A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

AUDIÊNCIA PÚBLICA DE SAÚDE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE ITAPEVA 3º TRIMESTRE DE 2010.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "AUDIÊNCIA PÚBLICA DE SAÚDE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE ITAPEVA 3º TRIMESTRE DE 2010."— Transcrição da apresentação:

1 AUDIÊNCIA PÚBLICA DE SAÚDE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE ITAPEVA 3º TRIMESTRE DE 2010

2 PRESTAÇÃO DE CONTAS 3º TRIMESTRE DE 2010 Gestor:Marco André Ferreira D’Oliveira Lei Federal nº 8.689/93 Art. 12. O gestor do sistema Único de Saúde em cada esfera de governo apresentará, trimestralmente, ao Conselho de Saúde correspondente e em audiência pública nas Câmaras de Vereadores e na Assembléias Legislativas respectivas, para análise e ampla divulgação, relatório detalhado contendo, dentre outros dados sobre o montante e a fonte de recursos aplicados, as auditorias concluídas ou iniciadas no período, bem como sobre a oferta e produção de serviços na rede assistencial própria, contratada ou conveniada.

3 CARACTERIZAÇÃO DO MUNICÍPIO  POPULAÇÃO: habitantes  ÁREA TERRITORIAL: Km²  DENSIDADE DEMOGRÁFICA: 49,05 hab./km  TAXA DE URBANIZAÇÃO:75,99+%  ÁREA: 643,45 Km² F ONTE –IBGE 3

4 REDE DE SERVIÇO DE SAÚDE PRÓPRIO, CONVENIADO, CONTRATADO  21 UNIDADES BÁSICAS  SERVIÇOS ESPECIALIZADOS  CEO  CAPS E SAÚDE MENTAL  CASA DO ADOLESCENTE  NGA  SAE-DST/AIDS  SAÚDE MATERNO INFANTIL  ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA  VIGILÂNCIA À SAÚDE  VIGILANCIA EPIDEMIOLÓGICA  DENGUE  VIGILANCIA SANITARIA  CEREST  CENTRAL DE REGULAÇÃO  EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL  SANTA CASA DE MISERICORDIA DE ITAPEVA  APAE  LABORATÓRIOS  SÃO LUCAS  BIOLABOR  CENTERLAB  LITOTRIPSIA ULISP  CLÍNICA DE OLHOS ADRIANA HAIDAR  AVACCI  MÂE DA VIDA  ACRODERI

5 EXPEDIENTE DA SMS JulhoAgostoSetembro3º TRIMESTRE DOCUMENTOS RECEBIDOS EMITIDOS PESSOAS ATENDIDAS SAUDE EXTERNOS VIAGENS ADMINISTRATIVAS GESTOR45211 TECNICOS

6 6 RECURSOS HUMANOS VALDICREI FRANCISCO DE LIMA GERENTE TÉCNICO

7 RECURSOS HUMANOS QUANTIDADE DE PROFISSIONAIS POR VÍNCULO EMPREGATÍCIO VINCULO JULHOAGOSTOSETEMBRO AUTONOMOS777 COMISSIONADOS13 CONTRATOS (PRECESSO SELETIVO E PRAZO DETERMINADO) ESTAGIÁRIOS333 PERMANENTE (CONCURSO) PRONTO ATENDIMENTO15 TOTAL

8 OCORRENCIAS JULHOAGOSTOSETEMBROTOTAL DEMISSÕES - CONCURSADOS ADMISSÕES - CONCURSO ADMISSÕES - CONTARTO RECURSOS HUMANOS FUXO DE DOCUMENTOS RECEBIDOS JULHOAGOSTOSETEMBRO3º TRIMESTRE TOTAL

9 FUNCIONÁRIOS EM: JULHOAGOSTOSETEMBRO3º TRIMESTRE FÉRIAS LICENÇA-PRÊMIO TOTAL

10 VIVIAN SCARANELLO GERENTE TÉCNICA 10

11 VIGILÂNCIA SANITÁRIA PROCEDIMENTOSJULHOAGOSTOSETEMBROTOTAL Colheita de amostra pro alimentos 02 insp.03 insp. 01 col. 04 insp. 02 col. 09 insp. 03 col. Colheita de amostra pro água20 60 Taxas arrecadadas (R$)4.517, , , ,68 Denúncia Programada Solicitação outro órgão0010 Blitz noturna Polícia Militar0000 Período noturno e finais de semana Feiras livres

12 PROCEDIMENTOSJULHOAGOSTOSETEMBROTOTAL Cadastro de estabelecimentos sujeitos à VISA Exclusão de cad. atividade encerrada Inspeção dos estabelecimentos sujeitos à VISA Licenciamento dos estabelecimentos sujeitos à VISA Análise de Projetos de Arquitetura0 202 Aprovação de Projetos de Arquitetura0 000 Investigação de Surtos de DTA0 000 Investigação de Surtos por Infecção em Serviços de Saúde VIGILÂNCIA SANITÁRIA

13 PROCEDIMENTOSJULHOAGOSTOSETEMBROTOTAL Invest. de eventos adv. e/ou queixas0 000 Atividade educativa população0 033 Atividade educativa setor regulado0 303 Recebimento de denúncias Atendimento a denúncias Cadastro de asilo0 000 Inspeção de asilo0 000 Licenciamento de asilo0 000 Instauração processo administrativo Conclusão processo administrativo0 202 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

14 14 PROCEDIMENTOSJULHOAGOSTOSETEMBROTOTAL Cadastro de hospitais0 000 Inspeção sanitária de hospitais0 000 Licenciamento sanitário de hospitais0 000 Cadastro de serv. de diag. e trat. do câncer de colo de útero e mama Insp. sanit. de serv. de diag. e trat. do câncer de colo de útero e mama Licenciamento de serv. de diag. e trat. do câncer de colo de útero e mama Cadastro de serviços hospitalares de atenção ao parto e à criança VIGILÂNCIA SANITÁRIA

15 PROCEDIMENTOS Inspeção sanitária de serviços hosp. de atenção ao parto e à criança Licenciamento sanit. de serv. hosp. de atenção ao parto e a criança Cadastro de serviços de hemoterapia Inspeção de serviços de hemoterapia Licenciamento serviços hemoterapia Cadastro de serviços de terapia renal substitutiva (TRS) Inspeção de serviços de TRS Licenciamento de serviços de TRS VIGILÂNCIA SANITÁRIA

16 PROCEDIMENTOSJULHOAGOSTOSETEMBROTOTAL Cadastro serviços de alimentação1 214 Inspeção serviços de alimentação Licenciamento serviços de alimentação0 000 Inspeção tabaco Laudo pro alimentos recebidos pela vigilância sanitária Atividades educativas – dengue0 000 Atividades educativas - consumo de sódio, açúcar e gorduras realizadas TOTAL DE PROCEDIMENTOS VIGILÂNCIA SANITÁRIA

17 PROAGUA Bairro da Várzea (próximo ao São Miguel) presença de coliformes totais e fecais VIGILÂNCIA SANITÁRIA

18 PROAGUA Mata do Carmo presença de coliformes totais e fecais 18 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

19 PROAGUA Área industrial presença de coliformes totais 19 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

20 PROAGUA Alameda Paineiras, 361 presença de coliformes totais e fecais 20 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

21 COLETA ÁGUA HEMODIÁLISE 21 Resultados SATISFATÓRIOS para parâmetros de qualidade de água de hemodiálise. VIGILÂNCIA SANITÁRIA

22 PROGRAMA PAULISTA DE ALIMENTOS JULHO Inspeção sanitária:  Bufê  Restaurante Não foi realizada coleta de amostra. 22 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

23 PROGRAMA PAULISTA DE ALIMENTOS AGOSTO Inspeção sanitária:  Bufê  Supermercado  Pizzaria Coleta de alface em restaurante: amostra SATISFATÓRIA para análise microbiológica e microscópica. 23 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

24 PROGRAMA PAULISTA DE ALIMENTOS SETEMBRO Inspeção sanitária:  Bufê  Supermercado  Restaurante  Cantina Coleta de farinha de trigo (análise físico – química – ferro, ácido fólico e toxina DOM micotoxina cereais e análise microscópica). Coleta de laranja (análise de resíduo de agrotóxicos). 24 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

25 Coleta de farinha de trigo 25 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

26 Coleta de laranja 26 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

27 Educação e Comunicação em VISA RISCO SANITÁRIO DE PRODUTOS DE ORIGEM ANIMAL (LEITE E DERIVADOS) • Câmara Municipal de Itapeva. • Veterinário Paulo Moacyr Ferreira dos Santos. • Dias 11, 18, e 25 de agosto aos comerciantes e produtores de queijo e semelhantes. VIGILÂNCIA SANITÁRIA

28 Educação e Comunicação em VISA CONSCIENTIZAÇÃO SOBRE MALEFÍCIOS DO TABACO  Clube da Terceira Idade.  Veterinário Paulo Moacyr.  Dia 15 de setembro ao grupo da terceira idade. ALIMENTAÇÃO E OBESIDADE  Centro de Saúde I.  Nutricionista Camila de Oliveira Silva.  Dia 14 de setembro ao grupo de apoio pacientes com obesidade. 28 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

29 Conscientização sobre malefícios do tabaco 29 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

30 Produtos de origem animal Leite e derivados – risco sanitário 30 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

31 Alimentação e obesidade 31 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

32 Capacitação de funcionários 27 de setembro  PROCEDIMENTOS ADMINISTRATIVOS 29 de setembro  VIGILÂNCIA EM SAÚDE DO TRABALHADOR 32 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

33 Caravana da Saúde 33 VIGILÂNCIA SANITÁRIA

34 ATENÇÃO BÁSICA DRA. CÍNTIA COORDENADORA MÉDICA SMS

35 ATENÇÃO BÁSICA  14 ESF – Equipes Completas  4 PACS  2 UBS  Centro de Saúde 35 Total de 21 unidades de Atenção Básica

36 Fonte: SIA - UAC

37

38

39

40

41

42

43

44 CSI– 24 médicos Especialidades: 3 na área básica • clínica geral (2)(#) • Pediatria ( 2) • ginecologia (2) 12 especialidades • cir. geral (2) • cardiologia (2) • ortopedia (3) • urologia (2) • endocrinologia (1)(*) • neurologia (1) • geriatria (1)(*) • vascular (2) • gastro (1) • otorrino (2) • dermato (1) • pneumo (1)(#) Unidades de Saúde / ESF – 14 (*2 espec.) 1.São Camilo – Dr. Leonardo(*) 2.Taquari – Dr. Mazzen 3.Cimentolândia - Dra. Tatiana G. 4.Vl. Mariana – Dra. Francine (*) 5.Jd. Virgínia – Dra. Luciene 6.Jd. Imperador – Dra. Andréia Polo 7.Bom Jesus – Dra. Teresa Stoliar 8.S. Benedito – Dra. Noelle 9.S. Miguel – Dr. Faiçal 10.Grajaú – Dr. Tiago 11.Bela Vista – Dra. Michele 12.Jaó/Guari – Dr. Getúlio 13.Pacova – Dr. Álvaro 14.Alto da Brancal – Dra. Andréa A.

45 Unidades Básicas -13 médicos (* 1espec.) 1.Dra. Maria Tereza 2.Dr. Fabiano 3.Dra. Lúcia 4.Dr. Amaury 5.Dr. Arnaldo 6.Dr. Anésio 7.Dra. Elaine 8.Dra. Valéria Abreu 9.Dr. Laudo 10.Dra. Eliete 11.Dr. Antonio Celso 12.Dr. Eduardo Marinho 13.Dra. Tatiana Almeida (*) Materno Infantil /CEREST/CDI/Saúde Mental 11 médicos 1.Dra. Suzane 2.Dr. Gilson 3.Dr. Arno 4.Dr. Carlos Margarido 5.Dr. Daniel Cardoso 6.Dr. Alexandre 7.Dr. Cesar 8.Dr. Hélio 9.Dr. Ricardo Bustamante 10.Dr. Gean Carlo 11.Dr. Francisco Rodrigues 12.Dra. Luciane ICASP – Dr. Adriano – oncologista APAE - Dra. Karen - neuropediatra

46 MÉDICOS PRONTO ATENDIMENTO (P.A.) •Dr. William •Dr. Antônio Zuliane •Dra. Valéria Moreira Demais médicos já citados acima e que fazem P.A. •Dr. Maria Tereza •Dra. Tatiana Gorbage •Dr. Getúlio •Dr. Osório •Dra. Michele •Dra. Tatiana Almeida (pneumo)

47 CSI24 ESF14 (* 2 são especialistas ) Unidades Básicas13 (* 1 especialista ) Demais Unidades16 TOTAL64 Total de médicos da Rede SUS CSI1 CSII3 ESF14 Vila Camargo*1 Total19 Médicos Clínica Geral GINECOLOGIAPEDIATRIA CSI22 CSII33 Total55 Médicos Ginecologistas e Pediatras

48 Na áreas de clínica médica temos : 19 x 350 consultas/mês = 6.650, aprox consultas Em 11 meses (férias 1 mês por ano) = consultas/ ano em clínica geral Na área de ginecologia e pediatria temos: 10x 350 consultas/mês = Em 11 meses = consultas mês em ginecologia e pediatria Total de consultas básicas /ano = ** OFERTA Pela portaria 1101 de 2002, que fala de parâmetros assistenciais, espera-se 2 consultas por habitante/ano, logo Itapeva espera-se consultas. Dessas, 63% devem ser em clínica básica (clínica geral, obstetrícia e pediatria), ou seja, /ano.

49 Unidade de Avaliação e Controle UAC Andréia Simioni Gerente Técnica Dr. Marcelo Burgardt Médico Auditor

50 ProcedimentosJulhoAgostoSetembro TOTAL DO 3º TRIMESTRE Eletrocardiograma Ecocardiograma Densitometria óssea Litotripsia Colonoscopia Esperiometria SADT – Serviço Auxiliares de Diagnose e Terapia Fonte: SIA - UAC

51 Produção Laboratorial Total Físico – procedimentos Total Financeiro – R$ ,01 Fonte: SIA - UAC

52 ProcedimentoJulhoAgostoSetembro TOTAL DO 3º TRIMESTRE Radiologia Mamografia Tomografia Ultrassom Endoscopia Produção de Exames de Imagem Fonte: SIA - UAC

53 APAE - 3º Trimestre Físico ProcedimentosAbr/2010Mai/2010Jun/2010Total CONSULTA DE PROFISSIONAIS DE NIVEL SUPERIOR NA ATEN. ESPECIALIZADA CONSULTA MEDICA EM ATENCAO ESPECIALIZADA TERAPIA INDIVIDUAL ACOMPANHAMENTO NEUROPSICOLOGICO DE PACIENTE EM REABILITAÇÃO ACOMPANHAMENTO PSICOPEDAGOGICO DE PACIENTE EM REABILITAÇÃO ATENDIMENTO / ACOMPANHAMENTO DE PAC. EM REABIL. DO DESENVOLVIMENTO NEUROPSICOMOTOR ATENDIMENTO FISIOTERAPEUTICO NAS DISFUNCOES VASCULARES PERIFÉRICAS ATENDIMENTO FISIOTERAPEUTICO EM PACIENTES NO PRE E PÓS OPERATÓRIO ATENDIMENTO FISIOTERAPEUTICO NAS ALTERACOES MOTORA ATENDIMENTO FISIOTERAPEUTICO EM PACIENTES C/ DISTURBIOS NEUROLOGICOS Total Prestador de Serviço APAE – Total Físico Fonte: SIA - UAC

54 Prestador de Serviço Fonte: SIA - UAC

55 Santa Casa Ambulatorial Procedimento/ Sub-grupoJul/2010Ago/2010Set/2010Total 01-AÇÕES DE PROMOÇÃO E PREVENÇÃO EM SAÚDE Ações coletivas/individuais em saúde PROCEDIMENTOS COM FINALIDADE DIAGNÓSTICA Diagnóstico em laboratório clínico Diagnóstico por anatomia patológica e cito Diagnóstico por radiologia Diagnóstico por ultra-sonografia Diagnóstico por tomografia Diagnóstico por endoscopia Métodos diagnósticos em especialidades Diagnóstico/procedim especiais em hemoterap Diagnóstico por teste rápido PROCEDIMENTOS CLÍNICOS Consultas / Atendimentos / Acompanhamentos Fisioterapia Tratamentos clínicos (outras especialidades Tratamento em nefrologia Hemoterapia PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS Peq cirurg e cirurg pele,tec subcut mucosa Cirurgia vias aéreas super,cabeça pescoço Cirurgia apar digest orgãos anex parede abd Cirurgia do sistema osteomuscular Cirurgia do aparelho geniturinário Cirurgia torácica Cirurgia em nefrologia ÓRTESES, PRÓTESES E MATERIAIS ESPECIAIS Órteses,próteses,mat espec relac ato cirúrg Total Fonte: SIA - UAC

56 Internação Santa Casa 3º Trimestre Procedimento/ Sub-grupoJulAgoSetTotal 03-PROCEDIMENTOS CLÍNICOS Consultas / Atendimentos / Acompanhamentos Tratamentos clínicos (outras especialidades Tratamento em oncologia Tratamento em nefrologia Tratam lesões,envenenam,out,decor causas ex Parto e nascimento PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS Peq cirurg e cirurg pele,tec subcut mucosa Cirurgia do sistema nervoso central e perif Cirurgia vias aéreas super,cabeça pescoço Cirurgia do aparelho circulatório Cirurgia apar digest orgãos anex parede abd Cirurgia do sistema osteomuscular Cirurgia do aparelho geniturinário Cirurgia de mama Cirurgia obstétrica Cirurgia torácica Cirurgia reparadora Cirurgia oro-facial Outras cirurgias Total Fonte: SIA - UAC

57 Prestador de Serviço - Santa Casa Total Financeiro R$ ,13 Fonte: SIA - UAC

58 Internações Santa Casa SUS (164 LEITOS) JulhoAgostoSetembro Porcentual de Ocupação Total57,3354,858,84 Porcentual de Ocupação SUS80,9177,3380,36 Porcentual de Mortalidade4,85,423,83 Partos Cesáreas Partos Normais Porcentual de Cesárias48,6861,1551,35 Porcentual de Normais51,3238,8548,65 Internações Santa Casa Fonte: Relatório CH16 – Santa Casa

59 Prestador de Serviço ULISP – Unidade de Litotripsia Fonte: SIA - UAC

60

61 **Auditoria de Carater Mensal** Descrição Auditoria Analitica em documentação: * Laboratórios, * Prestadores de Serviços Terceirizados * AIHs - Autorização de Internação Hospitalar * SIA - Sistema de Informação Ambulatorial Instituição solicitanteSecretaria Municipal Da Saúde **Auditoria de Prestador de serviços** DescriçãoAuditoria de Produção de Prestador de Serviço. Instituição solicitanteSecretaria Estadual Da Saúde - por meio da DRS - Sorocaba. **Auditoria de Prestador de serviços** DescriçãoAuditoria Disk Denúncia Instituição solicitanteSecretaria Municipal da Saúde **Auditoria Analitica** Descrição Análise de Faturamento de procedimentos por municipio do Colegiado Regional de Itapeva (15 municipios) para PPI. Instituição solicitante Secretaria Municipal da Saúde Auditorias Realizadas

62 SAÚDE BUCAL DR. GUSTAVO PEDROZA COORDENADOR 62

63 CEO- CENTRO DE ESPECIALIDADES ODONTOLOGICAS

64 CEO

65

66 SAÚDE BUCAL

67 SAÚDE BUCAL PACIENTES ATENDIDOS NAS ESF

68 SAÚDE BUCAL Procedimentos ESF

69 SAÚDE BUCAL

70 SAÚDE BUCAL UBS PACIENTES

71 Comparativo Trimestral ESF x UBS x CEO

72 SAÚDE BUCAL TOTAL 3º TRIMESTRE

73 MATERNO INFANTIL REGINA CÉLIA CÉSAR GERENTE TÉCNICA MATERNO INFANTIL REGINA CÉLIA CÉSAR GERENTE TÉCNICA

74 MATERNO INFANTIL

75

76 CASA DO ADOLESCENTE FABIANA SOUZA GERENTE TÉCNICO 76

77 CASA DO ADOLESCENTE 77

78 SERVIÇO DE ASSISTÊNCIA ESPECILIZADA EM MOLESTIAS INFECCIOSAS - SAE POLYANA PROENÇA GERENTE TÉCNICA

79 SAE

80

81

82 CEREST – CENTRO DE REFERÊNCIA EM SAÚDE DO TRABALHADOR DE ITAPEVA E REGIÃO ALDA GERENTE TÉCNICO

83 PRODUÇÃO DO CEREST POR AÇÃO CEREST

84 PRODUÇÃO DO CEREST POR PROFISSIONAL CEREST

85 AGRAVOS NOTIFICADOS E INVESTIGADOS NO 3º TRIMESTRE AÇOES REALIZADASQUANTIDADE 3º TRIMESTRE ACIDENTES DE TRABALHO INVESTIGADOS09 Nº DE CAT-COMUNICAÇÃO DE ACIDENTE DE TRABALHO35 CARAVANA DA SAÚDE40 CONSULTAS PÓS PERICIA MEDICA246/44 RELACIONADO AO TRABALHO TRABALHADORES ASSISTIDOS89 AGRAVO NOTIFICADO NO SINANQUANTIDADE CEREST TOTAL DE OUTRAS UNIDADES DO CGR TOTAL GERAL LER/DORT050 ACIDENTE BIOLOGICO INTOXICAÇÃO EXOGENA021 ACIDENTE DE TRABALHO GRAVE ACIDENTE DE TRABALHO FATAL010 PERDA AUDITIVA -PAIR010 TOTAL CEREST

86 CICLO DE CAPACITAÇÃO: “ENFRENTANDO O DESAFIO DE ATENDER O TRABALHADOR NO SUS” DataLocalPublico alvoQuantidade 02 /09Apiaí1º Encontro para Médicos, Enfermeiras, Dentistas, Visas, VE dos municípios: Apiaí, Itaóca, Ribeira, Barra do Chapéu, Itapirapuã Paulista /09Guapiara Oficina para ACS de Guapiara38 16 /09Itapeva1º Encontro turma A para Médicos, Enfermeiras, Dentistas, Visas, VE dos municípios:Bom sucesso do Itararé, Guapiara, Buri, Itararé, Riversul, Itaberá /09ApiaíOficina para ACS de Apiaí, Itaóca, Ribeira, Barra do Chapéu, Itapirapuã Paulista /09Itararé Oficina para ACS de Itararé e Bom Sucesso do Itararé81 28 /09Itapeva1º Encontro turma B para Médicos, Enfermeiras, Dentistas, Visas, VE dos municípios: Taquarivaí, Nova Campina, Ribeirão Branco, Itapeva 48 TOTAL319 CEREST

87 EQUIPE DE PARCEIROS TURMA A – ITAPEVA ACS DA REGIÃO APIAÍ ACS ITARARÉ E B. SUCESSO TURMA B – ITAPEVA ACS - GUAPIARA GRUPO DE TRABALHO CEREST

88 SAÚDE MENTAL E CENTRO DE ATENÇÃO PSICOSSOCIAL JAQUELINE MORO GERENTE TÉCNICO

89 SAÚDE MENTAL E CAPS II

90

91 ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA LAIR BIANCHI DE MELO GERENTE TÉCNICA

92 ASSISTÊNCIA FARMACÊUTICA

93

94

95

96

97 FARMÁCIA POPULAR

98 CENTRAL DE REGULAÇÃO VALÉRIA DE ARAÚJO MACHADO GERENTE TÉCNICO

99 CENTRAL REGULADORA

100

101

102

103

104

105 ATIVIDADES REALIZADAS NESSE PERÍODO 1 - Instituição do Protocolo de acesso a exames/procedimentos ambulatoriais de baixa, média e alta complexidade. 2 - Agendamento imediato dos exames laboratoriais. 3 - Criação de fluxo para Cirurgias eletivas. 4 - Melhoria do fluxo de agendamento das especialidades do CS Atividades informativas ao público. 6 - Inicio do processo de padronização do TFD. CENTRAL REGULADORA

106 VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA E CONTROLE DE DOENÇAS ELIANA C. PRESTES GERENTE TÉCNICO

107 VIGILÂNCIA EPIDEMIOLÓGICA Notificação e Acompanhamento dos casos de HIV/AIDS Fonte: SINAN NET Obs: Dado sujeito a alteração Vigilância Epidemiológica

108 Notificação e Acompanhamento dos casos de Hanseníase Obs: Dado sujeito a alteração Fonte: SINAN NET Vigilância Epidemiológica

109 Notificação e Acompanhamento dos casos de Tuberculose Fonte: TB WEB Dado sujeito a alteração Vigilância Epidemiológica

110 Casos Confirmados de Agravos de Notificação Compulsória Fonte SINAN NET Dados sujeitos a alteraçõesFonte SINAN WEB Vigilância Epidemiológica

111 111 CASOS NOTIFICADOS DE INFLUENZA A/H1N1 Obs: O caso notificado foi descartados após exame laboratorial Fonte SINAN Vigilância Epidemiológica

112 Notificação de Surto de Varicela em Creche/Escola Faixa etária: Crianças de 9 Meses a 5 anos 11 meses e 29 dias 112 Fonte SINAN Vigilância Epidemiológica

113

114

115 COBERTURA VACINAL EM < 1 ANO Fonte: API Pop. SINASC BCG – Ao nascer Hepatite B – Ao nascer, 2 e 6 Meses Pólio – 2, 4 e 6 Meses (15 Meses e 4 Anos) Tetravalente – 2, 4 e 6 Meses Vigilância Epidemiológica

116 Campanha de Vacinação Contra Influenza A/H1N1 Grupos Prioritários DOSES APLICADAS CONTRA INFLUENZA A/H1N1 6 Meses a < de 2 Anos a 2 a 4 Anos 2 a 9 Anos 10 a 19 Anos 20 a 29 Anos 30 a 39 Anos 40 a 59 Anos 60 e +TOTALEstimativaCobertura Trabalhadores de Saúde ,34 Gestantes ,02 Portadores de Doença Crônica < 60 Anos ,38 Portadores de Doença Crônica > 60 Anos ,93 1ª Dose Crianças de 6 Meses a < de 2 Anos ,99 2ª Dose Crianças de 6 Meses a < de 2 Anos ª Dose Crianças de 2 Anos a 9 Anos ª Dose Crianças de 2 Anos a 9 Anos 1325 População 20 a 29 Anos ,17 População 30 a 39 Anos ,51 1ª Dose Crianças 2 a 4 Anos ,46 2ª Dose Crianças de 2 Anos a 4 Anos 2741 TOTAL Início da Campanha em 08 de Março/2010b Dados atualizados até 31 de Agosto/2010 Fonte: VE e CD Vigilância Epidemiológica

117 2ª FASE - CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA POLIOMIELITE Período de 14 de Agosto a 01 de Setembro/2010 MENOR DE 1 ANO1 A 4 ANOSTOTAL MENOR DE 5 ANOSMAIORES DE 5 ANOS Meta: Vacinados: Cobertura: 89,69% Fonte: API Vigilância Epidemiológica

118 TOTAL DE APLICAÇÕES Vigilância Epidemiológica

119 PROGRAMA DE COMBATE A DENGUE Vigilância Epidemiológica

120 Produção – Combate a Dengue Fonte: Programa de Combate à Dengue Obs: Dado sujeito a alteração Vigilância Epidemiológica

121 SUSPEITOS DE DENGUE 121 Obs: Dado sujeito a alteração Fonte: Sinan Vigilância Epidemiológica

122 VISITAS EPIDEMIOLÓGICAS 122 Obs: Dado sujeito a alteração Fonte: V.E. e C.D. *Inclui 1 bloqueio de Meningite Vigilância Epidemiológica

123 Fonte: SIM / SINASC Coeficiente de Mortalidade Infantil Nº de óbitos menor de ano x 1000/ Nº nascidos vivos Obs: Dado sujeito a alteração Fonte: DNV, Declaração de Óbito e Grupo de Vigilância Epidemiológica Vigilância Epidemiológica

124 Fonte: SIM/SINASC DADOS DE NATI-MORTALIDADE DE ITAPEVA Obs: Dado sujeito a alteração Vigilância Epidemiológica

125 Causas Básicas de Mortalidade Geral Fonte: SIM/SINASC Obs: Dado sujeito a alteração Vigilância Epidemiológica

126 126 PROJETO PRÁTICA CORPORAL ATIVIDADE FÍSICA Vigilância Epidemiológica

127 Unidades Participantes: •UBSF São Benedito •UBSF São Miguel •UBSF São Camilo •PACS Vila Aparecida Fonte: Projeto Prática Corporal/Atividade Física *Média 12 dias/atividade física/mês/unidade Vigilância Epidemiológica

128 SERVIÇO SOCIAL JOANA DE OLIVEIRA

129 Bolsa Família 129 AçãoJulhoAgostoSetembroTOTAL SisvanAc. mensal Total Crianças acomp Bolsa Família Saúde Avaliação Semestral Jan.Junho Famílias Acomp. (peso/altura/id ade) 3956(91,47) Crianças acomp. 1933(81,36)

130 130 Dados MDS Outubro/10  Na Saúde 6,8 milhões de famílias com crianças menores de sete anos e/ou mulheres de 14 a 44 anos (gestantes) foram acompanhadas.  não cumpriram as condicionalidades ITAPEVA: Enfermeiro deve acompanhar as planilhas antes do envio ao Setor Serviço Social. Acompanhar os faltosos, pois interfere na avaliação semestral

131 Protocolo de Gestão Integrada de Serviços, Benefícios e Transferências de Renda. 131 Busca ativa das famílias Identificar os motivos Acompanha r a família Inserir em programas /projetos comunidade Informar SICON

132 132 Condicionalidades do Programa >Participar de Ações Educativas ( Prevenção e Promoção de Saúde) >Acompanhar o peso/altura >manter a vacinação em dia

133 Programa Estadual Viva Leite 133 Prefeito Municipal Gestor Saúde Programas Sociais Comissão Municipal Enfermeiros

134 Programa Estadual Viva Leite 134 JulhoAgostoSetembro Crianças Acomp.4086 Total leite Distribuído61.290

135 135 LocalTotal/mês São Benedito3.915 Bom Jesus2.955 São Camilo3.750 Grajaú2.160 São Miguel4.050 Santa Maria5.325 Vila Aparecida3.780 V.Taquari4.380 P.S Jorge3.600 V.Mariana2.925 Cimentolandia2.850 Bela Vista5.055 Alto da Brancal2.415 Jardim Maringá2.490 Vila Camargo3.210 Jaó480 Imperador2640 Jd. Virgínia3.330 Igreja Católica B. Cima Igreja Brasil Cristo B. Meio 435

136 136 Ações Educativas/ Serviço Social CSI Temas: Hanseníase Vacina Meningite C Prevenção CA Feminino julhoagostosetembro 0506

137 137 Ações Educativas Bolsa Família CSI/Fundo Social Temas : Tabagismo, Prevenção CA Feminino, Geração de Renda julhoagostosetembr o Total06 Jd. Virginia01

138 138 Projeto de Apoio aos Pacientes com Obesidade Mórbida  Objetivo: Minimizar as alterações fisiológicas e comportamentais,  Proporcionar aos pacientes obesos uma melhor qualidade de vida,  através dos de mudança de hábitos de vida;  Ações: Encontros mensais com o grupo de pacientes e familiares;  Atendimento individual(Médico/S.Social /Nutrição/Psicologia) Total de participantes: •O. M: 15 •Obesos : 40

139 139

140 140 Programa Saúde do Idoso Dr. Leonardo Tassinari -Médico Joana Oliveira- As Social Implantação do Grupo de Orientação para Cuidadores de Idosos em Setembro Local CSI Sábados - Encontros mensais Média de participantes 30

141 141

142 142  Participação na Caravana da saúde/ Aconselhamento Teste Rápido HIV  Participação em reuniões do CMDCA; GGM;(Grupo Gestor Municipal)  Rede Social; Comitê Mortalidade Materna/infantil  Elaboração Programa para capacitação de Professores/Concurso SAE  Reunião Regional Saúde do Idoso( 2 encontros)  Ação Educativa na Escola Vila São Francisco, com Enfermeiro Rafael  Capacitação MDS/Fundação Orsa. Praticas de Alimentação Saudável ( Bolsa Família)  Capacitação CEREST- Saúde do Trabalhador no SUS  Atualização em Hipertensão e Diabetes -SES  Capacitação Conselheiro CMDCA - Capão Bonito-16hs

143 143 Cartão SUS JulhoAgostoSetembrototal

144 144 Serviço Social Plantão Fabiana Perez B. Ribeiro Ass. Social

145 145 Especificações O atendimento do assistente social no PA tem a função de orientar, encaminhar e assistir pacientes encaminhados e /ou demanda espontânea. Tem o objetivo de diminuir as filas em pronto atendimento; acompanhamento familiar dos idosos e principalmente encaminhamento dos casos necessários urgentes. Também realiza encaminhamentos para fornecimento de medicamentos que não faz parte da rede do SUS e medicamentos da lista de alto custo. Realiza visitas domiciliares e avaliação social.

146 146 JunhoJulhoAgostoSetembroTotal Atendimentos Individuais Visitas Domiciliares JulhoAgostoSetembroTotal ONDE FICA? O Serviço Social fica localizado no Centro de Saúde I Dr°. Cássio Figueiredo e funciona das 08:00 às 17:00

147 DEPARTAMENTO DE PROJETOS E INVESTIMENTOS EM SAÚDE PROJETOS DE INVESTIMENTOS EM SAÚDE NOS ULTIMOS 12 MESES RICARDO LEÃO SILVA

148

149 RECURSOS APROVADOS PELA EMENDA PARLAMENTAR FEDERAL - CADASTRO VIA SISTEMA FUNDO NACIONAL DA SAUDE IdentificaçãoIncentivoRepassePortaria/ Emenda/ AOSituação Construção UBS Tancredo Neves e Jardim Maringa R$ ,00 CEF: AG: 0596 C/C Elaborado - Recurso empenhado - Aguardando CHEK-LIST REDUR-SOROCABA Construção UBS Vila Camargo R$ ,00 CEF: AG: 0596 C/C Elaborado - Recurso empenhado - Obra em andamento Construção UBS Porte I - Jardim Bela Vista R$ ,00 Tranferencia repasse Fundo a Fundo Aprovado - Recebeu 1º Parcela 10% no valor de R$20.000,00 e Aguardando 2ª Parcela Equipamentos e MP para AB ESF São Camilo R$50.000,00 Tranferencia repasse Fundo a Fundo Aprovado - Aguardando repasse fundo a fundo PROJETOS E INVESTIMENTOS

150 RECURSOS APROVADOS PELA EMENDA PARLAMENTAR FEDERAL - CADASTRO VIA SICONV IdentificaçãoIncentivoRepassePortaria/ Emenda/ AOSituação Construção CAPS II e Ambulatório R$ ,00 CEF: 0596 C/C Elaborado - CHEK-LIST REDUR-SOROCABA EM ORDEM - AGUARDANDO INICIO DA OBRA PROJETOS E INVESTIMENTOS

151 RECURSOS APROVADOS PELA EMENDA PARLAMENTAR ESTADUAL - VIA DRS XVI IdentificaçãoIncentivoRepassePortaria/ Emenda/ AOSituação Construção de UBS - SÃO CAMILO R$50.000,00 NOSSA CAIXA: AG: 0025 C/C Emenda Parlamentar Estadual Aprovado -Aguardando depósito do recurso Reforma de UBS - VILA APARECIDA R$ ,00 NOSSA CAIXA: AG: 0025 C/C Emenda Parlamentar Estadual Aprovado - Aguardando depósito do recurso Aquisição de equipamentos – NGA Raio-X e Eletroencefalograma R$ ,00 NOSSA CAIXA: AG: 0025 C/C Emenda Parlamentar Estadual Aprovado - Aguardando depósito do recurso PROJETOS E INVESTIMENTOS

152 RECURSOS PROJETOS REALIZADOS VIA PORTARIAS MINISTERIAIS - EM ANDAMENTO IdentificaçãoIncentivoRepassePortaria/ Emenda/ AOSituação NASF 01 Núcleo de Apoio à Saúde da Família R$ ,00 de implantação do serviço e R$20.000,00 mensal para sua manutenção Repasse Fundo a Fundo PT GM /01/2008 Aprovado aguardando Habilitação para Receber Recursos SAMU 192 Serviço de Atendimento Móvel de Urgência R$ ,00 de implantação do serviço e R$ ,00 mensal para manutenção de ambulâncias e R$ ,00 mensal para manutenção da Centra de Regulação Repasse Fundo a FundoPT GM /2003 Aprovado - Aguardando Habilitação para Receber Recursos Informatização das Unidades de Saúde R$ ,00 Repasse Fundo a Fundo PT GM /11/2009 Aprovado - Aguardando Habilitação para Receber Recursos PROJETOS E INVESTIMENTOS

153 SRT Serviço Residencial Terapêutico R$ de implantação do serviço e R$8.000,00 repasse AIH do Estado de manutenção para cada residência Repasse Fundo a Fundo PT /02/2000 Aprovado - Recebeu R$20.000,00 Federal e Aguardando recurso Estadual PVC Programa de Volta para Casa R$320,00 por pessoa/ morador residência terapêutica Repasse Fundo a Fundo Lei de 31 de julho de 2003 Aprovado - 1ª Etapa apresentação de Justificativa para o MS/SM e em Analise a 2ª Etapa Termo de Compromisso na Área Técnica de Saúde Mental UOM Unidade Odontológico Móvel R$ 3.500,00 de implantação e R$ 4.680,00 mensal para manutenção Repasse Fundo a Fundo PT GM /10/2009 Aprovado - Aguardando Habilitação para Receber Recursos Olhar Brasil R$ para os 03 anos do projeto Repasse Fundo a Fundo PT /07/2009 Aprovado - Aguardando Habilitação para Receber Recursos PROJETOS E INVESTIMENTOS

154 INVESTIMENTOS EM SAÚDE NOS ULTIMOS 12 MESES Total de Incentivos Aprovados R$ ,29 Total de Incentivos Repassados R$ ,82 Total de Incentivos Aguardando Aprovação R$ ,77 PROJETOS E INVESTIMENTOS

155 RECURSOS APROVADOS PELA AÇÃO ORÇAMENTÁRIA DA UNIÃO - CADASTRO VIA SISTEMA FUNDO NACIONAL DA SAUDE IdentificaçãoIncentivoRepasse Portaria/ Emenda/ AO Situação Construção UPA I - Unidade de Pronto Atendimento R$ ,00 Repasse Fundo a Fundo PT GM /05/2009 Aprovado - Recebeu 1ª Parcela 10% e 2ª Parcela 65% no valor de R$ ,00 Construção UBS Porte II - Cimentolândia R$ ,00 Repasse Fundo a Fundo PT GM /09/2009 Aprovado - 1ª parcela 10% no valor de R$40.000,00 e Aguardando 2ª Parcela PROJETOS E INVESTIMENTOS

156 PROJETOS EM ANALISE TÉCNICA E AGUARDANDO RECURSOS ORÇAMENTÁRIOS DA UNIÃO  26 Projetos para Aquisição de Equipamentos e Materiais Permanentes  04 Projetos para Aquisição de Ambulâncias Tipo A  07 Projetos para Construção de UBS  03 Projetos de Portaria Ministerial referente ao PROGESUS; CAPS AD e Vigilância em Saúde PROJETOS E INVESTIMENTOS

157 FINANÇAS TIAGO FARIA 157

158 DESPESAS 158 FINANÇAS

159 ORÇAMENTO POR FONTE DE RECURSO FINANÇAS

160 RECEITA E PERCENTUAL GASTO EM SAÚDE EC JULHOAGOSTOSETEMBRO3º TRIMESTRE TOTAL RECEITAS* , , , ,29 TOTAL REPASSE MUNICIPAL , , , ,93 APLICADO ( % )17,9216,7420,6918,39 FINANÇAS

161 EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDE JAQUELINE MARTINS GERENTE TÉCNICO

162 Técnicos e auxiliares de enfermagem participam do Projeto Progredir Segundo o psicólogo clínico João Resene o objetivo do projeto é contribuir para a melhoria da qualidade e do nível da saúde do trabalhador, como medidas da promoção da saúde e prevenção de agravos resultantes da relação trabalho – ambiente – consumo – saúde. Médico mágico fala sobre Câncer para profissionais da Saúde de Itapeva O famoso Dr. Jamiro Wanderley, da cidade de Campinas. Mais conhecido como médico mágico ele veio à cidade, para abordar o tema Câncer de um jeito diferente, mas essencial na conduta do profissional de saúde diante do paciente diagnosticado com a doença. EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDEJulho

163 EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDE Secretaria da Saúde promove treinamento sobre aleitamento materno Em torno de 30 pessoas, dentre eles médicos e enfermeiros participaram dos encontros. Serviço especializado tem atendimento pediátrico em DST/AIDS Uns dos objetivos do serviço são a prevenção, diagnóstico e o tratamento de doenças infecciosas como: Doenças Sexualmente Transmissíveis (DST), AIDS, hanseníase, tuberculose, hepatites, toxoplasmose, sífilis e outras.

164 EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDE Caravana da Saúde atrai centenas de pessoas no Bairro dos Pintos Um dos bairros mais distantes do centro de Itapeva, o bairro dos Pintos localizado nas proximidades do Pacova, zona rural do município foi o escolhido para a equipe da Saúde de Itapeva estacionar a Caravana do mês de julho. Consultas médicas = 128 Exames de Papanicolau = 20 Atendimento odontológico = 70 Atendimento Psicólogo = 20 Atualização da Carteira de Vacinas = 68 Testes Rápidos de HIV = 30 Orientações Jurídicas = 20 Cortes de Cabelo = 100 Massoterapia = 69 CUSTOS: Recursos Humanos = R$ 3.811,39 Medicamentos = R$ 128,01 Transporte = R$ 65,70 Almoxarifado = R$ 64,83 TOTAL = R$

165 EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDE Atualização em linha de cuidado materno infantil forma multiplicadores No total foram três dias de oficinas realizadas no auditório da FAIT – Faculdade de Ciências Agrárias e Sociais de Itapeva, com aproximadamente 60 pessoas da região Sudoeste Paulista e Alto Vale do Ribeira para o curso de atualização em linha de cuidado materno infantil. Inicia clico de videoconferência em hipertensão e diabetes na nova sede da Saúde A Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo em parceria com secretaria municipal da Saúde está promovendo um Ciclo de Videoconferências em Hipertensão Arterial e Diabetes Mellitus a partir deste mês de agosto. Itapeva sedia curso de educação permanente no SUS para profissionais de saúde Os 30 participantes dos 15 municípios que compõem a região Sudoeste Paulista e Alto Vale do Ribeira participaram do curso “Subsídios Pedagógicos para Ações de Educação Permanente no SUS”. Grupo de obesidade de Itapeva retoma encontros no segundo semestre A responsável pelo Grupo é a assistente social, Joana Oliveira e uma equipe multiprofissional que fazem parte da secretaria municipal da saúde. Somente no primeiro semestre foram abordados: Cirurgia Bariátrica; Nutrição; Atividade Física; Aspectos Biopsicossociais da Obesidade; Autoestima; Sexualidade; Saúde emocional; Hábitos alimentares, entre outros. Agosto

166 EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDE Saúde proporciona mais de 130 consultas médicas aos moradores do Bairro de Cima Em parceria com as secretarias da Defesa e Ação Social, Educação e Agricultura, da entidade Luz da Visão e dos voluntários da Casa da Amizade do Rotary Clube Itapeva, a Caravana levou prevenção, diversão e educação em saúde à população do Bairro de Cima. Consultas médicas = 131 Exames de Papanicolau = 17 Atendimento odontológico = 39 Atendimento Psicólogo = 06 Medicamentos dispensados = 90 Testes Rápidos de HIV = 57 Orientações Jurídicas = 10 Cortes de Cabelo = 200 CUSTOS: Recursos Humanos = R$ 5.177,14 Medicamentos = R$ 248,79 Transporte = R$ 33,60 Almoxarifado = R$ 116,81 TOTAL = R$ 5.576,34

167 EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDE Cerca de 85% das crianças são vacinadas na 2ª fase da poliomielite Na cidade, além de todas as Unidades de Saúde que permanecem abertas das 8h às 17h, no dia “D”, há três postos volantes espalhados por pontos estratégicos de Itapeva. Somente no dia “D”, sábado (14), mais de 450 doses foram aplicadas pela equipe da secretaria da Saúde com o apoio dos rotarianos da Casa da Amizade.

168 EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDESetembro Governo municipal abre festividades de aniversário com inauguração da UBSF São Benedito Ao lado da nova Unidade de Saúde, o poder executivo também inaugurou uma praça com equipamentos de ginástica para terceira idade, playground para as crianças e uma quadra poliesportiva. As obras fazem parte do Programa Viva Saúde, onde o objetivo é promover a adoção de hábitos saudáveis, inserir atividades físicas na rotina das comunidades, contribuir para a melhoria da auto-estima e promover ações intersetoriais. Centro de Saúde Dr. Cássio C. Figueiredo é ampliado em três novas alas Como parte da festividade dos 241 anos de Itapeva o Governo Municipal inaugurou três novas alas do Centro de Saúde Dr. Cássio de Camargo Figueiredo, sendo elas: Clínica Básica, Clínica de Especialidades e Sala de Imunização (Vigilância Epidemiológica).

169 EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDE Vigilância Sanitária municipal conta com equipe multiprofissional A VISA conta com uma equipe multiprofissional, entre eles: duas farmacêuticas, nutricionista, cirurgião dentista, veterinário e uma bióloga, além dos fiscais e dos funcionários do setor administrativo. Com a nova estrutura técnica, a VISA assumiu a partir deste mês, o compromisso de executar as ações referentes às atividades de alta complexidade do município. Projeto Vacinação do Escolar é implantado na rede municipal de ensino O projeto Vacinação do Escolar está sendo implantado nas escolas da rede municipal de ensino, com o objetivo de aumentar a cobertura de todas as vacinas recomendadas no Programa Nacional de Imunização.

170 EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDE Poder executivo apresenta novas instalações da Saúde municipal As novas instalações da secretaria municipal da Saúde estão localizadas na Avenida Vaticano – 1073 – Jardim Europa. Em apenas quatro meses, as obras executadas desde a troca das instalações hidráulicas e elétricas, forro, piso, entre outros serviços foram finalizados neste mês de setembro, para que a Saúde ganhasse melhores condições físicas e mais qualidade no serviço prestado à população itapevense

171 EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDE São Camilo recebe serviços gratuitos levados pela Caravana da Saúde Em sua 14ª edição e como de costume, sempre no último sábado de cada mês, a Caravana da Saúde levou os serviços gratuitos a uma comunidade itapevense. Consultas médicas = 149 Exames de Papanicolau = 17 Atendimento odontológico = 71 Atendimento Psicólogo = 23 Orientações Jurídicas = 11 Cerest = 05 OBS: nesta Caravana, 20 estagiários da FAIT de Terapia Ocupacional realizaram oficinas de promoção de saúde para crianças, sob a supervisão da professora Valéria Nastri. CUSTOS: Recursos Humanos = R$ 3.844,97 Medicamentos = R$ 200,25 Transporte = R$ 54,50 Almoxarifado = R$ 57,84 TOTAL = R$ 4157,56

172 EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDE Cerca de 150 conselheiros locais de saúde recebem capacitação Jaqueline Martins Na quarta-feira, 07 de julho, a secretaria municipal da Saúde de Itapeva, através do departamento de Controle Social promoveu uma tarde de capacitação aos conselheiros locais de Saúde.

173 Santa Casa de Itapeva forma seu 1º Conselho Local de Saúde Na última quinta-feira, dia 1º de julho, a Santa Casa de Misericórdia de Itapeva realizou a primeira reunião do Conselho Local de Saúde. Como prestadora de serviços ao SUS e devido a um processo eleitoral promovido pela Secretaria Municipal da Saúde de Itapeva, através do departamento de Controle Social, os conselheiros eleitos no final de 2009, estiveram nas dependências da Santa Casa para esse fato histórico. EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDE

174 REUNIÃODATA CONSELHEIROS PARTICIPANTES USUÁRIOTRAB.PREST.GESTORTOTAL 42ª Reunião Ordinária 27/07/ ª Reunião Ordinária 31/08/ ª Reunião Ordinária 28/09/ EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDE CONSELHO MUNICIPAL DA SAÚDE

175 EDUCAÇÃO PERMANENTE E CONTROLE SOCIAL EM SAÚDE REUNIÃODATA CONSELHEIROS PARTICIPANTES PROMO TORES SUS PROMOTOR ES INDICAÇÃO PROMOTOR ES MUNICÍPIOS CGR ENTIDADES ENSINO SINDICATOS PATRONAL SINDICATO TRABALHAD ORES TOTAL 9ª Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador – CIST 12/07/ ª Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador – CIST 06/08/ ª Comissão Intersetorial de Saúde do Trabalhador - CIST 13/09/ CONSELHO MUNICIPAL DA SAÚDE CIST

176 SAÚDE BUCAL REALIZAÇÃO DE ATIVIDADES EDUCATIVAS ( PALESTRA,S APLICAÇÃO DE FLUOR,ESCOVAÇÃO SUPERVISIONADA ): Distribuição de 6000 escovas Distribuição de 2000 creme dental Participação nas Caravanas da Saúde do município Projeto”Saúde Bucal Bate à Sua Porta” Atendimento diário na E.M.Nair Rodrigues de Queiroz

177 -Levantamento antropométrico - IMC ( Índice de Massa Corpórea) dos alunos e, àqueles que obtiverem resultados acima ou abaixo do esperado, serão encaminhados para consulta médica e realização de exames, encaminhamentos à especialistas ou a acompanhamento pela Unidade Básica de Saúde da Família da Vila Taquari. -Projeto de Parasitologia na E.M. Saturnino Araújo –Vila Taquari -Levantamento de casos de tracoma-parceria com Vigilância Epidemiológica -Organização junto ao Grupo Gestor Municipal do Concurso sobre sexualidade- resultado em Dez Ação educativa na EM Terezinha Moura - Agrovila-orientação sexualidade. -Atualização das carteiras de Vacinação

178 OBRIGADO! QUEM ADMINISTRA CUIDA!


Carregar ppt "AUDIÊNCIA PÚBLICA DE SAÚDE SECRETARIA MUNICIPAL DE SAÚDE DE ITAPEVA 3º TRIMESTRE DE 2010."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google