A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Revolução Positiva na Intervenção e Acção Social e Comunitária NÚCLEO REGIONAL DO RSI RIBEIRA GRANDE Helena Maria Agueda Marujo Luis Miguel Neto.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Revolução Positiva na Intervenção e Acção Social e Comunitária NÚCLEO REGIONAL DO RSI RIBEIRA GRANDE Helena Maria Agueda Marujo Luis Miguel Neto."— Transcrição da apresentação:

1 Revolução Positiva na Intervenção e Acção Social e Comunitária NÚCLEO REGIONAL DO RSI RIBEIRA GRANDE Helena Maria Agueda Marujo Luis Miguel Neto

2

3

4 De novo a linguagem… Questionamento Positivo: Algo que já lhe tenha acontecido hoje que é o tipo de coisa que faz sentir que a vida vale a pena ser vivida? Quando foi a última vez que sentiu leveza de espírito? O que melhorou na sua vida pessoal e profissional desde o nosso último encontro? O que conseguiu fazer do seu compromisso individual, feito com o colectivo? O que/quem a/o tem feito rir? O que mantinha, e não mudava, na sua vida?

5 Que pequeno, mas precioso objectivo, atingiu nos últimos tempos? Qua coisa aprendeu na última semana? O que passou a fazer diferente como resultado dessa sua aprendizagem? Quando apreciou mais a sua ligação com outra pessoa? Quando fez um pedaço de trabalho que a/o tenha orgulhado? Como o conseguiu?

6

7 Que coisa melhorou recentemente no seu trabalho? Que coisa recente tocou o seu coração? Quando é que se sentiu eficaz ultimamente? Que forças pessoais ou recursos chamou a si para conseguir isso? Que coisa recente a/o fez restaurar a fé nas pessoas? De que forma se tem sentido mais bem sucedido no seu trabalho nos últimos tempos?

8

9 O que está melhor na sua vida, nos últimos tempos? Que melhorias teve na sua saúde recentemente? Quando se sentiu mais realizada/o no seu trabalho? Que situação recente o/a fez sentir apreicado/a na sua vida profissional ou pessoal?

10

11 CAMINHOS TRILHADOS Treinar o olhar sobre omelhor da vidaTreinar o olhar sobre o melhor da vida –Pergunta escala (1-10) (“Porque não o número abaixo?”; “O que tem que acontecer para subir meio ponto?”; No caso de mínimo: ”Como tem conseguido ter forças?; No caso de máximo: “O que tem que fazer para manter?”) –O que hoje já me fez feliz? –O que tem que acontecer para ter valido a pena estar aqui hoje (nesta conversa, reunião…)? –O que melhorou na última semana/mês…

12

13 Treinar o olhar sobre omelhor da vida Treinar o olhar sobre o melhor da vida Exercício diário das “três bençãos” Exercício de Gratidão Genograma dos Talentos e Árvore dos Talentos das Equipas (Atenção e Valor às minhas virtudes e forças e às do grupo;entrevistas sobre o melhor de mim e de nós)

14

15 Treinar a linguagem positiva Exercício da comunicação (3 + para 1-) Inquérito Apreciativo/ Questionamento Apreciativo (pontos altos, valores pessoais, factores que dão vida, sonhos para o futuro…) Dicionário de português-positivês

16

17 Cuidar abertamente das emoções positivas Desenvolvimento do sentido de humor (rir em conjunto) Relaxar e descontrair; meditar,apreciar a vida intensamente, no aqui e agora Provocar as emoções desejadas (sorrir para afastar a tristeza, rir para afastar a zanga…)

18

19 DESCONSTRUIR HIERARQUIAS E DISTANCIAMENTOS World Café (Conversas com gosto/Conversas Sumarentas); o poder da comida e da bebida saudáveis Intervenções sistémicas (todos os actores e construtores de um sistema – família, equipa RSI, escola, saúde, poder local…) Rituais Uso de metodologias diversificadas e envolvendo os dois hemisférios cerebrais (metáforas, histórias, bonecos/fantoches, narizes, flores, material de pintura…) Cada um e todos (V.I.P.; Máquina do Tempo)

20 Educar é libertar do preconceito

21

22 PRESSUPOSTOS Experimentar os exercícios antes de os propôr Assumir que algumasdas coisas que são verdade para nós – e nos trazem felicidade, relaxamento, alegria, realização… – possam também ser as que trazem felicidade aos outros,independentemente da sua posição na escala social

23

24 Sem contrários não há progresso. William Blake

25 Nova linguagem para as famílias DeDe … destruturadas, com violência, stress, desmotivação, abandono e insucesso escolar, patologias (alcoolismo, consumo drogas...), limitadas, incapazes, feias, porcas e más... ParaPara … unidas, com sonhos, alegria, amor, missão, colaboração, riso, decisão, inovação, felicidade, generosidade, apreciação, sentido para a vida, prazer, fluir, competência, excepções aos problemas, sucessos, tentativas e esforços…

26

27

28

29

30


Carregar ppt "Revolução Positiva na Intervenção e Acção Social e Comunitária NÚCLEO REGIONAL DO RSI RIBEIRA GRANDE Helena Maria Agueda Marujo Luis Miguel Neto."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google