A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

#3-0-1 Unidade 7: Processamento, Análise e Interpretação dos Dados.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "#3-0-1 Unidade 7: Processamento, Análise e Interpretação dos Dados."— Transcrição da apresentação:

1 #3-0-1 Unidade 7: Processamento, Análise e Interpretação dos Dados

2 Questões de Aquecimento: Instruções  Durante os próximos cinco minutos, responda às questões de aquecimento da unidade 7 do seu manual  Por favor, não compare as suas respostas com as dos demais participantes  As respostas não serão recolhidas nem avaliadas  As respostas serão revistas no final da unidade #3-7-2

3 Conteúdo da Unidade  No final da unidade, deverá estar apto(a) a: © descrever o processo de entrada de dados de sero-inquéritos © listar as variáveis para a análise dos dados de vigilância sentinela #3-7-3

4 Entrada e Processamento dos Dados  Após a colecta de dados demográficos e a testagem laboratorial de VIH, os resultados são encaminhados para um local de entrada dos dados  Esse local pode estar nos níveis local, regional ou nacional  Idealmente, os computadores são usados para essa reunião de dados #3-7-4

5 Bases de Dados  A digitação dos dados é o processo de entrada dos registos em papel numa base de dados computadorizada  As bases de dados armazenam as variáveis de cada indivíduo da amostra do sero- inquérito  Os dados podem ser armazenados como números ou como texto. A maioria das variáveis será convertida em números #3-7-5

6 Bases de Dados, Cont.  As bases de dados e as telas de interface para de entrada de dados são desenvolvidas de forma centralizada por uma equipa nacional  Elas são o principal mecanismo de transmissão dos dados de formulários em papel para o computador #3-7-6

7 Figura 7.1. Amostra de Tela de Entrada de Dados #3-7-7

8 Dicionário de Dados  São documentos electrónicos que descrevem a organização básica de um projecto ou base de dados  Eles contêm todas as regras que orientam a entrada dos dados  Devem também ser desenvolvidos ao nível central #3-7-8

9 Passos para a Digitação dos Dados  Os dados de cada paciente devem ser digitados em forma de números ou texto, dependendo da variável, para cada paciente  Salve e passe ao próximo paciente  A digitação dos dados é um processo contínuo, que deve evitar a retomada de formulários durante a digitação, o que, consequentemente, aumentaria a possibilidade de erros  Digite os dados em duplicado. Idealmente, todos os dados devem ser digitados duas vezes #3-7-9

10 Tabela 7.1. Verificação de Erros nos Dados # MétodoDescrição AutomáticoA verificação é realizada por um programa de computador, como, p. ex., Epi Info™ Revisão de Tabelas A verificação é realizada pelo exame geral das planilhas, para ver se existem padrões que sugerem problemas no registo ou na digitação dos dados

11 Análise e Interpretação  Os dados provenientes da vigilância sentinela devem ser analisados e interpretados em conjunto com outros dados  Esses dados podem incluir: © prevalência de DTS/ITS © dados comportamentais © vigilância de casos de SIDA #3-7-11

12 Análise e Interpretação, Cont.  O processo de análise e interpretação dos dados de vigilância sentinela é orientado pelas seguintes questões: © A prevalência de VIH está a aumentar, diminuir ou permanece essencialmente estável? © Qual é a tendência de prevalência de VIH na faixa etária de 15 a 24 anos? © Que sítios-sentinela têm as maiores prevalências? #3-7-12

13 Análise e Interpretação, Cont. © Que grupos têm as maiores prevalências? © Em que grupos a prevalência está a aumentar? E a diminuir? © Qual a diferença entre locais em que a prevalência está baixa e aqueles em que está relativamente alta? © Qual a diferença entre os locais em que a prevalência de infecção pelo HIV está a aumentar e aqueles em que está a diminuir ou está estável? #3-7-13

14 Exame de Tendências  A análise dos dados de vigilância sentinela de VIH deve focalizar a prevalência de HIV por pessoa, por local e no tempo  As mudanças da prevalência de HIV ao longo do tempo são as de maior importância  Se os métodos de condução da vigilância sentinela são consistentes de ano para ano, as mudanças ao longo do tempo podem reflectir as reais mudanças na prevalência #3-7-14

15 Exame de Tendências, Cont.  Focalizar nas tendências, em lugar de focalizar na prevalência absoluta, é um princípio da vigilância  As tendências de prevalência de HIV entre jovens de 15 a 24 anos podem reflectir as tendências de incidência de HIV #3-7-15

16 Análise por Variáveis  Os dados de vigilância sentinela devem ser analisados em cada uma das variáveis colectadas: © ano de sero-inquérito © sítio-sentinela, distrito, província e região © faixa etária © mulheres e homens (em outros locais, além dos CPN) © moradia (p. ex., rural versus urbana) © situação conjugal © outras variáveis demográficas (p. ex., educação, ocupação) © comportamentos de maior risco © presença de DTS/ITS #3-7-16

17 Análise por Variáveis, Cont.  Idealmente, os dados devem ser analisados para cada local  Os resultados de HIV-1 e HIV-2 podem ser descritos separadamente, se forem relevantes  Os resultados devem ser resumidos à amostra total de cada local e também a cada subgrupo de variáves #3-7-17

18 Análise por Variáveis, Cont.  Não é recomendável resumirem-se os dados de vigilância sentinela a partir do cálculo da prevalência de todo o sero-inquérito  Os resultados não poderão ser generalizados para o resto da população  A informação resumida que pode, da melhor forma, ser apresentada é a mediana e as variações para cada tipo de sítio-sentinela, regional ou nacional #3-7-18

19 Revisão das Questões de Aquecimento  Durante alguns minutos, volte às questões de aquecimento do início da unidade  Faça as modificações que desejar  As questões serão discutidas em alguns minutos #3-7-19

20 Respostas às Questões de Aquecimento 1.Entrada dos dados é o processo de digitação dos dados colectados em papel numa base de dados computadorizada. #3-7-20

21 Respostas às Questões de Aquecimento, Cont. 2.Verdadeiro ou falso? A melhor forma de resumir os dados de vigilância sentinela é o cálculo de uma única prevalência que represente o sero-inquérito como um todo. Falso #3-7-21

22 Respostas às Questões de Aquecimento, Cont. 3. Verdadeiro ou falso? Os dicionários de dados (documentos electrónicos que descrevem a organização básica de um projecto ou base de dados) devem ser desenvolvidos ao nível local. Falso #3-7-22

23 Discussão em Pequenos Grupos: Instruções  Reúnam-se em pequenos grupos para discutir as questões  Seleccionem um membro do grupo para apresentar as respostas  Terão 15 minutos para o exercício #3-7-23

24 Relatos dos Pequenos Grupos  O relator do grupo apresenta as respostas  Façam uma discussão com os demais colegas #3-7-24

25 Estudo de Caso: Instruções  Leia o estudo de caso individualmente  As respostas serão discutidas em aula #3-7-25

26 Revisão do Estudo de Caso  Acompanhe a revisão do estudo de caso em aula  Discuta as suas respostas com os colegas #3-7-26

27 Verificação do Processo  Tem alguma dúvida quanto às informações vistas até ao momento?  Está satisfeito(a) com a forma de trabalho da unidade 7?  Gostaria de mudar alguma coisa, a fim de beneficiar o grupo? #3-7-27


Carregar ppt "#3-0-1 Unidade 7: Processamento, Análise e Interpretação dos Dados."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google