A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÃO 1. 2 Í N D I CE 1) Informação 2) Informação Pública 3) Sociedade da Informação e Conhecimento 4) Sociedade da Informação.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÃO 1. 2 Í N D I CE 1) Informação 2) Informação Pública 3) Sociedade da Informação e Conhecimento 4) Sociedade da Informação."— Transcrição da apresentação:

1 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÃO 1

2 2 Í N D I CE 1) Informação 2) Informação Pública 3) Sociedade da Informação e Conhecimento 4) Sociedade da Informação no Mundo 5) Sociedade da Informação nos EUA

3 3 Í N D I CE 6) Sociedade da Informação no Brasil 7) Serviços na Internet 8) Governo Eletrônico 9) Interoperabilidade 10) Governo Eletrônico no Brasil 11) Portais de Governo

4 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES Informação Entidade tangível ou intangível que reduz a incerteza acerca de um evento ou estado. Henry C. Lucas Jr. 4

5 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES Informação Pública Pertencente ou destinada ao povo, à coletividade, à gestão governamental para facilitação da vida das Pessoas. 5

6 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO Informação pública, abundante e acessível é um dos bens mais importantes que o Estado deve oferecer aos seus cidadãos. 6

7 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO MODELO INDUSTRIAL MODELO INFORMACIONAL NOVA ARQUITETURA Tecnológica Econômica Política Organizacional Gestão coletiva NOVA ARQUITETURA Tecnológica Econômica Política Organizacional Gestão coletiva 7

8 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO E DO CONHECIMENTO USUÁRIOS INTERNET No Mundo Milhões Milhões Milhões Bilhões Milhões Milhões Milhões Bilhões No Brasil Milhões milhões Milhões EEUU milhões Milhões milhões Milhões EEUU milhões 8

9 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO NO MUNDO O Início de Tudo: Programa HPCC (High Performance Computing and Comunication) - EUA => (Rede e Computação). 9

10 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO NO MUNDO Expansão => Inclusão da iniciativa NII (National Information Infrastructure) (Economia e Sociedade Americana). 10

11 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO NO MUNDO Evolução => Lançamento do GII (Global Information Infrastructure) ( Desafio Mundial). 11

12 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO NO EUA OMB - Office of Management and Budget. Órgão gestor do governo eletrônico Firstgov. Outubro Novo programa com 24 iniciativas U$ 345 Milhões (4 anos). Alguns números: 68 milhões de americanos já usaram sites governo 42 milhões já pesquisaram políticas públicas; 23 milhões já usaram a Internet p/ falar com administradores públicos. 12

13 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO NO EUA Foco no cidadão - ênfase em serviços Acessibilidade - Software Bobby Test ( No Brasil Da Silva) 13

14 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES A INICIATIVA EUROPEIA Projetos - piloto do G7 => 11 projetos de ação rumo a sociedade da Informação Impulsionado pelo GII do governo americano Envolvimento de outros países europeus /

15 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO NO BRASIL Origem: Programa Sociedade da Informação Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia Finalidade: Lançar alicerces de projeto nacional estratégico para integrar e coordenar o desenvolvimento e a utilização dos serviços avançados de computação, comunicação e informação e suas aplicações na sociedade. 15

16 SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO NO BRASIL SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES Programa Sociedade da Informação (SOCINFO) Instituído pelo Decreto nr.3294 de 15/12/1999 a partir de estudo do MCT - Ministério da Ciência e Tecnologia. 16

17 SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO NO BRASIL SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES Programa Sociedade da Informação Objetivo Integrar, coordenar e fomentar ações para a utilização de TIC de forma a contribuir para a inclusão social de todos os brasileiros na nova sociedade e contribuir para que a economia do País seja competitiva no mercado global. 17

18 SOCIEDADE DA INFORMAÇÃO NO BRASIL SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES Livro Verde Metas para implementação do Programa Sociedade da Informação, compreendendo assuntos como: Ampliação do acesso Meios de conectividade Formação/capacitação de Pessoas, Incentivo a pesquisa e desenvolvimento Comércio eletrônico (e-commerce) Desenvolvimento de novas aplicações. 18

19 PRECURSORES SERVIÇOS NA INTERNET (PRECURSORES) SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 19 Declaração de Imposto de Renda Certidões de pagamentos de Impostos Abertura e acompanhamento de processos previdenciários e judiciais Programa de Ensino a Distancia Divulgação das compras do Governo Cadastro de fornecedores do Governo

20 PRECURSORES SERVIÇOS NA INTERNET (PRECURSORES) SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 20 Acessos nos postos de Correio Saldo do FGTS Inscrição de Contribuintes-Previdência Social Previsão do Tempo Denúncias Guias de Exportação Informações sobre programas de Governo Federal

21 NEGÓCIOS ELETRÔNICOS (e-business) SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 21 Atividades econômicas que se utilizam de redes eletrônicas como plataforma tecnológica Envolvem diversos tipos de transações comerciais, admiistrativas e contábeis Envolvem Governo, Empresas e Consumidores Principal atividade dos Negócios Eletrônicos é o Comércio Eletrônico (e- commerce)

22 NEGÓCIOS ELETRÔNICOS - Relacionamentos SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 22 Governo G2G Empresa Consumidor G2CC2G C2C B2C C2B G2BB2G B2B

23 GOVERNO ELETRÔNICO SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 23 O QUE É: É o uso de novas tecnologias da informação e comunicação na prestação de serviços e informações para cidadãos, fornecedores e servidores. É governo sem fronteira para a sociedade, acessível 7x24

24 GOVERNO ELETRÔNICO SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 24 POR QUE ADOTAR? Promoção da Cidadania. Acesso a informação facilitada. Aplicação dos níveis educacionais Transparência nas ações governamentais Aumento da atividade econômica. Agilização das contratações de Governo

25 GOVERNO ELETRÔNICO - Princípios SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 25 Democratização do acesso a informação Universalização na prestação dos serviços públicos Proteção da privacidade individual Redução das desigualdades sociais e regionais

26 GOVERNO ELETRÔNICO - Pré requisitos SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 26 Infra-estrutura de Redes e de Computação Regras bem definidas Acompanhamento das transformações da Sociedade Quadro jurídico - institucional adequado

27 Objetivos Gerais GOVERNO ELETRÔNICO - Objetivos Gerais SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 27 Universalização e democratização do acesso aos serviços e informações de governo pela Internet Melhoria na gestão e qualidade dos serviços públicos Transparência Redução de Custos unitários Simplificação de processos

28 GOVERNO ELETRÔNICO - Objetivos Gerais SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 28 Informação como fato estratégico Convergência e integração de redes e sistemas de informação Inclusão Social e Digital Implantação de infra-estrutura avançada Utilização do poder de compra do governo

29 GOVERNO ELETRÔNICO Algumas Funções SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 29 Prestação eletrônica de informações e serviços Regulamentação das Redes de informações Prestação de Contas Públicas Ensino a Distancia Difusão cultural com ênfase nas identidades locais Aquisição de bens e serviços por meio de Internet Estímulo aos negócios eletrônicos.

30 GOVERNO ELETRÔNICO - Evolução SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 30 Difusão de informações Interação com Usuários (receber informações, sugestões, reclamações) Prestação de serviços e pagamento de contas e tributos Reunião de sites em um portal único

31 GOVERNO ELETRÔNICO - Pontos a melhorar SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 31 Políticas públicas de inclusão digital (Ex: Telecentros do Banco do Brasil) Integração do Governo eletrônico com Municípios e Estados Compartilhamento das Redes Telecom. Redução da dependência de monopólios e produtos proprietários.

32 GOVERNO ELETRÔNICO - Alguns Desafios SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 32 Direcionar o Governo Eletrônico às camadas excluídas da sociedade por intermédio de políticas publicas efetivas Incorporar o 3º setor e Universidades Implantar política de gestão de sistemas legados

33 Alguns Desafios GOVERNO ELETRÔNICO - Alguns Desafios SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 33 Alterar o modelo de contratação de infra, aquisição, licença e desenvolvimento de sistemas e aplicações. Integrar Bases de Dados das 3ª esferas de Governo Priorizar o interesse do Cidadão Garantir a interoperabilidade a partir de padrões Fomentar e concretizar parcerias com a sociedade e a comunidade

34 GOVERNO ELETRÔNICO - Comitê e.gov(8 Comitês) SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 34 Implementação do Software Livre Inclusão Digital Integração de Sistemas Sistemas Legados e Licenças Gestão de Sites e Serviços On line Infra-estrutura de Rede G2G Gestão do Conhecimento e Informação Estratégica

35 INTEROPERABILIDADE SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES DEFINIÇÕES Intercâmbio coerente de informações e serviços entre sistemas. Deve possibilitar a substituição de qualquer componente ou produto usado nos pontos de interligação por outro de especificação similar, sem comprometimento das funcionalidades do sistemas Habilidade de transferir e utilizar informações de maneira uniforme e eficiente entre várias organizações e sistemas de informação (Governo da Austrália). 35

36 INTEROPERABILIDADE SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES DEFINIÇÕES Habilidade de dois ou mais sistemas (Computadores, meios de comunicação, redes, software e outros componentes de tecnologia da informação) de interagir e de intercambiar dados de acordo com um método definido de forma a obter os resultados esperados (ISO). 36

37 INTEROPERABILIDADE SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 37 Não é isoladamente ( Embora considere). Integração de sistemas. Integração de Redes. Troca de dados entre sistemas. Definição de tecnologia Considera Também :. Situação existente: legado, plataforma de HW, SW existente. Diversidade de Componentes : produtos diversos, fornecedores distintos.. Normas, políticas e padrões dos sistemas de TIC.

38 INTEROPERABILIDADE SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 38 Modelo Brasileiro (e.ping): Soluções avaliadas => Canadá, França, EUA, Reino Unido e Austrália. Solução escolhida => Reino Unido (07/2003) e.government Interoperability Framework ( e-GIF) - Padrões - Modelo de gestão do padrões Ref. :

39 INTEROPERABILIDADE SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 39 CARACTERÍSTICAS DO E-GIF => REINO UNIDO - Foco em padrões. Não se vincula a produtos ou fornecedores - Padrões Abertos. Aceitos pela maioria do mercado TIC. Redução de Custos e de riscos para o Governo. - Compatível com o foco brasileiro => O cidadão - Documentação disponível na Internet sem restrições de acesso. - Funciona há mais de 3 anos - Dispõe de mecanismo de gestão e publicação

40 Política gerais da arquitetura e.ping - Alinhamento com a Internet - Adoção do XML ( padrão primário para integração de dados) - Adoção de navegadores (Browsers) - Padrão de Metadados do Governo Eletrônico (modelo aberto e internacional) INTEROPERABILIDADE SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 40

41 Política gerais da arquitetura e.ping - Suporte de Mercado - Escalabilidade - Transparência - Adoção preferencial de Padrões Abertos (sistemas proprietários devem ser transitórios) - Adesão à e-ping (gradativa e obrigatória) - Foco na interoperabilidade INTEROPERABILIDADE SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 41

42 INTEROPERABILIDADE - Diagrama de relacionamento SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 42 Fonte: Governo Eletrónico Brasileiro e-ping

43 - INTEROPERABILIDADE - Modelo de Governo Eletrônico SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 43 Fonte: Governo Eletrónico Brasileiro e-ping

44 INTEROPERABILIDADE SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 44 Forma de gestão do Modelo Brasileiro Definição de responsabilidade por: - Atualização de normas e publicações na e-ping - Verificação de conformidade e aderência aos padrões determinados - Sintonia com outros modelos implantados e com mercado, para garantia da atualização dos padrões - Criação e administração do sítio da e-ping.

45 GOVERNO ELETRÔNICO NO BRASIL SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 45 21º Lugar (atras de Portugal e México) 22º Lugar => A. do Sul (último colocado) Avanço do e.gov => 2000 a 2002 Aumento da maturidade em queda >2002 => 11,5% >2003 => 7,4% >2004 => 5,6% Canadá, Singapura e EUA são os 3 primeiros Fonte: Accenture

46 GOVERNO ELETRÔNICO NO BRASIL SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES 46 Alguns Portais Federais: > Justiça Eleitoral > Receita Net > Previdência Social > STF - Processos > SIAFI > Compras Net Portais Estaduais/Municipais >Poupa Tempo (SP) >Trânsito On line (RJ) > TRF - 1ª Região - Processos > Detran > Tudo Fácil Eletrônico (RS)

47 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES SITE DO 47

48 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES SITE DO E. GOV.BR na Agricultura 48

49 SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÕES SITE DO GOVERNOELETRONICO.E.GOV.BR 49


Carregar ppt "SISTEMAS GOVERNAMENTAIS DE INFORMAÇÃO 1. 2 Í N D I CE 1) Informação 2) Informação Pública 3) Sociedade da Informação e Conhecimento 4) Sociedade da Informação."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google