A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Solidariedade Internacional versus Interesses Nacionais Paradoxos da Cooperação Sul-Sul em Saúde Curso de Atualização Brasília, 19 de março de 2014 Alejandra.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Solidariedade Internacional versus Interesses Nacionais Paradoxos da Cooperação Sul-Sul em Saúde Curso de Atualização Brasília, 19 de março de 2014 Alejandra."— Transcrição da apresentação:

1 Solidariedade Internacional versus Interesses Nacionais Paradoxos da Cooperação Sul-Sul em Saúde Curso de Atualização Brasília, 19 de março de 2014 Alejandra Carrillo Roa Consultora Nacional OPAS/OMS Pesquisadora Associada do NETHIS

2 Solidariedade Internacional Interesses Nacionais versus

3 Países Empresas Transnacionais Fundações ONG´s Sociedade Civil Pesquisadores Cooperação Internacional ATORES DIVERSOS Organizações Multilaterais

4 Por que os países cooperam?

5 É relevante porque reduz a pobreza. É relevante porque reduz a pobreza. É uma forma de justiça redistributiva. É uma forma de justiça redistributiva. Promove o desenvolvimento. Promove o desenvolvimento. A Cooperação Internacional

6 Dinâmica do sistema internacional pós-1945: Dinâmica do sistema internacional pós-1945: – Guerra Fria – Confrontação Leste-Oeste Assistência Econômica para Grécia e Turquia (1947) ~ Doutrina Truman (1947) Programa de Recuperação Económica- o Plano Marshall (1948) Ajuda para os países asiáticos Ponto IV - América Latina (Participação no comercio internacional) Plano Molotov (1948) Política de Contenção Americana

7 – Guerra Fria – Confrontação Leste-Oeste ( ) França & Reino Unido: Guiné e Índia  Necessidades Econômicas e Influência nas ex-colônias Japão: Ajuda externa  Matéria Prima e Mercado para exportações Alemanha: Assistência Técnica  Promoção de exportações União Soviética e Países do Leste Europeu: (3/4) para Países Comunistas, Países Amigos não Comunistas (Índia, Egito e Síria)  Oportunidades Diplomáticas China: Financiamento de grandes projetos de infraestrutura  Influencia e Oportunidades Diplomáticas

8 Ajuda Oficial para o Desenvolvimento (AOD) Fonte: OCDE. “In recognition of the special importance of the role which can be fulfilled only by official development assistance, a major part of financial resource transfers to the developing countries should be provided in the form of official development assistance. Each economically advanced country will progressively increase its official development assistance to the developing countries and will exert its best efforts to reach a minimum net amount of 0.7 per cent of its gross national product at market prices by the middle of the Decade.” — International Development Strategy for the Second United Nations Development Decade, UN General Assembly Resolution 2626 (XXV), October 24, 1970, para. 43International Development Strategy for the Second United Nations Development Decade

9 – Fim da Guerra Fria / Década das Conferências (1990) Os fluxos de AOD diminuíram significativamente, mostrando o papel das motivações geoestratégicas e ideológicas [queda de 30 % da AOD entre 1992 e 1998]. Os fluxos de AOD diminuíram significativamente, mostrando o papel das motivações geoestratégicas e ideológicas [queda de 30 % da AOD entre 1992 e 1998]. Debate sobre a eficácia da ajuda ~ (qualidade das instituições). Debate sobre a eficácia da ajuda ~ (qualidade das instituições). Promoção da Democracia e da Boa Governança. Promoção da Democracia e da Boa Governança. Conferências intergovernamentais das Nações Unidas sobre problemas globais ao longo da década Conferências intergovernamentais das Nações Unidas sobre problemas globais ao longo da década

10 Quantidade total de recursos da cooperação Os países e instituições que recebem a cooperação Quanto recebe cada país e organização Qual é o uso dos recursos da cooperação Os termos da cooperação A percentagem da cooperação “atada” Programas de Cooperação Internacional dos Países

11 – Do Desenvolvimento à Securitização da Cooperação Internacional Terrorismo = Estados Frágeis Terrorismo = Estados Frágeis Desenvolvimento Vs. Segurança Internacional Desenvolvimento Vs. Segurança Internacional

12

13

14 THE GUARDIAN Does aid to Africa from BRICS countries differ from traditional aid? Jonathan Glennie traditional Thursday 26 April 2012 “China's huge aid budget funds infrastructure”. “India and China are clearly using aid money to achieve political interests and economic advantage, in similar ways to traditional donors. China insists its partners ditch recognition of Taiwan, and its spending in Africa is heavily focused on resource-rich countries such as Sudan.” “Even South Africa, once the cause celebre of anti-imperialism, has become something of an imperial presence in many less powerful countries in Africa. (…) As it grows in power, it is more than likely that its new aid programme will come to the service of such strategic investments.”

15 Motivações da Cooperação Internacional Comerciais Ideológicas Geopolíticas Humanitárias Históricas

16 Grata pela atenção Núcleo de Estudos sobre Bioética e Diplomacia em Saúde Fiocruz/Brasília


Carregar ppt "Solidariedade Internacional versus Interesses Nacionais Paradoxos da Cooperação Sul-Sul em Saúde Curso de Atualização Brasília, 19 de março de 2014 Alejandra."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google