A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

APÓSTOLO PAULO Estudo por: José Adelson de Noronha.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "APÓSTOLO PAULO Estudo por: José Adelson de Noronha."— Transcrição da apresentação:

1 APÓSTOLO PAULO Estudo por: José Adelson de Noronha

2 Paulo é um dos grandes homens do cristianismo e um exemplo para todos nós: Sede meus imitadores, como também eu sou de Cristo (1 Co 11:1)

3 Mas o Senhor lhe disse: Vai, porque este é para mim um instrumento escolhido para levar o meu nome perante os gentios e reis, bem como perante os filhos de Israel; pois eu lhe mostrarei quanto lhe importa sofrer pelo meu nome. (At 9:15,16)

4 Quanto a mim, estou sendo já oferecido por libação, e o tempo da minha partida é chegado. Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. Já agora a coroa da justiça me está guardada, a qual o Senhor, reto juiz, me dará naquele Dia; e não somente a mim, mas também a todos quantos amam a sua vinda (II Tm 4:6-8)

5 O APÓSTOLO PAULO Há pouca informação a respeito dele, antes de aparecer como perseguidor da Igreja Nasceu em Tarso, Síria, como cidadão romano, mas era judeu, da tribo de Benjamim e era fariseu Chamava-se Saulo (nome judeu), mas adotou o nome de Paulo (nome romano) para identificar-se com os gentios, o seu alvo

6 O APÓSTOLO PAULO Homem culto, não só na religião judaica, mas também em filosofias gregas e demais religiões pagãs; Sua família devia ter posses e influência em Jerusalém; Sua aparência pessoal não impressionava nin- guém, segundo ele mesmo diz: 1Co 2:3 e 2 Co 10:10

7 As cartas, com efeito, dizem, são graves e fortes; mas a presença pessoal dele é fraca, e a palavra, desprezível. (2 Co 10:10)

8 Descrição apócrifa A obra apócrifa Atos de Paulo e Tecla diz: E viu Paulo se aproximando, um homem pequeno de estatura, com cabelos ralos na cabeça, torto de pernas, o corpo em bom estado, com sobrancelhas ligadas, e nariz um tanto convexo, cheio de graça: pois algumas vezes ele se assemelha a um homem e algumas vezes tem o rosto de um anjo

9 Perseguidor da Igreja Recebeu autoridade do Sinédrio para perseguir, prender e torturar os cristãos, fazendo-os blasfemar o nome de Cristo; Estava presente na morte de Estêvão, o primeiro mártir.

10 A morte de Estêvão

11 COMO SE CONVERTEU A caminho de Damasco para prender cristãos, o Senhor lhe apareceu (de repente) e sua conversão foi imediata: Quem és tu, Senhor?

12

13 PAULO, CRISTÃO Ficou cego, foi curado por milagre e foi batizado em Damasco Passou a estudar a doutrina cristã e tudo indica que esteve pessoalmente com Jesus, nos desertos da Arábia

14 Quando começou o trabalho no ministério Voltou da Arábia e foi para Damasco, pregando o evangelho; Perseguido pelos judeus, foi para Jerusalém; Perseguido novamente, foi para Síria e Cilícia, ficando ali cerca de dez anos, pregando e ensinando;

15 SUA IGREJA Era membro da Igreja de Antioquia, na Síria, submisso à liderança local; Sempre que voltava de suas viagens missionárias, reportava-se à Igreja de Antioquia

16 ANTIOQUIA Antioquia foi o primeiro lugar onde os Cristãos começaram a fazer esforços para extender o evangelho a não-judeus; Era a terceira maior cidade no Império Romano, com mais de habitantes, composta de muitos povos, incluindo gregos e judeus; A rua principal foi pavimentada com mármore e cercada por colunas;

17 ANTIOQUIA Foi construída próxima à costa do Mediterrâneo no que é hoje o sudeste da Turquia; Atualmente se chama Antakia, e tem cerca de habitantes Foi lá que os seguidores de Jesus foram primeiramente chamados "Cristãos", que significa: Cristo pequeno

18 Viagens Missionárias Separado pelo Espírito Santo, Paulo saiu com Barnabé para evangelizar as nações, abrindo Igrejas e fazendo discípulos; Fez três viagens missionárias

19 Viagens Missionárias

20

21

22

23 A primeira viagem foi curta, poucas cidades; A segunda viagem durou três anos (entre 49 e 52 d.C); A terceira viagem durou quatro anos (entre 53 e 57 d.C). Ficou três anos em Éfeso (provavelmente preso)

24

25 Geopolítica Um só império: romano Boas estradas Governadores romanos nas principais cidades: Jerusalém, Antioquia, Alexandria, Éfeso, Damasco, Corinto, Atenas Uma língua popular em todo o império: o grego

26 Ambiente religioso Liberdade de religião e de culto (desde que o imperador fosse adorado como um deus); Facilidade para pregação do evangelho, pela presença de colônias judaicas (e sinagogas) nas principais cidades

27

28 Perigo às igrejas implantadas Pela inexistência do Cânon Sagrado, as igrejas nascentes eram atacadas por: Heresias Divisões Práticas mundanas Paganismo, imoralidade sexual Judaismo

29 Companheiros mais fiéis Barnabé; Silas (Silvano); Tito; Marcos; Timóteo; Lucas; Sóstenes; Onésimo

30 Prisão e morte de Paulo Foi preso em Jerusalém ao final da terceira viagem, enviado para Cesaréia, ficando preso três anos; Enviado para Roma para ser julgado pelo imperador, a seu pedido

31

32

33 Sua prisão e morte Em Roma, mesmo em prisão domiciliar, pregou o evangelho e escreveu várias cartas; Paulo usava o tempo livre nas prisões para escrever às Igrejas Solto, viajou e foi preso novamente, enviado a Roma e decapitado como cidadão romano no ano de 67 d.C

34 Alguns dos martírios pelos quais Paulo passou Onze anos de morrer, ainda na sua terceira viagem, Paulo já tinha passado por: (II Co 11:23-28) Trabalho com as próprias mãos para sustentar-se; Prisões Açoites sem medida Perigos de morte

35 Martírios Açoites sob medida (quarenta menos um) Fustigamento com varas; Apedrejamento Naufrágio Voragem do mar Jornadas a pé;

36 Perigos Perigos de rio Perigos de salteadores (morte) Perigos entre patrícios Perigos entre gentios Perigos nas cidades Perigos no deserto Perigos no mar Perigos entre falsos irmãos

37 Fadigas trabalhos e fadigas noites de vigílias fome e sede jejum frio e nudez e, peso na alma pelo destino das Igrejas

38 Quanto a mim, estou sendo já oferecido por libação, e o tempo da minha partida é chegado. Combati o bom combate, completei a carreira, guardei a fé. (II Tm 4:6,7)

39

40 CARTAS DE PAULO

41 São treze as cartas escritas pelo Apóstolo Paulo: Nove cartas às Igrejas; três cartas pastorais e uma carta pessoal

42 CARTAS ÀS IGREJAS Romanos I Coríntios II Coríntios Gálatas Efésios Filipenses Colossenses I Tessalonicenses II Tessalonicenses

43 CARTAS PASTORAIS I Timóteo II Timóteo Tito CARTA PESSOAL Filemom

44 Ordem em que as cartas foram escritas

45 1a.: Gálatas Da cidade de Antioquia, logo após a 1a. viagem Data: Ano 48 Propósito: Combater heresias judaizantes. A salvação é exclusivamente pela fé e não por obras da Lei

46

47 2a.: I Tessalonicenses De Corinto, durante a 2 ª viagem Data: Ano 51 Propósito: Ensinar sobre o arrebatamento

48 3a.: II Tessalonicenses De Corinto, durante a 2 ª viagem Data: Ano 51 Propósito: Esclarecimentos sobre a 2a. Vinda de Cristo

49

50

51

52 Pôr do sol em Thessaloniki

53 4a.: I Coríntios De Éfeso, durante a 3 ª viagem Data: Ano 54/55 Propósitos: Corrigir práticas pecaminosas Corrigir idéias erradas a respeito da ressurreição Estimular os irmãos a ofertarem

54 Éfeso Corinto

55 5a.: II Coríntios Da Macedônia, durante a 3 ª viagem Data: Ano 56 Propósitos: A defesa da autoridade de Paulo Advertir sobre falsos apóstolos

56

57

58 Canal de Corinto

59 Canal de Corinto

60 Ruínas do Templo de Apolo

61 Corinto hoje

62 Cidade termal e turística de Loutraki, próxima a Corinto

63 6a.: Romanos De Corinto, durante a 3 ª viagem Data: Ano 57 Propósitos: A justiça de Deus A salvação no evangelho de Cristo A salvação pela fé

64

65 '

66

67

68 7a.: Efésios (a rainha das epístolas) Da prisão em Cesaréia, ao fim da 3 ª viagem Data: Ano 58/59 Propósitos: A unidade e a santidade da Igreja como Corpo de Cristo As bênçãos espirituais estão em Cristo

69

70

71

72

73 Biblioteca

74 Estátua de Diana Templo de Diana

75 8a.: Filipenses Da prisão domiciliar em Roma Data: Ano 60 Propósito: Alegria, mesmo nas dificuldades

76

77 Ruínas de uma prisão Paulo e Silas são açoitados e presos e o carcereiro se converte

78

79 9a.: Colossenses Da prisão em Roma Data: Ano 60/61 Propósito: Combater heresias – o espírito do anticristo

80 Semelhança com Efésios Há muitas frases e palavras em comum em Colossenses e Efésios: 1) Colossenses fala da dignidade de Cristo, o Cabeça da Igreja 2) Efésios trata da Igreja como Corpo de Cristo

81 10a.: Filemom Carta pessoal Escrita da prisão em Roma, a Filemom, em Colossos Data: Ano 60 Propósito: Pagando a dívida de outrem

82 A Igreja em Colossos A cidade foi evangelizada por Epafras (1:7,8; 4:12) enquanto Paulo estava em Éfeso (At 19:10), distante aproximadamente 150 km Seus membros mais importantes parecem ser Filemom e sua família, assim como Epafras (que estava preso em Roma, junto com Paulo, na época - Fm 1:3 )

83

84 11a.: I Timóteo carta pastoral Da Macedônia, livre da prisão Data: Ano 63 Propósito: Instrução na administração da Igreja

85 Carta Pastoral As epístolas pastorais tratam de conselhos de Paulo a seus filhos na fé, que pastoreavam em Éfeso (Timóteo) e na Ilha de Creta (Tito). Hoje são cartas úteis a todos os pastores e líderes espirituais

86

87 12a.: Tito carta pastoral Escrita da Macedônia, livre da prisão, a Tito, na ilha de Creta. Data: Ano 65 Propósitos: Orientar Tito na organização da Igreja em Creta Advertir contra os falsos mestres

88

89

90

91 13a.: II Timóteo Carta Pastoral De Roma, 2a. Prisão. É a última carta escrfita por Paulo Data: Ano 67 Propósitos: Encorajar Timóteo a Pregar o evangelho verdadeiro Advertir o jovem pastor contra a ameaça de doutrinas falsas

92

93


Carregar ppt "APÓSTOLO PAULO Estudo por: José Adelson de Noronha."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google