A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

FUSÃO DE IMAGENS DIGITAIS Prof. Dr. Antônio Nuno de Castro Santa Rosa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "FUSÃO DE IMAGENS DIGITAIS Prof. Dr. Antônio Nuno de Castro Santa Rosa."— Transcrição da apresentação:

1 FUSÃO DE IMAGENS DIGITAIS Prof. Dr. Antônio Nuno de Castro Santa Rosa

2 4 BANDAS 3 RGB 1 MONOCROMÁTICA Métodos de Fusão Métodos de Classificação Maior resolução Espacial Tamanho igual Menor resolução

3 O espaço de cores conhecido por IHS (Intensity, Hue, Saturation) é uma forma alternativa ao espaço RGB de representação de cores. As cores são definidas pelos atributos de intensidade ou brilho, matiz e saturação. Esses atributos podem ser analisados e manipulados individualmente, ao contrário do sistema RGB. Modelo de cores IHS

4 IHS O vértice do cone IHS representa o preto, enquanto o seu eixo coincide com o eixo acromático. A intensidade aumenta em sentido contrário ao do vértice. Uma seção circular do cone mostra a variação de matizes ao redor de perímetro. A saturação aumenta para fora do centro, passando de cinza para tons pastéis e destes para matizes espectrais puros. Quando visualizamos todas as cores visíveis em 3 dimensões temos o chamado solido de cor, que neste caso não é um cubo, possui a forma semelhante a de um cone de duas pontas.

5 Intensidade Medida da energia total envolvida em todos os comprimentos de onda responsáveis pela sensação de brilho dessa energia incidente sobre o olho Distância de um ponto até a origem ou ápice do cone. Modelo de cores IHS

6 Matiz Medida do comprimento de onda médio da luz que ele reflete ou emite a cor do objeto. Seqüência radial ao redor dos círculos de saturação e do eixo de intensidade (ângulo entre 0° e 360°)

7 Saturação Expressa o intervalo de comprimentos de onda ao redor do comprimento de onda médio no qual a energia é refletida ou transmitida. Distância radial do ponto até o eixo central do cone. Modelo de cores IHS

8 Digrama de Cromaticidade

9 CIE-XYZ Todas as componentes das cores visíveis não devem ser negativas. Duas primárias devem ter luminância zero (uma das componentes será a própria luminância). Um maior número de cores espectrais deve possuir pelo menos uma componente zero. A solução foi buscar uma base de primárias fora do visível, ou seja o sistema também representa cores que não são visíveis, mas tudo bem pois basta não considerá-las.

10 CIE-XYZ (Commision Internationale de l'Eclairage) Fazendo a reconstrução do sistema de cor CIE-RGB CIE-XYZ

11 Podemos perceber que a curva de luminância (Y) é muito intensa no verde, mostrando que percebemos mais variações de verde do que de outra cor. O calombo na curva da componente X vem das componentes negativas que haviam no padrão CIE- RGB. E por fim reparem que a curva do Z é muito estreita, ou seja podemos usar menos memória para guardar essa componente. CIE-XYZ

12 Relação entre os sistemas XYZ e RGB

13 Sistema L*u*v* Sistema padronizado pela (CIE). Então obtemos os valores de L*, u*, e v*, em função de X, Y e Z:

14 Com os valores de x,y e z normalizados

15 Transformação Inversa Tendo-se os valores de L*, de u* e de v*, facilmente podemos retornar aos valores de X, Y e Z, onde então aplicamos a transformação linear inversa para obtermos de novo os valores de RGB:

16 Modelo de IHS da CIE L* representa a intensidade u* representa a variação de cromaticidade do verde até vermelho. v* representa a variação de cromaticidade do azul até amarelo. Um espaço de cores IHS define -se pelas seguintes equações:

17 Modelo de IHS de Pratt (1991) A transformação do espaço de cores RGB para o IHS, segundo Pratt (1991) primeiramente é dada pela seguinte transformação linear:

18 Modelo de IHS de Pratt (1991) Após, os valores de matiz (H), saturação (S) e intensidade (I=V ) são obtidos por :

19 A transformação inversa, será dada por: Modelo de IHS de Pratt (1991)

20 Fusão de IHS no ENVI File Para carregar os arquivos das imagens Os dados trazem informações importantes como 1: Tamanho 1000 x : Unsigned Int. 3. Gray Scale (8 bits ).

21 Fusão de IHS As 3 bandas são carregadas nos canais R band1, G band2 e B band3.

22 Fusão de IHS Imagem pan da mesma área com 1000 x 1000.

23 Fusão de IHS Enter

24 Fusão de IHS Selecione Display #1

25 Fusão de IHS Selecione a banda pancromática ok

26 Fusão de IHS São três métodos de interpolação para as redimensionar as band1, band2 e band3.

27 Conversão de IHS RGB

28 RESULTADO DA FUSÇAO IHS IMAGEM RGB


Carregar ppt "FUSÃO DE IMAGENS DIGITAIS Prof. Dr. Antônio Nuno de Castro Santa Rosa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google