A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Redefinição do SONK (spontaneous osteonecrosis of the knee): Aspectos da RM do osso subcondral nos joelhos adultos Dr. Je Hoon Yang 16 de agosto de 2007.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Redefinição do SONK (spontaneous osteonecrosis of the knee): Aspectos da RM do osso subcondral nos joelhos adultos Dr. Je Hoon Yang 16 de agosto de 2007."— Transcrição da apresentação:

1 Redefinição do SONK (spontaneous osteonecrosis of the knee): Aspectos da RM do osso subcondral nos joelhos adultos Dr. Je Hoon Yang 16 de agosto de 2007

2 MR appearance of SONK-like subchondral abnormalities in the adult knee: SONK redefined Skeletal Radiology 2004 out R. Richard Ramnath and Susan V. Kattapuram Massachusetts General Hospital, Harvard Medical School, 55 Fruit Street, ACC 515, Boston, MA 02114, USA

3 SONK (spontaneous osteonecrosis of the knee) Idosos, sexo feminino Côndilo femoral medial Artrose ou fratura de insuficiência Incio súbito

4 Objetivo Caracterizar os aspectos da RM do osso subcondral dos casos de SONK nos adultos e classificá-los em duas categorias: Processo subagudo e crônico associada a artrose Processo agudo associado a fratura de insuficiência

5 Métodos Estudo retrospectivo entre dezembro de 1999 e maio de pacientes Busca em banco de dados com relatórios com: osteochondral abnormality, osteochondral defect, osteochondral fracture, osteonecrosis, osteochondritis dissecans, subchondral defect, subchondral abnormality, subchondral fracture, and chondral fracture Exclusão: trauma, cirurgias infartos e osteocondrite dissecante, ou por síndrome patelofemoral

6 Imagem Definição das alterações subcondrais. Baixo sinal em T1 e de sinal variado em T2 obliterando a cortical, independente do estado da cartilagem

7 Fatores avaliados Localização

8 Fatores avaliados Contorno Aspecto de sinal Linear não linear

9 Fatores avaliados Ruptura meniscal associada Lesão condral associada: afilamento, irregularidades da superficie, erosao parcial e de toda a espessura Aspecto de sinal da medula óssea: discreto, moderado e acentuado

10 Resultados e conclusões 52 lesões subcondrais em 32 pacientes F21 M18 idade: 23 a 78 anos (54,2+-15,2 anos)

11 Componente linear 10 pacientes com 11 lesões. Entre 35 a 76 anos ,1 anos, 5F 5M Côndilo femoral medial em 82% dos casos (9/11)

12 Componente linear Edema ósseo acentuado 9/11 (82%), intermediário1/11 (9%), sem edema1/11 (9%) Zona 2 coronal (64%) e sagital (82%) mais preponderantes Lesão da cartilagem no côndilo correspondente (64%) Ruptura meniscal 9/11 (92%)..

13 Componente não linear 21 pacientes com 41 lesões. Entre 23 a 78 anos 52,3+-15,2 anos 5F 5M

14 Componente não linear Distribuição Cõndilo medial (23/41, 56%) Côndilo lateral (9/41, 22%) Planalto lateral (6/41, 15%) Planalto medial (3/41, 7%) Coronal: zona 2 (51%), zona 3 (29%) e zone 1 (20%) Sagital: zone 2 (71%), zona 3 (17%) e zone 1 (12)

15 Componente linear versus não linear Linear: côndilo medial, posição de sustentação de carga, zonas 2 e 3 São maiores (<0.01) com maior extensão do edema medular(P<0.0001), consistente com processos agudos Não linear:: maior distribuição associação positiva com lesões condrais (P=0.01) e menos edema ósseo, consistente com artrose e processos subagudos e crônicos

16 Não lineares têm

17 Resultados e conclusões A associação com artrose e fratura de insuficiência põe em cheque a validade do termo usado hoje - osteonecrose.


Carregar ppt "Redefinição do SONK (spontaneous osteonecrosis of the knee): Aspectos da RM do osso subcondral nos joelhos adultos Dr. Je Hoon Yang 16 de agosto de 2007."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google