A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Elaboração de projeto. 2 Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) – NBR 15287 INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO PROJETO DE PESQUISA APRESENTAÇÃO Princípios.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Elaboração de projeto. 2 Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) – NBR 15287 INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO PROJETO DE PESQUISA APRESENTAÇÃO Princípios."— Transcrição da apresentação:

1 Elaboração de projeto

2 2 Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) – NBR INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO PROJETO DE PESQUISA APRESENTAÇÃO Princípios gerais para apresentação de projetos de pesquisa

3 3 REFERÊNCIAS NORMATIVAS (ABNT) ABNT NBR 6023:2002 – informação e documentação – referências – elaboração ABNT NBR 6024:2002 – informação e documentação – numeração progressiva das seções de um documento escrito – apresentação ABNT NBR 6027:2003 – informação e documentação – sumário – apresentação ABNT NBR 6034:2004 – informação e documentação – índice – apresentação ABNT NBR 10520:2002 – informação e documentação – citações em documentos – apresentação ABNT NBR 12225:2004 – informação e documentação – lombada – apresentação IBGE. Norma de apresentação tabular. 3.ed. Rio de Janeiro, 1993

4 4 DEFINIÇÕES abreviatura: representação de uma palavra por meio de alguma(s) de suas sílabas ou letras anexo: texto ou documento NÃO elaborado pelo autor, que serve de fundamentação, comprovação e ilustração apêndice: texto ou documento elaborado pelo autor, a fim de complementar sua argumentação, sem prejuízo da unidade nuclear do trabalho autor: pessoa física responsável pela criação do conteúdo intelectual ou artístico de um documento capa: proteção externa do trabalho sobre a qual se imprimem as informações indispensáveis à sua identificação elementos pós-textuais: elementos que complementam o trabalho

5 5 DEFINIÇÕES elementos pré-textuais: elementos que antecedem o texto com informações que ajudam na identificação e utilização do trabalho elementos textuais: parte do trabalho em que é exposta a matéria entidade: instituição, sociedade, pessoa jurídica estabelecida para fins específicos folha de rosto: folha que contém os elementos essenciais à identificação do trabalho glossário: relação de palavras ou expressões técnicas de uso restrito ou de sentido obscuro, utilizadas no texto acompanhadas das respectivas definições ilustração: desenho, gravura, imagem que acompanha um texto

6 6 DEFINIÇÕES projeto: descrição da estrutura de um empreendimento a ser realizado projeto de pesquisa: compreende uma das fases da pesquisa; é a descrição da sua estrutura sigla: reunião das letras iniciais dos vocábulos fundamentais de uma denominação ou título símbolo: sinal que substitui o nome de uma coisa ou de uma ação tabela: elemento demonstrativo de síntese que constitui unidade autônoma

7 7 ESTRUTURA DE UM PROJETO A estrutura de um projeto de pesquisa compreende: elementos pré-textuais, elementos textuais e elementos pós-textuais

8 8 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS CAPA: elemento opcional a)nome da entidade para qual deve ser submetido b)nome(s) do(s) autor(es) c)título d)subtítulo (se houver, deve se subordinar ao título, precedido de dois pontos (:) ou distinguido e)local (cidade) da entidade onde deve ser apresentado f)ano de depósito (entrega)

9 9 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS LOMBADA: elemento opcional (ABNT NBR 12225)

10 10 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS FOLHA DE ROSTO: elemento obrigatório a)nome(s) do(s) autor(es) b)título c)subtítulo (se houver, deve se subordinar ao título, precedido de dois pontos (:) ou distinguido d) tipo de projeto de pesquisa e nome da entidade a que deve submetido e)local (cidade) da entidade onde deve ser apresentado f)ano de depósito (entrega) Se exigido, incluir dados curriculares do(s) autor(es) após a folha de rosto

11 11 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS LISTA DE ILUSTRAÇÕES: elemento opcional Elaborada de acordo com a ordem apresentada no texto, com cada item designado por seu nome específico, acompanhado do respectivo número da página Quando necessário, recomenda-se a elaboração de lista própria para cada tipo de ilustração (desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, gráficos, mapas, organogramas, plantas, quadros, retratos e outros

12 12 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS LISTA DE TABELAS: elemento opcional Elaborada de acordo com a ordem apresentada no texto, com cada item designado por seu nome específico, acompanhado do respectivo número da página

13 13 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS LISTA DE ABREVIATURAS E SIGLAS: elemento opcional Consiste na relação alfabética das abreviaturas e siglas utilizadas no texto, seguidas das palavras ou expressões correspondentes grafadas por extenso Recomenda-se a elaboração de lista própria para cada tipo

14 14 ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS SUMÁRIO: elemento obrigatório Elaborado conforme a ABNT NBR 6027 LISTA DE SÍMBOLOS: elemento opcional Elaboradas de acordo com a ordem apresentada no texto com o devido significado

15 15 ELEMENTOS TEXTUAIS Devem ser constituídos de uma parte introdutória na qual devem ser expostos: tema do projeto problema a ser abordado hipótese(s), quando couber(em) objetivo(s) a ser(em) atingido(s) justificativa(s) São necessários: o referencial teórico que embasa o projeto, a metodologia a ser utilizada, os recursos e o cronograma necessários à consecução

16 16 ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS REFERÊNCIAS: elemento obrigatório (ABNT NBR 6023) GLOSSÁRIO: elemento opcional, elaborado em ordem alfabética APÊNDICE: elemento opcional; indicados por letras maiúsculas consecutivas, travessão e título; quando esgotadas as letras, pode utilizar letras dobradas (APÊNDICE A – Avaliação do rendimento escolar do IQ) ANEXO: elemento opcional; indicados por letras maiúsculas consecutivas, travessão e título; quando esgotadas as letras, pode utilizar letras dobradas (ANEXO A – Constituição Federal) ÍNDICE: elemento opcional (ABNT NBR 6034)

17 17 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO O projeto gráfico é de responsabilidade do autor do projeto de pesquisa

18 18 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO FORMATO Textos digitados ou datilografados no anverso de papel branco A4 (21cm x 29,7cm), em cor preta; outras cores somente para as ilustrações Digitação de fonte tamanho 12 para todo o texto, excetuando- se as citações de mais de três linhas, notas de rodapé, paginação e legendas das ilustrações e das tabelas, que devem ser digitadas em tamanho menor e uniforme Nas citações de mais de três linhas digitadas, deve-se recuar o texto em 4cm da margem esquerda As folhas devem apresentar margens esquerda e superior de 3cm; direita e inferior de 2cm

19 19 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO ESPACEJAMENTO Todo o texto deve ser digitado ou datilografado em espaço 1,5 entrelinhas, excetuando-se as citações de mais de três linhas, notas de rodapé, referências, legendas das ilustrações e das tabelas, tipo de projeto de pesquisa e nome da entidade, que devem ser digitados em espaço simples As referências ao final do projeto devem ser separadas entre si por dois espaços simples Os títulos das subseções devem ser separados do texto que os precede ou que os sucede por dois espaços 1,5 O tipo de projeto de pesquisa e o nome da entidade, na folha de rosto, devem ser alinhados no meio da página para a margem direita

20 20 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO ESPACEJAMENTO As notas de rodapé devem ser digitadas ou datilografadas dentro das margens, ficando separadas do texto por um espaço simples e por filete de 3cm, a partir da margem esquerda O indicativo da seção é alinhado na margem esquerda, precedendo o título, dele separado por um espaço Os títulos sem indicativo numérico – lustrações, lista de abreviaturas e siglas, lista de símbolos, sumário, referências glossário, apêndice(s), anexo(s) e índices – devem ser centralizados

21 21 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO NUMERAÇÃO PROGRESSIVA Para evidenciar a sistematização do conteúdo do projeto, deve-se adotar a numeração progressiva para as seções do texto Por serem as principais divisões de um texto, os títulos das seções primárias devem sem iniciadas em folhas distintas Destacam-se gradativamente os títulos das seções conforme a ABNT NBR 6024

22 22 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO NUMERAÇÃO PROGRESSIVA Para evidenciar a sistematização do conteúdo do projeto, deve-se adotar a numeração progressiva para as seções do texto Por serem as principais divisões de um texto, os títulos das seções primárias devem sem iniciadas em folhas distintas Destacam-se gradativamente os títulos das seções conforme a ABNT NBR 6024

23 23 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO PAGINAÇÃO A partir da folha de rosto, todas as folhas do projeto devem ser contadas sequencialmente, mas não numeradas A numeração é colocada em algarismos arábicos, a partir da primeira folha da parte textual, no canto superior direito da folha, a 2cm da borda superior Se o projeto tiver mais de um volume, deve ser mantida a seqüência de numeração das folhas do primeiro volume Havendo apêndice(s) e anexo(s), suas folhas devem ser numeradas de maneira contínua e sua paginação deve dar seguimento à do texto principal

24 24 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO CITAÇÕES Devem ser apresentadas conforme a ABNT NBR 10520

25 25 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO ABREVIATURAS E SIGLAS Devem ser mencionados, pela primeira vez, de forma completa os nomes que precedem a abreviatura ou a sigla colocada entre parêntesis Associação Brasileira de Normas Técnica (ABNT) Normas Brasileiras (NBR) Imprensa Nacional (Impr. Nac.)

26 26 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO ILUSTRAÇÕES A identificação de qualquer tipo (desenhos, esquemas, fluxogramas, fotografias, gráficos, mapas, organogramas, plantas, quadros, retratos e outros) aparece na parte inferior, precedida da palavra designativa, seguida de seu número de ordem de ocorrência no texto, em algarismos arábicos, do respectivo título e/ou legenda explicativa (de forma breve e clara dispensando consulta ao texto), e da fonte A ilustração deve ser inserida o mais próximo possível do trecho a que se refere, conforme o projeto gráfico

27 27 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO TABELAS Devem ser apresentadas conforme o IBGE

28 28 REGRAS GERAIS DE APRESENTAÇÃO EQUAÇÕES E FÓRMULAS Para facilitar a leitura devem ser destacadas no texto e, se necessário, numeradas com algarismos arábicos entre parêntesis, alinhados à direita Na seqüência normal do texto, é permitido o uso de uma entrelinha maior que comporte seus elementos (expoentes, índices e outros x 2 + y 2 = z 2 (2.1) a m - b n = c p (2.2)

29 29 Elaboração de projeto: em resumo ELEMENTOS PRÉ-TEXTUAIS Capa (opcional) Lombada (opcional) Folha de rosto (obrigatório) Lista de ilustrações (opcional) Lista de tabelas (opcional) Lista de abreviaturas e siglas (opcional) Lista de símbolos (opcional) Sumário (obrigatório)

30 30 Elaboração de projeto: em resumo ELEMENTOS TEXTUAIS Introdução (obrigatório) Tema do trabalho (obrigatório) Problema a ser abordado (obrigatório) Hipótese (opcional) Objetivos a serem atingidos (obrigatório) Justificativa (obrigatório) Levantamento de literatura (obrigatório) Referencial teórico (obrigatório) Metodologia (obrigatório) Recursos (opcional) Cronograma (obrigatório)

31 31 Elaboração de projeto: em resumo ELEMENTOS PÓS-TEXTUAIS Referências (obrigatório) Glossário (opcional) Apêndice (opcional) Anexo (opcional) Índice (opcional)

32 32 REFERÊNCIAS 1.ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 14724: Informação e documentação: trabalhos acadêmicos: apresentação. 2.ed. Rio de Janeiro, p. 2.ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS (ABNT). NBR 15287: Informação e documentação: projeto de pesquisa: apresentação. Rio de Janeiro, p. 3.LUBISCO, N. M. L.; VIEIRA, S. C.; SANTANA, I. V. Manual de estilo acadêmico: monografias, dissertações e teses. 4.ed. Salvador: EDUFBA, p.

33 33 Elaboração de projeto O Projeto da Pesquisa

34 34 Elaboração de projeto O Projeto da Pesquisa 1 Escolha do Tema Dois fatores principais (internos e externos) interferem na escolha de um tema para o trabalho de pesquisa A seguir, algumas questões que devem ser levadas em consideração nessa escolha

35 35 Elaboração de projeto 1.1 Fatores internos Afetividade em relação a um tema ou alto grau de interesse pessoal Para se trabalhar uma pesquisa é preciso ter um mínimo de prazer na atividade A escolha do tema está vinculada, portanto, ao gosto pelo assunto a ser trabalhado Trabalhar um assunto que não seja do seu agrado tornará a pesquisa num exercício de tortura e sofrimento

36 36 Elaboração de projeto Tempo disponível para a realização do trabalho de pesquisa Na escolha do tema, deve-se levar em consideração a quantidade de atividades que serão cumpridas para executar o trabalho, adicionada ao tempo de trabalho cotidiano (não relacionado à pesquisa)

37 37 Elaboração de projeto O limite da capacidade do pesquisador em relação ao tema pretendido É preciso que o pesquisador tenha consciência de sua limitação de conhecimentos para não entrar num assunto fora de sua área Se a área do pesquisador é a de ciências humanas, deve se ater aos temas relacionados a esta área

38 38 Elaboração de projeto 1.2 Fatores externos A significação do tema escolhido, sua novidade, sua oportunidade e seus valores acadêmicos e sociais Na escolha do tema, deve-se preocupar para não desenvolver um trabalho sem interesse O trabalho que merece ser feito deve ter alguma importância para as pessoas, grupos de pessoas ou para a comunidade

39 39 Elaboração de projeto O limite de tempo disponível para a conclusão do trabalho Quando a instituição determina um prazo para a entrega do relatório final da pesquisa, é preciso ter cuidado para enveredar por assuntos que não possibilitarão cumprir este prazo O tema escolhido deve estar delimitado dentro do tempo possível para a conclusão do trabalho

40 40 Elaboração de projeto Material de consulta e dados necessários ao pesquisador Outro problema na escolha do tema é a disponibilidade de material para consulta Muitas vezes, o tema escolhido é pouco trabalhado por outros autores e não existem fontes secundárias para consulta A falta dessas fontes obriga ao pesquisador buscar fontes primárias que necessita de um tempo maior para a realização do trabalho Este problema não impede a realização da pesquisa, mas deve ser levado em consideração para que o tempo institucional não seja ultrapassado

41 41 Elaboração de projeto 2 Levantamento da literatura É a localização e obtenção de documentos para avaliar a disponibilidade de material que subsidiará o tema do trabalho de pesquisa Este levantamento é realizado junto às bibliotecas ou serviços de informações existentes

42 42 Elaboração de projeto 2.1 Sugestões para o levantamento da literatura Locais de coleta Determine com antecedência que bibliotecas, agências governamentais ou particulares, instituições, indivíduos ou acervos deverão ser procurados

43 43 Elaboração de projeto 2.1 Sugestões para o levantamento da literatura Registro de documentos Deve-se preparar para copiar os documentos, seja através de xérox, fotografias ou outro meio

44 44 Elaboração de projeto 2.1 Sugestões para o levantamento da literatura Organização Separe os documentos recolhidos de acordo com os critérios de sua pesquisa. O levantamento de literatura pode ser determinado em dois níveis: a) Nível geral do tema a ser tratado Relação de todas as obras ou documentos sobre o assunto b) Nível específico a ser tratado Relação somente das obras ou documentos que contenham dados referentes à especificidade do tema a ser tratado

45 45 Elaboração de projeto 3 Problema O problema é a mola propulsora de todo o trabalho de pesquisa Depois de definido o tema, levanta-se uma questão para ser respondida através de uma hipótese, que será confirmada ou negada através do trabalho de pesquisa

46 46 Elaboração de projeto 3 Problema O Problema é criado pelo próprio autor e relacionado ao tema escolhido. O autor, no caso, criará um questionamento para definir a abrangência de sua pesquisa Não há regras para se criar um Problema, mas alguns autores sugerem

47 47 Elaboração de projeto 3 Problema O Problema deve ser descrito como uma afirmação Exemplo: Tema: A educação da mulher: a perpetuação da injustiça Problema: A mulher é tratada com submissão pela sociedade

48 48 Elaboração de projeto 4 Hipótese Hipótese é sinônimo de suposição Neste sentido, Hipótese é uma afirmação categórica (uma suposição), que tenta responder ao Problema levantado no tema escolhido para pesquisa É uma pré-solução para o Problema levantado

49 49 Elaboração de projeto 4 Hipótese O trabalho de pesquisa, então, irá confirmar ou negar a Hipótese (ou suposição) levantada Exemplo: (em relação ao Problema definido anteriormente) Hipótese: A sociedade patriarcal, representada pela força masculina, exclui as mulheres dos processos decisórios

50 50 Elaboração de projeto 5 Justificativa A Justificativa num projeto de pesquisa é o convencimento de que o trabalho de pesquisa é fundamental de ser efetivado O tema escolhido pelo pesquisador e a Hipótese levantada são de suma importância de ser comprovada para a sociedade ou para alguns grupos

51 51 Elaboração de projeto 5 Justificativa Deve-se tomar o cuidado, na elaboração da Justificativa, de não se tentar justificar a Hipótese levantada, ou seja, tentar responder ou concluir o que vai ser buscado no trabalho de pesquisa A Justificativa exalta a importância do tema a ser estudado, ou justifica a necessidade imperiosa de se levar a efeito tal empreendimento

52 52 Elaboração de projeto 6 Objetivos A definição dos Objetivos determina o que o pesquisador quer atingir com a realização do trabalho de pesquisa. Objetivo é sinônimo de meta, fim Alguns autores separam os Objetivos em Objetivos Gerais e Objetivos Específicos, mas não há regra a ser cumprida quanto a isto e outros autores consideram desnecessário dividir os Objetivos em categorias Um macete para se definir os Objetivos é colocá-los começando com o verbo no infinitivo: esclarecer tal coisa; definir tal assunto; procurar aquilo; permitir aquilo outro, demonstrar alguma coisa etc.

53 53 Elaboração de projeto 7 Metodologia É a explicação minuciosa, detalhada, rigorosa e exata de toda ação desenvolvida no método (caminho) do trabalho de pesquisa É a explicação do tipo de pesquisa, do instrumental utilizado (questionário, entrevista etc.), do tempo previsto, da equipe de pesquisadores e da divisão do trabalho, das formas de tabulação e tratamento dos dados, enfim, de tudo aquilo que se utilizou no trabalho de pesquisa

54 54 Elaboração de projeto 8 Cronograma É a previsão de tempo que será gasto na realização do trabalho de acordo com as atividades a serem cumpridas As atividades e os períodos serão definidos a partir das características de cada pesquisa e dos critérios determinados pelo autor do trabalho Os períodos podem estar divididos em dias, semanas, quinzenas, meses, bimestres, trimestres etc. Estes serão determinados a partir dos critérios de tempo adotados por cada pesquisador

55 55 Elaboração de projeto ATIVIDADES / PERÍODOS Levantamento de literaturaX 2Montagem do Projeto X 3Coleta de dados XXX 4Tratamento dos dados XXXX 5 Elaboração do Relatório Final XXX 6Revisão do texto X 7Entrega do trabalho X

56 56 Elaboração de projeto 9 Recursos Normalmente as monografias, as dissertações e as teses acadêmicas não necessitam que sejam expressos os recursos financeiros Os recursos só serão incluídos quando o Projeto for apresentado para uma instituição financiadora de Projetos de Pesquisa Os recursos financeiros podem estar divididos em Material Permanente, Material de Consumo e Pessoal, sendo que esta divisão vai ser definida a partir dos critérios de organização de cada um ou das exigências da instituição onde está sendo apresentado o Projeto

57 57 Elaboração de projeto 9.1 Material permanente São aqueles materiais que têm uma durabilidade prolongada. Normalmente é definido como bens duráveis que não são consumidos durante a realização da pesquisa. Podem ser: geladeiras, ar refrigerado, computadores, impressoras etc. ITEM CUSTO (R$) Computador1.700,00 Impressora500,00 Scanner400,00 Mesa para o computador300,00 Cadeira para a mesa200,00 TOTAL3.100,00

58 58 Elaboração de projeto 9.2 Material de Consumo São aqueles materiais que não têm uma durabilidade prolongada. Normalmente é definido como bens que são consumidos durante a realização da pesquisa Podem ser: papel, tinta para impressora, gasolina, material de limpeza, caneta etc. ITEM CUSTO (R$) 10 caixas de disquete para computador100,00 10 resmas de papel tipo A4200,00 10 cartuchos de tinta para impressora650,00 TOTAL950,00

59 59 Elaboração de projeto 9.3 Pessoal É a relação de pagamento com pessoal, incluindo despesas com os encargos trabalhistas ITEM CUSTO MENSAL (R$) CUSTO TOTAL (R$) (10 meses) 1 estagi á rio pesquisador 500, ,00 1 digitador200, ,00 1 revisor 2.000,00 Encargos legais (hipot é tico) 4.000,00 TOTAL700, ,00

60 60 Elaboração de projeto 10 Anexos Este item também só é incluído caso haja necessidade de juntar ao Projeto algum documento que venha dar algum tipo de esclarecimento ao texto A inclusão, ou não, fica a critério do autor da pesquisa

61 61 Elaboração de projeto 11 Referências As referências dos documentos consultados para a elaboração do Projeto é um item obrigatório Nela normalmente constam os documentos e qualquer fonte de informação consultados no Levantamento de Literatura Para elaborar as Referências devem ser observadas as normas da Associação Brasileira de Normas Técnicas - ABNT

62 62 Elaboração de projeto 12 Glossário São as palavras de uso restrito ao trabalho de pesquisa, ou pouco conhecidas pelo virtual leitor, acompanhadas de definição Também não é um item obrigatório Sua inclusão fica a critério do autor da pesquisa, caso haja necessidade de explicar termos que possam gerar equívocos de interpretação por parte do leitor

63 63 Elaboração de projeto Esquema do Trabalho Concluído o Projeto, o pesquisador elaborará um Esquema do Trabalho que é uma espécie de esboço daquilo que ele pretende inserir no seu Relatório Final da pesquisa O Esquema do Trabalho guia o pesquisador na elaboração do texto final. Por se tratar de um esboço este Esquema pode ser totalmente alterado durante o desenvolvimento do trabalho Quando conseguimos dividir o tema genérico em pequenas partes, ou itens, poderemos redigir sobre cada uma das partes, facilitando significativamente o desenvolvimento do texto

64 64 Elaboração de projeto Concluída a pesquisa, o Esquema pode se tornar em Sumário TÍTULO: Educação da Mulher: a perpetuação da injustiça 1 INTRODUÇÃO 2 HISTÓRICO DO PAPEL DA MULHER NA SOCIEDADE 3 O PODER DA RELIGIÃO 3.1 O mito de Lilith/Eva 3.2 O mito da Virgem Maria 4 O PROCESSO DE EDUCAÇÃO 5 O PAPEL DA MULHER NA FAMÍLIA 5.1 A questão da maternidade 5.2 Direitos e deveres 5.3 A moral da família 5.4 Casamento: um bom negócio 5.5 A violência 6 UM CAPÍTULO MASCULINO 7 CONSIDERAÇÕES FINAIS REFERÊNCIAS

65 65 OUTRAS REFERÊNCIAS 1.CERVO, A. L.; BERVIAN, P. A.; SILVA, R. da. Metodologia científica. 6.ed. São Paulo: Pearson Prentice Hall, p. 2.MARCONI, M. de A.; LAKATOS, E. M. Fundamentos de metodologia científica. 6.ed. São Paulo Atlas, p. 3.TURRA, C. M. G.; ENRICONE, D. SANT’ANNA, F. V. Planejamento de ensino e avaliação. 11.ed. Porto Alegre: Sagra Luzzatto, p. 4.GIL, A. C. Como elaborar projetos de pesquisa. 3. ed. São Paulo: Atlas, SOUZA, M. S. de L. Guia para redação e apresentação de teses. Belo Horizonte: COOPMED, p. 6.SALOMON, D. V. Como fazer uma monografia. 3. ed. São Paulo: Martins Fontes, p.


Carregar ppt "Elaboração de projeto. 2 Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) – NBR 15287 INFORMAÇÃO E DOCUMENTAÇÃO PROJETO DE PESQUISA APRESENTAÇÃO Princípios."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google