A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

PSICANÁLISE 1. Há erros mortos, como há mortas verdades. Sartre, 1948 O que significa “descrição”? Cada descrição é uma interpretação. Heidegger, 1963.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "PSICANÁLISE 1. Há erros mortos, como há mortas verdades. Sartre, 1948 O que significa “descrição”? Cada descrição é uma interpretação. Heidegger, 1963."— Transcrição da apresentação:

1 PSICANÁLISE 1

2 Há erros mortos, como há mortas verdades. Sartre, 1948 O que significa “descrição”? Cada descrição é uma interpretação. Heidegger, 1963 A informação é indiferente ao significado. J. Bruner, 1990

3 PSICANÁLISE 3 Nasce com Freud, na Áustria, a partir da prática médica, recupera para a Psicologia a importância da afetividade e postula o inconsciente como objeto de estudo, quebrando a tradição da Psicologia como ciência da consciência e da razão.

4 ANTECEDENTES HISTÓRICOS DA PSICANÁLISE. Wilhelm Leibnitz ( ) Mônadas – 1ª tentativa de explicar os processos inconscientes..Friedrick Herbart ( ) - Limiar da Consciência..Gustav Fechner ( ) - Comparou a mente a um iceberg. 4

5 Sigmund Freud ( ) 5 “O movimento psicanalítico que Sigmund Freud desenvolveu tem íntimas relações com a sua própria vida e é, em larga medida autobiográfico. Em conseqüência conhecer a história de sua vida é fundamental para compreensão de seu sistema.”(Schultz, 1995, p. 331)

6 1. Definição  Psicanálise - Ciência do inconsciente  Teoria Geral do comportamento  Uma cosmovisão ou filosofia de vida  Método psicoterapêutico 6

7 2.Método  Hipnose  Associação Livre  Interpretação de Sonhos 7

8 Objeto de Estudo Inconsciente 8

9 PRINCÍPIOS 1. Energia Psíquica - Libido 2. Pulsões ou instintos básicos (Vida - Eros e Morte - Thanatos) 3. Existência de Fatores inconscientes determinantes do comportamento humano 9

10 TEORIA DA PERSONALIDADE.  Conceito Topográfico da Estrutura da Personalidade  Consciente  Pré-consciente  Inconsciente  Modelo Estrutural Dinâmico da Personalidade  EGO  SUPEREGO  ID 10

11 ESTÁGIOS DO DESENVOLVIMENTO DA PERSONALIDADE - Fase Oral (0-2 anos) - Fase anal (2-4 anos) - Fase Fálica (4-6 anos) - Fase Latente (6 -12 anos) - Fase Genital (12 até a vida adulta) 11

12 MECANISMO DE DEFESA - Recalque - Formação Reativa - Regressão - Projeção - Racionalização 12

13 CONSIDERAÇÕES A RESPEITO DA TEORIA PSICANALÍTICA 13

14 É razoável que se Freud tivesse vivido em outra época outra sociedade em que o sexo fosse um assunto trivial e uma atividade não reprimida, o sexo não teria tido esta ênfase no conjunto total da sua teoria. 14

15 A Teoria Psicanalítica não ficou acabada com as descobertas de Freud. Seus discípulos continuaram seus estudos e hoje existem diversas correntes dentro da teoria. De uma maneira geral, as novas tendências colocam maior ênfase nos determinantes não instintivos da personalidade, diminui-se, principalmente a importância no instinto de morte. Também se tem procurado fazer estudos experimentais das proposições psicanalíticas o que, sem dúvida, não é tarefa fácil. 15

16 Apesar de se reconhecer hoje, a inadequação de algumas idéias freudianas, outras têm sido vez mais corroboradas. Entre elas, pode-se considerar valiosas as descobertas de Freud a respeito da possibilidade de uma determinação inconsciente para as ações e sentimentos e da importância das primeiras experiências para um comportamento adulto ajustado. Das descobertas de Freud surgem, assim, importantes conseqüências para a educação infantil, tais como: maior assistência à criança, maior indulgência e permissividade para com seus comportamentos em geral. 16

17 As críticas mais severas que a teoria tem recebido se referem, principalmente, aos procedimentos empíricos pelos quais Freud validava suas hipóteses. Ele tomava notas após as sessões com seus pacientes, o que, talvez, o fizesse incorrer em falhas e omissões. Além disso, seus relatos mostram resultados finais, sem os dados originais, o que não permite analisar a validade da conclusão e muitos menos, reproduzir o estudo. A teoria, como um todo, é ainda criticada por não permitir predizer, apenas explicar a posteriori, determinados comportamentos.”(Pisani, 1995, p ) 17


Carregar ppt "PSICANÁLISE 1. Há erros mortos, como há mortas verdades. Sartre, 1948 O que significa “descrição”? Cada descrição é uma interpretação. Heidegger, 1963."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google