A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O Fórum Romano, o coração de Roma - detalhe em maqueta da antiga Roma.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O Fórum Romano, o coração de Roma - detalhe em maqueta da antiga Roma."— Transcrição da apresentação:

1 O Fórum Romano, o coração de Roma - detalhe em maqueta da antiga Roma.

2 Simulação da Roma antiga

3

4

5

6

7

8 URBANISMO E ARQUITECTURA As cidades que se edificaram por todo o império romano, normalmente eram financiadas pelo imperador. No centro ficava o fórum (praça e centro político) ladeada por um pórtico e à volta da qual se elevavam os principais monumentos: basílicas, templos, cúria( local de reuniões) e lojas. Todas as cidades do mundo romano eram dotados das mesmas infra - estruturas e equipamentos: redes de esgotos, aqueduto, pavimentos das ruas, fortes, mercados, termas templos.

9 O Fórum Romano era o lugar onde se reuniam os comerciantes, funcionando como um mercado. Situa-se em área que, antes, era pantanosa.

10 Tradicionalmente, a arte romana é dividida em dois períodos: a arte da Roma republicana e a da Roma imperial (do ano 27 a.C. em diante), com subdivisões correspondentes aos imperadores mais importantes ou às diferentes dinastias. Na época da república, o termo romano estava praticamente restrito à arte realizada na cidade de Roma, que conserva o rastro de seu passado etrusco. Pouco a pouco, a arte libertou-se de sua herança etrusca, graças à expansão pela Itália e pelo Mediterrâneo e ao fato de os romanos terem assimilado outras culturas, como a grega.Itália

11 ARQUITECTURA As características gerais da arquitectura romana são: * busca do útil imediato, senso de realismo; * grandeza material, realçando a ideia de força; * energia e sentimento; * predomínio do carácter sobre a beleza; * originais: urbanismo, vias de comunicação, anfiteatro, termas.

12 As construção eram de cinco espécies, de acordo com as funções: 1) Religião: Templos Pouco se conhece deles. Os mais conhecidos são o templo de Júpiter Stater, o de Saturno, o da Concórdia e o de César. O Panteão, construído em Roma durante o reinado do Imperador Adriano foi planejado para reunir a grande variedade de deuses existentes em todo o Império, esse templo romano, com sua planta circular fechada por uma cúpula, cria um local isolado do exterior onde o povo se reunia para o culto.

13 Roma, Panteón.

14 Cúpula do Panteão de Roma, Imagem interior do Panteão

15 2) Comércio e civismo: Basílica A princípio destinada a operações comerciais e a actos judiciários, a basílica servia para reuniões da bolsa, para tribunal e leitura de éditos. Mais tarde, já com o Cristianismo, passou a designar uma igreja com certos privilégios. A basílica apresenta uma característica inconfundível: a planta rectangular, (de quatro a cinco mil metros) dividida em várias colunatas. Para citar uma, a basílica Júlia, iniciada no governo de Júlio César, foi concluída no Império de Octávio Augusto.

16 Basílica de Maxêncio e Constantino - Era o maior edifício do Fórum. A obra começou no séc. IV, na época do Imperador Maxêncio. Quando foi deposto por Constantino após a batalha da Ponte Mílvio, em 312 d. C., a construção continuou sob o novo regime. Media cerca de 65 m e tinha três amplos tectos abobadados. Foi originalmente desenhada para ter uma longa nave e galerias laterais dispostas no sentido leste-oeste, mas Constantino deslocou o eixo para criar três galerias mais curtas e largas. O edifício tinha 35 m de altura e, na extremidade oeste, uma estátua de 12 m do Imperador, feita de madeira e mármore. Os ladrilhos dourados do tecto foram tirados, para cobrir o piso da antiga igreja de São Pedro.

17 3) Higiene: Termas Constituídas de ginásio, piscina, pórticos e jardins, as termas eram o centro social de Roma. As mais famosas são as termas de Caracala que, além de casas de banho, eram centro de reuniões sociais e desportivas.

18

19 As termas são uma criação original dos arquitectos romanos. Nas grandes cidades, ocupavam um espaço considerável, com banhos, saunas e numerosos estabelecimentos anexos. Os banhos de Agrippa, em Roma, hoje desaparecidos, são o primeiro exemplo da concepção monumental das termas romanas dos séculos II e III, das quais as mais famosas são as do imperador Caracala, com bibliotecas, salas de leitura e conversação, ginásios e um teatro; e as de Diocletianus, as maiores de todas, com m 2.Agrippa, em Roma, hoje desaparecidos, são o primeiro exemplo da concepção monumental das termas romanas dos séculos II e III, das quais as mais famosas são as do imperador Caracala, com bibliotecas, salas de leitura e conversação, ginásios e um teatro; e as de Diocletianus, as maiores de todas, com m 2.

20 4 ) Divertimentos: a) Circo: extremamente afeito aos divertimentos, foi de Roma que se originou o circo. Dos jogos praticados temos: jogos circenses - corridas de carros; ginásios - incluídos neles o pugilato; jogos de Tróia - aquele em que havia torneios a cavalo; jogos de escravos - executados por cavaleiros conduzidos por escravos; Sob a influência grega, os verdadeiros jogos circenses romanos só surgiram pelo ano 264 a.C. Dos circos romanos, o mais célebre é o "Circus Maximus". b) Teatro: imitado do teatro grego. O principal teatro é o de Marcelus. Tinha cenários versáteis, giratórios e retiráveis. c) Anfiteatro: o povo romano apreciava muito as lutas dos gladiadores. Essas lutas compunham um espectáculo que podia ser apreciado de qualquer ângulo. Pois a palavra anfiteatro significa teatro de um e de outro lado. Assim era o Coliseu, certamente o mais belo dos anfiteatros romanos. Externamente o edifício era ornamentado por esculturas, que ficavam dentro dos arcos, e por três andares com as ordens de colunas gregas (de baixo para cima: ordem dórica, ordem jónica e ordem coríntia). Essas colunas, na verdade eram meias colunas, pois ficavam presas à estrutura das arcadas. Portanto, não tinham a função de sustentar a construção, mas apenas de ornamentá-la. Esse anfiteatro de enormes proporções chegava a acomodar pessoas sentadas e mais de em pé.

21

22 O teatro de Marcelo

23 O Coliseu, com este nome é habitualmente conhecido o Anfiteatro Flavio, talvez porque muito perto dele houvesse uma gigantesca estátua de Nero. Chamada Colosso. A sua construção foi iniciada no ano de 72 por Vespasiano e completada pelo seu filho Tito que, no ano de 80, reservou cem dias de festas para tal acontecimento. O anfiteatro podia conter até pessoas, que ali se reuniam para assistir aos famosos jogos, muitas vezes cruéis, suscitavam, porém enorme entusiasmo nos espectadores. Os espetáculos compreendiam: combates entre gladiadores (geralmente escravos adestrados), animais de caça e outros ferozes (trazidos a roma de longíquos lugares de origem).

24 Na ordem compósita (imagem inferior do lado direito) as volutas do capitel jónico são sobrepostas por um ábaco coríntio. Em geral, o revivalismo das ordem clássicas é caracterizado por um ábaco com os cantos chanfrados, apresentando uma ligeira convexidade nas faces.ordem compósita

25 5) Monumentos decorativos a) Arco de Triunfo: pórtico monumental feito em homenagem aos imperadores e generais vitoriosos. O mais famoso deles é o arco de Tito, todo em mármore, construído no Fórum Romano para comemorar a tomada de Jerusalém. b) Coluna Triunfal: a mais famosa é a coluna de Trajano, com seu característico friso em espiral que possui a narrativa histórica dos feitos do Imperador em baixos-relevos no fuste. Foi erguida por ordem do Senado para comemorar a vitória de Trajano sobre os dácios e os partos.

26 O Arco de Tito é um Arco Triunfal

27 Coluna de Trajano, Roma,c., 114 d.C.

28

29 Só uma boa estrutura governativa e um grande pragmatismo que valoriza a utilidade prática, poderia ter desenvolvido um programa urbanístico desta natureza. Este modelo é servido por uma arquitectura urbana e funcional que, ao contrário dos gregos, mais do que honrar os deuses, se preocupa com o confronto dos cidadãos e o interesse público. O Urbanismo, como ciência de adaptação do habitat urbano às necessidades humanas criando um estilo de vida, valores e atitudes próprias dos habitantes das cidades, foi um dos mais importantes legados romanos.

30 ESCULTURA Na escultura romana, dois tipos são particularmente relevantes: A estatuária O relevo – sempre subordinado à arquitectura Tanto estátuas, isoladas, de corpo inteiro, como bustos e estátuas equestres, abundavam em todas as cidades do império. Mais do que um interesse decorativo, os romanos queriam louvar os antepassados, generais figuras ilustres e, especialmente, o imperador, ele próprio, desejoso de ser representado com toda a majestade digna do lugar que ocupava.

31 Busto do Imperador Adriano - é um notável testemunho do realismo da escultura romana.

32 Estátuas Equestres Os generais e imperadores representados a cavalo só se identificavam pelo rosto, pois os corpos do cavaleiro e do animal obedeciam a um modelo escultórico imponente. Nas esculturas de gente anónima, havia mais realismo. A idade, as emoções e os defeitos físicos, eram representados com naturalidade e dignidade.

33

34 Estátua de Trajano. O gosto pelo relevo impôs-se e quase todos os monumentos templos, altares arcos do triunfo ostentavam baixos- relevos.

35 Os artistas romanos deixaram-nos verdadeiras páginas da sua história, contada nos relevos que decoram colunas, arcos do triunfo, altares: vitórias dos generais, feitos dos imperadores e cenas do quotidiano. Mesmo os plebeus que não sabiam ler, facilmente identificavam os seus chefes, ou heróis, e conheciam a sua história.


Carregar ppt "O Fórum Romano, o coração de Roma - detalhe em maqueta da antiga Roma."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google