A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

1.Conceito - É o processo biológico através do qual o ovócito e o espermatozoide se unem para formar uma nova célula chamada ovo ou zigoto, com a qual.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "1.Conceito - É o processo biológico através do qual o ovócito e o espermatozoide se unem para formar uma nova célula chamada ovo ou zigoto, com a qual."— Transcrição da apresentação:

1 1.Conceito - É o processo biológico através do qual o ovócito e o espermatozoide se unem para formar uma nova célula chamada ovo ou zigoto, com a qual se inicia o desenvolvimento embrionário, isto é, a vida de um novo indivíduo. - A fecundação dá-se no terço distal da tuba uterina. FECUNDAÇÃO

2 2. Algumas informações - São eliminados com a ejaculação em torno de 350 milhões de espermatozoides. - Chegam à tuba uterina em torno de 100 espermatozoides. - O ovócito pode ser fecundado até 24 horas após a ovulação. - Os espermatozoides sobrevivem no sistema reprodutor feminino de 24 a 72 horas.

3 3. Maturação e Capacitação dos espermatozoides - Maturação: - Ocorre no epidídimo. - Há modificações funcionais e estruturais dos espermatozoides. - Modificação do metabolismo e inserção de glicoproteínas na membrana citoplasmática. FECUNDAÇÃO

4 3. Maturação e Capacitação dos espermatozoides - Capacitação: - Ocorre no sistema reprodutor feminino. - Ocorre modificação ou alterações das glicoproteínas da membrana citoplasmática dos espermatozoides. - Alteração da permeabilidade da membrana citoplasmática do espermatozoide a certas substâncias. FECUNDAÇÃO

5 3. Maturação e Capacitação dos espermatozoides - Capacitação: - Redistribuição de algumas glicoproteínas. - Aumento da captação de oxigênio. - Torna funcional a reação acrossômica. FECUNDAÇÃO

6 4. Fases da fecundação 1) Fase de penetração da coroa radiada - Nesta etapa, os espermatozoides têm que vencer a coroa radiada para alcançar a zona pelucida. Para isto utilizam hialuronidases (da membrana citoplasmática). - Através da hiperativação forçam a chegada a região da zona pelúcida. FECUNDAÇÃO

7

8 4. Fases da fecundação 2) Fase de reconhecimento e adesão - Nesta etapa, as proteínas da membrana citoplasmática dos espermatozoides precisam se associar com as proteínas (receptores) das células da zona pelúcida. - Por isso, que é impossível cruzar uma gata com um cachorro e vice-versa. FECUNDAÇÃO

9 4. Fases da fecundação 2) Fase de reconhecimento e adesão - Tendo ocorrido o reconhecimento e a adesão, inicia-se a fase de reação acrossômica. FECUNDAÇÃO

10 4. Fases da fecundação 3) Fase de reação acrossômica - Esta fase inicia-se após o contato entre espermatozoide e zona pelúcida. Especificadamente, entre receptor do espermatozoide e a glicoproteína ZP3 da zona pelúcida. - Formam-se poros por onde as enzimas acrossômicas são liberadas. FECUNDAÇÃO

11 4. Fases da fecundação 3) Fase de reação acrossômica - A reação acrossômica torna possível o desaparecimento da coroa radiada, o avanço do espermatozoide e a fusão das duas membranas citoplasmáticas. FECUNDAÇÃO

12 4. Fases da fecundação 4) Fase de desnudação - Caracteriza-se pelo desapareciemento da coroa radiada. - Pela ação da hialuronidase. FECUNDAÇÃO

13 4. Fases da fecundação 5) Fase de penetração da zona pelúcida - Quando a membrana citoplasmática e a membrana acrossômica externa desaparecem, a membrana acrossômica interna, que possui receptores, interage com a glicoproteína ZP2 da zona pelúcida. - Esta interação permite que o espermatozoide posso transpor a zona pelúcida. FECUNDAÇÃO

14 4. Fases da fecundação 5) Fase de penetração da zona pelúcida - Esta interação permite a liberação de acrosina, que é uma enzima que hidrolisa, localmente, a zona pelúcida. - A força de hiperativação conduz o espermatozoide em direção à membrana citoplasmática do ovócito. FECUNDAÇÃO

15 4. Fases da fecundação 6) Fase de fusão - Vários espermatozoides transpõem a zona pelúcida. - Contudo, somente um irá se fundir a membrana citoplasmática do ovócito secundário. - Quando isso ocorre, cessa a hiperativação, entra no ovócito secundário a parte anterior da cabeça do espermatozoide, ficando o restante do lado de fora. FECUNDAÇÃO

16 4. Fases da fecundação 6) Fase de fusão - Esse processo de fusão das membranas é controlado por proteínas fusogênicas de ambos os gametas. - Conhece-se algumas proteínas fusogênicas do espermatozoide, mas conhece-se pouco sobre as proteínas fusogênicas do ovócito secundário. FECUNDAÇÃO

17 4. Fases da fecundação 7) Fase de bloqueio da polispermia - Normalmente, o ovócito secundário deve ser fecundado por apenas um espermatozoide. - Sendo assim, a membrana citoplasmática do ovócito secundário sofre várias modificações para evitar a poliespermia. FECUNDAÇÃO

18 4. Fases da fecundação 7) Fase de bloqueio da polispermia - Reação cortical: exocitose de enzimas hidrolíticas, que degradam a glicoproteína ZP2 e modifica a glicoproteína ZP3. - Isso promove a imobilização e expulsão dos espermatozoides da zona pelúcida. FECUNDAÇÃO

19 4. Fases da fecundação 7) Fase de retomada da segunda divisão meiótica pelo ovócito secundário - Ocorre o reinício da segunda divisão meiótica, a qual gera duas células haploides, o óvulo – convertido em zigoto – e o segundo corpúsculo polar. FECUNDAÇÃO

20 4. Fases da fecundação 7) Fase de formação dos pró-núcleos masculino e feminino - No zigoto, os núcleos haploides do espermatozoide e do ovócito se chamam pró-núcleo masculino e feminino. - Ambos migram para a região central do zigoto, onde ocorre duplicação do DNA. FECUNDAÇÃO

21 4. Fases da fecundação 7) Fase de Singamia e anfimixia - No centro do zigoto, os pró-núcleos se colocam muito próximos um ao outro e perdem seus envoltórios nucleares (singamia). - Eles voltam a se condensar, na região equatorial do zigoto, como em uma metáfase mitótica (anfimixia). FECUNDAÇÃO

22 4. Fases da fecundação 7) Fase de Singamia e anfimixia - A anfimixia representa o final da fecundação. - Com ela inicia-se a primeira divisão mitótica da segmentação do zigoto. FECUNDAÇÃO

23 5. Consequências da fecundação - A principal consequência da fecundação é a formação do zigoto. Mas, também, ocorre: - O número diploide de cromossomos é restabelecido. - Forma-se uma célula completa: o ovócito cede praticamente todas as organelas celulares, com exceção dos centríolos que são fornecidos pelo espermatozoides. FECUNDAÇÃO

24 5. Consequências da fecundação - O material citoplasmático se redistribui. - Determinação do sexo cromossômico: o cromossomo sexual fornecido pelo ovócito é o cromossomo X. Pelo espermatozoide pode ser um X ou Y. Assim, se a junção resultar em XX (mulher), se resultar em XY (homem). - Início das divisões mitóticas. FECUNDAÇÃO

25 FIM


Carregar ppt "1.Conceito - É o processo biológico através do qual o ovócito e o espermatozoide se unem para formar uma nova célula chamada ovo ou zigoto, com a qual."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google