A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Monitoramento do Desmatamento da Amazônia por Satélite Apresentação no Congresso Nacional 9 de abril de 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Monitoramento do Desmatamento da Amazônia por Satélite Apresentação no Congresso Nacional 9 de abril de 2008."— Transcrição da apresentação:

1 Monitoramento do Desmatamento da Amazônia por Satélite Apresentação no Congresso Nacional 9 de abril de 2008

2 A questão científica Quais são os processos de desmatamento na Amazônia e como monitora-los com imagens de satélite?

3 Tipo de desmatamento Corte e queimaDegradação progressiva Queima é parte do processo

4 Corte e queima Queima: final da estação seca Corte: início da estação seca

5 Corte e queima – estágios finais Derrubada e queimada recente ) Árvores remanescentes (mortas)

6 Degradação progressiva Retirada de madeira e queimadaExtração seletiva de madeira Recorrência de Queima Barlow and Peres (2008) Corte raso

7 T2 – Perda do sub-bosque Degradação progressiva T1 – Retirada de madeira T3 – Perda parcial do dosselT4 – Perda total do dossel

8 Final do processo de degradaçãoconversão total

9 Monitoramento do Desmatamento Floresta Corte raso Corte raso – final do processo de desmatamento

10 PRODES Taxas anuais de desmatamento por corte raso, km 2 /ano 20 anos sem descontinuidade

11 Março de 2004 Plano de Ação para a Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia Legal Solicitação do governo ao INPE Um sistema para apoio à prevenção e controle do desmatamento

12 Monitoramento do Desmatamento Floresta Corte raso O que acontece entre a floresta primária e o corte raso? Quanto mais cedo informado, mais desmatamento ilegal o estado brasileiro poderá DETER ?

13 Floresta tempo DETER (alerta de desmatamento) PRODES ( final)

14 Floresta tempo DETER – alerta DETER - alerta inclusão no PRODES

15 Máscara PRODES sobre imagem MODIS

16 Novos desmatamentos detectados em imagem MODIS

17 LANDSAT/TM agosto de 2007 MODIS novembro de 2007 Degradação progressiva (Itaúba – MT)

18 Landsat Agosto 2007 T0 FlorestaT1 Indício de degradação T2 Cicatriz de Fogo Florestal T3 Indício de Degradação T4 Focos de calor (2006) + Alerta DETER T5 Indício de degradação + Alerta DETER Nov 2007 Histórico do desmatamento em uma área (Itaúba – MT)

19 Alerta DETER Novembro de 2007 Degradação progressiva (Itaúba – MT) DETER NOVEMBRO 2007

20 Novembro Dezembro pontos de alerta Novembro Maio pontos de alerta Janeiro Fevereiro pontos de alerta Pontos de alerta do DETER

21 Região de Sobrevôo para verificação do DETER 18 a 22 de fevereiro de 2008 Rota 1 Rota 2 40 pontos – 36 de degradação acentuada e corte raso, 4 em início de degradação 1066 km

22 Landsat/TM 226/68 17/Ago/2007 Desmatamento indicado pelo DETER (Santa Carmen – MT) Alerta DETER nov-2007

23 19/02/2008 Santa Carmem / MT 19/02/2008 Santa Carmem / MT

24 Landsat/TM 226/68 17/Ago/2007 Desmatamento indicado pelo DETER (Sinop – MT) Alerta DETER nov-2007

25 Final do processo de degradação (Sinop – MT)

26 Landsat/TM 17/Ago/2007 Desmatamento em Marcelândia (MT) Alerta DETER nov- 2007

27 Final do processo de degradaçãoconversão total

28 Reconhecimento da comunidade científica “ A Academia Brasileira de Ciências manifesta sua total confiança na capacidade e integridade científica do INPE e em seus sistemas de monitoramento da Amazônia por satélite” (março de 2008) “ O sistema de monitoramento do Brasil é a inveja do mundo” (Science, 27 abril 2007)

29 EO data: benefits to everyone Obrigado CBERS-2 image of Manaus

30

31 Santa Carmen - MT INPE – Alerta de degradação progressiva SEMA – “área de floresta queimada que sofreu exploração seletiva da madeira” (erro do INPE?)


Carregar ppt "Monitoramento do Desmatamento da Amazônia por Satélite Apresentação no Congresso Nacional 9 de abril de 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google