A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

METODOLOGIA DE ENSINO DO BASQUETEBOL (Prof. Ms. Ângelo Diniz)

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "METODOLOGIA DE ENSINO DO BASQUETEBOL (Prof. Ms. Ângelo Diniz)"— Transcrição da apresentação:

1 METODOLOGIA DE ENSINO DO BASQUETEBOL (Prof. Ms. Ângelo Diniz)

2 CONTEXTO PEDAGÓGICO PEDAGOGIA DO ESPORTE – pedagogia, ato de ensinar/Esporte, fenômeno sócio- cultural de múltiplas possibilidades. PEDAGOGIA DO ESPORTE – pedagogia, ato de ensinar/Esporte, fenômeno sócio- cultural de múltiplas possibilidades. GHIRALDELLI JR.(1991) – problemas, metodológicos relativos ao como ensinar, o que ensinar, quando ensinar e para quem ensinar. GHIRALDELLI JR.(1991) – problemas, metodológicos relativos ao como ensinar, o que ensinar, quando ensinar e para quem ensinar. FREIRE, J. B.(1994) – proposta pedagógica não deve estar nem aquém, nem além do nível de desenvolvimento do aluno, deve desafiá-lo. FREIRE, J. B.(1994) – proposta pedagógica não deve estar nem aquém, nem além do nível de desenvolvimento do aluno, deve desafiá-lo.

3 CONTEXTO PEDAGÓGICO PAES, R. R. (1996) – jogo possível, união das quatro modalidades de quadra. PAES, R. R. (1996) – jogo possível, união das quatro modalidades de quadra. PAES, R. R.(1996) – princípios pedagógicos(participação, inclusão, diversificação e prazer pela prática). PAES, R. R.(1996) – princípios pedagógicos(participação, inclusão, diversificação e prazer pela prática). BROTTO, F. O.(1999) – jogos cooperativos. BROTTO, F. O.(1999) – jogos cooperativos.

4 Teoria dos jogos coletivos X Tecnicismo(Daólio,2002) TJC - princípios operacionais, regras de ação e gestos técnicos específicos. TJC - princípios operacionais, regras de ação e gestos técnicos específicos. TJC - cooperação e inteligência. TJC - cooperação e inteligência. Tecnicismo aulas tradicionais(ensino dos fundamentos). Tecnicismo aulas tradicionais(ensino dos fundamentos). Tecnicismo - faz parte da nossa cultura(sempre foi importante). Tecnicismo - faz parte da nossa cultura(sempre foi importante).

5 FUNDAMENTOS Controle de corpo – jogos e brincadeiras. Controle de corpo – jogos e brincadeiras. Manejo de bola – atividades lúdicas. Manejo de bola – atividades lúdicas. Passe – ensinar primeiro que o drible(jogos e atividades tradicionais). Passe – ensinar primeiro que o drible(jogos e atividades tradicionais). Drible – cabeça erguida e INSISTIR com a mão oposta, realizá-lo no momento certo(jogos e atividades tradicionais). Drible – cabeça erguida e INSISTIR com a mão oposta, realizá-lo no momento certo(jogos e atividades tradicionais).

6 FUNDAMENTOS Arremesso – molde, empunhadura, bandeja dos dois lados, importância do lance livre(jogos e atividades tradicionais). Arremesso – molde, empunhadura, bandeja dos dois lados, importância do lance livre(jogos e atividades tradicionais). Rebote – mostrar sua importância para todos os alunos, INSISTIR no bloqueio(jogos e atividades tradicionais). Rebote – mostrar sua importância para todos os alunos, INSISTIR no bloqueio(jogos e atividades tradicionais).

7 EXERCÍCIOS SINCRONIZADOS Une fundamentos, dinamismo. Une fundamentos, dinamismo. Discutir com os alunos o porque da Trança(oito). Discutir com os alunos o porque da Trança(oito). Aumentar o grau de dificuldade gradativamente. Aumentar o grau de dificuldade gradativamente.

8 SITUAÇÕES DE JOGO Faz parte das regras de ações(TJC). Faz parte das regras de ações(TJC). Ensinar a jogar sem a bola nas mãos. Ensinar a jogar sem a bola nas mãos. Corta-luz. Corta-luz.

9 ASPECTOS TÁTICOS Defesa Individual ou Defesa por Zona. Defesa Individual ou Defesa por Zona. Quando ensinar as outras defesas(pressão, mista e combinada). Quando ensinar as outras defesas(pressão, mista e combinada). Deixar o ataque livre ou ensinar jogadas, cobrando as posições. Deixar o ataque livre ou ensinar jogadas, cobrando as posições. Contra-ataque – só o “armador” pode levar a bola? Contra-ataque – só o “armador” pode levar a bola?

10 ASPECTOS FÍSICOS Aumentar as sessões e horas de treinos gradativamente, respeitando as fases das crianças e adolescentes. Aumentar as sessões e horas de treinos gradativamente, respeitando as fases das crianças e adolescentes. Dinamismo nas aulas já oferece o condicionamento físico. Dinamismo nas aulas já oferece o condicionamento físico. Discutir a importância da corrida. Discutir a importância da corrida.

11 ASPECTOS PSICOLÓGICOS Cautela no processo competitivo. Cautela no processo competitivo. Cuidado com o imediatismo(“campeão de mini”). Cuidado com o imediatismo(“campeão de mini”). Tratamento individualizado(sem descriminação) Tratamento individualizado(sem descriminação) Aulas motivantes. Aulas motivantes.

12 ASPECTOS PSICOLÓGICOS RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO – FUNDAMENTAL. RELAÇÃO PROFESSOR-ALUNO – FUNDAMENTAL. RELAÇÃO DE TROCA. RELAÇÃO DE TROCA. CONFIANÇA. CONFIANÇA. HONESTIDADE. HONESTIDADE. RESPEITO. RESPEITO.

13 BASQUETEBOL Origem, evolução e momento atual do basquetebol no Brasil

14 ORIGEM DO BASQUETEBOL James Naismith(canadense), prof. De EF da ACM de Springfield(Massachusetts). James Naismith(canadense), prof. De EF da ACM de Springfield(Massachusetts). Preocupações pedagógicas: Preocupações pedagógicas: Monotonia X dinamismo nas aulas; Monotonia X dinamismo nas aulas; Inverno rigoroso, aula em local coberto; Inverno rigoroso, aula em local coberto; Várias pessoas praticando ao mesmo tempo(FERREIRA & DE ROSE JR, 1987) Várias pessoas praticando ao mesmo tempo(FERREIRA & DE ROSE JR, 1987)

15 EVOLUÇÃO DO JOGO Em dez anos, a modalidade já era conhecida mundialmente; Em dez anos, a modalidade já era conhecida mundialmente; Evolução do alvo, das regras e da bola; Evolução do alvo, das regras e da bola; NBA(WNBA); NBA(WNBA); Jogos Olímpicos e mundiais(EUA têm soberania); Jogos Olímpicos e mundiais(EUA têm soberania); Dream Team americano; Dream Team americano; Abertura de mercado,soberania ameaçada(Diniz, 2000) Abertura de mercado,soberania ameaçada(Diniz, 2000)

16 BASQUETEBOL NO BRASIL 1896,Auguste Shaw, Colégio Mackenzie, em São Paulo; 1896,Auguste Shaw, Colégio Mackenzie, em São Paulo; Masculino: bi-campeão mundial em 1959/1963/soberania sulamericana até a década de 90,evolução do basquetebol argentino. Masculino: bi-campeão mundial em 1959/1963/soberania sulamericana até a década de 90,evolução do basquetebol argentino. Feminino:Campeã mundial em 1994, vice- olímpico em 1996, decadência a partir de 2004. Feminino:Campeã mundial em 1994, vice- olímpico em 1996, decadência a partir de 2004.

17 MOMENTO ATUAL Ausência de ídolos, pouca mídia e número pequeno de jogadores; Ausência de ídolos, pouca mídia e número pequeno de jogadores; Criação da NBB(liga nacional de basquetebol), para resolver problemas políticos entre CBB e federações estaduais; Criação da NBB(liga nacional de basquetebol), para resolver problemas políticos entre CBB e federações estaduais; A NBB é a salvação, mas resultados internacionais são fundamentais. A NBB é a salvação, mas resultados internacionais são fundamentais.

18 MINIBASQUETEBOL Até 12 anos de idade, jogo praticado com regras adaptadas; Até 12 anos de idade, jogo praticado com regras adaptadas; Número de praticantes nas categorias menores em São Paulo; Número de praticantes nas categorias menores em São Paulo; Massificação e/ou profissionalismo? Massificação e/ou profissionalismo? Atualização constante dos profs. Que trabalham com estas categorias. Atualização constante dos profs. Que trabalham com estas categorias.

19 ÂNGELO DINIZ (CHINÊS) (CHINÊS) chinesbasq@ig.com.br chinesbasq@ig.com.br chinesbasq@ig.com.br (19)78158987. (19)78158987.


Carregar ppt "METODOLOGIA DE ENSINO DO BASQUETEBOL (Prof. Ms. Ângelo Diniz)"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google