A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Jornada BNDES Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007 Eduardo Carpentierri E2C Serviços

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Jornada BNDES Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007 Eduardo Carpentierri E2C Serviços"— Transcrição da apresentação:

1 Jornada BNDES Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007 Eduardo Carpentierri E2C Serviços

2 2 Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/ Panorama geral - Panorama no Brasil - O que a biomassa tem a oferecer - SIGAME; parte da experiência brasileira com gaseificação - Competitividade - Proposta Escopo da apresentação

3 3 - Elevação significativa do preço dos combustíveis fósseis - Aumento da importância/prevalência dos aspectos ambientais no processo decisório - Aquecimento global e suas conseqüências começam a ser discutidos abertamente - Percepção geral da conexão entre eventos climáticos locais com a mudança do clima, particularmente com o efeito estufa - Aumento do consumo de energia, especialmente energia elétrica (EE) Panorama atual Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

4 4 Panorama no Brasil Percebe-se: - Mudança de postura do Governo Federal em relação às fontes renováveis de energia; - Incentivo ao uso de novas fontes renováveis de energia (álcool e biodiesel são exemplos); - Preconceito ao uso de biomassa para produção de EE; - De modo geral empresas de EE não produzem o seu próprio combustível e ainda - Demanda crescente por E, particularmente EE - Dificuldades na aprovação de projetos hidroelétricos - Instabilidade no suprimento de GN Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

5 5 - Independência - Produz combustíveis ambientalmente saudáveis - Elevadas quantidades de E, inclusive de EE; desde que disponha de área e clima adequados - Aproveitar a vantagem comparativa proporcionada pelo clima e extensão do País - Alta produtividade e largo horizonte para crescimento - Combustíveis sólidos, líquidos ou gasosos - Permite o armazenamento de energia - Fácil planejamento e adequação à demanda - Forte componente social, (geração de renda e emprego) - Competitividade - Possibilidade de produção de múltiplas formas de energia num único empreendimento - Flexibilidade de implantação - Geração de créditos de carbono O que a biomassa tem a oferecer Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

6 6 O que a biomassa tem a oferecer Elevadas quantidades de E, inclusive de EE; desde que disponha de área e clima adequados Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

7 7 O que a biomassa tem a oferecer Alta produtividade e largo horizonte para crescimento - Eucalipto: 50 m³/ha.a; clones que chegam a 70m³/ha.a - Capim elefante: 80 t/ha.a (matéria seca) - Cana de açúcar: 82,5 t/ha.a Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

8 8 O que a biomassa tem a oferecer Florestas NE - 15% da Área, Energéticas c/Prod. > 25m 3 /ha.a Área (ha) 5,8 mi (3.7% do NE) Produção (m 3 /a) 164,6 mi EE (GWh/a) Potência (MW) Empregos (D) Renda (US$/a) 385 mi Inv. Floresta (bi US$) 5,2 (100% em R$) Inv. UTE (bi US$) 33,8 (80% em R$) Carbono Estocado (t c ) 104,7 mi Carbono Substituído (t c /a) 18,5 mi (*) (*) Comparado c/ GN Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

9 9 Projeto SIGAME (maio de 2003) SIGAME – Sistema Integrado de Gaseificação de Madeira e Produção de Eletricidade OBJETO: PRODUÇÃO COMERCIAL DE ELETRICIDADE, A PARTIR DA BIOMASSA FLORESTAL PROJETO: USINA de DEMONSTRAÇÃO - 32 MW LIQ. TECNOLOGIA - BIG-GT; CICLO COMBINADO COMBUSTÍVEL – Madeira Plantada (Eucalipto) Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

10 10 Projeto SIGAME (maio de 2003) Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

11 11 MA PI CE RN PB PE AL SE BA Localização: Sudeste da Bahia Município de Mucuri Projeto SIGAME (maio de 2003) Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

12 12 Investimento Estimado: Total – US$ 87 milhões (-25% ??) Só Usina – US$ 73 milhões (-25% ??) Preço da Energia: 55 a 65 US$/MWh ou 165 a 195 R$/MWh Prazo de Implementação: Fase III – 2,5 anos (Construção) Fase IV – 3 anos (Demonstração) Suprimento de Combustível: Madeira Própria – 60% Madeira de Terceiros – 40% (Resíduos Florestais) Projeto SIGAME (maio de 2003) Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

13 13 Usina 36 Floresta 80 a 120 Coleta de Resíduos 210 a 350 Construção 650 Pastagens 21 Total 326 a 506 Projeto SIGAME (maio de 2003) Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

14 14 Energia 240 GWh/a Mucuri 51 GWh/a Itamarajú 33 GWh/a Eunápolis 44 GWh/a Teixeira de Freitas 69 GWh/a Nova Viçosa 25 GWh/a Rede 18 GWh/a Projeto SIGAME (maio de 2003) Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

15 15 Projeto SIGAME (maio 2003) Fases do Projeto Fase - I:ESTUDOS INICIAIS - Prop. ao GEF, BM Participantes - CHESF, ELETROBRAS, SHELL, VALE Fase - II:TESTES - (Lab., Piloto) DESENV. DE EQUIPAMENTOS ENGENHARIA BÁSICA LICENCIAMENTO AMBIENTAL INFRA ESTRUTURA INSTITUCIONAL Participantes - MCT, CHESF, ELETROBRAS, SHELL, VALE, CIENTEC Fase - III:CONSTRUÇÃO & MONTAGEM Participantes - CONSÓRCIO SER – CHESF, ELETROBRAS, SHELL (só no início) Fase - IV:OPERAÇÃO PARA DEMONSTRAÇÃO Fase - V:OPERAÇÃO COMERCIAL Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

16 16 Projeto SIGAME O que foi realizado (maio 2003) Fase - II: TESTES DE GASEIFICAÇÃO DESENVOLVIMENTO/APRIMORAMENTO TECNOLÓGICO SELEÇÃO DA TECNOLOGIA ENGENHARIA BÁSICA ORÇAMENTO PLANEJAMENTO ESTRUTURA DO SUPRIMENTO DE MADEIRA SELEÇÃO E COMPRA DE ÁREAS (Fazendas) LICENCIAMENTO AMBIENTAL - USINA E PLANTAÇÕES CONTRATO DE VENDA DE ENERGIA CONTRATO DE CONSÓRCIO Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

17 17 Projeto SIGAME História Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007 ANOCHESFELETROBRÁSSHELL 84/85 Idéias; Concepção 86 Apresent. à Eletrobras 87/90 Proj. ChesfProj. Shell SIGAME 91 Início da Fase I 92Fim da Fase I e Início da Fase II 97Fim da Fase II e Início da Fase III 98/03Fase III ?????

18 18 Competitividade Abril 2003 Abril 2007 $/kW$/MWh$/kW $/MWh Usina Demo , Comercial Usina GN (3,0 $/MBTU) 85040,9 (5,5 $/MBTU) 85058,6 (7,0 $/MBTU) 85069,2 OBS.: TIR ñ alav. 10%; TIR alav. 19%; R$/$ 3,00 – 2003; R$/$ 2,05 – 2007 Alta: O&M 7,0 $/MWh; Comb 11 $/st (17,8 %/MWH); ef 41% Baixa: O&M 5,3 $/MWh; Comb 8,7 $/st (13,1 $/MWh); ef 43% Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007

19 19 Proposta Implementar um programa voltado à produção de E a partir de plantios energéticos e EE utilizando a tecnologia de BIG GT (gaseificação integrada a turbinas a gás) -Alta eficiência > 40%; - Baixas emissões; mínimos efluentes; resíduos e cinzas reaproveitados como fertilizante - Geração de empregos no campo - Competitividade - Tecnologia a ser demonstrada - Investimento 75 a 100 mi $ (?) - Prazo: 4 a 5 anos (?) Jornada BNDES – Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007


Carregar ppt "Jornada BNDES Madeira Energética Rio de Janeiro – RJ 29/05/2007 Eduardo Carpentierri E2C Serviços"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google