A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Oração do Terço. Doutrina Cristã Deus teve misericórdia dos homens? Deus teve misericórdia dos homens depois do pecado de nossos primeiros pais e, para.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Oração do Terço. Doutrina Cristã Deus teve misericórdia dos homens? Deus teve misericórdia dos homens depois do pecado de nossos primeiros pais e, para."— Transcrição da apresentação:

1 Oração do Terço

2 Doutrina Cristã Deus teve misericórdia dos homens? Deus teve misericórdia dos homens depois do pecado de nossos primeiros pais e, para os salvar, prometeu e enviou um Redentor que é Jesus Cristo. Quem é o Redentor que Deus prometeu e enviou aos homens? O Redentor que Deus prometeu e enviou aos homens é o próprio Filho de Deus feito homem, Nosso Senhor Jesus Cristo.

3 Ano C- XXX Domingo do Tempo Comum

4 Creio senhor, mas aumenta a minha Fé mas aumenta a minha Fé Amo-vos senhor, mas aumenta a minha Fé Espero em Ti Senhor, mas aumenta a Minha Fé

5 Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Ámen! A graça de Nosso Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a Comunhão do Espírito Santo estejam convosco. Bendito seja Deus que nos reuniu no amor de Cristo. Irmãos, para celebrar dignamente os Santos Mistérios reconheçamos que somos pecadores (momento de silêncio)

6 Confessemos os nossos pecados: Confesso a Deus Todo-Poderoso e a vós, irmãos, que pequei muitas vezes por pensamentos e palavras, actos e omissões, (batendo no peito) por minha culpa, minha tão grande culpa. E peço à Virgem Maria, aos Anjos e Santos, e a vós, irmãos, que rogueis por mim a Deus, Nosso Senhor. Deus Todo-Poderoso tenha compaixão de nós perdoe os nossos pecados e nos conduza à vida eterna. Ámen!

7 Senhor, tende piedade de nós. Cristo, tende piedade de nós. Senhor, tende piedade de nós.

8 Glória a Deus nas alturas, e paz na terra aos homens por Ele amados. Senhor Deus, Rei dos céus, Deus Pai todo-poderoso: nós Vos louvamos, nós Vos bendizemos, nós Vos adoramos, nós Vos glorificamos, nós Vos damos graças por Vossa imensa glória.

9 Senhor Jesus Cristo, Filho Unigénito, Senhor Deus, Cordeiro de Deus, Filho de Deus Pai: Vós que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós; Vós que tirais o pecado do mundo, acolhei a nossa súplica; Vós que estais à direita do Pai, tende piedade de nós. Só Vós sois o Santo;

10 só Vós, o Senhor; só Vós o Altíssimo, Jesus Cristo; com o Espírito Santo, na glória de Deus Pai. Ámen

11 ORAÇÃO COLECTA Deus eterno e omnipotente, aumentai em nós a fé, a esperança e a caridade; e para merecermos alcançar o que prometeis, fazei-nos amar o que mandais. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amem.

12 Sir 35, 15b a (gr ) «A oração do humilde atravessa as nuvens»

13 LEITURA I Sir 35, 15b a (gr ) Leitura do Livro de Ben-Sirá O Senhor é um juiz que não faz acepção de pessoas. Não favorece ninguém em prejuízo do pobre e atende a prece do oprimido. Não despreza a súplica do órfão, nem os gemidos da viúva. Quem adora a Deus será bem acolhido e a sua prece sobe até às nuvens.

14 LEITURA I ir 35, 15b a (gr ) A oração do humilde atravessa as nuvens e não descansa enquanto não chega ao seu destino. Não desiste, até que o Altíssimo o atenda, para estabelecer o direito dos justos e fazer justiça. Palavra do Senhor. Graças a Deus

15

16 Salmo 120 (121), 1-8 (R. cf. 2)Refrão: O pobre Clamou e o senhor o Ouviu.

17 2 Tim 4, «Já me está preparada a coroa da justiça»

18 LEITURA II 2 Tim 4, Leitura da Segunda Epístola do apóstolo São Paulo a Timóteo Caríssimo: Eu já estou oferecido em libação e o tempo da minha partida está iminente. Combati o bom combate, terminei a minha carreira, guardei a fé. E agora já me está preparada a coroa da justiça, que o Senhor, justo juiz, me há-de

19 LEITURA II 2 Tim 4, dar naquele dia; e não só a mim, mas a todos aqueles que tiverem esperado com amor a sua vinda. Na minha primeira defesa, ninguém esteve a meu lado: todos me abandonaram. Queira Deus que esta falta não lhes seja imputada. O Senhor esteve a meu lado e deu-me força, para que, por meu intermédio, a mensagem do Evangelho fosse plenamente proclamada e

20 LEITURA II 2 Tim 4, todas as nações a ouvissem; e eu fui libertado da boca do leão. O Senhor me livrará de todo o mal e me dará a salvação no seu reino celeste. Glória a Ele pelos séculos dos séculos. Amen. Palavra do Senhor. Graças a Deus

21 Aclamação Aleluia, Aleluia, Aleluia Deus estava em Cristo reconciliando o mundo consigo e confiou-nos a palavra da reconciliação.

22 Lc 18, 9-14 «O publicano desceu justificado para sua casa e o fariseu não»

23 EVANGELHO Lc 18, 9-14 O Senhor esteja convosco, Ele está no meio de Nós. Evangelho de nosso Senhor Jesus Cristo segundo S. Lucas Gloria a Vós, Senhor!

24 EVANGELHO Lc 18, 9-14 N aquele tempo, Jesus disse a seguinte parábola para alguns que se consideravam justos e desprezavam os outros: «Dois homens subiram ao templo para orar; um era fariseu e o outro publicano. O fariseu, de pé, orava assim: ‘Meu Deus, dou-Vos graças por não ser como os outros homens, que são ladrões, injustos e adúlteros, nem como este publicano.

25 EVANGELHO Lc 18, 9-14 Jejuo duas vezes por semana e pago o dízimo de todos os meus rendimentos’. O publicano ficou a distância e nem sequer se atrevia a erguer os olhos ao Céu; mas batia no peito e dizia: ‘Meu Deus, tende compaixão de mim, que sou pecador’. Eu vos digo que este desceu justificado para sua casa e o outro não.

26 EVANGELHO Lc 18, 9-14 Porque todo aquele que se exalta será humilhado e quem se humilha será exaltado». Palavra da salvação. Gloria a Vós, Senhor.

27

28 No tempo de Jesus, os fariseus eram uma seita conhecida pelo cumprimento minucioso da lei, para atingir a santidade. A lei ordenava jejuar um dia por ano (Lev.16,29) mas o fariseu jejuava duas vezes por semana. Estava orgulhoso da sua rectidão. Os publicanos, por seu lado, eram os mais odiados, porque cobravam os impostos para um império estrangeiro, e se tornavam ricos a enganar as pessoas,

29 muitas vezes ameaçando-os com falsas acusações. O publicano ficou na parte de trás do Templo e não conseguia nem levantar os olhos para Deus. Ele confessou seus pecados e pediu humildemente a misericórdia de Deus. Ofereceu um coração contrito. A oração foi curta, mas ganhou aceitação diante de Deus. A sua única virtude era a sua humildade, que o levou a pedir misericórdia.

30 Jesus não diz que o publicano era bom e o fariseu era mau. O publicano não é um modelo de vida virtuosa. O fariseu não deve renunciar à sua vida irrepreensível, mas ao orgulho e à autojustificação. São Lucas contou esta parábola não para corrigir os fariseus do tempo de Jesus, mas os cristãos das comunidades de Lucas. O pecado do fariseu é o pecado de Lúcifer e dos outros anjos que se

31 revoltaram contra Deus. O orgulho conduz-nos a pecar gravemente. Devemos a Deus tudo o que somos e tudo o que temos. A humildade leva o homem a evitar chamar a atenção sobre si próprio. O homem humilde preocupa-se pouco com louvores ou críticas. Se alguém o louva ele oferece esse louvor a Deus. Cristo dá-nos o maior exemplo possível de humildade.

32 Sendo nosso Criador e Deus, escolheu vir a este mundo e encarnou como homem. Nasceu num estábulo, escolheu um modesto carpinteiro para pai adotivo, viveu numa cidade obscura e escolheu para discípulos simples pescadores. Viveu neste mundo nas condições mais simples e mais pobres. Falou com Maria Madalena e outros pecadores publicamente conhecidos. Lavou os pés dos Apóstolos.

33 Maria, a nossa Mãe abençoada é a mais honrada de todos os seres humanos. Deus escolheu-A para ser a Mãe de Jesus por causa da sua humildade. Reconheçamos que ‘aquilo que temos’ é uma dádiva de Deus e ‘aquilo em que nos tornamos’ é o resultado das nossas ações. A oração deve tornar-nos simples e humildes. Todos gostam dos humildes: esforcemo-nos por ser simples e humildes. Assim seja.

34

35

36 Creio em um só Deus, Pai todo-poderoso, Criador do céu e da terra De todas as coisas visíveis e invisíveis. Creio em um só Senhor, Jesus Cristo, Filho Unigénito de Deus, nascido do Pai antes de todos os séculos: Deus de Deus, Luz da Luz, Deus verdadeiro de Deus verdadeiro; Gerado, não criado, consubstancial ao Pai. Por Ele todas as coisas foram feitas. E por nós, homens, e para nossa salvação

37 desceu dos céus (Faz-se inclinação) E encarnou pelo Espírito Santo, no seio da Virgem Maria. e Se fez homem. Também por nós foi crucificado sob Pôncio Pilatos; padeceu e foi sepultado. Ressuscitou ao terceiro dia, conforme as Escrituras; e subiu aos céus, onde está sentado à direita do Pai.

38 De novo há-de vir em sua glória, para julgar os vivos e os mortos; e o seu reino não terá fim. Creio no Espírito Santo. Senhor que dá a vida, e procede do Pai e do Filho; e com o Pai e o Filho é adorado e glorificado: Ele que falou pelos Profetas.

39 Creio na Igreja una, santa, católica e apostólica. Professo um só batismo Para remissão dos pecados. E espero a ressurreição dos mortos, e vida do mundo que há-de vir. Ámen.

40

41 C aríssimos cristãos: Peçamos ao Senhor que nos dê um coração capaz de fazer subir até Ele súplicas e orações por todos os homens, dizendo com humildade: Lembrai-Vos, Senhor, do vosso povo. Pelo nosso Bispo D. Manuel Clemente e por todos os presbíteros, para que saibam acolher os pecadores com bondade e sem discriminação, oremos ao Senhor. Lembrai-Vos, Senhor, do vosso povo.

42 Pelos povos que sofrem fome e estão em guerra e pelos que vivem na anarquia e na violência, para que Deus lhes conceda, sem demora, pão e paz, oremos ao Senhor. Lembrai-Vos, Senhor, do vosso povo. Pelos que anunciam o Evangelho de Jesus e pelos que, pela idade, já estão esgotados, para que o amor de Deus os reanime, oremos ao Senhor. Lembrai-Vos, Senhor, do vosso povo.

43 Pelos doentes do corpo ou do espírito e pelos idosos, os marginais e os rejeitados, para que encontrem amigos que os escutem, oremos ao Senhor. Lembrai-Vos, Senhor, do vosso povo. Pelos membros desta nossa assembleia, para que, orando a Deus com humildade, possam voltar justificados a suas casas, oremos ao Senhor. Lembrai-Vos, Senhor, do vosso povo. (Outras intenções: factos relevantes da vida paroquial; defuntos das nossas famílias...).

44 S enhor, que inspirais as nossas súplicas, atendei às orações dos vossos fiéis, que Vos pedem, com sincera humildade, por todos os homens a quem quereis salvar, e tende compaixão de todos eles. Por Cristo, nosso Senhor. Ámen.

45

46 Nos campos coalhados de trevos e boninas, No pão da cevada, nas verdes colinas, Nas mãos das crianças no voz do pastor, Em tudo te encontro, Senhor! Nas nuvens redondas, nos cucos dos galhos, Nos ninhos cantando por moitas e atalhos, Nas manhãs tingidas de sonho e de cor, Em tudo te encontro, Senhor! Na esperança que mora nos olhos gaiatos, Na cor da seara, no aroma dos matos, Nas asas do sonho, no gosto do pão, Em tudo te encontro Jesus meu Irmão.

47 Na esperança que mora nos olhos gaiatos, Na cor da seara, no aroma dos matos, Nas asas do sonho, no gosto do pão, Em tudo te encontro Jesus meu Irmão. Em tudo te encontro Jesus meu amigo, Na graça dos pombos, na dança do trigo, Na voz dos garotos, no vento bailando, Nas mãos dos velhinhos rezando. Em tudo Te encontro, meu irmão Jesus, Nas gotas da chuva nos raios de luz, Num barco encalhado, na espuma do mar, Em cada menino a sonhar!

48 Orai, Irmãos para que o meu e vosso sacrifício seja aceite por Deus Pai todo-poderoso. Todos: receba o Senhor por tuas mãos este sacrifício, para honra e glória do seu nome, para nosso bem e de toda a santa Igreja

49 (Todos de pé) ORAÇÃO SOBRE AS OBLATAS Olhai, Senhor, para os dons que Vos apresentamos e fazei que a celebração destes mistérios dê glória ao vosso nome. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo, que é Deus convosco na unidade do Espírito Santo. Amen.

50 Prefácio V. O Senhor esteja convosco. R. Ele está no meio de nós. V. Corações ao alto. R. O nosso coração está em Deus. V. Dêmos graças ao Senhor nosso Deus. R. É nosso dever, é nossa salvação.

51 Senhor, Pai santo, fonte da verdade e da vida, é verdadeiramente nosso dever, é nossa salvação bendizer-Vos e dar-vos graças, porque neste dia de festa nos congregastes na vossa casa. Hoje a vossa família, reunida para escutar a palavra da salvação e participar no pão da vida, celebra o memorial do Senhor ressuscitado na esperança do domingo que não tem

52 ocaso, quando toda a humanidade entrar no vosso descanso. Então veremos o vosso rosto e louvaremos sem fim a vossa misericórdia. Nesta feliz esperança, com os Anjos e os Santos proclamamos a vossa glória, Cantando numa só voz.

53

54 Santo Santo é Santo, É o Senhor Deus do universo, O Ceus e Terra proclamam O Ceus e Terra proclamam A vossa Gloria Bendito aquele que vem, Em nome do Senhor, Hossana lá nas alturas, Hossana a Cristo Senhor, Santo Santo é o senhor….

55 Sac. Vós, Senhor, sois verdadeiramente santo, sois a fonte de toda a santidade. Reunidos na vossa presença, em comunhão com toda a igreja, ao celebrarmos o dia santíssimo em que o Nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho Unigénito, colocou à direita da vossa glória a nossa frágil natureza humana unida á sua divindade, humildemente vos suplicamos: Santificai estes dons, derramando sobre eles o Vosso Espírito, de modo a que se convertam para nós, no Corpo e Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo.

56 (Todos ajoelham) Na hora em que Ele se entregava, para voluntariamente sofrer a morte, tomou o pão e, dando graças, partiu-o e deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e comei: isto é o meu Corpo que será entregue por vós.

57 De igual modo, no fim da Ceia, tomou o cálice e, dando graças, deu-o aos seus discípulos, dizendo: Tomai, todos, e bebei: este é o cálice do meu Sangue o Sangue da nova e eterna aliança, que será derramado por vós e por todos, para remissão dos pecados. Fazei isto em memória de mim.

58 Mistério da Fé! Anunciamos, Senhor, a vossa morte, proclamamos a vossa ressurreição. Vinde, Senhor Jesus!

59 Sac. Celebrando agora, Senhor, o memorial da morte e ressurreição de vosso Filho nós Vos oferecemos o pão da vida e o cálice da salvação e Vos damos graças porque nos admitistes à vossa presença para Vos servir nestes santos mistérios. Humildemente Vos suplicamos que, participando no Corpo e Sangue de Cristo, sejamos reunidos, pelo Espírito Santo, num só corpo.

60 Lembrai-Vos, Senhor, da vossa Igreja, dispersa por toda a terra, e tornai-a perfeita na caridade em comunhão com o Papa Francisco, e o nosso Patriarca D. Manuel Clemente, os bispos auxiliares e todos aqueles que estão ao serviço do vosso povo. Lembrai-Vos também dos nossos irmãos que adormeceram na esperança da ressurreição, e de todos aqueles que na vossa misericórdia partiram deste mundo:

61 admiti-os na luz da vossa presença. Tende misericórdia de nós, Senhor, e dai- nos a graça de participar na vida eterna, com a Virgem Maria, Mãe de Deus, São José seu esposo, os bem-aventurados Apóstolos e todos os Santos que desde o princípio do mundo viveram na vossa amizade, para cantarmos os vossos louvores, por Jesus Cristo, vosso Filho.

62 Por Cristo, com Cristo, em Cristo, a Vós, Deus Pai todo-poderoso, na unidade do Espírito Santo, toda a honra e toda a glória agora e para sempre… Ámen.

63

64 Pai Nosso, que estais nos céus, santificado seja o Vosso nome. Venha a nós o Vosso Reino. Seja feita a Vossa vontade, assim na Terra como no Céu. O pão nosso de cada dia nos dai hoje. Perdoai-nos as nossas ofensas assim como nós perdoamos a quem nos tem ofendido. E não nos deixeis cair em tentação, mas livrai-nos do mal.

65 Sac. Livrai-nos de todo o mal, Senhor, e dai ao mundo a paz em nossos dias, para que, ajudados pela vossa misericórdia, sejamos sempre livres do pecado e de toda a perturbação, enquanto esperamos a vinda gloriosa de Jesus Cristo nosso Salvador. Vosso é o reino e o poder e a glória para sempre.

66 Sac. Senhor Jesus Cristo, que dissestes aos vossos Apóstolos. Deixo-vos a paz, dou-vos a minha paz: não olheis aos nossos pecados mas à Fé da vossa Igreja e dai-lhe a união e a paz, segundo a Vossa vontade. Vós que sois Deus com o Pai na unidade do Espírito Santo. Amem. A paz do Senhor esteja sempre convosco. O amor de Cristo nos uniu. Sac. Saudai-vos na paz de Cristo.

67

68 A PAZ VAI CORRENDO COMO UM RIO VAI CORRENDO DE MÃO PARA MÃO VAI CORRENDO PRÓ DESERTO LIBERTANDO MEU IRMÃO O AMOR VAI CORRENDO COMO UM RIO…

69 CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. TENDE PIEDADE DE NÓS, CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. TENDE PIEDADE DE NÓS, CORDEIRO DE DEUS, QUE TIRAIS O PECADO DO MUNDO. DAI-NOS A PAZ,

70 Sac. Felizes os convidados para a Ceia do Senhor. Eis o Cordeiro de Deus, que tira os pecados do mundo. Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma palavra e serei salvo

71

72 PELOS PRADOS E CAMPINAS VERDEJANTES EU VOU É O SENHOR QUE ME LEVA A DESCANSAR JUNTO ÀS FONTES DE ÁGUAS PURAS, REPOUSAR-TE EU VOU MINHAS FORÇAS O SENHOR VAI ANIMAR TU ÉS SENHOR O BOM PASTOR POR ISSO NADA NA MINHA VIDA FALTARÁ AO BANQUETE EM SUA CASA MUITO ALEGRE EU VOU UM LUGAR EM SUA MESA ME PREPAROU ELE UNGE MUNHA FRONTE Ê ME FAZ SER FEUZ E TRANSBORDA MINHA TAÇA EM SEU AMOR

73

74 QUANTAS COISAS QUISERA AGRADECER NESTE DIA QUE É SOL A DESPERTAR ENTRE AS NUVENS QUE ESCONDEM PELO MAR E SEM DEIXAR BRILHAR, TU LUZ AO LONGO DO CAMINHO OBRIGADO TU Ó MEU SENHOR, PELO AMOR QUE SEMPRE EU SENTI, PELO AMOR QUE SEMPRE EU SENTI, PELA FÉ QUE EM MIM DESABROCHOU PELA FÉ QUE EM MIM DESABROCHOU EU CREIO EM TI SENHOR, POIS SÓ TU ÉS O DEUS DO AMOR GRAÇAS SENHOR, TE DOU GRAÇAS PELA VIDA QUE HÁ NO MUNDO GRAÇAS SENHOR, PELA CHUVA PElO FRIO E O CALOR PELO SOL E AS ESTRELAS, PELA TERRA E PELO MAR PELA MÚSICA QUE CANTO AO TEU AMOR OBRIGADO

75 Oração depois da comunhão Fazei, Senhor, que os vossos sacramentos realizem em nós o que significam, para alcançarmos um dia em plenitude o que celebramos nestes santos mistérios. Por Nosso Senhor. Amem.

76 Dia 01/11 - Todos os Santos Missa às19:00 Dia 02/11 - Dia do Fieis Defuntos, Missa às seguida visita de cemitério.

77 Sac. O Senhor esteja convosco. Ele está no meio de nós. Sac. Abençoe-vos Deus todo-poderoso, Pai, Filho e Espírito Santo. Ámen. Sac. Ide em paz e o Senhor vos acompanhe. Graças a Deus.

78 Tão perto de Mim, Tão perto de mim, Que até lhe posso Tocar Jesus esta aqui!

79

80 Ficha técnica : Eucaristia Celebrada por : Fr. Jacob Puthiyaparampil Animada por : Grupo Coral Dominical Realização : A. Alberto Sousa Imagens recolhidas : Via Google Projeção disponível : www. mcccastanheira. blogspot. pt www. mcccastanheira


Carregar ppt "Oração do Terço. Doutrina Cristã Deus teve misericórdia dos homens? Deus teve misericórdia dos homens depois do pecado de nossos primeiros pais e, para."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google