A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos."— Transcrição da apresentação:

1 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD UICC HPV e CÂNCER CERVICAL CURRÍCULO

2 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 01 Capítulo 2.a. Triagem e diagnóstico - Triagem visual para neoplasia cervical R. Sankaranarayanan, MD Líder do Grupo de Triagem Agência Internacional para Pesquisa sobre Câncer (International Agency for Research on Cancer- IARC) Lyon, França C. Santos, MD Presidente do Departamento de Oncologia Ginecológica Instituto de Endermedades Neoplásicas Lima, Peru

3 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 02 Triagem visual para neoplasia cervical (1) Triagem visual  com ácido acético (VIA): o exame do colo do útero a olho nu, sob luz brilhante de uma lâmpada de foco de halogênio, 1 minuto depois da aplicação de ácido acético diluído de 3 a 5%  com Lugol (VILI): visualização imediatamente depois da aplicação de Lugol

4 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 03 Triagem visual para neoplasia cervical (2) Simples, amplamente factível e acessível Permite sessões para “ver e tratar” Pode ser realizado por uma ampla variedade de profissionais da saúde, incluindo médicos, enfermeiros, parteiras e profissionais de cuidados primários da saúde Problema: subjetividade nos testes in natura e dependente de fornecedores

5 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 04 Desafios Garantia de qualidade para triagem visual  A triagem visual é dependente da visibilidade completa da zona de transformação do colo do útero  difícil interpretação de VIA e VILI em mulheres na pós menopausa

6 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 05 Exatidão dos exames de triagem nos países em desenvolvimento: variação na sensibilidade e especificidade Teste Sensibilidade Especificidade Citologia 31-78%91-99% Exame para HPV61-90%62-94% VIA 50-96%44-97% VILI 44-93%75-85% Fonte:

7 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 06 Instrumentos e suprimentos Mesa ginecológica Fonte de luz Espéculo (bivalvar) Bandeja de instrumento  cotonetes  luvas de procedimento  Ácido acético a 4% (ou vinagre branco)  solução de iodo de Lugol  solução de cloro a 0,5%  formulário de relatório para o resultado

8 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 07 Exame VIA Inspecione a genitália externa Insira o espéculo e exponha o colo do útero Verifique visualmente se há evidências de infecção Remova secreção Identifique o orificio cervical e a junção escamo - colunar (JEC) Aplique ácido acético ao colo do útero, espere 1 minuto Inspecione a JEC e qualquer lesão encontrada Documente os achados Remova qualquer ácido acético remanescente Remova o espéculo

9 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 08 Relato dos resultados do exame VIA (1) Negativo ou Normal (-) é o escore quando alguma das situações a seguir ocorrer: I. Sem lesões acetobrancas II. As lesões brancas azuladas, lesões desiguais fracas ou lesões indefinidas sem margens definidas III. Pólipos que se projetam do orificio cervical se tornando acetobrancos IV. Cistos de Naboth tornando-se acetobrancos V. Torna-se acetobranco como linha fraca na junção do epitélio colunar e escamoso

10 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 09 Relato dos resultados do exame VIA (2) Negativo ou Normal (-) é o escore quando alguma das situações a seguir ocorrer: VI. Lesões acetobrancas longe da zona de transformação VII. Torna-se acetobrancas como linha VIII. Áreas pontilhadas endocervicais, as quais são de coloração uva devido ao ácido acético do epitélio colunar IX. Quando houver lesões brancas brilhantes ou turvas com margens indefinidas ou mal definidas

11 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 10 VIA negativo: Nenhuma área acetobranca observada.

12 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 11 VIA negativo: Nenhuma área acetobranca observada A junção escamo colunar (JEC) é acentuada como uma linha branca depois da aplicação de ácido acético a 4%.

13 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 12 VIA negativo: Ectrópio: a JEC é proeminente depois da aplicação de ácido acético. Observe o epitélio metaplásico escamoso imaturo como uma membrana branca, translúcida, opaca, branca rosada (setas).

14 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 13 VIA negativo: As áreas acetobrancas irregulares como uma linha são devido à metaplasia escamosa. Existem lesões satélites destacadas a partir da JEC.

15 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 14 VIA negativo: Os cistos de Naboth aparecem como áreas profundas ou com bolhas depois da aplicação de ácido acético.

16 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 15 Relato dos resultados do exame VIA Positivo (+) é o escore quando alguma das situações a seguir ocorrer:  Distinto, bem definido, denso, opaco ou branco sombrio ou áreas acetobrancas como madrepérolas que tocam a junção escamo-colunar (JEC) ou que toca o os externo (se JEC não for visualizada)  Lesão branca em circunferência que circunda o os  O colo do útero inteiro se torna branco depois da aplicação de ácido acético Câncer invasivo é classificado se houver crescimento úlcero proliferativo clinicamente visível no colo do útero, que sangra ao ser tocado

17 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 16 VIA Positivo: Observe as áreas acetobrancas opacas, que surgem a partir da JEC no lábio anterior.

18 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 17 VIA Positivo: Observe a lesão acetobranca espessa, densamente opaca, bem definida, que toca a JEC no lábio inferior.

19 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 18 VIA Positivo: Observe a área acetobranca densa, toda sobre o colo do útero, envolvendo todos os quatro quadrantes e se estendendo no canal cervical.

20 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 19 VIA Positivo, câncer invasivo: Há uma lesão branca opaca, embotada, em circunferência, com superfície irregular e vários pontos de sangramento ao toque, envolvendo o colo do útero.

21 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 20 VIA Positivo, câncer invasivo: A área acetobranca, densa, com superfície irregular, é parcialmente obscurecida pelo sangramento.

22 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 21 VIA Positivo, câncer invasivo: Há um crescimento úlcero proliferativo com acetobranco e com sangramento.

23 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 22 VIA negativo: Os cistos de Naboth aparecem como áreas profundas ou com bolhas depois da aplicação de ácido acético. UICC HPV e Câncer Cervical Currículo Capítulo 2.a. Triagem visual para neoplasia cervical R. Sankaranarayanan MD, Carlos Santos MD

24 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 23 Exame VILI Pode ser usado imediatamente depois da triagem VIA para informações adicionais Reação com glicogênio no epitélio cervical:  Epitélio escamoso normal tingido de marrom ou preto  Epitélio colunar normal, epitélio metaplásico escamoso imaturo e neoplasia cervical permanecem incolores.  Pode ser tornar amarelo mostarda ou açafrão no caso de neoplasia cervical

25 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 24 Relato dos resultados de exame VILI VILI negativo (-) é o escore quando alguma das situações a seguir ocorrer:  O epitélio escamoso está preto e o epitélio colunar não muda de cor depois da aplicação de iodo.  Existem áreas desiguais com absorção ausente ou parcial de iodo na zona de transformação que corresponde à área de metaplasia escamosa imatura.  Há áreas desiguais de não absorção iodo, difusas em todo o colo do útero, não restritas à zona de transformação.  Existem áreas de não absorção de iodo como salpicos no epitélio escamoso.

26 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 25 VILI Negativo: O epitélio escamoso está preto e o epitélio colunar não muda de cor depois da aplicação de iodo. Epitélio colunar não absorveu o iodo. Epitélio escamoso

27 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 26 VILI Negativo: O epitélio escamoso permanece marrom. Existem áreas desiguais com absorção ausente ou parcial de iodo na zona de transformação que correspondem à área de metaplasia escamosa imatura e inflamação.

28 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 27 VILI Negativo: Há áreas desiguais de não absorção de iodo, difusas em todo o colo do útero, não restritas à zona de transformação. Esta é a característica da cervicite crônica.

29 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 28 VILI Negativo: Existem áreas de não absorção de iodo, como salpicos, no epitélio escamoso devido à ulceração cervical como consequência de inflamação.

30 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 29 VILI Negativo: As áreas amarelas irregulares de iodo negativo são destacadas da junção escamo-colunar e constituem lesões “satélite”.

31 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 30 Relato dos resultados de exame VILI VILI Positivo (+) é classificado quando as áreas negativas para iodo amarelas, mostarda ou açafrão, brilhantes, espessas e densas são observadas no colo do útero, próximas à junção escamo- colunar ou quando o colo do útero inteiro aparece amarelo mostarda.

32 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 31 VILI Positivo: Existe uma área que não absorve iodo, amarela açafrão, no lábio anterior adjacente à junção escamo-colunar.

33 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 32 VILI Positivo: Existe uma área que não absorve iodo, amarela mostarda, no lábio anterior que toca na junção escamo-colunar.

34 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 33 VILI Positivo: Existe uma área que não absorve iodo, amarela mostarda, no lábio anterior adjacente à junção escamo colunar.

35 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 34 VILI Positivo: Existe uma área que não absorve iodo, amarela mostarda, densa, adjacente à junção escamo-colunar no lábio anterior do colo do útero, com margens irregulares e angulares.

36 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 35 VILI positivo, câncer invasivo: Há uma grande área de não absorção de iodo, amarelo açafrão, densa, com superfície irregular, que envolve todos os quatro quadrantes e que estende ao canal cervical.

37 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 36 VILI positivo, câncer invasivo: Há uma grande área de não absorção de iodo, amarelo mostarda, com superfície irregular, que envolve todos os quatro quadrantes do colo do útero e que se estende ao canal cervical.

38 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 37 VILI positivo, câncer invasivo: Existe uma área grande, espessa, amarelo mostarda, no colo do útero com contorno de superfície irregular e nodular.

39 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 38 Estudo clínico controlado, randomizado, da triagem e abordagem de tratamento para prevenção de câncer cervical na África do Sul CaracterísticaTeste & tratamento para HPV N=2163 VIA & tratamento N=2227 Avaliação final N=2165 mulheres avaliadas após 6m da randomização prevalência de NIC (0,8%) (2,2%) (3,5%) NIC2 prevalesce 12m após a randomização 25 (1,4%)54 (2,9%)92 (5,45%) Fonte: Denny et al., JAMA, 2005; 294:

40 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 39 Estudo clínico, de grupo randomizado sobre a triagem visual para câncer cervical no Sul da Índia rural: Estudo de triagem cervical do Distrito Dindigul, Tamil Nadu, Índia (1) Fonte: Sankaranarayanan et al., Lancet, 2007;370: RC: taxa bruta REA: Idade padronizada Taxas de Incidência Fluxograma dos resultados do estudo

41 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 40 Estudo clínico, de grupo randomizado sobre a triagem visual para câncer cervical no Sul da Índia rural: Estudo de triagem cervical do Distrito Dindigul, Tamil Nadu, Índia (2) Taxa de Risco geral e específicos para idade em relação à incidência de cânceres cervicais e de óbitos de câncer cervical Taxa de risco (95% CI)* Grupo de controle 1,00 Grupo de intervenção Geral Incidência de câncer cervical Óbitos por câncer cervical de 30 a 39 anos Incidência de câncer cervical Óbitos por câncer cervical de 40 a 49 anos Incidência de câncer cervical Óbitos por câncer cervical de 50 a 59 anos Incidência de câncer cervical Óbitos por câncer cervical 0,75 (0,59-0,95) 0,65 (0,47-0,89) 0,62 (0,40-0,96) 0,34 (0,18-0,66) 0,82 (0,55-1,24) 0,55 (0,31-1,00) 0,76 (0,50-1,16) 0,99 (0,58-1,66) * C.I.: Intervalo de Confiança Fonte: Sankaranarayanan et al., Lancet, 2007;370:

42 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Slide 41 Estudo clínico, de grupo randomizado sobre a triagem visual para câncer cervical no Sul da Índia rural: Estudo de triagem cervical do Distrito Dindigul, Tamil Nadu, Índia (3) Incidência cumulativa de câncer cervical ( ) Fonte: Sankaranarayanan et al., Lancet, 2007;370: GeralEstágio 1B ou piora da doença Em estágio 2 ou piorMortalidade cumulativa de câncer cervical nos grupos de intervenção e controle

43 UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos MD Esta apresentação está disponível em Slide 42 Obrigado


Carregar ppt "UICC HPV and Cervical Cancer Curriculum Chapter 2.a. Screening and diagnosis- Visual screening for cervical neoplasia R. Sankaranarayanan MD, C. Santos."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google