A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

DIA DA PALAVRA - 01 DE AGOSTO DE 2013 A VIDA É UM DOM DE DEUS (Lc 12,13-21) A VIDA É UM DOM DE DEUS (Lc 12,13-21)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "DIA DA PALAVRA - 01 DE AGOSTO DE 2013 A VIDA É UM DOM DE DEUS (Lc 12,13-21) A VIDA É UM DOM DE DEUS (Lc 12,13-21)"— Transcrição da apresentação:

1 DIA DA PALAVRA - 01 DE AGOSTO DE 2013 A VIDA É UM DOM DE DEUS (Lc 12,13-21) A VIDA É UM DOM DE DEUS (Lc 12,13-21)

2 Entrada: SOMOS A IGREJA DE CRISTO Refrão Somos a Igreja de Cristo Juntos faremos crescer A construção da Igreja Santa O amor entre eu e você Cristo é a pedra fundamental Nós os tijolos da construção Mas se estivermos sozinhos Não cumpriremos missão

3 Entrada: SOMOS A IGREJA DE CRISTO Refrão Somos a Igreja de Cristo Juntos faremos crescer A construção da Igreja Santa O amor entre eu e você O Espírito Santo convoca no amor Reúne o povo de Deus na oração Para viverem unidos E repartirem o pão

4 Todos: “Eis-me aqui, Senhor! ACOLHIDA:

5 Aclamação: BUSCAI PRIMEIRO Buscai primeiro o Reino de Deus E a sua justiça e tudo mais Vos será acrescentado Aleluia! Aleluia! Não só de pão o homem viverá, Mas de toda palavra que Procede da boca de Deus. Aleluia! Aleluia!

6 Lc 12, Alguém do meio da multidão disse a Jesus: "Mestre, dize ao meu irmão que reparta a herança comigo." 14 Ele respondeu: "Homem, quem me encarregou de ser juiz ou árbitro entre vós?" 15 E disse- lhes: "Atenção! Guardai-vos de todo tipo de ganância, pois mesmo que se tenha muitas coisas, a vida não consiste na abundância de bens." 16 E contou-lhes uma parábola: "A terra de um homem rico deu uma grande colheita. 17 Ele pensava consigo mesmo: 'Que vou fazer? Não tenho onde guardar minha colheita'. 18 Então resolveu: 'Já sei o que fazer! Vou derrubar meus celeiros e construir maiores; neles vou guardar todo o meu trigo, junto com os meus bens.' 04/20

7 Lc 12, 'Então poderei dizer a mim mesmo: Meu caro, tens uma boa reserva para muitos anos. Descansa, come, bebe, goza a vida!' 20 Mas Deus lhe diz: 'Tolo! Ainda nesta noite, tua vida te será tirada. E para quem ficará o que acumulaste?' 21 Assim acontece com quem ajunta tesouros para si mesmo, mas não se torna rico diante de Deus." 04/20

8 O texto do Evangelho começa com o relato de uma triste situação comum nas famílias em todos os tempos: a briga de dois irmãos pela herança. A oposição dos inimigos de Jesus (fariseus e dirigentes judeus) vai crescendo. O evangelista Lucas marca estes momentos: Lc 6,11; 11,53-54; 19,48; 20,19-20; 22,2 05/20 Situando Contextualizando a Palavra Depois de enfrentar conflitos com os fariseus (Lc 11,37-54) Jesus fala a uma enorme multidão ensinando-lhes sobre a relatividade dos bens terrenos Lc 12,13-15

9 a herança tinha a ver com a identidade das pessoas (1Rs 21,1-3) 07/20 13 Alguém do meio da multidão disse a Jesus: "Mestre, dize ao meu irmão que reparta a herança comigo." 14 Ele respondeu: "Homem, quem me encarregou de ser juiz ou árbitro entre vós?" 15 E disse-lhes: "Atenção! Guardai-vos de todo tipo de ganância, pois mesmo que se tenha muitas coisas, a vida não consiste na abundância de bens." 1 Depois disso, aconteceu o seguinte: Nabot de Jezrael possuía uma vinha em Jezrael, perto do palácio de Acab, rei de Samaria. 2 Acab lhe fez uma proposta: "Entregue-me a sua vinha, que eu vou transformá-la em pomar, porque está perto do meu palácio. Em troca, eu darei a você uma vinha melhor, ou, se preferir, pagarei o valor dela em dinheiro". Nabot, porém, respondeu: "Javé me livre de entregar a você a herança de meus pais".

10 com sobrevivência (Nm 27,1-11; Nm 36,1-12) 07/20 Nm 27, Por que o nome de nosso pai deveria desaparecer do seu clã? Só porque não teve filhos? Dêem para nós uma propriedade entre os irmãos de nosso pai". 5 Moisés apresentou a causa delas a Javé. 6 Então Javé falou a Moisés: 7 "As filhas de Salfaad têm razão. Dê para elas uma propriedade como herança entre os irmãos do pai delas. Transmita a elas a herança do pai. 8 Depois diga aos filhos de Israel: 'Se um homem morrer sem deixar filhos, passem a herança para a filha dele. 9 Se não tiver uma filha, entreguem a herança aos irmãos dele. 10 Se não tiver irmãos, dêem a herança aos irmãos do pai dele. 11 Se o pai dele não tiver irmãos, dêem a herança ao parente mais próximo dentro do clã: este receberá a herança' ".

11 07/20 Nm 36,1-7 1 Os chefes de família do clã dos filhos de Galaad, descendentes de Maquir, filho de Manassés, um dos clãs dos filhos de José, se apresentaram a Moisés e aos principais chefes de família dos filhos de Israel, 2 e disseram: "Javé ordenou ao meu senhor que repartisse a terra entre os filhos de Israel por sorteio. Meu senhor recebeu de Javé a ordem de dar a parte da herança de Salfaad, nosso irmão, às filhas dele. 3 Ora, se elas se casarem com alguém de outra tribo dos filhos de Israel, a parte que pertence a elas será tirada da parte de nossos pais. Então a parte da tribo à qual elas vão pertencer ficará maior, e a parte que nos coube por sorteio ficará menor. 4 Quando chegar o ano do jubileu para os filhos de Israel, a parte delas passará para a parte da tribo à qual vão pertencer, e será tirada da parte da nossa tribo".

12 07/20 Nm 36,1-7 5 Então Moisés comunicou aos filhos de Israel esta ordem de Javé: "A tribo dos filhos de José tem razão. 6 Javé ordena às filhas de Salfaad: Casem-se com quem quiserem, mas sempre dentro de algum clã da tribo do seu pai. 7 A herança dos filhos de Israel não passará de uma tribo para outra; os filhos de Israel permanecerão ligados cada um à herança de sua tribo.

13 A distribuição das terras entre os filhos do falecido era a causa de muitos, ou mesmo, do maior problema 07/20 A regra fundamental é que só os filhos homens tem direito à herança... entretanto, quando não houver filhos a herança vai para as filhas, mas elas deveriam casar-se com alguém de dentro do clã da tribo do pai. para evitar que a terra fosse dividida em pequenos pedaços, não garantindo assim, a sobrevivência de todos e para manter vivo o nome da família, o filho mais velho recebia o dobro dos outros filhos.

14 Todas as decisões legais cabiam à classe dos escribas (doutores da lei). Eles tinham o poder de decidir as questões jurídicas a eles pertencia o “saber”. corte de justiça composta principalmente de escribas pertencentes à classe dos fariseus. Suas decisões tinham o poder de “ligar”e “desligar”. O Sinédrio Situando “dando –lhe porção dupla de tudo quanto possuir, pois ele é a primícia da sua virilidade e o direito de primogenitura lhe pertence.” Dt 21,17b Primogênito 07/20 O texto de hoje vem na sequência de um grave discurso de Jesus contra fariseus e escribas e suas questões de legalidade (Lc 11,37-53; Lc 12,1-11). Na sequência deste contexto é apresentado um homem que pede a Jesus uma decisão sobre sua herança.

15 "Homem, quem me encarregou de ser juiz ou árbitro entre vós?" 15 "Atenção! Guardai-vos de todo tipo de ganância, pois mesmo que se tenha muitas coisas, a vida não consiste na abundância de bens." Resposta de Jesus ao homem (vv. 14b-15) Parábola é uma história... um jeito simples que Jesus encontrava utilizando imagens e questões do cotidiano para transmitir um ensinamento sobre o Reino de Deus. 05/20 Em seguida Jesus conta uma parábola

16 ênfase para o egoísmo profundamente enraizado, quando repete várias vezes o “meu” e a “minha” "A terra de um homem rico deu uma grande colheita. 17 Ele pensava consigo mesmo: 'Que vou fazer? Não tenho onde guardar minha colheita'. 18 Então resolveu: 'Já sei o que fazer! Vou derrubar meus celeiros e construir maiores; neles vou guardar todo o meu trigo, junto com os meus bens. 19 Então poderei dizer a mim mesmo: Meu caro, tens uma boa reserva para muitos anos. Descansa, come, bebe, goza a vida!' 05/20 6 vezesimperfeição! sua maior preocupação é sua auto satisfação que está somente no ter em detrimento do ser. A coisa mais tola daquele rico era a confiança de que o futuro estava no controle dele.

17 Ninguém compra o céu com ouro ou prata, mas com justiça. A morte é uma chave importante para descobrir o verdadeiro sentido da vida. 20 Mas Deus lhe diz: 'Tolo! Ainda nesta noite, tua vida te será tirada. E para quem ficará o que acumulaste?' 05/20 rico diante de Deus Lc 12,22-32: Jesus falará sobre a Divina Providência 21 Assim acontece com quem ajunta tesouros para si mesmo, mas não se torna rico diante de Deus." “Buscai, em primeiro lugar, o Reino de Deus e a sua justiça, e todas essas coisas vos serão acrescentadas” (Mt 6,33).

18 E todo aquele que tiver deixado casas, irmãos, irmãs, pai, mãe, filhos, campos, por causa do meu nome, receberá muitas vezes mais, e terá como herança a vida eterna. (Mt 19,29-30) 05/20 “Não tenhas medo pequenino rebanho, pois foi do agrado do vosso Pai dar-vos o Reino!” Lc 12,32

19 14/20 Quem perde sua vida por mim, A encontrará, a encontrará, A encontrará. Quem deixa seu pai por mim, Sua mãe por mim, Me encontrará, me encontrará. Não tenhas medo, não tenhas medo, Eu estou aqui, eu estou aqui. Canto: QUEM PERDE SUA VIDA POR MIM

20 14/20 Quem deixa suas terras por mim, Seus bens por mim, Seus filhos por mim, me encontrará. Não tenhas medo, Eu conheço aqueles que elegi? Aqueles que elegi, Não tenhas medo. Eu estou aqui. Eu estou aqui! Quem perde sua vida por mim, A encontrará, a encontrará, A encontrará. Canto: QUEM PERDE SUA VIDA POR MIM

21 APRENDENDO COM A PALAVRA: 12/20 O QUE O TEXTO DIZ EM SI MESMO? a) O que o homem pede para Jesus? b) Qual a resposta que Jesus lhe dá como ensinamento? c) O homem da parábola em suas falas tem uma característica que destaca o modo como compreende a vida. Qual é? d) O que Deus lhe responde na parábola?

22 APRENDENDO COM A PALAVRA: 13/20 O QUE O TEXTO NOS DIZ HOJE? a) O que Jesus nos diria hoje em nossas situações do cotidiano e de família? b) Qual ensinamento o texto transmite para vivermos nossas situações de família e preocupações do cotidiano em nossos dias? c) De acordo com o texto; em nossos dias. O que Deus espera de nós?

23 14/20 O meu Reino tem muito a dizer, Não se faz como quem procurou, Aumentar os celeiros bem mais e sorriu. Insensato, que vale tais bens, se hoje mesmo terás o teu fim? Que tesouro tu tens pra levar além Sim senhor, nossas mãos vão plantar o teu reino. O teu pão vai nos dar teu vigor, tua paz. Canto: O MEU REINO TEM MUITO A DIZER

24 14/20 O meu reino é um apelo que vem, Transformar as razões do viver, Que te faz desatar tantos nós que ainda tens. Dizer sim é saberes repor Tudo quanto prejuízo causou, Dar as mãos, repartir, acolher, servir! Sim senhor, nossas mãos vão plantar o teu reino. O teu pão vai nos dar teu vigor, tua paz. Canto: O MEU REINO TEM MUITO A DIZER

25 REZANDO A PALAVRA: 15/20 O QUE O TEXTO ME LEVA A DIZER A DEUS? Animador(a): Espontaneamente elevemos a Deus nossas preces à luz da Palavra que estamos refletindo. Nossa oração será: Todos: Senhor, dá-nos sabedoria para escolher as coisas que não passam.

26 COMPROMETENDO-SE COM A PALAVRA: 16/20 O QUE O TEXTO ME LEVA A VIVER? Animador(a): Este é o momento para dar a nossa resposta ao comprometimento assumido no último Dia da Palavra. Quem gostaria de se manifestar? Animador(a): O texto bíblico que refletimos hoje nos orientou sobre os principais valores de nossa vida. Como discípulos missionários de Jesus Cristo, durante este Mês Vocacional, respondamos ao “Chamado do Pai” com o nosso “Sim”. Nossa comunidade terá eventos especiais dentro deste mês. Que tal participarmos deles?

27 Celebrações em Destaque– Agosto/2013 SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA 10/08-16/08  SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA NOVENA EM LOUVOR AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA 17/08-24/08  NOVENA EM LOUVOR AO IMACULADO CORAÇÃO DE MARIA FESTA DA PADROEIRA 25/08  FESTA DA PADROEIRA 17/20

28 Encontros do mês de Agosto dos GBR 19 º ENCONTRO: 2 ª Semana  Lc 12,35-48  Missa Setor 3 “VIGILÂNCIA E FIDELIDADE” 20º ENCONTRO: 3 ª Semana  Lc 1,39-56 “MARIA PÔS-SE A CAMINHO” 21 º ENCONTRO: 4 ª Semana  Lc 13,22-30 “A SALVAÇÃO É PARA TODOS” 22º ENCONTRO: 5ª Semana  Lc 14,7-11 “HUMILDADE” DIA DA PALAVRA: DIA 05 DE SETEMBRO  Lc 14,28-33 Tema: PRUDÊNCIA E SABEDORIA: DOM DE DEUS.

29 14/20 Deus não quer nos condenar Quer de nós uma decisão Para o nosso bem: Para nos salvar Pergunta hoje então: A quem você quer servir? Eu e minha casa serviremos ao Senhor (bis) Canto: EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR

30 ORAÇÃO E BÊNÇÃO FINAL 18/20 Animador(a): Rezemos em dois coros pelas vocações: Coro 1: Senhor da messe e Pastor do rebanho faz ressoar em nossos ouvidos teu forte e suave convite: “Vem e segue-me”. Derrama sobre nós o teu Espírito, que ele nos dê sabedoria para ver o caminho e generosidade para seguir tua voz. Coro 2: Senhor, que a messe não se perca por falta de operários, desperta nossas comunidades para a missão, ensina nossa vida a ser serviço, fortalece os que querem dedicar-se ao Reino na vida consagrada e religiosa.

31 ORAÇÃO E BÊNÇÃO FINAL 18/20 Coro 1: Senhor, que o rebanho não pereça por falta de pastores. Sustenta a fidelidade de nossos bispos, padres, diáconos e ministros. Coro 2: Dá perseverança a nossos seminaristas. Desperta o coração de nossos jovens para o ministério pastoral em tua Igreja. Todos: Senhor da Messe e pastor do rebanho chama- nos para o serviço de teu povo. Maria, Mãe da Igreja, modelo dos servidores do Evangelho, ajuda-nos a responder o SIM. Amém. (CNBB)

32 19/20 Animador(a): Senhor, derrama sobre nós o teu Espírito, que Ele nos dê sabedoria para ver o caminho e generosidade para seguir Tua voz. Todos: Amém! Animador(a): Desça sobre nós a benção de Deus que é Pai, Filho e Espírito Santo. Todos: Amém! ORAÇÃO E BÊNÇÃO FINAL

33 14/20 Deus não quer nos condenar Quer de nós uma decisão Para o nosso bem: Para nos salvar Pergunta hoje então: A quem você quer servir? Eu e minha casa serviremos ao Senhor (bis) Canto: EU E MINHA CASA SERVIREMOS AO SENHOR


Carregar ppt "DIA DA PALAVRA - 01 DE AGOSTO DE 2013 A VIDA É UM DOM DE DEUS (Lc 12,13-21) A VIDA É UM DOM DE DEUS (Lc 12,13-21)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google