A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Recursos de UML (Unified Modeling Language). DEFINIÇÃO: É uma linguagem padrão para visualização, especificação, construção, e documentação dos objetos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Recursos de UML (Unified Modeling Language). DEFINIÇÃO: É uma linguagem padrão para visualização, especificação, construção, e documentação dos objetos."— Transcrição da apresentação:

1 Recursos de UML (Unified Modeling Language)

2 DEFINIÇÃO: É uma linguagem padrão para visualização, especificação, construção, e documentação dos objetos de um sistema software intensivo. A UML combina o melhor de: – Modelagem de dados – Modelagem de negócios – Modelagem de objetos – Modelagem de componentes UML

3 Conceitos UML A UML pode ser usada para modelar visualmente: – A interação da sua aplicação com o mundo externo. – O comportamento da sua aplicação. – A estrutura do seu sistema. – A arquitetura da sua empresa. – Os componentes do seu sistema.

4 UML A notação da UML As fases de análise de requisitos, análise e design utilizam-se em seu desenvolvimento cinco tipos de visões, nove tipos de diagramas e vários modelos de elementos que serão utilizados na criação dos diagramas e mecanismos gerais. Todos em conjunto especificam e exemplificam a definição do sistema, tanto a definição no que diz respeito à funcionalidade estática e dinâmica do desenvolvimento de um sistema.

5 UML UML – Modelo de Elementos Um modelo de elemento é definido com a semântica, a definição formal do elemento com o exato significado do que ele representa sem definições duvidosas ou ambíguas e também define sua representação gráfica que é mostrada nos diagramas da UML. – Um elemento pode existir em diversos tipos de diagramas, mas existem regras que definem que elementos podem ser mostrados em que tipos de diagramas. Alguns exemplos de modelos de elementos são as classes, objetos, estados, pacotes e componentes. Os relacionamentos também são modelos de elementos, e são usados para conectar outros modelos de elementos entre si.

6 UML Notas Para permitir adicionar informações a um modelo, UML provê a capacidade de adicionar Notas. –Uma Nota pode ser colocada em qualquer lugar em um diagrama, e pode conter qualquer tipo de informação.

7 UML Estendendo a UML Estereótipos podem ser usados para estender os elementos da notação UML. Estereótipos podem ser usados para classificar e estender associações, relacionamentos de herança, classes, e componentes. Exemplos –Estereótipos de classe: interface, exception, server page –Estereótipos de associação: identifying, non-identifying –Estereótipos de dependência: include, extend –Estereótipos de componentes: subsystem

8 UML Como eu construo um modelo? Um sistema é composto por diversos aspectos : –funcional (que é sua estrutura estática e suas interações dinâmicas ), –não funcional (requisitos de tempo, confiabilidade, desenvolvimento, etc.) –aspectos organizacionais (organização do trabalho, mapeamento dos módulos de código, etc.). Modelos são construídos usando visões para descrever perspectivas diferentes e diagramas para descrever os blocos de construção do sistema.

9 UML UML – Visões Então o sistema é descrito em um certo número de visões, cada uma representando uma projeção da descrição completa e mostrando aspectos particulares do sistema.

10 UML Visão de Casos de Uso O Visão de Casos de Uso é o núcleo das outras views porque ele especifica O QUE o sistema deve fazer.

11 UML Visão Lógica A Visão Lógica dá suporte aos requerimentos funcionais do sistema.

12 UML Visão de Processos A Visão de Processos visa a performance, escalabilidade, e o rendimento do sistema.

13 UML Visão de Implantação A Visão de Implantação tem como prioridade temas como implantação, instalação, e performance.

14 UML Diagramas Os diagramas utilizados pela UML são compostos de nove tipos: –Diagrama de Casos de Uso –Diagrama de Classes –Diagrama de Objetos –Diagrama de Estados –Diagrama de Sequência –Diagrama de Colaboração –Diagrama de Atividade –Diagrama de Componentes –Diagrama de Execução

15 UML Requisitos de Sistema Antes de começar a modelagem do sistema, é elaborado um documento chamado Especificação de Requisitos de Sistema. –Este documento contém todas as funcionalidades, restrições e outros tipos de requisitos do sistema A partir deste documento, o primeiro passo da modelagem é mapear os requisitos funcionais para um ou mais Diagramas de Casos de Uso.

16 DIAGRAMA DE CASO DE USO

17 Diagramas de Casos de Uso (Use Cases) foram propostos inicialmente por Ivar Jacobson em 1986, na técnica OOSE. (Chegaram a ser chamados de Usage Scenarios e Usage Cases, mas os termos não soavam bem em inglês). Forma mais tarde adotados por Rumbaugh na OMT 2.0 e incorporados à UML. Cada caso de uso descreve cenários que indica como o sistema deve reagir à ação de atores de maneira a executar alguma função, ou atingir algum objetivo específico.

18 DIAGRAMA DE CASO DE USO São bastante úteis para descrever os requisitos funcionais de um sistema. Apesar de utilizados amplamente em modelagem OO, podem ser utilizados em outros contextos, já que os casos de uso, por natureza, não são OO. Descrevam o comportamento do sistema. Especifica os argumentos funcionais que determinarão a macro- arquitetura do sistema. Não descreve a organização interna do software.

19 DIAGRAMA DE CASO DE USO Análise de Caso de Uso A análise de caso de uso é uma técnica para capturar os processos da empresa a partir da perspectiva do usuário.

20 DIAGRAMA DE CASO DE USO Modelo de Casos de Uso É um modelo de casos de uso é a representação das funções e ambiente do sistema. É criado através da Visão de Casos de Uso e pode possuir os seguintes artefatos – Diagramas de Casos de Uso – Fluxo de eventos de Casos de Uso – Informações Suplementares – Diagramas de Atividades

21 DIAGRAMA DE CASO DE USO A modelagem de um Diagrama de Casos de Uso é uma técnica usada para descrever e definir os requisitos funcionais de um sistema. Eles são escritos, geralmente, em termos de atores externos e casos de uso. Os atores representam o papel de uma entidade externa ao sistema como um usuário, um hardware, ou outro sistema que interage com o sistema modelado.

22 DIAGRAMA DE CASO DE USO Caso de Uso Um caso de uso é uma seqüência de ações feitas pelo sistema que buscam um valor mensurável para um ator. Na UML, um caso de uso é representado por um elipse Use Case

23 DIAGRAMA DE CASO DE USO Atores Um ator é alguém ou alguma coisa fora do sistema que interage com o mesmo. Na UML, um ator é representado por um homem-palito.

24 DIAGRAMA DE CASO DE USO Relacionamentos / Associações Um relacionamento ilustra uma conexão semântica entre elementos de modelo. Na UML, um relacionamento de associação é representado por um linha sólida com ou sem uma flecha. Um ator é conectado a um ou mais casos de uso através de associações, e tanto atores quanto casos de uso podem possuir relacionamentos de generalização que definem um comportamento comum de herança em superclasses especializadas em subclasses

25 DIAGRAMA DE CASO DE USO Os atores iniciam a comunicação com o sistema através dos casos de uso, que representam uma seqüência de ações executadas pelo sistema – O sistema recebe do ator que lhe utiliza dados tangíveis de um tipo ou formato já conhecido, e o valor de resposta da execução de um caso de uso (conteúdo) também já é de um tipo conhecido

26 DIAGRAMA DE CASO DE USO Fl uxo de Eventos É uma descrição textual do caso de uso e é parte da especificação de casos de uso. Este caso de uso começa quando Registrar pede que o sistema feche as inscrições. 1. O sistema verifica se a inscrição está em funcionamento. Se estiver, então uma mensagem é mostrada para Registrar e o caso de uso termina. O processamento de fechar não pode ser feito enquanto a inscrição estiver funcionando. 2. Para cada curso oferecido, o sistema verifica se um professor se inscreveu para lecionar o curso oferecido e se ao menos três alunos se inscreveram. Se sim, o sistema compromete o curso oferecido para cada agendamento que o contenha.

27 DIAGRAMA DE CASO DE USO Elementos Básicos de Modelagem atores, agentes externos ( clientes do sistema) caso de uso, unidade de funcionalidade coerente, expressa pelas transações (comunicação) entre os atores e o sistema comunicação, ligação entre ator e caso de uso expressando comunicação entre eles (associação, extensão, inclusão, generalização)

28 EXERCÍCIO


Carregar ppt "Recursos de UML (Unified Modeling Language). DEFINIÇÃO: É uma linguagem padrão para visualização, especificação, construção, e documentação dos objetos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google