A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O PICO DO PETRÓLEO E O FUTURO DA HUMANIDADE Versão 1.4 (21 de Setembro, 2005) Capítulo 3 - Consequências do Declínio do Petróleo Robert Bériault Tradução.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O PICO DO PETRÓLEO E O FUTURO DA HUMANIDADE Versão 1.4 (21 de Setembro, 2005) Capítulo 3 - Consequências do Declínio do Petróleo Robert Bériault Tradução."— Transcrição da apresentação:

1 O PICO DO PETRÓLEO E O FUTURO DA HUMANIDADE Versão 1.4 (21 de Setembro, 2005) Capítulo 3 - Consequências do Declínio do Petróleo Robert Bériault Tradução por Luís de Sousa O PICO DO PETRÓLEO E O FUTURO DA HUMANIDADE Versão 1.4 (21 de Setembro, 2005) Capítulo 3 - Consequências do Declínio do Petróleo Robert Bériault Tradução por Luís de Sousa

2 Então o que vai acontecer quando o petróleo entrar em declínio?

3 Rationing chip Nínguem pode ler o futuro. No entanto, há coisas que podemos antever fazendo uma análise lógica dos elementos que conhecemos. O que se segue não são previsões do futuro. Em vez disso são uma estimativa das acontecimentos mais prováveis. Olhando para o futuro: O Capítulo 9 vai olhar sobre aquilo que pode ser diferente se os canadianos decidirem agir perante os limites do crescimento.

4 Estimativa da produção de petróleo depois do pico. Adaptado de: "The Peak of World Oil Production and the Road to the Olduvai Gorge", Richard C. Duncan Declínio do petróleo Pode-se registar um plano perto do pico, mas de acordo com o modelo de Hubbert o petróleo cairá cerca de 3% ao ano. História Pico em 2006 Previsão para o Petróleo Produção (Gb/ano) Anos

5 Não chega manter a produção de petróleo constante. A Procura aumenta cerca de 2% ao ano. Se adicionarmos os 3% de declínio da produção.....então a cada ano haverá menos 5% de petróleo para um economia em crescimento - menos 40% em menos de uma década!

6 Rationing chip Olhando para o futuro: Lembro-me quando o preço do petróleo mais que duplicou em poucas semanas, dando origem a uma espiral de inflação. Extrapolando do embargo petrolífero de Filas nas bombas de gasolina em

7 Rationing chip... e as rendas das casas saltaram para 21%, lembro- me das dificuldades que amigos e vizinhos passaram quando perderam as suas casas. E depois em 1908 o petróleo teve o seu valor mais alto de sempre, 94 $ em valores actuais...

8 Então aqui estão alguns dos resultados prováveis do declínio do petróleo: Obviamente o preço do crude vai subir É bastante provével que dentro de alguns anos estejamos a pagar 3 a 5 dólares por litro de gasolina E considerando a importância da gasolina, veremos o racionamento como uma forma de alocar equitativamente este recurso escasso. Ficha de racionamento

9 O preço alto do petróleo irá afectar os outros produtos. Cotton

10 O sector fabril vai receber um duplo impacto: O aumento do custo dos materiais e da energia vai retirar os lucros às fábricas. As falências são uma consequência plausivel.

11 Quando as empresas abrem falência, os trabalhadores perdem o emprego. Como resolveremos o problema das filas de desempregados?

12 Como pagarão os desempregados as suas rendas? Na realidade as rendas podem baixar. O que não ajuda muito para quem não tem trabalho. Como poderão os proprietários aquecer as suas casas? Renda Petróleo

13 Dois factores farão todos os produtos difíceis de obter: 1- O Canadá terá pouca indústria de manufactura por causa das políticas de realocação para os países do terceiro mundo. 2- Os transportes serão muito mais caros. Prateleiras vazias nas lojas podem tornar-se a norma.

14 Tudo será mais caro: Provavelmente vamos ter de lidar com com cortes de energia cíclicos. Vai ser mais caro extrair carvão, construir novas centrais eléctricas ou centrais de energias renováveis. Até a manutenção do dia-a- dia será mais cara.

15 Peças e equipamento: Com menos dinheiro dos impostos os serviços municipais vão sofrer de negligência contínua. Peças de substituição serão mais difíceis de obter. Todas as formas de energia necessárias para gerir uma cidade e o seu equipamento complexo também serão mais caras.

16 Para termos uma ideia daquilo porque o Canada poderá passar, olhemos para Cuba: Por razões políticas, as infraestruturas de abastecimento de água degradaram-se ao ponto de muitas casas não terem água corrente. Cubano a abastecer-se de água para levar para casa Barril de água numa cozinha cubana

17 Segurança: A segurança será uma grande preocupação. Com o aumento do desemprego, da pobreza e da desilusão serão de esperar mais confrontos com as autoridades

18 A segurança será uma grande preocupação. Com o aumento do desemprego, da pobreza e da desilusão serão de esperar mais confrontos com as autoridades.

19 Os subúrbios vão ser atingidos: Mais informação sobre este assunto está no filme: "The End of Suburbia". Andar de carro vai ser mais caro. Os subúrbios são construídos de forma a que não existam sem o automóvel. As pessoas tentarão de vender as suas casas suburbanas para comprarem outras no centro das cidades. Mas serão donas de propriedades altamente desvalorizadas.

20 Teremos que deixar os luxos por troca com as necessidades básicas: Os consumodores terão que gastar um larga parte do salário só para pagar as contas do gás, electricidade, etc. Sistemas de navegação GPS Galão Viagens à Florida Refeições no restaurante Barcos a motor

21 Os comerciant es de luxos vão entrar em saldos. E essas indústria irão pelo cano abaixo!

22 Assim que o preço do petróleo chegar a um certo nível, a procura começará a retrair-se. E quando o uso de petróleo se retrai, exsite uma boa razão para pensar que isto quer dizer: O fim do crescimento económico!!!

23 Voltemos a este gráfico da Exxon Mobil A parte verde é a produção de campos existentes. A parte vermelha representa aquilo que temos de encontrar para acompanhar a procura. Encontrar esta quantidade é pouco provável tendo em vista os argumentos apresentados anteriormente sobre descobertas de petróleo. DOCUMENTARY "THE END OF SUBURBIA" SHOWING IN OTTAWA Equivalente a Milhões de Barris de Petróleo por Dia (MBDOE) Procura Mundial Declíno dos Campos Existentes ~ 4 - 6% Produção Adicional Necessária Investimento Necessário Produção Existente

24 Então o que vai acontecer quando o declínio económico seguir o declínio do petróleo?

25 Aqui está um cenário apocalíptico: Um dia, depois de vários anos de declínio, os investidores podem perceber que a quebra económica é devida ao declínio da produção de petróleo e não o contrário. PetróleoEconomia

26 Cenário apocalíptico Eles aperceber-se- ão que as coisas só podem piorar no ano que vem.

27 Cenário apocalíptico: A descoberta de que não existe forma de rentabilizar os investimentos pode tirar o dinheiro do mercado de acções.

28 Cenário apocalíptico: Emprestarão os bancos dinheiro se não exsitem expectativas de retorno?

29 Cenário apocalíptico: O sistema económico pode colapsar por completo. Podemos ver um regresso à Grande Depressão. Permanetemente.

30 Achas que estes problemas estão perto de começar?

31 Não sei... Penso que nos próximos 20 anos vamos ter uma economia flutuante. Será parecido com o período dos anos 1980 com recessões cada vez piores seguidas de recuperações parciais.

32 Se informarmos um número suficiente de canadianos acerca do Pico do Petróleo, talvez eles levem o governo a tomar as medidas necessárias. Então talvez possamos viver bem, mas num nível de vida bastante reduzido. Mas quem sabe? -- as coisas más podem acontecer durante a minha vida ou talvez só durante a vida dos meus filhos, depois de eu ter morrido.

33 Achas mesmo que o cenário apocalíptico pode acontecer?

34 Não é uma resposta simples de sim ou não. Tens que ver os Capítulos 5 a 9 desta apresentação para teres uma perspectiva diferente da questão.

35 Existem muitas alternativas ao petróleo... ou não? Decobre no Capítulo 4. Clica aqui para escolher o Capítulo


Carregar ppt "O PICO DO PETRÓLEO E O FUTURO DA HUMANIDADE Versão 1.4 (21 de Setembro, 2005) Capítulo 3 - Consequências do Declínio do Petróleo Robert Bériault Tradução."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google