A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

EUCARISTIA A MISSA PARTE PORPARTE Ir. M. Helena Teixeira.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "EUCARISTIA A MISSA PARTE PORPARTE Ir. M. Helena Teixeira."— Transcrição da apresentação:

1

2 EUCARISTIA A MISSA PARTE PORPARTE Ir. M. Helena Teixeira

3 EUCARISTIA E o memorial da Última Ceia em que Jesus disse: FAZEI ISTO EM MEMÓRIA DE MIM Por isso todos os domingos fazemos memória do grande amor de Deus por nós.

4 Porque VAmos À MISSA? Para agradecer a Jesus que morreu e ressuscitou por nós. Para agradecer a Jesus que morreu e ressuscitou por nós. Para escutar a sua Palavra que ilumina a nossa vida. Para escutar a sua Palavra que ilumina a nossa vida. Para receber o seu Corpo, que é alimento para o nosso caminho. Para receber o seu Corpo, que é alimento para o nosso caminho. Para formar a comunidade dos irmãos que é a Igreja, povo de Deus. Para formar a comunidade dos irmãos que é a Igreja, povo de Deus.

5 AS PARTES DA MISSA RITOS DE ENTRADA RITOS DE ENTRADA LITURGIA DA PALAVRA LITURGIA DA PALAVRA LITURGIA EUCARÍSTICA LITURGIA EUCARÍSTICA RITOS FINAIS RITOS FINAIS

6 RITOS De entrada O cântico inicial manifesta a alegria de nos encontrarmos juntos para dizer a Deus que O amamos e queremos que se torne o Senhor da nossa vida. O cântico inicial manifesta a alegria de nos encontrarmos juntos para dizer a Deus que O amamos e queremos que se torne o Senhor da nossa vida. O sacerdote beija o altar que representa Jesus no meio de nós. O sacerdote beija o altar que representa Jesus no meio de nós. O sacerdote sauda-nos: A GRAÇA E A PAZ DO SENHOR ESTEJA CONVOSCO O sacerdote sauda-nos: A GRAÇA E A PAZ DO SENHOR ESTEJA CONVOSCO e todos respondemos: BENDITO SEJA DEUS QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO. e todos respondemos: BENDITO SEJA DEUS QUE NOS REUNIU NO AMOR DE CRISTO.

7 RITOS DE ENTRADA Ato Penitencial Antes de participar na santa Missa devemos reconhecer aquilo que na nossa vida nos afasta de Deus que é Pai e aquilo que nos afasta dos outros que são nossos irmãos. Pedimos perdão, convencidos de que o amor de Deus por nós é grande e devemos acolhê-lo e vivê-lo com grande empenho, para sermos seus filhos e irmãos de todos.

8 RITos de entrada O GLÓRIA Redescobertas a misericórdia e a bondade do Senhor para com cada um de nós, cantamos o Glória, o cântico que os anjos cantaram em Belém pelo nascimento do menino Jesus, cântico queexprime a nossa adoração e o nosso amor a Deus. (O Glória não se reza no Advento nem na Quaresma) (O Glória não se reza no Advento nem na Quaresma)

9 LITURGIA DA PALAVRA A palavra de Deus ilumina a nossa vida, guarda-a e orienta-a para a plena amizade com ELE.

10 LITURGIA DA PALAVRA Nesta primeira parte da santa Missa, devemos escutar com atenção e silêncio o que Jesus nos diz. Nesta primeira parte da santa Missa, devemos escutar com atenção e silêncio o que Jesus nos diz. A Palavra de Deus A Palavra de Deus ilumina a nossa vida e dá-nos força para a nossa fraqueza.

11 LITURGIA da PALAVRA PRIMEIRA LEITURA E uma leitura que nos indica o tema do Domingo E uma leitura que nos indica o tema do Domingo Em geral é tirada do Antigo Testamento Em geral é tirada do Antigo Testamento No Tempo PASCAL lêem-se os Atos dos Apóstolos No Tempo PASCAL lêem-se os Atos dos Apóstolos No tempo do NATAL lê-se a primeira carta de João No tempo do NATAL lê-se a primeira carta de João

12 LITURGIA da PALAVRA O Salmo Responsorial Faz parte dos 150 salmos e é a resposta que a Assembleia dá à primeira leitura cantando com alegria que o que Deus nos diz é o nosso bem. Faz parte dos 150 salmos e é a resposta que a Assembleia dá à primeira leitura cantando com alegria que o que Deus nos diz é o nosso bem. O que Deus nos diz é para o nosso crescimento na fé e para vivermos segundo o que Ele nos dá para a nossa salvação. O que Deus nos diz é para o nosso crescimento na fé e para vivermos segundo o que Ele nos dá para a nossa salvação.

13 LITURGIA da PALAVRA A segunda leitura E sempre tirada dos livros do Novo Testamento. E sempre tirada dos livros do Novo Testamento. E uma leitura que nos ensina como viver mais próximo do exemplo de Jesus através da experiência dos Apóstolos. E uma leitura que nos ensina como viver mais próximo do exemplo de Jesus através da experiência dos Apóstolos.

14 LITURGIA da PALAVRA As palavras do versículo do aleluia introduzem-nos na mensagem que Jesus no Evangelho nos quer comunicar para que a vivamos. As palavras do versículo do aleluia introduzem-nos na mensagem que Jesus no Evangelho nos quer comunicar para que a vivamos. Canta-se para agradecer ao Senhor que nos salvou mediante o dom de si mesmo e da sua Palavra Canta-se para agradecer ao Senhor que nos salvou mediante o dom de si mesmo e da sua Palavra Fica-se de pé, porque o Evangelho é a presença de Jesus Ressuscitado no meio de nós. Fica-se de pé, porque o Evangelho é a presença de Jesus Ressuscitado no meio de nós.

15 LITURGIA da PALAVRA Antes de escutar o Evangelho fazemos o sinal da cruz na testa, na boca e no coração. Para que a Palavra seja acolhida, proclamada, amada. Antes de escutar o Evangelho fazemos o sinal da cruz na testa, na boca e no coração. Para que a Palavra seja acolhida, proclamada, amada. O Evangelho éproclamado com alegria, é a boa nova que Jesus deu ao mundo. O Evangelho éproclamado com alegria, é a boa nova que Jesus deu ao mundo.

16 EVANGELHO E a Boa Nova que Jesus nos trouxe. Já não estamos longe de Deus. Fazendo-se homem, Jesus colocou Deus nas nossas mãos, na nossa vida, no nosso coração: já não estamos sós, Deus está connosco. E a Boa Nova que Jesus nos trouxe. Já não estamos longe de Deus. Fazendo-se homem, Jesus colocou Deus nas nossas mãos, na nossa vida, no nosso coração: já não estamos sós, Deus está connosco. Escutando a sua Palavra, que é boa e bela Notícia para nós, podemos viver a alegria da felicidade plena. Escutando a sua Palavra, que é boa e bela Notícia para nós, podemos viver a alegria da felicidade plena.

17 EVANGELHO Através do Evangelho é o próprio Jesus que nos fala. O livro do Evangelho é incensado, honrado, beijado porque representa Jesus ressuscitado no meio de nós. Através do Evangelho é o próprio Jesus que nos fala. O livro do Evangelho é incensado, honrado, beijado porque representa Jesus ressuscitado no meio de nós. Através da leitura feita pelo Sacerdote ou pelo Diácono, Jesus ilumina-nos a mente e o coração para que vivamos segundo a sua Palavra. Através da leitura feita pelo Sacerdote ou pelo Diácono, Jesus ilumina-nos a mente e o coração para que vivamos segundo a sua Palavra.

18 LITURGIA dA PaLaVRA A HOMILIA A Palavra de Deus é proclamada pelo Sacerdote, para que o que Jesus nos disse há tanto tempo, seja compreensível também hoje e seja vivido por todos. A Palavra de Deus é proclamada pelo Sacerdote, para que o que Jesus nos disse há tanto tempo, seja compreensível também hoje e seja vivido por todos. A Palavra deve tronar-se em nós vida que se manifesta na nossa actuação e no agir. A Palavra deve tronar-se em nós vida que se manifesta na nossa actuação e no agir.

19 LITURGIA da PALAVRA O Credo (símbolo da fé) E reconhecer que Deus Pai, Filhio e Espírito Santo estão em união fortíssima connosco, em comunhão de amor. E reconhecer que Deus Pai, Filhio e Espírito Santo estão em união fortíssima connosco, em comunhão de amor. Esta união de Amor liga também os homens entre si tornando-os irmãos na única Igreja de Deus que é una, santa, católica e apostólica. Esta união de Amor liga também os homens entre si tornando-os irmãos na única Igreja de Deus que é una, santa, católica e apostólica.

20 LITURGIA da PALAVRA Oração dos fiéis E a resposta àquilo que Deus nos disse através da Palavra, para que o que se escutou transforme a nossa vida e a torne semelhante à de Jesus. E a resposta àquilo que Deus nos disse através da Palavra, para que o que se escutou transforme a nossa vida e a torne semelhante à de Jesus. A nosa oração torna-se oração universal, porque nos torna solidários com todos os homens. A nosa oração torna-se oração universal, porque nos torna solidários com todos os homens.

21 LITURGIA EUCARÍSTICA APRESENTAÇÃO dos DONS APRESENTAÇÃO dos DONS ORAÇÃO EUCARÍSTICA ORAÇÃO EUCARÍSTICA

22 LITURGIA EUCARÍSTICA Apresentação dos dons Levam-se ao altar o pão e o vinho, que depois se tornarão o Corpo e o Sangue de Jesus, mas dvemos apresentar a Deus também a nossa vida: alegrias, penas, trabalho, as nossas amizades para que se tornem como Jesus quer: atos de amor e de bondade. Levemos também as nossas ofertas, fruto de renúncias em favor dos irmãos mais pobres, para que também a sua vida se transforme numa vida mais digna. Levemos também as nossas ofertas, fruto de renúncias em favor dos irmãos mais pobres, para que também a sua vida se transforme numa vida mais digna.

23 O cálice e a patena são levados ao altar LITURGIA EUCARÍSTICA Apresentação dos dons

24 Tomando a patena nas mãos, o sacerdote: Bendito sejais, Senhor, Deus do universo, pelo pão que recebemos da vossa bondade, fruto da terra e do trabalho do homem, que hoje vos apresentamos e que para nós se vai tornar Pão da vida. Tomando a patena nas mãos, o sacerdote: Bendito sejais, Senhor, Deus do universo, pelo pão que recebemos da vossa bondade, fruto da terra e do trabalho do homem, que hoje vos apresentamos e que para nós se vai tornar Pão da vida. Todos respondem:Bendito seja Deus para sempre. Todos respondem:Bendito seja Deus para sempre. LITURGIA EUCARÍSTICA Apresentação dos dons

25 Tomando o cálice, depois de ter deitado o vinho e algumas gotas de água, o sacerdote diz: Bendito sejais, Senhor, Deus do Universo, pelo vinho que recebemos da vossa bondade, fruto da videira e do trabalho do homem, que hoje vos apresentamos, e que para nós se vai tornar vinho da Salvação. Tomando o cálice, depois de ter deitado o vinho e algumas gotas de água, o sacerdote diz: Bendito sejais, Senhor, Deus do Universo, pelo vinho que recebemos da vossa bondade, fruto da videira e do trabalho do homem, que hoje vos apresentamos, e que para nós se vai tornar vinho da Salvação. Todos respondem: Bendito seja Deus para sempre. LITURGIA EUCARÍSTICA Apresentação dos dons

26 O Sacerdote, de braços estendidos para representar toda a humanidade que se dirige a Deus, faz a oração sobre as ofertas, enquanto todos de pé exercem o sacerdócio universal, dom do nosso Batismo. LITURGIA EUCARÍSTICA Oração sobre as ofertas

27 E a parte central da santa Missa, o sacerdote proclama a oração de ação de graças (eucaristia significa dar graças a Deus). E a parte central da santa Missa, o sacerdote proclama a oração de ação de graças (eucaristia significa dar graças a Deus). É também a oração que santifica, transforma o pão e o vinho em corpo e sangue de Cristo e transforma-nos a nós no seu Corpo único. É também a oração que santifica, transforma o pão e o vinho em corpo e sangue de Cristo e transforma-nos a nós no seu Corpo único. LITURGIA EUCARÍSTICA Oração eucarística

28 Canta-se a Deus três vezes Santo para indicar que Deus é SANTÍSSIMO, e que nós devemos tornar-nos santos, como Ele é Santo, mediante a escuta da Palavra e mediante o alimento do seu Corpo e do seu Sangue. LITURGIA EUCARÍSTICA Santo

29 Nesta longa oração invoca-se o Espírito Santo para que os dons colocados no altar se tornem Corpo e Sangue de Jesus e para que aqueles que os recebem sejam transformados pela sua presença, se tornem capazes de levar aos outros a Salvação de Jesus que se fez alimento para dar força ao nosso caminho de fé. LITURGIA EUCARISTICA Oração ao Espírito Santo

30 E a parte central e mais importante da Missa. O sacerdote repete as palavras de Jesus na última ceia quando ofereceu o seu Corpo e o seu Sangue. E a parte central e mais importante da Missa. O sacerdote repete as palavras de Jesus na última ceia quando ofereceu o seu Corpo e o seu Sangue. Também hoje Jesus o oferece de novo por cada um de nós. Aqui repete-se o seu grande Sacrifício e nos dá de novo a Vida através da sua presença real no pão que é o seu Corpo, no vinho que é o seu Sangue. Também hoje Jesus o oferece de novo por cada um de nós. Aqui repete-se o seu grande Sacrifício e nos dá de novo a Vida através da sua presença real no pão que é o seu Corpo, no vinho que é o seu Sangue. LITURGIA EUCARÍSTICA O Memorial ou Narração da Última Ceia

31 LITURGIA EUCARISTICA Tomai e comei: isto é o meu Corpo Tomai e comei: isto é o meu Corpo Tomai e bebei: este é o meu Sangue Tomai e bebei: este é o meu Sangue

32 LITURGIA EUCARÍSTICA A liturgia eucarística culmina numa grande oração de louvor ao Pai que nos salva por meio do único mediador Jesus Cristo: POR CRISTO, COM CRISTO E EM CRISTO A VÓS DEUS PAI TODO PODEROSO TODO O LOUVOR E TODA A GLÓRIA AGORA E PARA SEMPRE Todos respondem com alegria e com fé AMEN

33 Com as próprias palavras de Jesus dirigimimo-nos a Deus chamando-lhe antes de tudo PAI NOSSO PAI NOSSO LITURGIA EUCARíSTICA Ritos de comunhão

34 Dizendo Pai nosso, mudam também as relações com os outros, todos são nossos irmãos. Dizendo Pai nosso, mudam também as relações com os outros, todos são nossos irmãos. Por isso antes de receber Jesus trocamos entre nós um gesto da sua paz. Este sinal significa que queremos viver em paz com todos e por isso saudamo-nos na paz de Jesus. LITURGIA EUCARíSTICA Ritos de comunhão

35 Antes de receber o Corpo de Cristo pedimos ainda que sejamos dignos: Cordeiro de Deus, que tirais o pecado do mundo, tende piedade de nós O celebrante eleva a hóstia consagrada e diz: Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo E todos acrescentam: Senhor, eu não sou digno de que entreis em minha morada, mas dizei uma só palavra e a minha alma será salva LITURGIA EUCARÍSTICA Ritos de comunhão

36 O celebrante aproxima-se da Assembleia e cada qual aproxima-se para receber a Comunhão. Às palavras O CORPO DE CRISTO colocam-se as mãos uma sobre a outra à altura do coração e responde-se: AMÉM LITURGIA EUCARÍSTICA Ritos de comunhão

37 O amém indica a nossa adesão alegre a Jesus, a nossa vontade de viver com Ele e dEle, de O escolher como o amigo mais querido, mais verdadeiro, porque é nosso Salvador. Voltando ao nosso lugar, rezamos em silêncio, agradecemos, pedimos que nos guarde no seu Amor LITURGIA EUCARÍSTICA Ritos de comunhão

38 RITos de despedida Oração depois da Comunhão Oração depois da Comunhão Agradecemos ao Pai que nos concedeu, através do Espírito Santo, alimentar-nos do Corpo de Cristo. Agradecemos ao Pai que nos concedeu, através do Espírito Santo, alimentar-nos do Corpo de Cristo. Bênção Bênção O celebrante abençoa a assembleia em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. O celebrante abençoa a assembleia em nome do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Saudação final Saudação final O sacerdote saúda e deseja a todos que levem para a vida a alegria e a paz do Senhor.

39 IDE levai a paz e o amor de Jesus

40 IRMÃ MARIA HELENA TEIXEIRA SINOP - MT


Carregar ppt "EUCARISTIA A MISSA PARTE PORPARTE Ir. M. Helena Teixeira."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google