A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Filo Artrópodes Profº: Aleksandro Rodrigues. Artrópodes Há mais de 1 milhão de espécies de artrópodes divididos em 3 grupos: Calasse Insecta. Subfilo:

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Filo Artrópodes Profº: Aleksandro Rodrigues. Artrópodes Há mais de 1 milhão de espécies de artrópodes divididos em 3 grupos: Calasse Insecta. Subfilo:"— Transcrição da apresentação:

1 Filo Artrópodes Profº: Aleksandro Rodrigues

2 Artrópodes Há mais de 1 milhão de espécies de artrópodes divididos em 3 grupos: Calasse Insecta. Subfilo: Chilopoda e Diplopoda. Classe Arachnida. Outra característica é o exoesqueleto composto quitina, um polissacarídeo que exibe duas características: – Rigidez – para sustentação e proteção do corpo. – Impermeabilidade – revestido por uma camada de cera, encontrados principalmente nos animais terrestres. O exoesqueleto limita o crescimento com exceção do período de ecdise ou muda. Segmentação – assim como nos anelídeos os Artrópodes possui corpo dividido (metameria) podendo correr fusão de segmentos (metâmeros). Apêndices: estruturas ligas ao corpo como: – Como pernas ou patas e antenas.

3 Artrópodes Estrutura básica: são triblásticos e celomados e com corpo aproximadamente cilíndrico. Simetria bilateral. Sistema digestório: completo com digestão extracelular. Sistema cardiovascular: aberto sendo impulsionando a hemolinfa para as artérias em seguida para coração e posteriormente para os órgãos. Sistema respiratório: Maioria dos crustáceos são aquáticos com brânquias para trocas gasosas (sangue). – OBS: alguns realizam respiração traqueal através dos epiráculos (orifício) na superfície do corpo. Órgãos de excreção: glândulas verdes, túbulos de Malpighi e glândulas coxais – recolhem resíduos do sague e eliminam por canais que se abrem na superfície do corpo ou no intestino. São dioicos ou seja, sex separados. Fecundação interna e externa. Desenvolvimento direto ou indireto. Em alguns casos por partenogênese.

4 Características marcantes de cada classe CRUSTÁCEOS: Presença de 2 pares de antenas (característica diferencial). Corpo constituído por cefalotórax (cabeça e tórax), abdome e 5 pares de patas, ao final do abdome estão presentes os apêndices Télson e Urópodes. Presença de brânquias no tórax. Órgão excretor denominado glândula verde ou antenais na cabeça. São dioicos e com desenvolvimento indireto. ARACNÍDOS: Corpo divido em cefalotórax e abdome. 4 pares de patas e não possuem antenas. Possuem quilíferas para triturar a presa ou inocular peçonha. Pedipalpos que prendem, comprimem ou cortam as presas. Peçonha com enzimas que digerem o tecido da presa (digestão extracorpórea). A excreção feita pelo túbulos de Malpighi ou glândulas coxais. Dioicos com desenvolvimento direto e indireto. INSETOS: Corpo dividido em cabeça, tórax, abdome, 3 pares de patas e asas (Diferencial). Abdome: intestino, coração, órgãos excretores e sistema genital. Lateralmente no tórax encontram-se as espículas – abertura do sistema respiratório traqueal. Possui túbulos de Malpighi. São dioicos e quanto ao desenvolvimento são: Ametábolos: que não passam por metamorfose. Metábolos dividem-se em: Hemimetábolos metamorfose incompleta. Holometábolos metamorfose completa.

5 Moluscos  Apresentam corpo mole sem segmentação (diferencial). Gastropoda, Bivalvia e Cephalopoda. CLASSECARACTERÍSTICASEXEMPLOS Gastropoda Concha com 1 valva ou sem concha, geralmente hermafroditas, marinhos, água doce e terrestres. Caracóis-de- jardim – planorbídeos e lesmas. Bivalvia Marinhos ou de água doce, conchas com 2 valvas, geralmente dioicos. Mariscos, mexilhões e ostras Cephalopoda Marinhos ou de água doce, concha externa, interna ou ausente e dioicos. Polvos, lulas e náutilos Outros conceitos Esqueleto calcário, simetria bilateral, manto e cavidade do manto e rádula. Massa visceral – intestino, glândula digestivas sistema cardiovascular, urinário e genital. Sistema digestivo completo - cardiovascular aberto ou fechado – brânquias e cavidade do manto (CM) vascularizado - excreção amônia (CM). Fecundação interna ou cruzada e desenvolvimento direto e indireto.

6 Equinodermos São exclusivamente marinhos e parentesco evolutivo com os vertebrados. Possuem simetria pentarradial, tem boca em contato com o substrato (face oral) e ânus na face aboral (oposta). Possuem pés ambulacrários na face oral que permitem movimento e fixação. Para a trituração do alimentos é utilizada uma estrutura chamada Lanterna de Aristóteles. Possui exoesqueleto calcário sob a epiderme, sistema digestivo completo com digestão extracelular. Quase todos são dioicos com fecundação externa e desenvolvimento indireto. Podem reproduzir-se assexuadamente. Sistema ambulacrário é uma exclusividade desse grupo - circulação de água, troca de gases, locomoção, alimentação e excreção (amônia).

7 Cordados  Dividem-se em protocordados e vertebrados.  Protocordados - todos marinhos e divididos em tunicados ou urocordados (filo Tunicata) e cefalocordados (Cefalochordata).  São filtradores, forma adulta é séssil a lava natante.  Sistema digestório - completo e digestão extracelular.  Sistema cardiovascular - aberto e respiração braquial. Não existem órgãos excretores, sendo os sidos (amônia) por difusão.  Fecundação – indireta e Hermafrodismo. Desenvolvimento indireto (com larva).

8 Peixes Podem ter esqueleto cartilaginoso (tubarões, raias e quimeras) ou ósseo (garoupas). Características: epiderme pluriestratificada, glândulas mucosas que mantém a pele lisa e anexos como escamas. Sistema digestório – completo e extracelular, possuem mandíbula, dentes, esôfago, estomago anus (P. ósseos) e cloaca (P. cartilaginosos). Esta ultima está o sistema digestório, urinário e genital. Sistema cardiovascular – fechado e coração com duas cavidades: um átrio e um ventrículo. Trocas gasosas: brânquias por onde a agua passar deixa o O2 e sai pelas fendas branquiais. Bexiga natatória: permite ao peixe o equilíbrio hidrostático, permite a permanecia do peixe em determinadas profundidades. Excreção: através dos néfrons nos rins. Sistema nervoso: com encéfalo e medula espinhal e órgãos sensoriais (linhas laterais) detecta a vibração na água. Os peixes podem ser divididos: Ovíparos, Ovovivíparos e Vivíparos.

9 Anfíbios  São vertebrados de transição entre os ambientes aquáticos e terrestres. Habitualmente de água doce e ambientes terrestres úmidos.  Pelo úmida permeável, podendo perder água para o ar, por evaporação.  Fecundação externa e geralmente na água.  Características importantes: Coração com 3 cavidades, que aumenta a eficiência de transporte de sangue. Desenvolvimento de pulmões para troca de gases e pele que também realizam trocas gasosas, pernas, tímpanos e pálpebras.  Possuem glândulas paratoides encantados em sapos, armazena venenos.  Sistema digestório completo que are na cloaca, por onde são eliminados as fezes e também os gametas.  São dioicos com desenvolvimento indireto, isto é, metamorfose.

10 Répteis

11 Aves

12 Mamíferos


Carregar ppt "Filo Artrópodes Profº: Aleksandro Rodrigues. Artrópodes Há mais de 1 milhão de espécies de artrópodes divididos em 3 grupos: Calasse Insecta. Subfilo:"

Apresentações semelhantes


Anúncios Google