A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Arquitetura de Software: Estudos de Caso u Objetivo: –Ilustrar como princípios de arquitetura podem aumentar o entendimento de sistemas de software. –Avaliar.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Arquitetura de Software: Estudos de Caso u Objetivo: –Ilustrar como princípios de arquitetura podem aumentar o entendimento de sistemas de software. –Avaliar."— Transcrição da apresentação:

1 Arquitetura de Software: Estudos de Caso u Objetivo: –Ilustrar como princípios de arquitetura podem aumentar o entendimento de sistemas de software. –Avaliar diferentes soluções para um mesmo problema.

2 1. Palavra-chave em contexto: enunciado

3 1. Palavra-chave em contexto: exemplo

4 1. Palavra-chave em contexto: objetivo u Analisar diferentes arquiteturas com respeito às seguintes considerações de projeto: –Mudança no algoritmo de processamento (ex: shifts nas linhas podem ser feitos em cada linha lida, em todas as linhas após terem sido lidas, ou por demanda); –Mudança na representação dos dados; –Mudança na funcionalidade (extensibilidade); –Performance (espaço e tempo); –Grau de reuso.

5 1. Palavra-chave em contexto: programa principal/subrotinas com dados compartilhados Master OutputAlphabetizerCircular ShiftInput Alphabetized index IndexLines Output medium Input medium Acesso direto na memória Chamada de subrotina I/O

6 1. Palavra-chave em contexto: programa principal/subrotinas com dados compartilhados u Pontos fortes: –Dados podem ser representados de forma eficiente (boa performance), pois são compartilhados. –A extensibilidade é permitida por meio da adição de um novo componente, acessando os dados compartilhados. u Pontos fracos: –Uma mudança na estrutura dos dados irá afetar todos os módulos. –Mudanças no algoritmo de processamento não são fáceis. –Devido à forte dependência dos dados, os módulos não são facilmente reusáveis.

7 1. Palavra-chave em contexto: tipos abstratos de dados Master Output Circular Shift Input Alphabetizer Lines Output medium Input medium Chamada de subrotina I/O

8 1. Palavra-chave em contexto: tipos abstratos de dados u Pontos fortes: –Em cada módulo, tanto o algoritmo como o formato interno dos dados podem ser modificados sem afetar os outros módulos. –Reuso é melhor suportado, pois cada módulo não precisa conhecer detalhes internos dos outros módulos. –A performance não é tão boa quanto a anterior, pois o fluxo de dados é provavelmente maior. u Ponto fraco: –A extensibilidade implica modificação dos módulos ou adição de um novo módulo.

9 1. Palavra-chave em contexto: invocação implícita Master Output Lines Input Lines Output medium Input medium Chamada de subrotina InssertInssert Circular ShiftAlphabetizer I/O Invocação implícita InssertInssert

10 1. Palavra-chave em contexto: invocação implícita u Características: –Tão logo os dados são modificados, outras computações são invocadas implicitamente. Existe um “line storage” para “input” e outro para “shifts”. u Ponto forte: –A representação dos dados pode ser modificada sem afetar os módulos. u Ponto fraco: –É difícil controlar a ordem de processamento dos módulos invocados implicitamente.

11 1. Palavra-chave em contexto: canais e filtros Input mediumInput Circular Shift Output medium OutputAlphabetizer Canal (Pipe) I/O

12 1. Palavra-chave em contexto: canais e filtros u Pontos fortes: –Suporta reuso já que cada filtro pode funcionar isoladamente desde que receba o “stream” que está esperando. –Novas funções podem ser adicionadas inserindo novos filtros no lugar apropriado. –O algoritmo de processamento de cada filtro pode ser modificado. u Pontos fracos: –É impossível modificar o sistema para funcionar interativamente. –Os dados têm que ser completamente copiados de um filtro para outro.

13 2. Software para instrumentação (osciloscópio) u Sistema de instrumentação que recebe sinais elétricos e mostra figuras numa tela; u Osciloscópio também executa medidas sobre estes sinais e mostra-as numa tela.

14 2. Software para instrumentação (osciloscópio): modelo orientado a objetos Osciloscópio MedidasSinaisFormato da onda...

15 2. Software para instrumentação (osciloscópio): modelo orientado a objetos u Problema: –Confusão sobre o particionamento. Ex: as medidas devem ser associadas com os tipos de dados sendo medidos, ou representadas externamente? Quais são os objetos que a interface com o usuário interage?

16 2. Software para instrumentação (osciloscópio): modelo em camadas hardware digitalização manipulação visualização Interface com usuário

17 2. Software para instrumentação (osciloscópio): modelo em camadas u Problema: –Em osciloscópios reais, os usuários precisam afetar diretamente funções em todos os níveis. Ou seja, a interação não se dá apenas com o último nível.

18 2. Software para instrumentação (osciloscópio): modelo de canais e filtros AcoplarAdquirirTo-X-YClip Medir Subsistema de Gatilhos sinal Forma da onda medida tempo

19 2. Software para instrumentação (osciloscópio): modelo de canais e filtros u Problema: –Não fica claro como o usuário interage com o sistema.

20 2. Software para instrumentação (osciloscópio): modelo de canais e filtros modificado AcoplarAdquirirTo-X-YMostrar Medir Subsistema de Gatilhos sinal Forma da onda medida tempo acoplamentoTipo, taxatranstamanho

21 2. Software para instrumentação (osciloscópio): modelo de canais e filtros modificado u Problemas: –Performance, devido à grande transferência de dados; –Filtros lentos podem atrasar o processamento do sistema.


Carregar ppt "Arquitetura de Software: Estudos de Caso u Objetivo: –Ilustrar como princípios de arquitetura podem aumentar o entendimento de sistemas de software. –Avaliar."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google