A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Análise e Projeto de Sistemas. APS O que é uma linguagem de modelagem Uma linguagem de modelagem é uma notação gráfica para descrever projeto de software.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Análise e Projeto de Sistemas. APS O que é uma linguagem de modelagem Uma linguagem de modelagem é uma notação gráfica para descrever projeto de software."— Transcrição da apresentação:

1 Análise e Projeto de Sistemas

2 APS O que é uma linguagem de modelagem Uma linguagem de modelagem é uma notação gráfica para descrever projeto de software. A linguagem inclui várias regras para distinguir entre desenhos corretos e incorretos. Uma linguagem de modelagem não é igual a uma metodologia. Uma metodologia diz a você como projetar o software. Em vez disso, uma linguagem de modelagem representa graficamente os produtos do projeto que você criará enquanto segue uma metodologia.

3 APS O que é a UML A UML é uma linguagem visual para modelagem de sistemas através do uso de diagramas. A UML é uma linguagem de modelagem padrão. A linguagem consiste em várias notações gráficas que você pode usar para descrever a arquitetura inteira de seu software.

4 APS UML é uma abreviação para Unified Modeling Language (Linguagem de Modelagem Unificada). Cada uma destas palavras transmite um aspecto importante da UML. Linguagem: uma linguagem permite transmitir informação sobre a realidade. No sentido mais amplo, as linguagens não usam somente palavras escritas. A UML é uma linguagem para especificar, visualizar, construir e documentar artefatos de um sistema. Artefatos são produtos de trabalho que são produzidos e usados dentro de um processo de desenvolvimento, incluindo documentação para comunicação entre as equipes que trabalham em um sistema e o próprio sistema físico.

5 APS Modelo: um modelo é a representação de uma certa realidade. Sem um modelo é muito difícil para os membros de uma equipe ter um entendimento comum dos requisitos e do próprio sistema. Por exemplo, avaliar o impacto das mudanças que ocorrem enquanto o sistema está sendo desenvolvido. Unificada: o termo unificada refere-se ao fato de que o OMG – Object Management Group, uma organização de padronização reconhecida internacionalmente, e a empresa Rational Software Corporation, criaram a UML com o objetivo de unir as melhores práticas de engenharia da indústria de tecnologia e de sistemas de informação. Essas práticas envolvem aplicação de técnicas que nos permitem ter mais sucesso no desenvolvimento de sistemas.

6 APS Histórico A UML 1.0 surgiu entre os anos de 1990 e James Rumbaugh e mais tarde Ivar Jacobson juntaram-se a Grady Booch na Rational Software Corporation para unificar seus enfoques. Devido ao esforço da unificação eles se tornaram conhecidos como os três amigos. Junto com várias outras organizações, a Rational Software Corporation formou o grupo de parceiros UML e estes submeteram a versão 1.0 da UML para a OMG.

7 APS UML X Processo de desenvolvimento de sistemas O processo de desenvolvimento de sistema envolve os seguintes tipos de atividades: 1.Atividades de requisitos para capturar características que definam o que o sistema deve fazer. 2. Atividades de análise para entender os requisitos. 3. Atividades de projeto para determinar como um sistema satisfará seus requisitos. 4. Atividades de implementação para construir um sistema. 5. Atividades de teste para verificar se um sistema satisfaz seus requisitos. 6. Atividades de implementação para tornar os sistema disponível para seus usuários.

8 APS Os diagramas da UML A UML na sua versão 1.4 consiste de nove diagramas interdependentes, cada um relativo a uma certa visão de um sistema: Casos de uso Classes Seqüência Colaboração Atividades Estados Pacotes Componentes Implantação

9 APS O diagrama de objetos é também um diagrama importante na UML, mas não é um dos nove diagramas chave. Os dez diagramas são divididos em três categorias: Estáticos: um diagrama estático mostra a estrutura do sistema e as suas funcionalidades. Os diagramas estáticos são: classes, objetos e casos de uso. Dinâmicos: um diagrama dinâmico mostra as interações que o sistema suporta. Os diagramas dinâmicos detalham a interação entre os componentes estruturais definidos a partir dos diagramas estáticos. Assim, os diagramas dinâmicos fornecem uma representação mais clara do comportamento do sistema. Os diagramas dinâmicos são: colaboração, seqüência, atividades, estados.

10 APS Arquiteturais: um diagrama arquitetural mostra a organização em seu sistema dos componentes executáveis. Os diagramas arquiteturais distinguem a localização física de execução desses componentes e os nós de armazenamento com os quais eles podem interagir. Eles são produzidos no início da fase de desenvolvimento do sistema e são atualizados durante o projeto para indicar a arquitetura física pretendida. Os diagramas arquiteturais são: componentes, pacotes e implantação.

11 APS Abaixo são listadas algumas das ferramentas de diagramação UML mais usuais: Rational Rose Together Poseidon for UML DIA JUDE

12 APS Diagramas de use case O Diagrama de Use Cases tem o objetivo de auxiliar a comunicação entre os analistas e o cliente. Um diagrama de Use Cases descreve um cenário que mostra as funcionalidades do sistema do ponto de vista do usuário. O cliente deve ver no diagrama de Use Cases as principais funcionalidades de seu sistema.

13 APS Diagramas de use case Diagrama utilizado para se identificar como o sistema se comporta em várias situações que podem ocorrer durante sua operação. Técnica usada para descrever e definir os requisitos funcionais de um sistema.

14 APS O diagrama de Use Cases é representado por: atores; use cases; relacionamentos entre estes elementos.

15 APS Atores Um ator é representado por um boneco e um rótulo com o nome do ator. Um ator é um usuário do sistema, que pode ser um usuário humano ou um outro sistema computacional. Use case Um use case é representado por uma elipse e um rótulo com o nome do use case. Um use case é uma funcionalidade do sistema.

16 APS Relacionamentos Ajudam a descrever os use cases. Entre um ator e um use case

17 APS Relacionamentos Entre atores Generalização

18 APS Entre Use Cases : Abertura de Conta Conta Especial Conta Poupança

19 APS

20 Entre use cases Include Um relacionamento include de um use case A para um use case B indica que B é essencial para o comportamento de A. Extend Um relacionamento extend de um use case A para um use case B indica que o use case A pode ser acrescentado para descrever o comportamento de B (não é essencial), isto é quando alguma recorrência surge.

21 APS Sistema Limites do sistema: representado por um retângulo envolvendo os use cases que compõem o sistema. Nome do sistema: Localizado dentro do retângulo.

22 APS Os casos de uso manter XXX: Indicam que o caso de uso tratará da consulta,inclusão,alteração e exclusão de XXX. Exemplo : Caso de uso manter cliente é responsável pela consulta, inclusão, alteração e exclusão dos dados cadastrais de cliente.

23 APS Exercício: Criar o Diagrama UseCase para o sistema de uma clinica Veterinária. (OBS : Inicie listando os atores que interagem no sistema e as funcionalidades do sistema).


Carregar ppt "Análise e Projeto de Sistemas. APS O que é uma linguagem de modelagem Uma linguagem de modelagem é uma notação gráfica para descrever projeto de software."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google