A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Resultados do programa de controle do câncer de colo uterino e mama no estado de Minas Gerais Sérgio Bicalho – SES/MG.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Resultados do programa de controle do câncer de colo uterino e mama no estado de Minas Gerais Sérgio Bicalho – SES/MG."— Transcrição da apresentação:

1 Resultados do programa de controle do câncer de colo uterino e mama no estado de Minas Gerais Sérgio Bicalho – SES/MG

2 Histórico

3 SISCOLO Software desenvolvido pelo Datasus para acompanhamento do programa de prevenção de câncer do colo uterino •Avaliar a cobertura de cada município do estado; •Exames alterados, nome e endereço de cada paciente com lesão pré-maligna ou câncer; •Qualidade da análise de cada laboratório; •Coletas satisfatórias e insatisfatórias. Informações epidemiológicas atreladas à pagamento

4

5 Financiamento do Programa

6 SECRETARIA DE ASSISTÊNCIA À SAÚDE PORTARIA N O 95 DE 23 DE MARÇO DE 1999 (*) O Secretário de Assistência à Saúde no uso de suas atribuições legais, e considerando a PT/GM/MS n o 3040 de 21 de Junho de 1998, publicada no DO n o 117 de 23 de Junho de 1998, que institui o Programa Nacional de Combate ao Câncer do Colo Uterino, resolve: Art. 1 o – Manter na Tabela de Procedimentos do SIA/SUS os procedimentos da Campanha Nacional de Combate ao Câncer do Colo Uterino, abaixo discriminados, alterando suas descrições: – –8 Coleta de Material para Exames Citopatológicos. Item de Programação:21 AVEIANM Nível de Hierarquia:1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8 Serviço / Classificação:00 Atividade Profissional:01, 22, 59, 60, 73, 74, 76, 84, 90, 91, 92, 93 Grupo de Atendimento:56, 57, 58, 59 – –9 Controle de Qualidade do Exame Citopatológico Cérvico Vaginal. Componente = Consiste na releitura das lâminas dos exames citológicos para prevenção do Cân- cer do colo uterino que apresentam resultados positivos, realizada pelos Laboratórios designados pelos gestores.

7 Item de Programação:12 Outros Exames Especializados Nível de Hierarquia:3, 4, 6, 7, 8 Serviço / Classificação:02/04, 02/06 Atividade Profissional:00 Grupo de Atendimento:56, 57, 58, 59 Art. 2 o – Alterar a redação do procedimento Citopatologia I, face a exclusão de componente passando a ter a seguinte descrição: – Citopatologia I. Componentes = Exame citopatológico cérvico vaginal e microflora. Item de Programação:12 Outros Exames Especializados Nível de Hierarquia:3, 4, 6, 7, 8 Serviço / Classificação:02/04, 02/06, 02/07, 02/09 Atividade Profissional:00 Grupo de Atendimento:56, 57, 58, 59 Art. 3 o – Fixar os valores para os procedimentos referenciados nos artigos 1 o e 2 o, conforme abaixo discriminado: CÓDIGOSPANESTOUTROSTOTAL ,000,001,001, ,000,005,375, ,000,005,375,37

8 Art. 4 o – Os recursos destinados ao pagamento dos valores apurados no processamento do SIA/SUS dos procedimentos discriminados nesta Portaria não farão parte do teto financeiro de assistência do estado nas condições de gestão plena estadual e convencional e dos municípios em condição de gestão plena do sistema municipal. Art. 5 o – Esta portaria entra em vigor a partir da competência maio de RENILSON REHEM DE SOUZA (*) Republicada por ter saído com incorreção, do original, no D.O. n o 56-E, de , Seção 1, pág. 24. TABELA DE ATIVIDADE PROFISSIONAL PARA COLETA DE MATERIAL CÓDIGODESCRIÇÃO 01Enfermeira 22Ginecologia 59Médico do Programa Saúde da Família (PSF) 60Enfermeira do PSF 73Ginecologia / Obstetrícia 74Medicina Geral Comunitária 76Enfermeira de PACS 84Médico (qualquer especialidade) 90Auxiliar de Enfermagem 91Técnico de Enfermagem 92Técnico de Enfermagem do PSF 93Auxiliar de Enfermagem do PSF

9 Estratégia para controle do câncer de colo uterino Cobertura de 70% da população feminina, na faixa etária de 25 à 59 ano, usuária do SUS em 3 anos. 70 ÷ 3 = 23,3% das mulheres ao ano

10 Meta da cobertura populacional pelo exame papanicolaou A população de 25 à 59 anos corresponde à 43,42% da população feminina total. 70% desta população é usuária do SUS. Cálculo da população alvo (meta) anual: 70% x 43,42% = 30,4% ÷ 3 (anos) = 10,1% + 24% = 12,56% da população feminina total

11 Resultados

12 2000 > 100% De 70% a 100% < 70%

13 Classificação das Microrregiões

14

15 2001 > 100% De 70% a 100% < 70%

16

17

18 2002 > 100% De 70% a 100% < 70%

19

20

21 2003 > 100% De 70% a 100% < 70%

22

23

24 2004 > 100% De 70% a 100% < 70%

25

26

27 2005* > 100% De 50% a 70% < 50% * Período de Jan a Set

28

29

30 Programa de Controle do Câncer de Colo Uterino Total de Citologias Realizadas entre 1995 e 2005* * - período de Jan à Set

31 Programa Viva Mulher - Minas Gerais Produção Ambulatorial do SUS-MG Cirurgia de Alta Frequência (CAF) Período: Out/1998 a Set/2005

32 Ações para controle do câncer de mama

33 Menos de 2 mamógrafos De 3 a 5 mamógrafos De 6 a 7 mamógrafos Mais de 8 mamógrafos Distribuição de mamografos nas microrregiões

34 Parâmetros para implantação do programa de prevenção do câncer de mama

35

36

37

38 Programa Viva Mulher - Minas Gerais Mamografias realizadas em Minas Gerais / SUS 2005 de Jan à Set Fonte: DIE/SE/SESMG/SUS

39 Macro Nº de Mamógrafos Tipo de Mamógrafo Metas de Mamografias* Numero Realizado de exames Percentual de exames alcançado Jequitinhonha (Diamantina) 1 mamógrafo1 Pub ,3% Nordeste (T. Otoni) 4 mamógrafos 2 Pub 2 Terc ,3% Leste (Gov/Ipatinga)6 mamógrafos 5 Terc. 1 Pub ,8% Noroeste (Patos de Minas) 2 mamógrafos 2 Pub ,8% Leste do Sul (Ponte Nova) 4 mamógrafos4 Terc ,0% Norte (M. Claros) 10 mamografos 5 pub 5 terc ,8% Sul (Alf/Varg) 20 mamógrafos 3 pub 17 Terc ,7% Triangulo do Norte (Uberlândia) 7 Mamografos 4 Pub 3 Terc ,3% Oeste (Divinopolis) 10 mamógrafos 3 Terc 7 Pub ,2% Centro (BH) 45 mamógrafos 10 Pub 35Terc ,2% Sudeste (J. Fora) 13 Mamógrafos 1 Pub 12 Terc ,2% Triangulo do Sul (Uberaba) 10 mamógrafos 5 Terc 5 Pub ,88% Centro-sul (Barbacena) 6 mamógrafos 2 pub 4 terc ,9% Total139 Mamografos 44 Publicos 95 terceirizado ,14% *Vide tabela de cálculo de meta.

40 MacroMunicípiosQuantidade de mamografias Nordeste Pedra Azul404 Malacacheta390 LesteCaratinga100 Noroeste Patos de Minas2.828 Unaí80 Norte Brasília de Minas881 Januária1.433 Francisco Sá4.097 Montes Claros1.732 Sul Alfenas1.430 Machado723 Triangulo do Norte Araguari Uberlândia 22 Uberlândia Oeste Formiga4.097 Itauna2.596 Centro Alberto Cav.648 HC4.140 B.H594 Odete Valadares (2)4.241 Betim Policinica 355 Hosp. Imac 730 Itabirito Abaeté 166 SudesteJuiz de fora217 Triangulo do sul Araxá226 Uberaba –(3) Centro-sul São João Del Rei6.650 Total Produção ideal: mamografias por ano

41 Tabela de custos dos procedimentos diagnósticos para as patologias mamárias 1. Mamografia 1.1- Caixa de Filme Kodak 2000Fujji AD-M Valor R$150,00135,00 Nº películas100 Nº Exames100/4 = 2525 Custo do ExameR$ 6,00R$5,40

42 1.1- Revelação do Filme Fixador e Revelador R$ Contrato de Manutenção Processadora Valor R$260,00200,00 mês Custo por exame 1,30 Custo de 600 exames780,00 TOTAL780, ,00= R$980, Recursos Humanos Técnica de Radiologia ( 4 horas / dia) Salário médio2 SM + 40% insalub.= R$ 840,00 / mês

43 1.1- O mamógrafo Contrato de Manutenção: R$ 500,00 / mês Capacidade de produção: Nº exames 600 / mês

44 1.1- Custo total da unidade de mamografia / mês (Produção esperada: 600 exames /mês ) Valor R$ Caixas de filme: 600 exames x 4 películas = películas / 100 (nº de películas em cada caixa ) = 24 caixas / mês 24 caixas x R$ 135,00 = R$ 3.240,00 Manutenção da processadora R$ 200,00 Manutenção do mamógrafoR$ 500,00 QuímicoR$ 1,30 x 600 exames = R$ 780,00 RH: Técnico em Radiologia ( 2 técnicos por dia) R$ 840,00 x 2 = R$1.680,00 TotalR$ 6.400,00 Repasse do SUS ( 600 exames x R$36,10 ) R$ ,00


Carregar ppt "Resultados do programa de controle do câncer de colo uterino e mama no estado de Minas Gerais Sérgio Bicalho – SES/MG."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google