A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Disciplina BE 058 ESPORTES AQUÁTICOS Prof. André L. F. Rodacki Profª Neiva Leite

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Disciplina BE 058 ESPORTES AQUÁTICOS Prof. André L. F. Rodacki Profª Neiva Leite"— Transcrição da apresentação:

1 Disciplina BE 058 ESPORTES AQUÁTICOS Prof. André L. F. Rodacki Profª Neiva Leite

2 EMENTA Fundamentação técnico – pedagógica no processo de ensino dos esportes aquáticos PROCEDIMENTOS DIDÁTICOS Aulas expositivas Debates e discussões Seminários Aulas práticas – Não participação = Falta

3 OBJETIVOS (Competências do aluno) Distinguir os diferentes âmbitos de aplicação das atividades aquáticas (utilitária, recreativa, terapêutica e desportiva) Conhecer a estrutura técnico-pedagógica e funcionamento de uma escola de Natação Conhecer as diferentes metodologias para o ensino dos esportes aquáticos, com ênfase à natação.

4 OBJETIVOS (Competências do aluno) Conhecer e vivenciar os esportes aquáticos com ênfase na natação. Buscar fundamentação teórico-prática, para as atividades aquáticas contemporâneas Conhecer e aplicar os aspectos relevantes para a organização de um programa para atividades aquáticas com ênfase à natação e hidroginástica

5 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO Primeira Unidade – (conceitos) Atividades aquáticas e os âmbitos de aplicação (Utilitária, Recreativa, Terapêutica e Desportiva) Leis, princípios e propriedades físicas da água Recursos físicos e materiais Processo de ambientação ao meio aquático como fundamento para o desenvolvimento das atividades aquáticas

6 Segunda Unidade Esportes Aquáticos (metodologia do ensino) Organização técnico-peadgógica de uma escola de natação Metodologia de ensino-aprendizagem e regras básicas da natação Metodologia do ensino-aprendizagem para iniciação ao pólo aquático

7 Segunda Unidade Esportes Aquáticos (metodologia do ensino) Metodologia do ensino-aprendizagem para iniciação nado sincronizado Metodologia do ensino-aprendizagem para iniciação ao salto ornamental

8 Terceira Unidade Atividades aquáticas Fundamentação teórico-prática da Hidroginástica e suas variações Princípios biomecânicos Aspectos fisiológicos Aspectos psicológicos Metodologias aplicadas às atividades aquáticas

9 Quarta Unidade Aspectos básicos para a prescrição do exercício aquático Planejamento, prescrição e controle de programas de condicionamento físico aplicados à natação e hidroginástica. Organização de competições (festivais), no âmbito das escolas de natação e clubes desportivos.

10 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO DataAula CONTEÚDO 10/08TeóricaApresentação da disciplina: objetivos, cronograma, referências, metodologia e avaliação 12/08TeóricaPropriedades físicas da água 17/08TeóricaPropriedades físicas da água 19/08PráticaAmbientação ao meio líquido 24/08PráticaAmbientação ao meio líquido 26/08TeóricaAtividades aquáticas para pessoas em condições especiais de saúde 31/08Teóricanado crawl 02/09Práticanado crawl 09/09Práticanado crawl 14/09TeóricaBiomecanica aplicada aos esportes aquáticos 16/09Teóricanado costas 21/09Práticanado costas

11 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 23/09 Práticanado costas 28/09AVALIAÇÃO TEÓRICA 1 30/09TeóricaPsicologia aplicada aos esportes aquáticos 05/10TeóricaNado peito 07/10PráticaNado peito 14/10PráticaNado peito 19/10EVINCI /10EVINCI /10TeóricaNado Borboleta 04/11TeóricaNado Borboleta 09/11Teór/PrátHidroginástica 11/11Teór/PrátHidroginástica 16/11Teór/PrátHidroginástica 18/11AVALIAÇÃO TEÓRICA 2

12 CONTEÚDO PROGRAMÁTICO 23/11SEMINÁRIOS 25/11SEMINÁRIOS 30/11SEMINÁRIOS 02/12SEMINÁRIOS dez Exame final AVALIAÇÃO Seminários, participação em aula = Peso 20 Avaliação Teórica = duas = Peso 80

13 Avaliação 1. Avaliação Teórica: 02 (Peso = 80) 2. Análises contínuas de atividades em grupo ( Peso = 20) –apresentação expositiva, seminários, relatórios e planos de aula -As provas serão individuais e sem consulta. -Os trabalhos serão realizados em pequenos grupos (máximo 4 pessoas). - Será considerado aprovado na disciplina o aluno que atingir a média 70, ou após a recuperação a média mínima de 50.

14 REFERÊNCIAS BÁSICAS CALDAS, B. CEZAR, C. S. (tradutores) DI MAIS, F. BRASIL, R.M. Manual do profissional de fitness aquático/ AEA. Rio de Janeiro: Shape, CATTEAU, R.; GAROFF, G. O ensino da natação. São Paulo: Manole, 1990 CECIL, C. Nadando para o século XXI. São Paulo: Manole, 2000 CORREA, C.R.F.; MASSAUD, M.G. Escola de Natação: montagem e administração, organização pedagógica do bebê à competição. Rio de Janeiro: Sprint Editora, 1999 LIMA, W. U. Ensinando natação. São Paulo: Phorte Editora, MAGLISCHO, E. W. Nadando ainda mais rápido. São Paulo: Manole, 1999 MASSAUD, M.G.; CORREA, C.R.F. Natação na idade escolar. Rio de Janeiro: Sprint, 2004 NAVARRO, F. Iniciación a la natación. Madrid: Gymnos Editorial Deportiva, PALMER,M.L. A ciência do Ensino da natação. São Paulo: Manole, 1990 SCHIMITT. P. Nadar: del descubrimiento al alto nível. Paris: Hispano Europea, WILKE, K. MADSEN, O. El entrenamiento del nadadro juvenil. Buenos Aires: Editorial Stadium, 1990.

15 REFERÊNCIAS COMPLEMENTARES KATZ, J. Exercícios aquáticos na gravidez. São Paulo: Manole, KRUEL, L.F.;SAMPREDRO, R. M.F. Alterações da freqüência cardíaca no meio aquático: uma revisão, Synopsis, Curitiba, v.7, p.23-33, 1996 MENDES, R.A.; LEITE, N. Hidroginástica. In: OLIVEIRA, M.A.B; NÓBREGA, A.C.L. Tópicos especiais em Medicina do Esporte. São Paulo: Editora Atheneu, 2003 BATES, A.; HANSON, N. Exercícios aquáticos terapêuticos. São Paulo: Manole, SOVA, R. Hidroginástica na terceira idade. São Paulo: Manole, VELASCO, C. Natação segundo a psicomotricidade. Rio de Janeiro: Sprint, 1997.


Carregar ppt "Disciplina BE 058 ESPORTES AQUÁTICOS Prof. André L. F. Rodacki Profª Neiva Leite"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google