A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Monitoramento do Desmatamento da Amazônia por Satélite Apresentação no Congresso Nacional 9 de abril de 2008.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Monitoramento do Desmatamento da Amazônia por Satélite Apresentação no Congresso Nacional 9 de abril de 2008."— Transcrição da apresentação:

1 Monitoramento do Desmatamento da Amazônia por Satélite Apresentação no Congresso Nacional 9 de abril de 2008

2 A questão científica Quais são os processos de desmatamento na Amazônia e como monitora-los com imagens de satélite?

3 Tipo de desmatamento Corte e queimaDegradação progressiva Queima é parte do processo

4 Corte e queima Queima: final da estação seca Corte: início da estação seca

5 Corte e queima – estágios finais Derrubada e queimada recente ) Árvores remanescentes (mortas)

6 Degradação progressiva Retirada de madeira e queimadaExtração seletiva de madeira Recorrência de Queima Barlow and Peres (2008) Corte raso

7 T2 – Perda do sub-bosque Degradação progressiva T1 – Retirada de madeira T3 – Perda parcial do dosselT4 – Perda total do dossel

8 Final do processo de degradaçãoconversão total

9 Monitoramento do Desmatamento Floresta Corte raso Corte raso – final do processo de desmatamento

10 PRODES Taxas anuais de desmatamento por corte raso, km 2 /ano www.obt.inpe.br/prodes 20 anos sem descontinuidade

11 Março de 2004 Plano de Ação para a Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia Legal Solicitação do governo ao INPE Um sistema para apoio à prevenção e controle do desmatamento

12 Monitoramento do Desmatamento Floresta Corte raso O que acontece entre a floresta primária e o corte raso? Quanto mais cedo informado, mais desmatamento ilegal o estado brasileiro poderá DETER ?

13 Floresta tempo DETER (alerta de desmatamento) PRODES ( final)

14 Floresta tempo DETER – alerta DETER - alerta inclusão no PRODES

15 Máscara PRODES sobre imagem MODIS

16 Novos desmatamentos detectados em imagem MODIS

17 LANDSAT/TM agosto de 2007 MODIS novembro de 2007 Degradação progressiva (Itaúba – MT)

18 1990 2000 2002 20042006 Landsat Agosto 2007 T0 FlorestaT1 Indício de degradação T2 Cicatriz de Fogo Florestal T3 Indício de Degradação T4 Focos de calor (2006) + Alerta DETER T5 Indício de degradação + Alerta DETER Nov 2007 Histórico do desmatamento em uma área (Itaúba – MT)

19 Alerta DETER Novembro de 2007 Degradação progressiva (Itaúba – MT) DETER NOVEMBRO 2007

20 Novembro 2007 - Dezembro 2007 421 pontos de alerta Novembro 2006 - Maio 2007 346 pontos de alerta Janeiro 2008 - Fevereiro 2008 552 pontos de alerta Pontos de alerta do DETER

21 Região de Sobrevôo para verificação do DETER 18 a 22 de fevereiro de 2008 Rota 1 Rota 2 40 pontos – 36 de degradação acentuada e corte raso, 4 em início de degradação 1066 km

22 Landsat/TM 226/68 17/Ago/2007 Desmatamento indicado pelo DETER (Santa Carmen – MT) Alerta DETER nov-2007

23 19/02/2008 Santa Carmem / MT 19/02/2008 Santa Carmem / MT

24 Landsat/TM 226/68 17/Ago/2007 Desmatamento indicado pelo DETER (Sinop – MT) Alerta DETER nov-2007

25 Final do processo de degradação (Sinop – MT)

26 Landsat/TM 17/Ago/2007 Desmatamento em Marcelândia (MT) Alerta DETER nov- 2007

27 Final do processo de degradaçãoconversão total

28 Reconhecimento da comunidade científica “ A Academia Brasileira de Ciências manifesta sua total confiança na capacidade e integridade científica do INPE e em seus sistemas de monitoramento da Amazônia por satélite” (março de 2008) “ O sistema de monitoramento do Brasil é a inveja do mundo” (Science, 27 abril 2007)

29 EO data: benefits to everyone Obrigado CBERS-2 image of Manaus

30

31 Santa Carmen - MT INPE – Alerta de degradação progressiva SEMA – “área de floresta queimada que sofreu exploração seletiva da madeira” (erro do INPE?)


Carregar ppt "Monitoramento do Desmatamento da Amazônia por Satélite Apresentação no Congresso Nacional 9 de abril de 2008."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google