A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Comunicação Professora Yve West Sudré. Os elementos da comunicação Fonte Emissor Mensagem Receptor Canal Código Natural = órgãos sensoriais Tecnológico.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Comunicação Professora Yve West Sudré. Os elementos da comunicação Fonte Emissor Mensagem Receptor Canal Código Natural = órgãos sensoriais Tecnológico."— Transcrição da apresentação:

1 Comunicação Professora Yve West Sudré

2 Os elementos da comunicação Fonte Emissor Mensagem Receptor Canal Código Natural = órgãos sensoriais Tecnológico Espacial Temporal Emissor Canal Mensagem Código Receptor Fonte

3 Linguagem – língua - fala Linguagem – é o exercício oriundo da faculdade, inerente ao homem, que lhe possibilita a comunicação. Embora nem todos os teóricos assumam esse posicionamento, podemos dizer que todo ser humano possui, ao nascer, uma predisposição que faculta a aquisição da mesma (característica inata). Língua – há um instrumento peculiar de comunicação – a língua – distinta da fala e que representa a parte social da linguagem, exterior ao indivíduo, que por si só, não pode modificá-la. Língua é homogênea – sistema de signos (código) convencionais e arbitrários. Fala – a fala, ao contrário, é um ato intencional, em nível individual, de vontade e de inteligência.

4 As seis funções da linguagem Ênfase no fatordeterminaa função CanalFática Fonte (3ª pessoa)Referencial EmissorEmotiva ReceptorApelativa (conativa) MensagemPoética CódigoMetalingüística

5 Função Fática - canal (o estabelecimento do contato) Expressões de um modo superficial, quase automático. Bateu com as chaves do carro no balcão, acordando um homenzinho que dormia (...). Era o gerente. Esfregando os olhos, põe-se de pé: - Ah, seu Isidoro! Chegou mais cedo hoje! Friozinho bom este, não é? A gente... Na porta de uma danceteria: - E aí, meu! -Tudo em cima? - Tudo! - É isso aí, a gente se vê. Olá, como vai? Eu vou indo, e você, tudo bem? Tudo bem, eu vou indo correndo Pegar meu lugar no futuro, e você? Tudo bem, eu vou indo em busca De um sono tranqüilo, quem sabe? Quanto tempo... (Sinal fechado – Paulinho da Viola, 1974)

6 Função referencial – 3ª pessoa (predomínio da informação) Textos científicos, matérias jornalísticas, mensagens objetivas. Há mais de um século a América Latina constitui uma região onde a influência norte- americana é muito grande. Qualquer problema que ocorra na região interessa, em maior ou menor grau, à grande potência do norte. Seus sucessivos governantes têm considerado a América Latina como uma área de importância vital aos seus interesses econômicos, políticos e estratégicos. Pode-se afirmar que a origem desse caráter hegemônico dos Estados Unidos em relação à América Latina tomou forma no século passado quando foi idealizada, pelo presidente norte-americano James Monroe, a chamada Doutrina Monroe (1823). Por ela os Estados Unidos não permitiram que países extracontinentais se envolvessem em novos projetos colonialistas no continente. Ao mesmo tempo, o governo norte-americano daria toda a solidariedade à independência das nações latino-americanas. A frase-síntese da Doutrina Monroe era: A América para os americanos. Mais tarde, no entanto, a nobre causa esboçada originalmente por aquela doutrina doi desvirtuada pelas pretensões imperialistas dos Estados Unidos, levando alguns latino- americanos a afirmar que sua frase-síntese deveria ser: A América para os norte- americanos. OLIC, Nelson Bacic. Geopolítica da América Latina. São Paulo, Moderna, Coleção Polêmica.

7 Função metalingüística - código (o código em questão ) Recodificação: a linguagem fala dela mesma. Pronominais Oswald de Andrade Dê-me um cigarro Diz a gramática Do professor e do aluno E do mulato sabido Mas o bom negro E o bom branco Da Nação Brasileira Dizem todos os dias Deixa disso camarada Me dá um cigarro. Língua Caetano Veloso E deixa os portugais morrerem à míngua "Minha pátria é minha língua" Flor do Lácio Sambódromo Lusamérica latim em pó O que quer O que pode Esta língua? Vamos atentar para A sintaxe dos paulistas E o falso inglês relax dos surfistas Sejamos imperialistas...

8 Função emotiva – emissor (Expressando o eu) Impressão de um sentimento verdadeiro ou simulado. Não te amo mais. Estarei mentindo se eu disser que ainda,quero-te como sempre quis. Tenho certeza que nada foi em vão. Sinto, dentro de mim, que Você não significa nada. Não poderia dizer jamais,que Alimento um grande amor. Sinto,cada vez mais, que Já te esqueci! E jamais,usarei a frase EU TE AMO!! Sinto, mas tenho que dizer a verdade É tarde demais... Motivo Cecília Meireles Eu canto porque o instante existe E a minha vida está completa Não sou alegre nem sou triste: Sou poeta. Irmãos das coisas fugidias, Não sinto gozo nem tormento. Atravesso noites e dias No vento. Se desmorono ou se edifico, Se permaneço ou me desfaço, - Não sei, não sei. Não sei se fico ou se passo. Sei que canto. E a canção é tudo. Tem sangue eterno a asa ritmada. E um dia sei que estarei mudo: - Mais nada.

9 Função Apelativa – receptor (O imperativismo) Eminentemente persuasória. Vem pra caixa você também! Filho, faça um favor para mim...

10 Função Poética – mensagem (mais fim do que meio) Predomínio de conotação e subjetivismo. Quando apontares com um dedo, lembra-te de que outros três dedos teus apontam para ti. (Provérbio inglês) Amo como ama o amor. Não conheço nenhuma outra razão para amar senão amar. Que queres que te diga, além de que te amo, se o que quero dizer-te é que te amo? (Fernando Pessoa) Não há razão para termos medo das sombras. Apenas indicam que em algum lugar próximo brilha a luz. (Ruth Renkel)

11 Um jornal é melhor do que uma revista. Um cume ou encosta é melhor do que uma rua. No início parece que é melhor correr do que andar. É preciso experimentar várias vezes. Prega várias partidas; mas é fácil de aprender. Mesmo as crianças podem achá-lo divertido. Uma vez com sucesso, as complicações são minimizadas. Os pássaros raramente se aproximam. Muitas pessoas, às vezes, fazem-no ao mesmo tempo, contudo isso pode causar problemas. É preciso muito espaço. É necessário ter cuidado com a chuva, pois destrói tudo. Se não houver complicações, pode ser muito agradável. Uma pedra pode servir de âncora. Se alguma coisa se partir, perdêmo-la e não teremos uma segunda chance. Empinando pipas


Carregar ppt "Comunicação Professora Yve West Sudré. Os elementos da comunicação Fonte Emissor Mensagem Receptor Canal Código Natural = órgãos sensoriais Tecnológico."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google