A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

TEXTO BÁSICO “E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "TEXTO BÁSICO “E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será."— Transcrição da apresentação:

1

2 TEXTO BÁSICO “E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será condenado”. MARCOS 16.15,16

3 O SIGNIFICADO DA PESSOA DE JESUS C. E. Graham Swift, falando da pessoa de Cristo no que concerne à teologia, ensina que Marcos apresenta a pessoa de Cristo como Servo de Jeová (Is.52:13-53:12), enquanto Mateus o descreve como Rei, Lucas como Homem, e João como Filho de Deus. Além de Cristo como Servo de Jeová, ainda que de relance, veremos no evangelho de Marcos os três ofícios de Cristo. Em Marcos também ele é apresentado como Profeta, Rei e Sacerdote.

4 O SIGNIFICADO DA PESSOA DE JESUS O profeta transmite a vontade de Deus para os homens. Exige a sua conversão ao caminho do Senhor. O rei governa um povo; tem domínio e poder sobre os homens; traça a existência e o caminho a ser seguido. O sacerdote representa o homem perante Deus. Intercede por suas necessidades e oferece sacrifícios por suas culpas. Jesus foi ao mesmo tempo sacerdote e sacrifício.

5 VENDO JESUS COMO PROFETA Marcos 1.14 – O que Jesus foi fazer na Galiléia? Jesus foi para a Galiléia pregar o evangelho de Deus. Após o encarceramento de João, Jesus partiu para a Galiléia, onde começou seu ministério com a proclamação das boas novas do reino de Deus, anunciando que chegara o tempo para o mesmo.

6 J.R.Thompson fala sobre quatro fatos dignos de observação com respeito à incredulidade do povo de Nazaré: A inescusabilidade da incredulidade; A causa da incredulidade; A reprovação da incredulidade; A conseqüência da incredulidade. Marcos 6:1-6 – Como profeta Jesus transmite a vontade de Deus para os homens. Por quem Jesus foi rejeitado? Jesus não só foi rejeitado pelo povo da cidade, pelo mais amplo círculo de parentes ali de Nazaré, como também, por sua própria família (Mc.3:21) A família de Jesus vem para prendê-lo, por julgar que estava fora de si.

7 Marcos 6:15 – Quais as respostas dadas às especulações a respeito da Identidade de Jesus? Às especulações a respeito da identidade de Jesus foram dadas as seguintes respostas: é Elias e é profeta como um dos profetas. Não é de surpreender, pois, que muitos entre o povo tivessem pensado que Jesus fosse a ressurreição de algum profeta do A. T. O fato que ele foi identificado com os maiores dentre os profetas, Elias ou Jeremias, demonstra quão grande era o poder da influência de Jesus.

8 Marcos 8:28 – Como o povo queria categorizar a Jesus? O povo queria categorizar a Jesus como João Batista, Elias ou algum dos profetas. O povo está perdido na questão crucial da vida. A multidão tinha opiniões acerca de Jesus e não convicções. Para a multidão, Jesus era João Batista, Elias ou algum dos profetas. Eles criam que Jesus era um grande mensageiro de Deus que havia ressuscitado dentre os mortos (Lc 9.19).

9 VENDO JESUS COMO REI Marcos 15:2 – Qual foi o título dado a Jesus? Deram a Jesus o título de rei dos judeus. Este título é ambíguo. No sentido político, os Herodes eram reis, Jesus não. Não obstante, Jesus era rei dos judeus, oferecido a eles como cumprimento de suas esperanças messiânicas.

10 Marcos 15:9 – Como Pilatos identificou a Jesus? Pilatos identificou a Jesus como rei dos judeus Vê-se aqui que Pilatos falou zombeteiramente, pois se tivesse realmente crido que Jesus era um pretendente à realeza não o teria soltado sob quaisquer circunstâncias.

11 Marcos 15:12 Como Jesus era visto pelas pessoas do seu tempo? Jesus era visto como rei dos judeus. A questão inevitável: Podemos ignorar agora a Jesus, mas já que Cristo tem autoridade sobre esta esfera terrena, eventualmente teremos de nos defrontarmos com sua autoridade e fazer uma “escolha” da alma no tocante a ele.

12 Marcos 15:18 Como os algozes de Jesus o saudavam? Os algozes de Jesus o saudavam como rei dos judeus Os algozes zombaram de Jesus como rei. A vestimenta púrpura e a coroa de espinhos eram uma maneira de ridicularizar a Jesus como rei.

13 VENDO JESUS COMO SACERDOTE Marcos 8:31 O que era necessário Jesus enfrentar para cumprir o seu ofício de sacerdote? Era necessário sofrer muitas coisas, ser rejeitado, ser morto e ressuscitar. Jesus faz uma declaração acerca do propósito de sua vinda ao mundo. William Hendriksen diz que as predições dadas aqui têm as seguintes características: Elas foram necessárias; Elas foram assustadoras; Elas foram reveladoras; Elas foram bondosas e sábias; Elas foram claras.

14 Marcos 10:33 e 34 – Mais uma vez, o que Jesus precisou enfrentar para cumprir o seu ofício de sacerdote? Jesus precisava ser entregue aos principais sacerdotes, ser condenado à morte, ser entregue aos gentios, ser escarnecido, ser cuspido, ser açoitado e ressuscitar. Jesus enfrentou o sofrimento. O evangelista Marcos enumera sete degraus do sofrimento de Jesus nessa marcha para Jerusalém: Jesus foi entregue aos líderes religiosos; Jesus foi condenado à morte pelo sinédrio; Jesus foi entregue aos gentios; Jesus foi escarnecido; Jesus foi cuspido; Jesus foi açoitado; Jesus foi morto.

15 Marcos 11:18,19,27-33 Como os principais sacerdotes, escribas e anciãos se posicionaram em relação a Jesus? Eles procuravam um modo de lhe tirar a vida e perguntavam com que autoridade Jesus fazia aqueles sinais. Aqui temos a autoridade do Messias. Destacamos cinco pontos nesse texto: Um plano maligno (Mc 11.18); Uma pergunta maliciosa (Mc 11.27,28); Uma contra pergunta corajosa (Mc 11.29,30); Uma farsa dolorosa (Mc ); Uma firmeza gloriosa. Jesus não entrou numa discussão infrutífera com os inimigos nem perdeu tempo com suas perguntas de algibeira. Para ser mediador Jesus se deu a si mesmo em resgate de muitos.

16 PARA DECORAR... “O salário do pecado é a morte, mas o dom gratuito de Deus é a vida eterna em Cristo Jesus” Romanos 6.23


Carregar ppt "TEXTO BÁSICO “E disse-lhes: Ide por todo o mundo e pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; quem, porém, não crer será."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google