A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Emprego de marcadores moleculares (RAPD) no estudo genético de Ilex paraguariensis St. Hil. Wendt, S. N.; Mazza, M. C.; Quoirin, M. G.; Sousa, V. A.; Sturion,

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Emprego de marcadores moleculares (RAPD) no estudo genético de Ilex paraguariensis St. Hil. Wendt, S. N.; Mazza, M. C.; Quoirin, M. G.; Sousa, V. A.; Sturion,"— Transcrição da apresentação:

1 Emprego de marcadores moleculares (RAPD) no estudo genético de Ilex paraguariensis St. Hil. Wendt, S. N.; Mazza, M. C.; Quoirin, M. G.; Sousa, V. A.; Sturion, J. A.

2 Introdução Pertence a família Aquifoliaceae Brasil, Paraguai, Argentina e Uruguai Arbórea, m, perene (100 anos) Diplóide (2n=40) e dióica (dioicia críptica) Produção de bebidas, corante natural, conservante alimentar, medicamentos diversos, produtos de higiene e cosméticos. Estudos genéticos e programas de melhoramento são escassos  conhecimento da diversidade genética: planejamento dos programas de melhoramento conservação de recursos genéticos  Ilex paraguariensis

3 Detectam variabilidade genética ao nível de DNA.  RAPD (Random Amplified Polymorphic DNA) Amplificação de segmentos de DNA ao acaso, utilizando um único primer, com 10 pb, cuja sequência nucleotídica é arbitrária O primer dirige a síntese de vários segmentos de DNA em diversos pontos do genoma  várias bandas no gel O polimorfismo tem natureza binária Marcadores genéticos dominantes  Marcadores moleculares AA Aa aa

4 Objetivo Determinar a variabilidade genética de diferentes procedências de erva-mate, utilizando marcadores RAPD.

5 Materiais e métodos  Material vegetal Folhas jovens de três procedências: Ivaí, Pinhão e Cascavel, do teste de procedências e progênies, localizado na Fazenda Vila Nova, Município de Ivaí. 28 indivíduos/procedência.  Extração do DNA 150 mg folhas Protocolo modificado de Doyle & Doyle (1987) DOYLE, J.J., DOYLE, J.L. A rapid DNA isolation procedure for small quantities of fresh leal tissue. Phytochem. Bull., v. 9, p , 1987.

6 Etapas da extração do DNA

7  Quantificação e diluição do DNA  Amplificação do DNA Volume final de 13  l. Componentes: DNA, H 2 O, tampão, MgCl 2, dNTPs, primer, Taq polimerase Etapas: - 15 s a 94 ºC - 30 s a s a 72 ºC - 5 min a 72 ºC 40 ciclos

8 15 primers Primer Sequência (5’  3’) OPA-01 CAGGCCCTTC OPA-02 TGCCGAGCTG OPF-01 ACGCATCCTG OPF-03 CCTGATCACC OPF-05 CCGAATTCCC OPF-14 TGCTGCAGGT OPH-03 AGACGTCCAC OPH-04 GGAAGTCGCC Primer Sequência (5’  3’) OPH-05 AGTCGTCCCC OPH-08 GAAACACCCC OPH-12 ACGCGCATGT OPH-13 GACGCCACAC OPH-15 AATGGCGCAG OPH-18 GAATCGGCCA OPH-19 CTGACCAGCC Eletroforese em gel de agarose 1,6%, corado com brometo de etídeo. Os géis foram visualizados em transiluminador de luz UV e fotografados.

9 Etapas da técnica RAPD

10  Análise dos dados Os fragmentos foram tabulados como 1 para presença e 0 para ausência de banda no gel de eletroforese. Resultados Os 15 primers produziram 159 fragmentos, com o número de bandas produzidas por primer variando de 6 (OPH-19) até 13 (OPH-05), em média 10,6 bandas/primer. 71,40% fragmentos polimórficos. O tamanho dos fragmentos variaram de 110 a 1830 pb.  Perfil RAPD

11 M M Produtos da amplificação por RAPD de amostras da procedência Pinhão, usando o primer OPH-12. M = DNA Ladder 100 pb, 1-28 = Indivíduos da procedência Pinhão, Colombo-PR, 2001.


Carregar ppt "Emprego de marcadores moleculares (RAPD) no estudo genético de Ilex paraguariensis St. Hil. Wendt, S. N.; Mazza, M. C.; Quoirin, M. G.; Sousa, V. A.; Sturion,"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google