A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Qualidade da Energia Eléctrica O envolvimento comercial na qualidade para.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Qualidade da Energia Eléctrica O envolvimento comercial na qualidade para."— Transcrição da apresentação:

1 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Qualidade da Energia Eléctrica O envolvimento comercial na qualidade para empresas Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica

2 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Introdução Reclamações de Continuidade de serviço Reclamações de Qualidade de serviço Canais de comunicação com empresas A acção do Gestor de Cliente O processo de reclamações O processo de monitorização Exemplos de sucesso A percepção da origem dos incidentes

3 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Contact center Empresas Atendimento (8 às20 h) dias úteis (custo chamada local) Internet Assoc. Empresariais Telef. Especial Directo Só para Avarias (linha azul) EDP Online (no site Consultas e alteração de dados online: Consulta de facturas e da conta-corrente Alterações contratuais Rescisão de contratos Histórico de leituras Diagrama de consumos Simulação da melhor tarifa p/empresas Acesso a todos os contratos Delegar acesso a vários utilizadores Serviço gratuito (De momento disponível só para clientes do mercado regulado) Em teste registo de perturbações de qualidade serviço Gestores de Cliente MT AT MAT (contacto preferencial personalizado para tudo) Contact Center Avarias Avarias em geral (24 horas) Canais de comunicação com empresas

4 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Gestores de Cliente Responder a Pedidos de Informação, Reclamações, Problemas de QS, Prejuízos sofridos, Falhas de energia, Novas Ligações de MT, Relacionamento com Comercializadores, etc.. (*) Garantir a qualidade da resposta e o cumprimento dos prazos RQS, RRC e internos. Mais de 300 empresas visitadas por mês Código de conduta e de ética

5 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Principais actividades  Apoio técnico-comercial: - optimização tarifária - correcção do factor de potência; - eficiência energética (racionalização de consumos, equipamentos maior rendimento, etc.); - manutenção e segurança de instalações.  Acções de promoção da melhoria da qualidade da energia: - do lado da rede e do lado do cliente; - na monitorização da continuidade e qualidade da onda de tensão; - na implementação de soluções para a qualidade nas instalações dos clientes;  Actividades de Comercial de Redes para clientes e comercializadores : - acompanhamento de novas ligações; - resolução de reclamações técnicas; - pedidos de informação, limpeza de PTCs, trabalhos programados, etc..  Relacionamento com Associações e Núcleos Empresariais.  Outras iniciativas (Prémio EDP, PPEC, serviços de energia, etc.). (*)

6 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Gestão do processo de reclamações Carta, Fax, Comercializadores Erse Registo Contact Center Análise preliminar QS, histórico reclamações, contactar o cliente Recolha informação p/casos especiais Preparação da resposta Validação da Resposta Resposta ao Reclamante Com base nos esclarecimentos prestados Em espera 01 Análise preliminar 11 Pedido informação 12 Preparação resposta 13 Validação resposta 14 Resposta improcedente 03 Resposta intercalar 04 Resposta Procedente 02 Condução/Manutenção Inv. Obras, topologia e exploração da rede Agendar reunião SAP/IS-U 5 dias 2 dias 3 dias Arquivo de toda a informação no SAP/IS-U 45 reclam./mil clientes (*) Análise QS do lado da rede Visita a clientes Qualidade da resposta

7 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Principais reclamações técnicas Concelhos com mais de 5 reclamações Continuidade da onda de tensão

8 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Principais reclamações técnicas Empresas sensíveis às características da onda de tensão (picos e cavas). Qualidade da onda de tensão MAT AT MT (*) Q acrescida

9 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica A percepção da origem dos incidentes Em análise efectuada ao longo do ano de 2006 a 250 empresas industriais, constata-se o seguinte: Número de incidentes reportados = 444 Tipos de incidentes: 119 cavas de tensão 31 em postos de transformação de serviço particular (7 %) 61 casos fortuitos ou de força maior (descarga atmosf. directa, vento intensidade excepcional e terceiros). (14 %) 233 com origem na rede Resulta daqui que cerca de metade dos incidentes poderão ter a sua resolução na rede, sendo que a restante parte depende de variáveis não controladas. (*)

10 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Análise a 6 importantes empresas (3 AT e 3 MT) sensíveis à QEE ao longo do ano de 2006 : 6 68 % 32 % Nº de incidentesCavas de tensãoRede Empresa A20119 Empresa B18810 Empresa C18153 Empresa D12111 Empresa E853 Empresa F1192 A percepção da origem dos incidentes (*) com Q acrescida (*) Os problemas da QEE estão mais nas perturbações do que no cortes

11 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Gestão do processo de monitorização Selecção dos clientes sensíveis a microcortes e à qualidade da onda Elaboração do Lay-out fabril e folha de registo de incidentes Registo rigoroso e pormenorizado dos incidentes Análise dos incidentes do lado do cliente e do lado da rede Relatório da Monitorização Apresentação dos resultados ao cliente - Histórico de Reclamações - Conhec. Processo fabril - Prejuízos sofridos - Da QS da rede - PAM - Visita à fábrica - Levantamento exaustivo do processo fabril - Ident. sectores críticos - Registo da data e hora de incidentes e duração - Sectores afectados - Quantificação dos prejuízos - Envio dos dados à EDIS - Análise dos dados da monitorização - Análise da origem e causas na rede AT, MT e diários da Condução RCA - Análise da origem e causas na rede da REN - Relatório exaustivo com recomendações para a rede - Relatório de conclusões para o cliente - RQS - NP EN Grau de sensibilidade à qualidade da onda de tensão - Recomendação de soluções Necessidade de serem tomadas medidas adequadas ao nível interno das unidades fabris e na rede Redução de perdas de Energia Não Distribuída Redução dos custos da não Qualidade - 10 mil milhões € por ano na EU SE 172 LMT 287 empresas MT SE 250 LMT 412 empresas MT empresas Continuidade e Qualidade da onda de tensão (*) Q acrescida Análise rigorosa QEE do lado da rede Análise rigorosa da QEE do lado do cliente Soluções de melhoria (*)

12 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica O lay-out fabril

13 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica O registo de incidentes Caracterização da instalação Descrição rigorosa do incidente

14 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Exemplo de registo de incidentes

15 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Relatório de monitorização Definição de Cava de Tensão (NP EN 50160) “Diminuição brusca da tensão de alimentação para um valor situado entre 90% e 1% da tensão declarada U C, seguida do restabelecimento da tensão depois de um curto lapso de tempo” Valores indicativos N.º cavas de tensão pode variar das dezenas a um milhar por ano Normalmente: Duração < 1 segundo; Amplitude < 60%

16 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Relatório de monitorização

17 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Apresentação dos resultados ao cliente Importante empresa do sector produtivo apresentava problemas em três linhas de produção de 3x1,5 MVA muito sensíveis a cavas de tensão (de 150 ms) que lhe provocavam a paralisação fabril durante mais de 1 hora. Resultava daí a ocorrência de cerca de 55 paragens por ano a que correspondiam toneladas de prejuízos de produto acabado por ano. O problema resolveu-se passando por atacar os circuitos de comando com uma UPS estática de 30 kVA, segurando-se assim produção das 3 linhas. Deste modo, as linhas ficaram insensibilizadas quer as cavas de tensão quer a micro- cortes. Alimentação em AT Potência instalada de 12,5 MVA Ponta de 8,8 MW Consumo de 62 GWh ano Investimento: inferior a € (em Jan 2004) Pay-back: cerca de 3 meses 1º Exemplos de sucesso

18 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Apresentação dos resultados ao cliente Empresa do ramo alimentar com linhas de produção muito sensíveis a cavas de tensão de severidade 100 ms e 17 % de profundidade, provocavam a paralisação do sector fabril durante 2 a 3 horas. A solução passou por implementar uma UPS dinâmica de 625 kVA com armazenamento de energia em flywheel da Piller. Alimentação em MT Investimento: € Potência 4,5 MVA Pay-back: 1 mês Ponta 2,9 MW Empresa de Plásticos muito sensível a picos de tensão queimava com frequência cartas electrónicas. Após análise da situação, constatou-se que as tensões se encontravam no limiar superior. Procedeu-se a uma regulação adequada no transformador de potência, tendo-se solucionado o problema. Alimentação em MT Potência 800 kVA Investimento: sem custos Ponta 378 kW Pay-back: imediato 2º 3º Exemplos de sucesso (*) solução alargada

19 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Apresentação dos resultados ao cliente Importante empresa do sector produtivo tinha problemas com cavas de tensão de reduzida severidade 100 ms e 47 % de profundidade que afectavam os compressores que representam 50 % dos consumos. A solução do problema passou por segurar o circuito de arrefecimento (as bombas de água). Alimentação em MT Potência 14,5 MVA Investimento: sem significado (2005) Ponta 7,52 MW Pay-back: imediato 50 GWh 4º Exemplos de sucesso Circuito de arrefecimento Circuito ar comprimido B1B2B3 C2C1C3C4 Compressores 4x660 kW / 6 kV (2,64 MW) Bombas de água 3x45 kW (135 kW)

20 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Apresentação dos resultados ao cliente Empresa de artefactos de betão totalmente robotizada muito sensível a cavas de tensão que provocavam a paralisação fabril durante cerca de 1 hora, com a reinicialização manual do processo produtivo e perda de matéria prima, afectavam a capacidade de produção das 90 mil peças de produto acabado por dia. A solução passou por reduzir o tempo de paragem com a instalação de 2 UPS de 20 kVA cada nos circuitos de comando. A reinicialização do processo produtivo passou a ser automática e a paragem da laboração foi reduzida para 20 minutos, ou seja, para 3 vezes menos. Alimentação em MT Potência instalada de 630 kVA Ponta de 293 kW Investimento: € (2003) Pay-back: inferior a 1 ano 5º Exemplos de sucesso (*) resolução dentro de parâmetros de racionalidade económica.

21 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Apresentação dos resultados ao cliente Empresa do ramo automóvel apresentava sérios problemas no seu sector de pintura muito sensível a cavas de tensão. Os autómatos programáveis paravam com cavas de tensão causando avultados prejuízos de produção. Alimentação em MT Potência de 10 MVA Ponta de 7,4 MW Consumo de 40 GWh ano O problema foi resolvido através de obras de melhoria realizadas na rede de distribuição de modo a reduzir o número e duração de cavas de tensão acima dos 600 ms. 6º Exemplos de sucesso (*) do lado da rede

22 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Apresentação dos resultados ao cliente Soluções para a melhoria da qualidade têm igualmente passado por medidas estruturantes ao nível da exploração da rede, nomeadamente através de: - separação de barramento MT nas subestações (separação de saídas) - reconfiguração da rede MT (transferência de cargas) Constrangimentos: desenvolvimento estruturante do país em termos industriais, razões técnicas, topologia e exploração das redes, etc. 6 Exemplos de sucesso – caso geral AT MT Saídas TP1 TP2 Interligação Cargas do tipo ruralCargas do tipo industrial e urbano (*) do lado da rede

23 Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica End Obrigado pela atenção Contacto: António Roseiro


Carregar ppt "Coimbra – Lisboa – Porto, Maio 2007Seminário – Qualidade da Energia Eléctrica Qualidade da Energia Eléctrica O envolvimento comercial na qualidade para."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google