A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

XXVIII Domingo do Tempo Comum Dinamização 4º Ano 12 de Outubro de 2014.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "XXVIII Domingo do Tempo Comum Dinamização 4º Ano 12 de Outubro de 2014."— Transcrição da apresentação:

1 XXVIII Domingo do Tempo Comum Dinamização 4º Ano 12 de Outubro de 2014

2 Vem daí Quando as trevas se dissiparam, Quando amanheceu o Amor, O Homem feliz vivia sem dor. Quando depois a escuridão Tornou a noite solidão E o Homem sofria sem o seu Senhor.

3 Vem daí, vem daí É Deus que te chama, É Deus que te ama, O Deus que os Homens Precisam de olhar Vem daí, vem daí, É Deus que te manda Pelo mundo inteiro, És o sal da terra, Luz sempre a brilhar.

4 “Convidai para as bodas todos os que encontrardes”

5 Senhor, tem piedade Senhor, tem piedade! Senhor, tem piedade! Senhor, tem piedade de nós! Senhor, tem piedade! Cristo, tem piedade! Cristo, tem piedade! Oh, oh, Cristo, tem piedade de nós! Oh, oh, Cristo, tem piedade! Senhor, tem piedade! Senhor, tem piedade! Senhor, tem piedade de nós! Senhor, tem piedade!

6 “Convidai para as bodas todos os que encontrardes”

7 Louvarei para sempre Refrão: Louvarei, para sempre, o vosso nome Senhor Louvarei, para sempre, o meu Deus e meu Rei. 1- Como o sol e a chuva, LOUVAREI… Como o mar e a terra, LOUVAREI… Todo o meu ser, se alegra em Ti Senhor 2- Como as aves do céu, LOUVAREI… Como os peixes do mar, LOUVAREI… Todo o meu ser, se alegra em Ti Senhor

8 “Convidai para as bodas todos os que encontrardes”

9 Aleluia - Eis a Palavra do Senhor Refrão - Eis a palavra do Senhor Aleluia…. eis a palavra do Senhor aleluia Eis a palavra do Senhor Aleluia, Aleluia… E nós conhecemos o amor que Deus nos tem e acreditamos nele Deus é amor e quem permanece no amor, permanece em Deus e Deus nele

10 “Convidai para as bodas todos os que encontrardes”

11 Vede Senhor Vede, Senhor, quanta gente, nunca ouviu falar de Vós Quanta gente não sabe que deve amar Alguém, Senhor aceita-nos assim.2x Vede, Senhor, nós chegámos prontos a dar o que temos A vida alegre ou triste, o amor que em nós existe, Senhor aceita-nos assim. 2x Assim…

12 “Convidai para as bodas todos os que encontrardes”

13 Santo Santo, Santo é o Senhor Senhor, Deus do Universo O céu e a terra proclamam O céu e a terra proclamam a Vossa Glória 1 - O céu e a terra, proclamam a Vossa Glória. Hossana, hossana nas alturas

14 Santo 2 - Bendito o que vem, em Nome do Senhor. Hossana, hossana nas alturas Santo, Santo é o Senhor Senhor, Deus do Universo O céu e a terra proclamam O céu e a terra proclamam a Vossa Glória.

15 “Convidai para as bodas todos os que encontrardes”

16 Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo. Tem piedade de nós, Tem piedade de nós, Tem piedade de nós, tem piedade de nós, Tem piedade de nós, Tem piedade de nós. Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo, tem piedade de nós, Tem piedade de nós,

17 Tem piedade de nós, Tem piedade de nós, tem piedade de nós, Tem piedade de nós, Tem piedade de nós. Cordeiro de Deus, que tiras o pecado do mundo, dá-nos a tua paz, Dá-nos a tua paz, Dá-nos a tua paz, dá-nos a tua paz, Dá-nos a Tua paz, Dá-nos a tua paz.

18 “Convidai para as bodas todos os que encontrardes”

19 Tu que nas margens do lago 1 - Tu, que nas margens do lago, não buscastes, nem sábios nem ricos Mas só quiseste que eu Te seguisse. Refrão: Senhor, Tu fixaste meus olhos. Ternamente, meu nome disseste Nesse lago, eu deixei minha barca, pois em Ti encontrei outro mar.

20 2 - Tu, sabes bem o que tenho em meu barco: nem ouro nem armas Somente as redes, e o meu trabalho. Refrão: Senhor, Tu fixaste meus olhos. Ternamente, meu nome disseste Nesse lago, eu deixei minha barca, pois em Ti encontrei outro mar.

21 3 - Tu, minhas mãos requisitas, meu trabalho, que a outros descanse Minha amizade, que ao mundo abrace. Refrão: Senhor, Tu fixaste meus olhos. Ternamente, meu nome disseste Nesse lago, eu deixei minha barca, pois em Ti encontrei outro mar

22 4 - Tu, pescador de outros lagos, ânsia eterna, das almas que esperam Um bom amigo, que assim nos chamas. Refrão: Senhor, Tu fixaste meus olhos. Ternamente, meu nome disseste Nesse lago, eu deixei minha barca, pois em Ti encontrei outro mar

23 “Convidai para as bodas todos os que encontrardes”

24 Lança-te 1- Não fiques na praia com o barco amarrado, com medo do mar. Tudo aqui é miragem, mas na outra margem, alguém está a esperar. Como onda que morre sozinha na praia, não fiques brincando... No mar confiante, ensina o teu canto de ave voando. Refrão: Voa bem mais alto livre sem alforge, sem prata, nem ouro, amando este mundo, esta vida que é campo que esconde o tesouro. (BIS)

25 2- Ninguém te ensinou, mas no fundo tu sentes asas p'ra voar. Nem que o céu se tolde e as nuvens impeçam, tu não vais parar. Há gente vivendo tranquila e contente como eu já vivi. És águia diferente, céu azul cinzento foi feito p´ra ti. Refrão: Voa bem mais alto livre sem alforge, sem prata, nem ouro, amando este mundo, esta vida que é campo que esconde o tesouro. (BIS)

26 “Convidai para as bodas todos os que encontrardes”


Carregar ppt "XXVIII Domingo do Tempo Comum Dinamização 4º Ano 12 de Outubro de 2014."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google