A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

I N D I C E 1.TEMA E OBJETIVO 1.TENDÊNCIA NACIONAL 1.MOTIVOS LOCAIS 1.A EXPERIÊNCIA PAULISTANA (1986): ÚLTIMA AVALIAÇÃO 4.1. Implantações e Ajustes Efetuados.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "I N D I C E 1.TEMA E OBJETIVO 1.TENDÊNCIA NACIONAL 1.MOTIVOS LOCAIS 1.A EXPERIÊNCIA PAULISTANA (1986): ÚLTIMA AVALIAÇÃO 4.1. Implantações e Ajustes Efetuados."— Transcrição da apresentação:

1

2 I N D I C E 1.TEMA E OBJETIVO 1.TENDÊNCIA NACIONAL 1.MOTIVOS LOCAIS 1.A EXPERIÊNCIA PAULISTANA (1986): ÚLTIMA AVALIAÇÃO 4.1. Implantações e Ajustes Efetuados Pesquisa de Avaliação do 1º Ano da ampliação das restrições – Alguns IMPACTOS da restrição aos caminhões – SETCESP Propostas do SETOR : SETCESP

3 1.A EXPERIÊNCIA EM FORTALEZA 5.1. GRUPO DE ESTUDOS DO ASSUNTO 5.2- VEÍCULO-PADRÃO: ESTUDOS APRESENTADOS ESTUDO-BASE: Boletim Técnico da CET, no CONTEÚDO do ESTUDO-BASE: Boletim Técnico da CET, no BASES DAS PROPOSTAS DO Boletim Técnico da CET, no VEÍCULO-PADRÃO: COMPARATIVOS E PROPOSTA APRESENTADA VUC- FORTALEZA 5.4- situação ATUAL : ÁREAS E REGRAS DE RESTRIÇÃO 5.5- REGULAMENTAÇÃO EM FORTALEZA 5.6- OPERAÇÃO ATUAL NAS ÁREAS RESTRITAS 1.FECHAMENTO: modificação do conceito de LOGÍSTICA? 1.DÚVIDAS ADICIONAIS / FECHAMENTO

4 1.TEMA e OBJETIVO - mostrar os movimentos feitos pelas entidades interessadas na questão em Fortaleza, atentando para os para os benefícios e os custos decorrentes das decisões tomadas. Enfocar experiências adotadas e suas repercussões. - entidades: Sindicais (Setcarce, Sindiônibus), Indústrias Equipamentos e Veículos (Volkswagen, Mercedes Benz, Ford, Fiat), indústrias Manufatureiras (biscoitos, bebidas, etc), Prestadores de Serviços (transportadoras e empresas de logística), Embarcadores ( industriais e exportadores), Órgãos Públicos (AMC. ETUFOR), Entidades e Autarquias, Instituições Públicas (Câmara Municipal, Ministério Público, Cia Docas) e Outras (GEL).

5 1.TENDÊNCIA NACIONAL -crescimento da frota, e as restrições ao crescimento do espaço viário disponível; -adequação operacional e poucas intervenções viárias; -otimização ao uso dos espaços existentes, e racionalização do sistema viário; -REBATIMENTO das restrições adotadas na cidade-pólo para demais cidades PERIFÉRICAS.

6 Brasil: População e Frota de veículos por tipo a 2012 F R O T A TAXA MOTORIZAÇÃO (hab/veíc)TAXA MOTORIZAÇÃO (veíc/hab) ANOS população (hab) TOTALAUTOMÓVELBONDE ÔNIBUS + MICRO ÔNIBUS CAMINHÃO CAMINHONETE +CAMIONETA UTILITÁRIO MOTOCICLETA +MOTONETA+ CICLOMOTOR CAMINHÃO TRATOR+ REBOQUE+SEMI- REBOQUE+ SIDE- CAR (1) OUTROS AN OS TOTALAUTOMÓVELTOTALAUTOMÓVEL ´´ ,78,50,170, ´´ ,38,00,190, ´´ ,87,40,210, ´´ ,67,20,220, ´´ ,36,80,230, ´´ ,06,50,250, ´´ ,76,10,270, ´´ ,45,70,290, ´´ ,15,30,320, ´´ ,94,90,350, ´´ ,64,60,380, ´´ ,44,30,420, ´´ ,24,00,450,25 evolução 2000 a % 156%114%-82%116%70%141%90698%397%179%142% 156%114%156%114% Fonte: Sistema de Registro Nacional de VeícuLos Automotores - RENAVAN / DENATRAN Fonte: IBGE, Censo Demográfico, e Projeções (1) OUTROS=CHASSI PLATAFORMA,TRATOR ESTEIRA,TRATOR RODAS,TRICICLO,QUADRICICLO,OUTROS

7

8

9 LICENCIAMENTO DE VEÍCULOS : CAPITAL E ESTADO DE SÃO PAULO a 2012.

10

11

12 1.MOTIVOS LOCAIS -mesma direção dos motivos de tendência nacional; -estatísticas “perturbadoras”, e a tendência disseminada para o INTERIOR do Estado. -A Municipalização do Trânsito.

13

14

15

16

17 crescim. médio = 14,3 % a.a.

18 crescim. médio = 8,0 % a.a. crescim. médio = 14,3 % a.a.


Carregar ppt "I N D I C E 1.TEMA E OBJETIVO 1.TENDÊNCIA NACIONAL 1.MOTIVOS LOCAIS 1.A EXPERIÊNCIA PAULISTANA (1986): ÚLTIMA AVALIAÇÃO 4.1. Implantações e Ajustes Efetuados."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google