A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Sustentabilidade das Operações de Reabilitação Urbana Aplicação do Sistema de Certificação de Edifícios em Zona Históricas: A Perspectiva do Projectista.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Sustentabilidade das Operações de Reabilitação Urbana Aplicação do Sistema de Certificação de Edifícios em Zona Históricas: A Perspectiva do Projectista."— Transcrição da apresentação:

1 Sustentabilidade das Operações de Reabilitação Urbana Aplicação do Sistema de Certificação de Edifícios em Zona Históricas: A Perspectiva do Projectista Caso - Unidade de Alojamento Turístico Hotel - Morro da Sé

2 Unidade hoteleira no Morro da Sé de 4 estrelas Travessa de São Sebastião, nº 59 ao nº 65 Rua de Pelames, nº 52 a nº 84 Edifício com 6 pisos Piso -3 – Quartos, Áreas Técnicas e Armazéns; Piso -2 – Quartos, Lavandaria, Rouparia, Armazéns, Vestiários do Pessoal e Sala dos Funcionários; Piso -1 - Quartos, Cozinha, Armazéns, Câmaras Frigoríficas e Áreas Técnicas; Piso 0 – Quartos, Recepção, Restaurante, Bar, Gabinetes, Arrumos, Armazéns e Sanitários; Piso 1 – Quartos; Piso 2 – Quartos. Descrição do Edifício

3 RUA DOS PELAMES: Nºs 52, 58, 62, 64, 68, 70 e 70-A, 72 a 84 TRAVESSA S. SEBASTIÃO: Nºs 63/65, 59/61 Descrição do Edifício

4 Fotografias do Existente

5

6

7 Grande reabilitação com ampliação Abrangido pelo SCE Edifício composto por um conjunto de pequenos edifícios que ao serem agrupados têm uma área útil de pavimento superior a 1000m², dotado de sistemas mecânicos de climatização com potência superior a 25kW Categoria Grandes Edifícios de Serviços Abrangido pelo RSECE. Enquadramento Regulamentar

8 O projecto - Arquitectura

9

10

11

12

13 Paredes existentes em granito Coeficiente de transmissão térmica: U = 0,52W/m 2 ºC Massa superficial interior: Msi = 18.8kg/m 2 O projecto - Envolvente Camada dj (m) Gesso cartonado Gesso cartonado Caixa de ar (para montagem da estrutura de suporte do pladur) 0.02 Isolamento Térmico (XPS)0.05 Granito0.25 a 0.6 Reboco 0.02

14 Paredes exteriores novas com reboco e com chapa ondulada Coeficiente de transmissão térmica: U = 0,42W/m 2 ºC Massa superficial interior: Msi = 18.8kg/m 2 O projecto - Envolvente Camada dj (m) Gesso cartonado Gesso cartonado Caixa de ar (para montagem da estrutura de suporte do pladur) 0.02 Isolamento Térmico (XPS)0.05 Tijolo0.24 Reboco ou chapa ondulada 0.02

15 Cobertura exterior (inclinada) Zonas de quartos com tecto inclinado, existentes no volume a reconstruir na zona sul, na Rua de Pelames Coeficiente de transmissão térmica: U = 0,56 W/m 2 ºC Massa superficial interior: Msi = 150kg/m 2 O projecto - Envolvente Camada dj (m) Reboco 0.02 Laje maciça de betão0.20 Regularização0.1 Isolamento Térmico (XPS)0.05 Estrutura descontinua de madeira Placas de aglomerado de madeira0.02 Subtelha, telas, etc. Telha cerâmica

16 Cobertura exterior (em terraço) Terraços e áreas técnicas de AVAC Coeficiente de transmissão térmica: U = 0,31 W/m 2 ºC Massa superficial interior: Msi = 18,8kg/m 2 O projecto - Envolvente Camada dj (m) Gesso cartonado Gesso cartonado Tecto falsoVariável Isolamento acústico (lã mineral)0.05 Laje maciça de betão0.20 Telas Isolamento Térmico (XPS)0.05 Regularização0.10 Lajetas de betão0.04

17 Toda a envolvente de separação com áreas técnicas, desvãos, construções vizinhas foi isolada Paredes, coberturas, pavimentos Toda a envolvente em contacto com o solo foi isolada Paredes, pavimentos O projecto - Envolvente RESUMO Elementos da envolvente em zona corrente Coeficientes de transmissão térmica W/(m² ºC) MáximoProjecto Elementos exteriores Opacas Verticais1,600,52 Opacas Horizontais 1,000,56 Elementos interiores em zona corrente Opacas Verticais2, Opacas Horizontais 1,300,57

18 Vãos envidraçados verticais Janelas de madeira, com vidro duplo de controlo solar, incolor A protecção solar dos envidraçados: Quartos estore interior opaco de cor clara, cortina transparente de cor clara e cortina pesada de cor média Restaurante estore interior de rolo, semi-transparente, de cor clara Recepção e corredores sem protecção Coeficiente de transmissão térmica: U = 3.0 W/m2ºC (geral) U = 2.7 W/m2ºC (Quartos) Factor solar:Fs = 0,56 (geral, sem protecção) Fs = 0,28 (Quartos e Restaurante) Vãos envidraçados horizontais Janelas de madeira, com vidro duplo de controlo solar, incolor Coeficiente de transmissão térmica: U = 3.0 W/m2ºC Factor solar:Fs = 0,56 O projecto - Envidraçados

19 O projecto - AVAC

20

21 Produção de Águas Quentes Sanitárias de Consumo 3 depósitos do tipo vertical, com a capacidade de 2500 litros Pré-Aquecimento de Águas Quentes Sanitárias 20 colectores solares com área unitária de 2,015 m 2 1 depósito de pré-aquecimento de águas sanitárias com a capacidade de 2500 litros Requisitos das necessidades de AQS Consumo médio diário de referência de AQS: 70 litro/ocupante Número de ocupantes: Quartos 49 unidades, Ocupantes 2 ocup/Quarto O perfil de utilização de consumo de AQS caracterizado com programa TSOL introduzindo o respectivo perfil de hotel no programa SOLTERM. O projecto - AQS

22 O projecto - AVAC

23 O projecto – Simulação térmica detalhada

24 O projecto - Certificação

25 Problemas da aplicação do RCCTE / RSECE Criação de áreas técnicas com condições adequadas para as instalações Criação de vias para passagem de instalações (condutas, tubos, etc) Condições de admissão / rejeição de ar de renovação / ventilação Correcção de pontes térmicas Aplicação do isolamento pelo interior vs. inércia térmica do edifício Ganhos solares muito limitados


Carregar ppt "Sustentabilidade das Operações de Reabilitação Urbana Aplicação do Sistema de Certificação de Edifícios em Zona Históricas: A Perspectiva do Projectista."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google