A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Relações entre textos Interdiscursividade e Intertextualidade.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Relações entre textos Interdiscursividade e Intertextualidade."— Transcrição da apresentação:

1 Relações entre textos Interdiscursividade e Intertextualidade

2 Interdiscursividade No conteúdo: Queremos ser uma nação unida, e vocês meus jovens formarão esta nação. No futuro não desejamos ver classes e vocês precisam fazer com que isso apareça entre vocês. Noventa milhões em ação Pra frente Brasil, no meu coração (...) De repente é aquela corrente pra frente, parece que todo o Brasil deu a mão! -Hitler, falando à juventude Nazista Alemã -Tema do Brasil na Copa de 1970

3 Interdiscursividade Na forma: Amo-te assim, desconhecida e obscura, Tuba de alto clangor, lira singela, Que tens o trom e o silvo da procela E o arrolo da saudade e da ternura! Língua Portuguesa, Olavo Bilac (fragmento) Móvel, festivo, trépido, arrolando, À clara voz, talvez da turba iriada De sereias de cauda prateada, Que vão com o vento os carmes concertando, Afrodite I, Alberto de Oliveira (fragmento) Dois poemas parnasianos: Dois quadros impressionistas: Lírios d’água, de Monet La Promenade, de Renoir

4 Intertextualidade Intertextuais e interdiscursivos: Canção do Exílio Minha terra tem palmeiras, Onde canta o Sabiá; As aves, que aqui gorjeiam, Não gorjeiam como lá. Nosso céu tem mais estrelas, Nossas várzeas têm mais flores, Nossos bosques têm mais vida, Nossa vida mais amores. Em cismar, sozinho, à noite, Mais prazer eu encontro lá; Minha terra tem palmeiras, Onde canta o Sabiá. Minha terra tem primores, Que tais não encontro eu cá; Em cismar –sozinho, à noite– Mais prazer eu encontro lá; Minha terra tem palmeiras, Onde canta o Sabiá. Não permita Deus que eu morra, Sem que eu volte para lá; Sem que disfrute os primores Que não encontro por cá; Sem qu'inda aviste as palmeiras, Onde canta o Sabiá. Do livro Primeiros cantos (1847) de Gonçalves Dias. Hino Nacional Brasileiro Do que a terra, mais garrida, Teus risonhos, lindos campos têm mais flores; "Nossos bosques têm mais vida", "Nossa vida" no teu seio "mais amores." Joaquim Osório Duque Estrada Nova canção do exílio Um sabiá na palmeira, longe. Estas aves cantam um outro canto. O céu cintila sobre flores úmidas. Vozes na mata, e o maior amor. Só, na noite, seria feliz: um sabiá, na palmeira, longe. Onde é tudo belo e fantástico, só, na noite, seria feliz. (Um sabiá, na palmeira, longe.) Ainda um grito de vida e voltar para onde tudo é belo e fantástico: a palmeira, o sabiá, o longe. Carlos Drummond de Andrade

5 Intertextualidade Intertextuais, mas não interdiscursivos e com o mesmo tema: Canção do Exílio Minha terra tem palmeiras, Onde canta o Sabiá; As aves, que aqui gorjeiam, Não gorjeiam como lá. Nosso céu tem mais estrelas, Nossas várzeas têm mais flores, Nossos bosques têm mais vida, Nossa vida mais amores. Em cismar, sozinho, à noite, Mais prazer eu encontro lá; Minha terra tem palmeiras, Onde canta o Sabiá. Minha terra tem primores, Que tais não encontro eu cá; Em cismar –sozinho, à noite– Mais prazer eu encontro lá; Minha terra tem palmeiras, Onde canta o Sabiá. Não permita Deus que eu morra, Sem que eu volte para lá; Sem que disfrute os primores Que não encontro por cá; Sem qu'inda aviste as palmeiras, Onde canta o Sabiá. Do livro Primeiros cantos (1847) de Gonçalves Dias. Canção do exílio às avessas Minha Dinda tem cascatas Onde canta o curió Não permita Deus que eu tenha De voltar pra Maceió. Minha Dinda tem coqueiros Da ilha de Marajó As aves, aqui, gorjeiam não fazem cocoricó. O meu céu tem mais estrelas Minha várzea tem mais cores. Este bosque reduzido Deve ter custado horrores. E depois de tanta planta, Orquídea, fruta e cipó Não permita Deus que eu tenha De voltar pra Maceió. Jô Soares (fragmento)

6 Intertextualidade Intertextuais, mas não interdiscursivos e com temas diferentes: Mona Lisa, Leonardo da Vinci Propaganda de amaciante

7 Exercício Texto 1 Texto 2 Nas favelas, no senado Sujeira pra todo lado Ninguém respeita a constituição Mas todos acreditam no futuro da nação Que país é esse? Que país é esse? Que país é esse? “Que país é esse?”, música de Legião Urbana (trecho) 1. a) Os dois textos apresentados para a questão são intertextuais ou interdiscursivos? b) Qual dos textos tem visão mais disfórica (ruim) sobre o tema tratado? c) Quais são os pressupostos presentes no texto 1 e no texto 2 que permitem que se responda ao item b da questão? Henfil


Carregar ppt "Relações entre textos Interdiscursividade e Intertextualidade."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google