A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Desafios implantação de requisitos de segurança relacionados à NR 36 NR-36 - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO EM EMPRESAS DE ABATE E PROCESSAMENTO DE CARNES.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Desafios implantação de requisitos de segurança relacionados à NR 36 NR-36 - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO EM EMPRESAS DE ABATE E PROCESSAMENTO DE CARNES."— Transcrição da apresentação:

1 Desafios implantação de requisitos de segurança relacionados à NR 36 NR-36 - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO EM EMPRESAS DE ABATE E PROCESSAMENTO DE CARNES E DERIVADOS NR 10 – SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS EM ELETRICIDADE NR-12 - SEGURANÇA NO TRABALHO EM MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA

2 NR 10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de /07/78 Alterações/Atualizações D.O.U. Portaria SSMT n.º 12, de 06 de junho de /06/83 Portaria GM n.º 598, de 07 de dezembro de /09/04 (Texto dado pela Portaria GM n.º 598, de 07 de dezembro de 2004)

3 NR 10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA OBJETIVO E CAMPO DE APLICAÇÃO Esta Norma Regulamentadora - NR estabelece os requisitos e condições mínimas objetivando a implementação de medidas de controle e sistemas preventivos, de forma a garantir a segurança e a saúde dos trabalhadores que, direta ou indiretamente, interajam em instalações elétricas e serviços com eletricidade Esta NR se aplica às fases de geração, transmissão, distribuição e consumo, incluindo as etapas de projeto, construção, montagem, operação, manutenção das instalações elétricas e quaisquer trabalhos realizados nas suas proximidades, observando-se as normas técnicas oficiais estabelecidas pelos órgãos competentes e, na ausência ou omissão destas, as normas internacionais cabíveis.

4 NR 10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA MEDIDAS DE CONTROLE Em todas as intervenções em instalações elétricas devem ser adotadas medidas preventivas de controle do risco elétrico e de outros riscos adicionais, mediante técnicas de análise de risco, de forma a garantir a segurança e a saúde no trabalho As medidas de controle adotadas devem integrar-se às demais iniciativas da empresa, no âmbito da preservação da segurança, da saúde e do meio ambiente do trabalho Os estabelecimentos com carga instalada superior a 75 kW devem constituir e manter o Prontuário de Instalações Elétricas.

5 NR 10 – Segurança em Instalações e Serviços em Eletricidade Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA SEGURANÇA EM PROJETOS SEGURANÇA NA CONSTRUÇÃO, MONTAGEM, OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES ELÉTRICAS DESENERGIZADAS SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES ELÉTRICAS ENERGIZADAS TRABALHOS ENVOLVENDO ALTA TENSÃO (AT) HABILITAÇÃO, QUALIFICAÇÃO, CAPACITAÇÃO E AUTORIZAÇÃO DOS TRABALHADORES PROTEÇÃO CONTRA INCÊNDIO E EXPLOSÃO SINALIZAÇÃO DE SEGURANÇA PROCEDIMENTOS DE TRABALHO SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA RESPONSABILIDADES DISPOSIÇÕES FINAIS

6 NR-12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA Publicação D.O.U. Portaria GM n.º 3.214, de 08 de junho de /07/78 Atualizações D.O.U. Portaria SSST n.º 12, de 06 de junho de /06/83 Portaria SSST n.º 13, de 24 de outubro de /10/94 Portaria SSST n.º 25, de 28 de janeiro de /12/96 Portaria SSST n.º 04, de 28 de janeiro de /03/97 Portaria SIT n.º 197, de 17 de dezembro de /12/10 Portaria SIT n.º 293, de 08 de dezembro de /12/11 Portaria MTE n.º 1.893, de 09 de dezembro de /12/13 (Redação dada pela Portaria SIT n.º 197, de 17/12/10)

7 Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA Esta Norma Regulamentadora e seus anexos definem referências técnicas, princípios fundamentais e medidas de proteção para garantir a saúde e a integridade física dos trabalhadores e estabelece requisitos mínimos para a prevenção de acidentes e doenças do trabalho nas fases de projeto e de utilização de máquinas e equipamentos de todos os tipos, e ainda à sua fabricação, importação, comercialização, NR-12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos Princípios Gerais

8 Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA Entende-se como fase de utilização a construção, transporte, montagem, instalação, ajuste, operação, limpeza, manutenção, inspeção, desativação e desmonte da máquina ou equipamento As disposições desta Norma referem-se a máquinas e equipamentos novos e usados, exceto nos itens em que houver menção específica quanto à sua aplicabilidade A concepção de máquinas deve atender ao princípio da falha segura. NR-12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos Princípios Gerais

9 Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA  Arranjo físico e instalações  Instalações e dispositivos elétricos.  Dispositivos de partida, acionamento e parada.  Sistemas de segurança.  Dispositivos de parada de emergência.  Meios de acesso permanentes.  Transportadores de materiais.  Aspectos ergonômicos. NR-12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos Princípios Gerais

10 Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA  Riscos adicionais.  Manutenção, inspeção, preparação, ajustes e reparos.  Sinalização.  Manuais.  Procedimentos de trabalho e segurança.  Projeto, fabricação, importação, venda, locação, leilão, cessão a qualquer título, exposição e utilização.  Capacitação.  Outros requisitos específicos de segurança.  Disposições finais. NR-12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos Princípios Gerais

11 Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA Em 6 de fevereiro de 2014 a Confederação Nacional da Indústria - CNI protocolou carta junto ao Ministério do Trabalho e Emprego – MTE propondo a adoção das seguintes premissas: Linha de corte temporal para as adequações de máquinas usadas. Obrigações distintas para fabricantes e usuários. Tratamento diferenciado para as microempresas e empresas de pequeno porte. Interdição de máquinas e equipamentos, mediante grave e iminente risco devidamente comprovado, por laudo técnico circunstanciado e por ato a Superintendência Regional do Trabalho e Emprego. NR-12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos

12 Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA Atualmente a Abimaq está trabalhando junto com a Comissão Nacional Temática Tripartite - CNTT, na revisão técnica da Norma Regulamentadora Nº 12, para um melhor entendimento de seu conteúdo, assim como em negociações para a possível dilação do prazo de implementação, dando melhores condições aos fabricantes para atender aos requisitos nela estabelecidos. NR-12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos 10/06/2014 NR-12 - NOTÍCIAS E ATUALIZAÇÕES

13 Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA NR-12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos

14 Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA NR-12 – Segurança no Trabalho em Máquinas e Equipamentos

15 Dificuldades na implantação da NR36 Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA  Altos custos e investimentos referente as adequações dos equipamentos;  Interpretação das Normas;  Qualificações das equipes;  Cultura;  Conscientização das pessoas;  Fornecedores/fabricantes Nacionais despreparados;  Fornecedores de equipamentos Importados;  Falta de tecnologias e conceitos;  A prioridade ainda é produção.

16 Adequações Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA Aterramentos

17 Medidas de controle Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA Relés/cordões de emerg./proteções/identif. de Segurança

18 Medidas de controle Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA Ações simples sem muitos investimentos – foco integridade dos trabalhadores

19 Paulo Abreu: Engenheiro Eletricista/Segurança do Trabalho – CREA


Carregar ppt "Desafios implantação de requisitos de segurança relacionados à NR 36 NR-36 - SEGURANÇA E SAÚDE NO TRABALHO EM EMPRESAS DE ABATE E PROCESSAMENTO DE CARNES."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google