A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A música de Sofía Gubaidulina ilustrando o “Cântico ao sol” evoca a fecundidade das sementes 15 do TEMPO COMUM.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A música de Sofía Gubaidulina ilustrando o “Cântico ao sol” evoca a fecundidade das sementes 15 do TEMPO COMUM."— Transcrição da apresentação:

1

2 A música de Sofía Gubaidulina ilustrando o “Cântico ao sol” evoca a fecundidade das sementes 15 do TEMPO COMUM

3 Jesus não discute com os poderosos, mas fala em parábolas, que só os simples entendem A 3ª PARTE do evangelho de Mateus cc 11-13, está centrada no texto: “Não discutirá... ”

4 Diante do lago da Galileia, abramo-nos à PALAVRA que Deus semeia no nosso coração

5 Mt 13,1-23 Naquele dia, Jesus saiu de casa e foi sen- tar-se à beira-mar. Reuniu-se à sua volta tão grande multidão que teve de subir pa- ra um barco e sentar-Se, enquanto a mul- tidão ficava na margem. Disse muitas coi- sas em em parábolas, nestes termos: Barco diante do lago

6 Jesus fala em parábolas tiradas da vida Para os sábios de vida, não de teorias Cerâmica da pará- bola do semeador e das sementes, que caem em diferentes terras O cesto de Deus está cheio de sementes para todos

7 «Saiu o semeador a semear.

8 Fotos da Galileia Deus, o semeador, espalha generosa- mente o seu amor gratuito E tem paciência para esperar que dê fruto

9 Quando semeava, cairam algumas sementes ao lon- go do caminho: vieram as aves e comeram-nas.

10 Sem avareza, Deus semeia sementes inclusive à beira dos caminhos Embora possa resultar inútil

11 Outras cairam em sítios pedrego- sos, onde não havia muita terra, e logo nasceram porque a terra era pouco profunda; mas, depois de nascer o sol, queimaram-se e secaram, por não terem raiz.

12 Deus pensa inclusive nos corações petrificados, onde custará deitar raízes para dar fruto Deita igualmente sementes em terrenos pedregosos

13 Outras cairam entre espinhos e os espi- nhos cresceram e a- fogaram-nas.

14 Também semeia entre os espinhos de situações conflituosas Nem a nossa violência freia o coração do Semeador

15 Outras cairam em boa terra e deram fruto: umas, cem; outras, sessenta; outras, trinta por um. Quem tem ouvidos, oiça».

16 Outras sementes caem em boa terra, e são um puro REGALO Por dom de Deus, dão frutos desproporcionados

17 Os discípulos aproximaram-se de Jesus e disseram-Lhe: «Porque nos falas em parábolas?» Jesus respondeu-lhes: «Porque a vós é dado a conhecer os mistérios do reino dos Céus, mas a eles não. (…)

18 A eles, Deus lhes dá os seus mistérios O Reino é dos que são tão simples como os “doze” pescadores

19 Vós, portanto, escutai o que signifi- ca a parábola do semeador: Quan- do um homem ouve a palavra do reino e não a compreende, vem o Malígno e arrebata o que foi seme- ado no seu coração. Este é o que recebeu a semente ao longo do caminho.

20 Escutar sem empreender um caminho comprometi- do, incha a mente, e o mal aproveita-se disso O tempo leva o que não se acolhe, nem se pratica

21 Aquele que recebeu a semente em sítios pedregosos é o que ouve a palavra e a acolhe de momento, mas não tem raíz em si mesmo, porque é inconstante, e, ao chegar a tribulação ou a perseguição por causa da palavra, sucumbe logo.

22 Sem raízes não há convicções Sem convicções, as mínimas dificuldades fazem-nos sucumbir

23 Aquele que recebeu a semente entre espinhos é o que ouve a palavra, mas os cuidados deste mundo e a sedução da riqueza sufocam a palavra, que assim não dá fruto.

24 Não podemos ser cristãos a meias, claudicando diante da sedução das riquezas O dinheiro seduz, o Reino enamora

25 E aquele que recebeu a palavra em boa terra é o que ouve a palavra e a compre- ende. Esse dá fruto e produz ora cem, ora sessenta, ora trinta por um».

26 A terra boa escuta e acolhe a Palavra fecunda de Deus E o fruto que dá, é um mundo melhor

27 Senhor Jesus, faz que os valores do Reino que semeias dentro de nós, dêem o fruto de um AMOR centuplicado.

28 Monjas de St. Benet de Montserrat


Carregar ppt "A música de Sofía Gubaidulina ilustrando o “Cântico ao sol” evoca a fecundidade das sementes 15 do TEMPO COMUM."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google