A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

A VIDA DO APÓSTOLO PAULO. PAULO Origem: Tarso, na Cilicia (At 22.3) Tribo de Benjamim (Fp 3.5) Treinamento: Aprendeu a arte de fazer tenda (At 18.3 Estudou.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "A VIDA DO APÓSTOLO PAULO. PAULO Origem: Tarso, na Cilicia (At 22.3) Tribo de Benjamim (Fp 3.5) Treinamento: Aprendeu a arte de fazer tenda (At 18.3 Estudou."— Transcrição da apresentação:

1 A VIDA DO APÓSTOLO PAULO

2 PAULO

3 Origem: Tarso, na Cilicia (At 22.3) Tribo de Benjamim (Fp 3.5) Treinamento: Aprendeu a arte de fazer tenda (At 18.3 Estudou com Gamaliel (At 22.3) Religião anterior: Hebreu e fariseu (Fp 3.5) Perseguidor dos cristãos ( At 8.1-3; Fp 3.6)

4 Salvação: Encontrou o Cristo ressuscitado no caminho para Damasco (At 9.1-8) Recebeu o derramamento do ES na rua chamada direita (At ; )

5 Chamado para Missões: A igreja de Antioquia foi instruída pelo ES a enviar Paulo ao trabalho (At ) Levou o evangelho paras os gentios (Gl ) Papéis: Falou em nome da Igreja de Antioquia no concílio de Jerusalém (At ,12) Opôs-se a Pedro (Gl ) Discutiu com Barnabé por causa de João Marcos (At )

6 Realizações: Três viagens missionárias prolongadas (At 13-20) Fundou inúmera igrejas na Ásia Menor, na Grécia e, possivelmente, na Espanha (Rm 15.24,28)

7 Escreveu cartas para inúmeras igrejas e vários indivíduos que agora compõe um quarto do NT. Fim da vida: Depois da prisão em Jerusalém, foi enviado para Roma (At 21.27; ) De acordo com a tradição cristã, foi libertado da prisão, o que lhe permitiu mais obras missionárias; aprisionado novamente, permaneceu preso mais uma vez em Roma e foi decapitado fora da cidade.

8 VIAGENS MISSIONÁRIAS

9 PRIMEIRA VIAGEM MISSIONÁRIA A igreja de Antioquia resolve enviar a Barnabé e a Paulo como missionários. O primeiro porto de escala na primeira viagem missionária foi Salamina, na ilha de Chipre, terra natal de Barnabé. (At 13:5).

10

11 SEGUNDA VIAGEM (Atos 15:36-18:22): Depois de outra estadia em Antioquia, devido à construção da igreja de lá, Paulo estava pronto para participar de uma outra viagem missionária. Ele pediu a Barnabé que se juntasse a ele para visitar as igrejas de sua primeira viagem missionária. Um desacordo, no entanto, causou sua separação. Deus transformou esta disputa em algo positivo, pois agora havia duas equipes missionárias. Barnabé foi para Chipre e Paulo foi com Silas para a Ásia Menor.

12 Deus providencialmente redirigiu Paulo e Silas para a Grécia, levando o Evangelho à Europa. Em Filipos, a equipe missionária foi espancada e presa. Alegrando-se com a oportunidade de sofrer por Cristo, eles cantaram na prisão. De repente, Deus fez com que um terremoto abrisse as portas da cela para libertá-los de suas correntes. O carcereiro tão impressionado e sua família acreditaram em Cristo, mas os funcionários do governo imploraram que fossem embora.

13 Ao chegar em Atenas, Paulo pregou para um público curioso em Areópago. Ele proclamou o único Deus verdadeiro que podia ser conhecido e adorado sem ídolos feitos por mãos humanas. Novamente, alguns desprezaram, enquanto alguns acreditaram.

14 Paulo ensinou aos fiéis em Cristo e estabeleceu igrejas. Durante esta segunda viagem missionária, Paulo fez muitos discípulos de todas as origens: um homem jovem chamado Timóteo, uma empresária chamada Lídia e o casal Áquila e Priscila.

15 TERCEIRA VIAGEM (Atos 18:23-20:38): Durante a última viagem de Paulo, ele fervorosamente pregou na Ásia Menor. Deus confirmou a sua mensagem com milagres. Atos 20:7-12 fala de Paulo em Trôade pregando um sermão excepcionalmente longo. Um jovem sentado em cima de uma janela adormeceu e caiu da janela. Pensaram que ele estava morto, mas Paulo o reviveu

16 No final da última viagem missionária de Paulo, ele sabia que ia ser preso em breve e provavelmente morto. Suas palavras finais para a Igreja em Éfeso exibem sua devoção a Cristo: (Atos 20:18-24).

17 Essa foi a finalidade das viagens missionárias de Paulo: proclamar que a graça de Deus perdoa os pecados através de Cristo. Deus utilizou o ministério de Paulo para levar o Evangelho aos gentios e estabelecer a Igreja. Suas cartas para as igrejas, registradas no Novo Testamento, ainda sustentam a vida e doutrina da igreja. Embora ele tenha sacrificado tudo, as viagens missionárias de Paulo valeram a pena (Filipenses 3:7-11).

18 EXPANSÃO DO CRISTIANISMO Os discípulos espalham-se pelas regiões do Mediterrâneo, inclusive Roma, e fundam várias comunidades. Nos três primeiros séculos, os cristãos sofrem grandes perseguições, primeiro das autoridades religiosas do judaísmo e, a partir do século 1º d.C., dos romanos.

19 PAULO E SUAS CARTAS Romanos, I e II Coríntios, Gálatas, Efésios, Filipenses, Colossenses, I e II Tessalonicensses, I e II Timóteo, Tito e Filemon.

20 ROMANOS Exercício Ler todo o livro Responder as questões

21


Carregar ppt "A VIDA DO APÓSTOLO PAULO. PAULO Origem: Tarso, na Cilicia (At 22.3) Tribo de Benjamim (Fp 3.5) Treinamento: Aprendeu a arte de fazer tenda (At 18.3 Estudou."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google