A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ABRIL 2011 A SEREIA E AS BELUGAS Dois russos, o fotógrafo Viktor Lyagushkin e a nadadora apneista* Natalia Avseenko, em abril de 2011, fizeram um experimento.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ABRIL 2011 A SEREIA E AS BELUGAS Dois russos, o fotógrafo Viktor Lyagushkin e a nadadora apneista* Natalia Avseenko, em abril de 2011, fizeram um experimento."— Transcrição da apresentação:

1

2 ABRIL 2011 A SEREIA E AS BELUGAS

3 Dois russos, o fotógrafo Viktor Lyagushkin e a nadadora apneista* Natalia Avseenko, em abril de 2011, fizeram um experimento no mar Branco, ao noroeste da Rússia, na região de Mourmanks. Natalia Avseenko mergulhou na água a uma temperatura de -1,5 °C para dançar com as baleias belugas. Antes dessa tentativa extraordinária, ninguém poderia prever a reação das belugas. Em geral, esses animais estão de prontidão e se protegem de forma violenta. Felizmente as belugas, desde o início, demonstraram curiosidade a respeito de Natalia. (Apneista* – adjetivo inventado para referir-se a pessoa treinada para ficar em apnéia, isto é, com a respiração suspensa) Clicar para avançar

4 Na foto, Natalia Avseenko (36 anos, recordista mundial feminina de apnéia).

5 Aqui ela está em frente da passagem que foi necessário abrir para mergulhar no mar gelado.

6 Natalia Avseenko e a equipe do projeto.

7 Natalia mergulhando para uma sessão de fotos.

8

9 A temperatura da água é de -1,5°C.

10 Natalia e as belugas se apresentam.

11 Duas belugas, mamíferos pesando mais de uma tonelada cada um.

12

13 Natalia com o médico, antes desse novo recorde mundial….

14 Natalia, em apnéia, e as belugas, formando um conjunto chamado : « úmido ».

15

16

17 Ao lado, Natalia Avseenko preparando-se mentalmente para essa première mundial: nadar nua, em apnéia, com as belugas, em uma água a -1,5°C.

18

19

20

21

22

23 Para lembrar novamente : « Temperatura da água: - 1,5°C. »

24 Nua no meio de baleias brancas nas águas geladas do círculo ártico... Muitas habilidades são necessárias para vencer o desafio de mergulhar sem qualquer proteção em uma água naquela temperatura por mais de 10 minutos, para tentar domesticar belugas, essas baleias que parecem golfinhos. Na temperatura que Natalia enfrentou, um de nós não resistiria mais de 5 minutos antes de sucumbir.

25

26

27

28 Um balé aquático fantasmagórico. Além do aspecto científico dessa experiência, as imagens obtidas são de pura beleza. Ver Natalia, esta sereia etérea, deslizar no elemento líquido com duas belugas suscita ume emoção estética muito rara. O Daily Mail evoca « As belezas da natureza » e compara esse encontro a « uma cena de um quadro pré-rafaelita ». Em acréscimo, Natalia Avseenko, a náiade do mar Branco, nos dá a oportunidade de redefinir com prazer a expressão consagrada « doar seu corpo à ciência ».

29

30

31 A beluga é um mamífero marinho chamado também de « golfinho branco ». Seu nome se origina do russo « beloye », que significa branco. Ela tem a particularidade de apresentar expressões faciais quase humanas. Essa baleia possui um pequeno calombo no topo da cabeça que lhe permite a eco-localização. Atualmente existem cerca de 100 mil belugas selvagens. O primeiro espécime foi apresentado em 1861, no Barnums Museum de New York.

32 O aquecimento é obrigatório depois de um banho daquele tipo.

33 Natalia Avseenko possui todas as qualidades exigidas para aparecer como personagem dos filmes de James Bond : não só ela é russa, mas seu corpo harmonioso é admirável e ela está acostumada aos esportes extremos. Esta mergulhadora experiente é campeã mundial de apnéia, pratica yoga e a meditação a ajuda a superar os limites do ser humano. Sua capacidade pulmonar é de quase 10 litros, enquanto os mortais comuns raramente ultrapassam 6,5 litros. Para a brilhante Natalia, a superação de si é apenas um conceito.

34 Tenham um bom dia !!! Fotos, música e texto: da Internet


Carregar ppt "ABRIL 2011 A SEREIA E AS BELUGAS Dois russos, o fotógrafo Viktor Lyagushkin e a nadadora apneista* Natalia Avseenko, em abril de 2011, fizeram um experimento."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google