A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

O UNIVERSO. as ser observadas ou cujas propriedades podem ser detectadas de O total de todas as coisas que podem ser observadas ou cujas propriedades.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "O UNIVERSO. as ser observadas ou cujas propriedades podem ser detectadas de O total de todas as coisas que podem ser observadas ou cujas propriedades."— Transcrição da apresentação:

1 O UNIVERSO

2 as ser observadas ou cujas propriedades podem ser detectadas de O total de todas as coisas que podem ser observadas ou cujas propriedades podem ser detectadas de algum modo, com os recursos tecnológicos disponíveis Repeteco

3 Tamanho do Universo >8 x 10 9 anos luz >7,56 x km ~ km 90% Hidrogênio

4 O Universo é aparentemente heterogêneo; Compõe-se de matéria visível (5%), energia e matéria escura (25%); As estrelas são as unidades básicas e constituem usinas de transformação de átomos; As estrelas se agrupam em galáxias (conjuntos de bilhões de estrelas); As galáxias se organizam em aglomerados de galáxias;

5 A nossa galáxia chama-se Via Láctea; A Via Láctea pertence a um aglomerado designado Grupo Local; As galáxias são de tipos, formas, idades e estágio evolutivo diferenciados; Algumas galáxias estão colidindo e se re- arranjando em novos conjuntos de estrelas; Algumas galáxias estão colidindo e se re- arranjando em novos conjuntos de estrelas; As estrelas são também bastante diversificadas em tamanho, idade, constituição e estágio evolutivo; O Sol é uma estrela do tipo médio;

6 primordial), que poderia não ser maior do que uma bolinha de pingue-pongue; A teoria mais aceita sobre o Universo é a de que ele estaria em expansão, tendo se originado de um ponto comum (ovo primordial), que poderia não ser maior do que uma bolinha de pingue-pongue; Esta teoria é chamada de Big Bang, literalmente, “grande explosão”; Esta teoria é chamada de Big Bang, literalmente, “grande explosão”; Esta explosão teria ocorrido por volta de 14 bilhões de anos atrás, embora existam pesquisadores que admitam uma idade de até 20 bilhões de anos atrás; Esta explosão teria ocorrido por volta de 14 bilhões de anos atrás, embora existam pesquisadores que admitam uma idade de até 20 bilhões de anos atrás; Esta expansão será eterna?

7 Além das estrelas, as galáxias podem incluir os seguintes elementos: Buracos negros; Quasares; Pulsares; Planetas; Asteróides; Cometas; ?????

8 Mais sobre as galáxias... Número desconhecido de galáxias, talvez da ordem de centenas de milhões; O Sol está a anos-luz do centro da Via Láctea; O Sistema Solar leva 2,5 x 10 7 anos para completar um círculo ao redor do núcleo da Galáxia (“deu” apenas 18 voltas desde que nasceu, ao passo que a Terra já girou ao redor do Sol trilhões de vezes)

9 O Sistema Solar

10 Conjunto formado pelo Sol, por 8 planetas e seus satélites, por asteróides e por cometas;

11 O Sistema Solar Localização

12

13

14

15

16 Via Láctea

17 Observatório Cerro Tololo, Chile Foto: Roger Smith

18 Propriedades da Via-Láctea Diâmetro da galáxia anos-luz Número de estrelas na galáxia200 bilhões Massa da galáxia600 billhões de massas solares Tamanho da barra central anos-luz Distância do Sol ao centro anos-luz Espessura da galáxia na região do Sol2000 anos-luz Período de rotação do Sol ao redor da galáxia225 milhões de anos

19

20

21

22 A estrela que mais conhecemos: Média idade (5 bilhões de anos) e médio porte (há estrelas 10 vezes maiores e estrelas 10 vezes menores); Sua massa é de vezes maior do que a da Terra; A estrela mais próxima do Sol está a 4,3 anos-luz de distância

23 O Sol Idade: 4,5 bilhões de anos Período de rotação: 26,8 dias terrestres Raio: km Massa: 1,99 x kg (99,86% da massa do Sistema Solar) Temperatura na superfície: 6.000ºC Temperatura no núcleo: milhões de graus centígrados Energia gerada: 100 bilhões de TNT a cada segundo

24

25

26 Corona (envoltória gasosa do Sol) Imagem de Regiões brilhantes: gases quentes (> 1 milhão de ºC), aprisionados em campos magnéticos Áreas escuras: buracos na Corona, por onde passam jatos de partículas, com velocidades de ~700 km/s

27 Planetas rochosos: Massa pequena Densidade alta (3,9 a 5,5 g/cm3) Planetas gasosos: Grande massa Densidade pequena (0,7 a 1,3 g/cm3)

28 Mercúrio Diâmetro: km (1/3 da Terra) Rotação: 58,6 dias Translação: 88 dias Distância do Sol: 57,8 milhões de km Temperatura na superfície: 467ºC -183ºC no lado oposto ao Sol É o menor dos planetas do SS Como a Terra, possui campo magnético Possui uma tênue atmosfera Imagens: Sonda Mariner 10 (março/1974)

29 Mercúrio, como visto pela Sonda Mariner 10

30 Vênus

31 Distância do Sol: 108,2 milhões de km Diâmetro equatorial: km Rotação: 243 dias terrestres Translação: 0,62 de um ano terrestre Temperatura na superfície: 484ºC 85% da superfície são formados por rochas vulcânicas A pressão atmosférica é 90 vezes maior do que na Terra Composição da atmosfera: CO 2 (97%), vapor d’água e nitrogênio Tamanho, massa e composição similares à Terra Gira em sentido contrá- rio ao da Terra 1 “dia” de Vênus dura 243 dias terrestres Atmosfera dominada por núvens espessas (~25 km) e altas (~70 km) Imagens de radar (Sonda Magellan, )

32 Marte ♂ Deus da Guerra Planeta Vermelho Distância do Sol: milhões de km Diâmetro: km (53% da Terra) Período de rotação: 24,6 h Translação: 1,88 ano terrestre Mosaico de imagens Sonda Viking 1 (1980)

33 Marte Possui o maior vulcão do SS: Monte Olympus 27 km de altura 600 km de base Satélites: Fobos (21 km) Deimos (12 km)

34 Imagens de Marte

35 Júpiter Distância do Sol: 778,3 milhões de km Rotação: 9h55’ Translação: 11,86 anos terrestres Atmosfera: H e He Satélites: + 16 Ganimedes (5.262 km de diâmetro) Callisto (4.800 km idem) Io (3.632 km idem) Europa (3.138 km idem) Zonas claras: núvens ascen- Dentes Zonas escuras: núvens descen- dentes Velocidade das núvens: > 540 km/h

36 km

37 Io km Europa km Callisto km Ganymede km Io apresenta o mais intenso vulcanismo de todo o SS.

38 O grande círculo vermelho Tempestade que já dura 3 séculos

39 Saturno Diâmetro: km Rotação: 10h40’ Translação: 29,46 anos 18 satélites Tethys Dione Rhea milhões de km do Sol

40 Dione Tethys Mimas Rhea Titã Segundo maior satélite do SS Único a possuir atmosfera (80% N; metano) Possui capas polares de gelo Coberto por oceano de metano líquido

41 Enceladus Satélite de Saturno

42 Os anéis de Saturno Descobertos por Galileo (1610) 7 principais círculos Espessuras de poucas centenas de metros Extensão superior a km Partículas < 10 m (mais comum: 10 cm) Gelo

43 Urano Diâmetro: km Rotação: 17h14’ Translação: 84,01 anos terrestres Atmosfera: H e He Satélites: 15 (o maior, Titania, tem 805 km de diâmetro) Temperatura das núvens: -220ºC Espalhamento da luz solar em atmosfera espêssa

44 Netuno Distância do Sol: 4.501,2 milhões de km Diâmetro: km Rotação: 16,11 h Translação: 164,79 anos Satélites: 8 (Tritão, o maior, tem km de diâmetro) Grande Mancha Escura Atmosfera: H, He e metano Ventos com mais de km/h

45 Tritão, satélite de Netuno

46

47

48

49 Crosta Manto

50 O SISTEMA SOLAR (SS) Como teria se formado?

51 Origem dos planetas Hipótese Nebular: Os planetas se formaram a partir de uma gigantesca nuvem de poeira e gás (80% H, 15% He, 5% outros [água, NH3, CH4, Fe, etc.]); 5 bilhões de anos atrás: o material começa a se contrair por ação da gravidade e adquire movimento rotacional: a grande nuvem assumiu o formato de um disco; Com a contração, a rotação torna-se mais e mais rápida; A maior parte da matéria concentra-se no centro (protosol); Nesse processo, redemoinhos menores formam-se no grande disco, originando os protoplanetas;

52 Com a formação do protosol, a temperatura na parte interna da nébula diminui; A queda na temperatura possibilita a condensação de Fe e Ni; Na seqüência, condensam-se os minerais compostos por Ca, Si, Fe e outros elementos; Os protoplanetas passam a “sugar” a matéria ao redor, por gravidade e aumentarem de porte; o Sistema Solar começa a ficar mais “limpo”; Essa “faxina” possibilita que a luz do Sol aqueça a superfície dos planetas recém-formados, elevando a temperatura de tais corpos; Tal aquecimento, aliado aos campos gravitacionais fracos (caso de Mercúrio, Vênus, Terra e Marte), impede que os gases leves fiquem retidos em suas atmosferas (H, He, NH3, vapor d’água, CH4), sendo evaporados e transportados para a parte externa do sistema pelo vento solar;

53 Na porção externa do SS, as temperaturas são menores; Conseqüentemente, os planetas externos acumulam enormes quantidades de gás e outros materiais leves, o que os torna gigantescas esferas gasosas.

54

55

56 52 km 19 km 1,2 x 1,4 x 1,6 km 100 km

57 Cinturão de asteróides Tamanho: grãos de areia a até km (Ceres, o maior) com aproximadamente 1 km de tamanho Massa total: 1 milésimo da massa da Terra

58

59

60 Astroblemas ou crateras de impacto Meteor Crater, Arizona, USA 1,2 km 180 m

61 Cratera Euler, 20 km de diâmetro, SW do Mar Imbrium

62 Araguainha (GO) – 40 km São Miguel do Tapuio (PI) -20 km Serra da Cangalha (TO) -12 km Vargeão (SC) – 12 km Riachão (MA) – 4 km Colônia (SP) – 3,6 km

63 Meteoritos Estrelas cadentes Maioria: tamanho de grãos de areia Milhares de meteoritos bombardeiam a Terra diariamente


Carregar ppt "O UNIVERSO. as ser observadas ou cujas propriedades podem ser detectadas de O total de todas as coisas que podem ser observadas ou cujas propriedades."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google