5.700,00 mais de 5.700,00 Total Metrô Trem Ônibus Fretado Escolar Coletivo Auto Táxi Moto Outros Individual Bicicleta A Pé Não Motorizado

11 TEMPO GASTO EM VIAGENS POR TRANSPORTE COLETIVO, SEGUNDO A RENDA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO - PESQUISA O/D 2007 RENDA FAMILIAR MENSAL ÍNDICE DE MOBILIDADE (TRANSPORTE COLETIVO) TEMPO MÉDIO DE VIAGEM (MINUTOS / DIA) VIAGENS POR TRANSPORTE COLETIVO TEMPO GASTO EM VIAGENS (MINUTOS / DIA) % DO TEMPO TOTAL GASTO EM VIAGENS POR TC ATÉ R$ 760,000, DE R$ 760,00 A R$ 1.520,000, DE R$ 1.520,00 A R$ 3.040,00 0, DE R$ 3.040,00 A R$ 5.700,00 0, MAIS DE R$ 5.700,000, TOTAL

12 TEMPO GASTO EM VIAGENS POR TRANSPORTE INDIVIDUAL, SEGUNDO A RENDA REGIÃO METROPOLITANA DE SÃO PAULO - PESQUISA O/D 2007 RENDA FAMILIAR MENSAL ÍNDICE DE MOBILIDADE (TRANSPORTE INDIVIDUAL) TEMPO MÉDIO DE VIAGEM (MINUTOS / DIA) VIAGENS POR TRANSPORTE INDIVIDUAL TEMPO GASTO EM VIAGENS (MINUTOS / DIA) % DO TEMPO TOTAL GASTO EM VIAGENS POR TI ATÉ R$ 760,00 0, DE R$ 760,00 A R$ 1.520,00 0, DE R$ 1.520,00 A R$ 3.040,00 0, DE R$ 3.040,00 A R$ 5.700,00 1, MAIS DE R$ 5.700,00 1, TOTAL

13 6 - CONFRONTO DO GRAFO DAS LINHAS DE DESEJO COM A REDE DE TRANSPORTE EXISTENTE

14 2 - CENÁRIOS FUTUROS DA CONFIGURAÇÃO ESPACIAL DA DEMANDA DE TRANSPORTE O QUE SÃO DESENHAM DIFERENTES CONFIGURAÇÕES DE FUTURO. SUBSIDIAM AS ESTIMATIVAS DA DEMANDA FUTURA DE TRANSPORTE E SÃO A BASE PARA A AVALIAÇÃO DAS PROPOSTAS FORMULADAS EM DIFERENTES CONTEXTOS FUTUROS COMO SÃO FEITOS O FUTURO É DESENHADO A PARTIR DA CONFIGURAÇÃO URBANA ATUAL CONSIDERANDO AS TENDÊNCIAS OBSERVADAS NO PRESENTE, VERIFICADAS PELOS DADOS DAS PESQUISAS ORIGEM E DESTINO E DOS CENSOS

15 PROJEÇÃO FUTURA DO CRESCIMENTO PIB (TENDÊNCIA S: MUNDIAL, BRASILEIRA e da RMSP) POPULAÇÃO EMPREGOS MATRÍCULAS ESCOLARES RENDA E DISTRIBUIÇÃO DA RENDA AUTOMÓVEIS TENDÊNCIAS OTIMISTA: PLENO DESENVOLVIMENTO MODERADA: CRESCIMENTO MODERADO PESSIMISTA: ESTAGNAÇÃO ECONÔMICA

16 CENÁRIO DE PLENO DESENVOLVIMENTO DEMOGRAFIA E ECONOMIA ESTABILIZAÇÃO DO CRESCIMENTO DEMOGRÁFICO SUPERAÇÃO DOS ENTRAVES DA ECONOMIA BRASILEIRA (ATRASO TECNOLÓGICO, DEPENDÊNCIA EXTERNA, ENTRE OUTROS) PAÍS ALCANÇA DESENVOLVIMENTO INTENSIVO COM AUMENTO DA PRODUTIVIDADE DO TRABALHO RENDA PER CAPITA CRESCE A X% AO ANO DISTRIBUIÇÃO DE RENDA SE MODIFICA X% AO ANO EM FAVOR DOS SEGMENTOS DE MENOR RENDA POLÍTICA URBANA PROVISÃO DE INFRA-ESTRUTURA EM RITMO COMPATÍVEL COM O DESENVOLVIMENTO DISTRIBUIÇÃO EQUILIBRADA DE INFRA-ESTRUTURA URBANA NO ESPAÇO URBANO REDUÇÃO DOS PROCESSOS DE DEGRADAÇÃO DE ÁREAS CENTRAIS E PERIFÉRICAS RECUPERAÇÃO DO CENTRO HISTÓRICO

17 CENÁRIO DE CRESCIMENTO MODERADO DEMOGRAFIA E ECONOMIA ESTABILIZAÇÃO DO CRESCIMENTO DEMOGRÁFICO MODELO DE ACUMULAÇÃO EXTENSIVA NÃO SUPERADO, APESAR DE SEU ESGOTAMENTO RENDA PER CAPITA CRESCE X% AO ANO DISTRIBUIÇÃO DE RENDA SE MODIFICA X% AO ANO EM FAVOR DOS SEGMENTOS DE MENOR RENDA POLÍTICA URBANA SITUAÇÃO INTERMEDIÁRIA ENTRE O PADRÃO DO CENÁRIO DE PLENO DESENVOLVIMEMTO E O PADRÃO ATUAL DE URBANIZAÇÃO

18 CENÁRIO DE ESTAGNAÇÃO ECONÔMICA DEMOGRAFIA E ECONOMIA ESTABILIZAÇÃO DO CRESCIMENTO DEMOGRÁFICO PRESERVAÇÃO DO MODELO DE ACUMULAÇÃO EXTENSIVA RENDA PER CAPITA ESTAGNADA DISTRIBUIÇÃO DE RENDA SEM MODIFICAÇÃO DA SITUAÇÃO ATUAL POLÍTICA URBANA PADRÃO ATUAL DE URBANIZAÇÃO

19

20

21

22 3 - AVALIAÇÃO DE PROPOSTAS DE REDES DE TRANSPORTE INDICADORES DE DESEMPENHO DE PROPOSTAS ALTERNATIVAS DE REDES DE TRANSPORTE COLETIVO - RESULTADOS COMPARADOS COM RELAÇÃO À SITUAÇÃO DA REDE ATUAL DE TRANSPORTE COLETIVO (OU DA REDE PREVISÍVEL A CURTO PRAZO) 1 - AUMENTO DA ACESSIBILIDADE MOBILIDADE ( VIAGENS/HABITANTE ) CUSTO / TEMPO/ VELOCIDADE DE ACESSO POR MODO COLETIVO CUSTO / TEMPO/ VELOCIDADE DE ACESSO POR MODO INDIVIDUAL RAIO DE ALCANCE DAS VIAGENS POR MODO COLETIVO RAIO DE ALCANCE DAS VIAGENS POR MODO INDIVIDUAL 2 - MELHORIA DO AMBIENTE URBANO MOBILIDADE DA POPULAÇÃO DE BAIXA RENDA CUSTO / TEMPO/ VELOCIDADE DE ACESSO DA POPULAÇÃO DE BAIXA RENDA AOS BENS E SERVIÇOS URBANOS POR MODO COLETIVO CUSTO / TEMPO/ VELOCIDADE DE ACESSO DA POPULAÇÃO DE BAIXA RENDA AOS BENS E SERVIÇOS URBANOS POR MODO INDIVIDUAL NÍVEL DE CONCENTRAÇÃO DE MONÓXIDO DE CARBONO NO CENTRO EXPANDIDO METROPOLITANO NÍVEL DE RUÍDO NO CENTRO EXPANDIDO

23 3 - AVALIAÇÃO DE PROPOSTAS DE REDES DE TRANSPORTE ALTERNATIVAS 3 - MELHORIA DO ATENDIMENTO AOS PÓLOS REGIONAIS CUSTO / TEMPO/ VELOCIDADE DE ACESSO POR MODO COLETIVO AOS PÓLOS REGIONAIS CUSTO / TEMPO/ VELOCIDADE DE ACESSO POR MODO INDIVIDUAL AOS PÓLOS REGIONAIS NÚMERO DE VIAGENS REALIZADAS POR MODO COLETIVO COM DESTINO AOS PÓLOS REGIONAIS NÚMERO DE VIAGENS REALIZADAS POR MODO INDIVIDUAL COM DESTINO AOS PÓLOS REGIONAIS CUSTO / TEMPO/ VELOCIDADE DE ACESSO AO CENTRO HISTÓRICO POR MODO COLETIVO CUSTO / TEMPO/ VELOCIDADE DE ACESSO AO CENTRO HISTÓRICO POR MODO INDIVIDUAL NÚMERO DE VIAGENS REALIZADAS POR MODO COLETIVO COM DESTINO AO CENTRO HISTÓRICO NÚMERO DE VIAGENS REALIZADAS POR MODO INDIVIDUAL COM DESTINO AO CENTRO HISTÓRICO 4 - EFICIÊNCIA ECONÔMICA REDUÇÃO NO TEMPO TOTAL DE VIAGEM POR MODO COLETIVO REDUÇÃO NO TEMPO TOTAL DE VIAGEM POR MODOINDIVIDUAL REDUÇÃO NO TEMPO TOTAL DE VIAGEM 5 - MELHORIA DA QUALIDADE DE SERVIÇO % DA DIVISÃO MODAL ASSOCIADA ÀS VIAGENS REALIZADAS POR MODO COLETIVO DE TRANSPORTE NÚMERO DE VIAGENS REALIZADAS COM INTEGRAÇÃO MODAL AUTO X COLETIVO

24 4 - OBJETIVOS DA POLÍTICA DE TRANSPORTE 1. AUMENTO DA ACESSIBILIDADE GERAL 2. AUMENTO DA ACESSIBILIDADE AO CENTRO METROPOLITANO 3. AUMENTO DA ACESSIBILIDADE ÀS REGIÕES VIZINHAS 4. AUMENTO DA ACESSIBILIDADE AOS SUBCENTROS COMERCIAIS DE SERVIÇOS E POLOS DE EMPREGO 5.AUMENTO DA ACESSIBILIDADE AOS GRUPOS DE BAIXA RENDA 6.POTENCIALIZAÇÃO DO CARÁTER INDUTOR E ESTRUTURADOR DA REDE DE TRANSPORTE 7.PRESERVAÇÃO E PROMOÇÃO DO ESPAÇO URBANO 8.CONCEPÇÃO E OPERAÇÃO INTEGRADA DO SISTEMA DE TRANSPORTE 9.REVERSÃO DA TENDÊNCIA DE PREDOMÍNIO DO TRANSPORTE INDIVIDUAL 10. REDUÇÃO DOS CONGESTIONAMENTOS 11. REDUÇÃO DO NÚMERO DE ACIDENTES 12. REDUÇÃO DA POLUIÇÃO ATMOSFÉRICA 13. REDUÇÃO DO NÍVEL DE RUÍDO 14. USO EFICIENTE DOS RECURSOS 15. MELHORIA DA QUALIDADE DO SERVIÇO DE TRANSPORTE

25 5 - DIRETRIZES PARA O TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE COLETIVO 1.REDUZIR AS DISPARIDADES TERRITORIAIS DE OFERTA DE ACESSIBILIDADE 2.ATENDER OS GRANDES VOLUMES DE VIAGEM EM DIREÇÃO AO CENTRO PRICIPAL ENTRE POLOS E SUAS REGIÕES VISINHAS 1.INTERLIGAR OS PRINCIPAIS PÓLOS DE ATIVIDADES ENTRE SÍ 2.INTERLIGAR OS ESPAÇOS URBANOS DE USO HABITACIONAL COM AS ÁREAS (POLOS E CORREDORES) DE CONCENTRAÇÃO DE INDÚSTRIAS, COMÉRCIO E SERVIÇOS 3.INDUZIR A FORMAÇÃO DE PÓLOS DE ATIVIDADES EM ÁREAS COM ALTA DENSIDADE DE POPULAÇÃO E BAIXA DENSIDADE DE EMPREGOS, COMÉRCIO E SERVIÇOS 4.ULTRAPASSAR AS PRINCIPAIS BARREIRAS FÍSICAS NO ESPAÇO URBANO

26 5 - DIRETRIZES PARA MELHORIA DO SISTEMA VIÁRIO DE INTERESSE METROPOLITANO AUMENTAR A CAPACIDADE, ELIMINAR CRUZAMENTOS E DESCONTINUIDADES NO TRAÇADO DAS VIAS DE CARÁTER METROPOLITANO IMPLANTAR O RODOANEL E OUTROS ANÉIS DE INTERESSE METROPOLITANO, COMPLEMENTANDO O CARÁTER RADIAL DO VIÁRIO METROPOLITANO

27 6 - ALTERNATIVAS DE TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE

28

29

30

31 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE BUDAPEST

32 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE MOSCOU

33 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE CHICAGO

34 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE AMSTERDAM

35 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE MÉXICO

36 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE SHANGHAI

37 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE TORONTO

38 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE MILÃO

39 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE LISBOA

40 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE BERLIN

41 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE PARÍS

42 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE LONDRES

43 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE NEW YORK

44 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE BARCELONA

45 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE SEOUL

46 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE TOKYO

47 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE PEQUIM

48 6 -TRAÇADO DE REDES DE TRANSPORTE MADRID

49 7- ESQUEMAS ESPACIAIS ALTERNATIVOS DE INTEGRAÇÃO INTERMODAL

50 8 – TRAÇADO DAS LINHAS CONSIDERANDO A TOPOGRAFIA

51 9 – TRAÇADO DAS LINHAS CONSIDERANDO A LOCALIZAÇÃO DOS POLOS P P P P P PP


Carregar ppt "ELABORAÇÃO DE UM PLANO DE TRANSPORTE 1.DIAGNÓSTICO DAS QUESTÕES ASSOCIADAS À ACESSIBILIDADE DO TERRITÓRIO E À DEMANDA E OFERTA DE TRANSPORTE 2.CENÁRIOS."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google