A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sistemas Distribuídos Carlos A. G. Ferraz DI/UFPE Aula 08.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sistemas Distribuídos Carlos A. G. Ferraz DI/UFPE Aula 08."— Transcrição da apresentação:

1 Sistemas Distribuídos Carlos A. G. Ferraz DI/UFPE Aula 08

2 Objetos Distribuídos Tópicos n Orientação a Objetos n Java n DCOM n Padrões n Aplicação Exemplo

3 DCOM n ORB (Object Request Broker) específico para OLE/ActiveX n Como CORBA, separa a interface de um objeto de seu implementação n Interfaces declaradas usando uma IDL n TypeLibrary: repositório de interfaces

4 DCOM (cont.) n Um objeto DCOM suporta uma ou mais interfaces Servidor de objetos deve implementar a interface IClassFactory, que fornece mecanismos para instanciar objetos

5 DCOM - Servidores de Objetos n In-process u Rodam no mesmo processo que seus clientes u Implementados como bibliotecas de ligação dinâmicas (DLLs)

6 DCOM - Servidores de Objetos (cont.) n Out-of-process locais u Rodam em processo distinto do de seus clientes u Comunicação através de Lightweight RPC (LRPC)

7 DCOM - Servidores de Objetos (cont.) n Out-of-process remotos u Comunicação através de RPC semelhante ao DCE (Distributed Computing Environment), como em CORBA n Assim, a comunicação entre uma aplicação cliente e um servidor de objetos, local ou remoto, é transparente

8 DCOM - Comunicação n Do ponto de vista do cliente, o acesso a membros de uma classe é feito através de ponteiros para os elementos da interface è Como é feita a comunicação com servidores out-of-process?

9 DCOM - Com. (cont.) n O barramento gera objeto de comunicação (proxy object) n Proxy recebe chamada e converte em RPC n Na outra ponta (lado servidor), stub object faz ação inversa ao proxy object n Semelhante a CORBA!

10 DCOM n Um componente pode encapsular vários outros, escondendo-os dos processos externos è Interface única inteiramente consistente

11 DCOM Mecanismos de encapsulação n Por delegação (“clonagem”) u Componente externo encapsula outros componentes e reimplementa a interface de cada um deles u O componente externo redireciona chamadas para o membro correspondente do componente encapsulado (cont...)

12 DCOM Mecanismos de encapsulação n Por delegação (cont.) u O componente externo delega ao componente encapsulado a responsabilidade de executar o serviço requisitado (cont...)

13 DCOM Mecanismos de encapsulação (cont.) n Por agregação u Agrega objetos encapsulados dentro do objeto externo e disponibiliza interface diretamente para as aplicações clientes

14 Processamento Distribuído baseado em Objetos Iniciativas de Padronização n ODP/ISO n CORBA/OMG n DCOM/Microsoft (“padrão” Microsoft - base instalada)

15 ODP Open Distributed Processing n Comunicação aberta - OSI u Interfaces de HW padrão u Protocolos de comunicação n Processamento distribuído aberto - ODP u Plataformas-padrão de suporte ao processamento distribuído u Baseado em objetos F Encapsulação/Interfaces F Reutilização de componentes

16 ODP Pontos de Vista n Empresa - impacto nos sistemas da empresa n Informação - fluxo de informação n Computacional - interação entre componentes n Engenharia - componentes de suporte, plataforma n Tecnologia - tecnologia utilizada, incluindo hardware

17 OMG Object Management Group n empresas n Comprometido com desenvolvimento de tecnologia de objetos n CORBA - Common Object Request Broker Architecture u Plataformas: Orbix/IONA, Visibroker/Visigenic,... u Versão 2.0: interoperabilidade de ORBs/plataformas

18 CORBA (cont.) u Cooperação para desenvolvimento/incorporação de novos componentes + CFPs (Call For Proposals) F Basic services F Common facilities (horiz. & vert.) u Integração com ODP F Ex: IDL comum

19 Aplicação Exemplo Anotação de Mídias Contínuas n ANSA (Advanced Networked Systems Architecture) u Conforme ODP u ANSAware u Visões: F Computacional F Engenharia

20 Aplicação Exemplo Anotação de Mídias Contínuas n Principais objetivos u Reuso de software F Metologia baseada no paradigma de objetos u Suporte de alto nível a multimídia F Independência de S.O. F Abertura

21 Aplicação Exemplo Anotação de Mídias Contínuas n Usuários em potencial u Músicos u Críticos u Analisadores de discurso

22 Aplicação Exemplo Anotação de Mídias Contínuas n Componentes u Arquitetura u Aplicação

23 Aplicação Exemplo Anotação de Mídias Contínuas n Componentes de Arquitetura u Trader u NodeManager

24 Aplicação Exemplo Anotação de Mídias Contínuas (ex: música) n Componentes de Aplicação u Básicos F AudioServer (dispositivos E/S: auto-falante e microfone) F AudioStorageServer F VoiceRopeServer

25 Aplicação Exemplo Anotação de Mídias Contínuas n Componentes de Aplicação (cont.) u Aplicação F MusicPlayer F MusicAnnotator

26 Aplicação Exemplo Anotação de Mídias Contínuas n Interfaces principais u AudCtrl - abre novo canal de áudio u Audio - dados u Ass - manipula arquivo u Vrs - manipula banco de dados u Callback - notificação de eventos aos clientes u Rate - sincroniza/controla relógios lógicos

27 Aplicação Exemplo Anotação de Mídias Contínuas n Interfaces gráficas u AudioControl - volume de E/S u MusicPlayer - controle remoto (play, pause, skip, stop) e relógio (direção e velocidade) u Annotator - controle de anotações (posição, tipo (paused, continuous), duração) e relógio Os relógios nas GUIs mostram a sincronização entre os componentes

28 Aplicação Exemplo Anotação de Mídias Contínuas n Sincronização u Buffering no Servidor de Dispositivo (AudioServer) F Compensação de atraso u RateControl F Relógios lógicos F Threads (operação em background) Separação entre controle de dispositivo e ratecontrol é importante para manter abertura

29 Aplicação Exemplo Principais contribuições n Modelo de construção de aplicações multimídia n Suporte de alto nível a MM n Desenvolvimento conforme ODP


Carregar ppt "Sistemas Distribuídos Carlos A. G. Ferraz DI/UFPE Aula 08."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google