A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

METODOLOGIA DE ENSINO DO BASQUETEBOL (Prof. Ms. Ângelo Diniz)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "METODOLOGIA DE ENSINO DO BASQUETEBOL (Prof. Ms. Ângelo Diniz)"— Transcrição da apresentação:

1 METODOLOGIA DE ENSINO DO BASQUETEBOL (Prof. Ms. Ângelo Diniz)

2 CONTEXTO PEDAGÓGICO PEDAGOGIA DO ESPORTE – pedagogia, ato de ensinar/Esporte, fenômeno sócio- cultural de múltiplas possibilidades. PEDAGOGIA DO ESPORTE – pedagogia, ato de ensinar/Esporte, fenômeno sócio- cultural de múltiplas possibilidades. GHIRALDELLI JR.(1991) – problemas, metodológicos relativos ao como ensinar, o que ensinar, quando ensinar e para quem ensinar. GHIRALDELLI JR.(1991) – problemas, metodológicos relativos ao como ensinar, o que ensinar, quando ensinar e para quem ensinar. FREIRE, J. B.(1994) – proposta pedagógica não deve estar nem aquém, nem além do nível de desenvolvimento do aluno, deve desafiá-lo. FREIRE, J. B.(1994) – proposta pedagógica não deve estar nem aquém, nem além do nível de desenvolvimento do aluno, deve desafiá-lo.

3 CONTEXTO PEDAGÓGICO PAES, R. R. (1996) – jogo possível, união das quatro modalidades de quadra. PAES, R. R. (1996) – jogo possível, união das quatro modalidades de quadra. PAES, R. R.(1996) – princípios pedagógicos(participação, inclusão, diversificação e prazer pela prática). PAES, R. R.(1996) – princípios pedagógicos(participação, inclusão, diversificação e prazer pela prática). BROTTO, F. O.(1999) – jogos cooperativos. BROTTO, F. O.(1999) – jogos cooperativos.

4 Teoria dos jogos coletivos X Tecnicismo(Daólio,2002) TJC - princípios operacionais, regras de ação e gestos técnicos específicos. TJC - princípios operacionais, regras de ação e gestos técnicos específicos. TJC - cooperação e inteligência. TJC - cooperação e inteligência. Tecnicismo aulas tradicionais(ensino dos fundamentos). Tecnicismo aulas tradicionais(ensino dos fundamentos). Tecnicismo - faz parte da nossa cultura(sempre foi importante). Tecnicismo - faz parte da nossa cultura(sempre foi importante).

5 FUNDAMENTOS Controle de corpo – jogos e brincadeiras. Controle de corpo – jogos e brincadeiras. Manejo de bola – atividades lúdicas. Manejo de bola – atividades lúdicas. Passe – ensinar primeiro que o drible(jogos e atividades tradicionais). Passe – ensinar primeiro que o drible(jogos e atividades tradicionais). Drible – cabeça erguida e INSISTIR com a mão oposta, realizá-lo no momento certo(jogos e atividades tradicionais). Drible – cabeça erguida e INSISTIR com a mão oposta, realizá-lo no momento certo(jogos e atividades tradicionais).

6 FUNDAMENTOS Arremesso – molde, empunhadura, bandeja dos dois lados, importância do lance livre(jogos e atividades tradicionais). Arremesso – molde, empunhadura, bandeja dos dois lados, importância do lance livre(jogos e atividades tradicionais). Rebote – mostrar sua importância para todos os alunos, INSISTIR no bloqueio(jogos e atividades tradicionais). Rebote – mostrar sua importância para todos os alunos, INSISTIR no bloqueio(jogos e atividades tradicionais).

7 EXERCÍCIOS SINCRONIZADOS Une fundamentos, dinamismo. Une fundamentos, dinamismo. Discutir com os alunos o porque da Trança(oito). Discutir com os alunos o porque da Trança(oito). Aumentar o grau de dificuldade gradativamente. Aumentar o grau de dificuldade gradativamente.

8 SITUAÇÕES DE JOGO Faz parte das regras de ações(TJC). Faz parte das regras de ações(TJC). Ensinar a jogar sem a bola nas mãos. Ensinar a jogar sem a bola nas mãos. Corta-luz. Corta-luz.

9 ASPECTOS TÁTICOS Defesa Individual ou Defesa por Zona. Defesa Individual ou Defesa por Zona. Quando ensinar as outras defesas(pressão, mista e combinada). Quando ensinar as outras defesas(pressão, mista e combinada). Deixar o ataque livre ou ensinar jogadas, cobrando as posições. Deixar o ataque livre ou ensinar jogadas, cobrando as posições. Contra-ataque – só o “armador” pode levar a bola? Contra-ataque – só o “armador” pode levar a bola?

10 ASPECTOS FÍSICOS Aumentar as sessões e horas de treinos gradativamente, respeitando as fases das crianças e adolescentes. Aumentar as sessões e horas de treinos gradativamente, respeitando as fases das crianças e adolescentes. Dinamismo nas aulas já oferece o condicionamento físico. Dinamismo nas aulas já oferece o condicionamento físico. Discutir a importância da corrida. Discutir a importância da corrida.

11 ASPECTOS PSICOLÓGICOS Cautela no processo competitivo. Cautela no processo competitivo. Cuidado com o imediatismo(“campeão de mini”). Cuidado com o imediatismo(“campeão de mini”). Tratamento individualizado(sem descriminação) Tratamento individualizado(sem descriminação) Aulas motivantes. Aulas motivantes.

12 ASPECTOS PSICOLÓGICOS RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO – FUNDAMENTAL. RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO – FUNDAMENTAL. RELAÇÃO DE TROCA. RELAÇÃO DE TROCA. CONFIANÇA. CONFIANÇA. HONESTIDADE. HONESTIDADE. RESPEITO. RESPEITO.

13 BASQUETEBOL Origem, evolução e momento atual do basquetebol no Brasil

14 ORIGEM DO BASQUETEBOL James Naismith(canadense), prof. De EF da ACM de Springfield(Massachusetts). James Naismith(canadense), prof. De EF da ACM de Springfield(Massachusetts). Preocupações pedagógicas: Preocupações pedagógicas: Monotonia X dinamismo nas aulas; Monotonia X dinamismo nas aulas; Inverno rigoroso, aula em local coberto; Inverno rigoroso, aula em local coberto; Várias pessoas praticando ao mesmo tempo(FERREIRA & DE ROSE JR, 1987) Várias pessoas praticando ao mesmo tempo(FERREIRA & DE ROSE JR, 1987)

15 EVOLUÇÃO DO JOGO Em dez anos, a modalidade já era conhecida mundialmente; Em dez anos, a modalidade já era conhecida mundialmente; Evolução do alvo, das regras e da bola; Evolução do alvo, das regras e da bola; NBA(WNBA); NBA(WNBA); Jogos Olímpicos e mundiais(EUA têm soberania); Jogos Olímpicos e mundiais(EUA têm soberania); Dream Team americano; Dream Team americano; Abertura de mercado,soberania ameaçada(Diniz, 2000) Abertura de mercado,soberania ameaçada(Diniz, 2000)

16 BASQUETEBOL NO BRASIL 1896,Auguste Shaw, Colégio Mackenzie, em São Paulo; 1896,Auguste Shaw, Colégio Mackenzie, em São Paulo; Masculino: bi-campeão mundial em 1959/1963/soberania sulamericana até a década de 90,evolução do basquetebol argentino. Masculino: bi-campeão mundial em 1959/1963/soberania sulamericana até a década de 90,evolução do basquetebol argentino. Feminino:Campeã mundial em 1994, vice- olímpico em 1996, decadência a partir de Feminino:Campeã mundial em 1994, vice- olímpico em 1996, decadência a partir de 2004.

17 MOMENTO ATUAL Ausência de ídolos, pouca mídia e número pequeno de jogadores; Ausência de ídolos, pouca mídia e número pequeno de jogadores; Criação da NBB(liga nacional de basquetebol), para resolver problemas políticos entre CBB e federações estaduais; Criação da NBB(liga nacional de basquetebol), para resolver problemas políticos entre CBB e federações estaduais; A NBB é a salvação, mas resultados internacionais são fundamentais. A NBB é a salvação, mas resultados internacionais são fundamentais.

18 MINIBASQUETEBOL Até 12 anos de idade, jogo praticado com regras adaptadas; Até 12 anos de idade, jogo praticado com regras adaptadas; Número de praticantes nas categorias menores em São Paulo; Número de praticantes nas categorias menores em São Paulo; Massificação e/ou profissionalismo? Massificação e/ou profissionalismo? Atualização constante dos profs. Que trabalham com estas categorias. Atualização constante dos profs. Que trabalham com estas categorias.

19 ÂNGELO DINIZ (CHINÊS) (CHINÊS) (19) (19)


Carregar ppt "METODOLOGIA DE ENSINO DO BASQUETEBOL (Prof. Ms. Ângelo Diniz)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google