A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

GEOGRAFIA FÍSICA DO BRASIL. Brasil: posição geográfica e extensão territorial Com uma área aproximada de 8.514.876,599 km 2 (há controvérsias sobre essa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "GEOGRAFIA FÍSICA DO BRASIL. Brasil: posição geográfica e extensão territorial Com uma área aproximada de 8.514.876,599 km 2 (há controvérsias sobre essa."— Transcrição da apresentação:

1 GEOGRAFIA FÍSICA DO BRASIL

2 Brasil: posição geográfica e extensão territorial Com uma área aproximada de ,599 km 2 (há controvérsias sobre essa área), o Brasil é o 5º maior país em terras descontínuas (o 4º em terras contínuas, caso desconsidere as áreas do Alasca e Havaí nos EUA). Brasil: 1,6% da superfície terrestre 6% das terras emersas 20,8% da América 41,5% da Am. Latina 47,7% da Am. Sul

3 . Maiores unidades: Amazonas Pará Mato Grosso Minas Gerais Bahia Goiás Menores Unidades: Distrito Federal Sergipe Alagoas Rio de Janeiro Espírito Santo Fronteiras do Brasil (valores aproximados) PaísExtensão Argentina1.223 km Bolívia3.400 km Colômbia1.643 km Guiana1.119 km Guiana Francesa673 km Paraguai1.290 km Peru1.560 km Suriname597 km Uruguai985 km Venezuela2.200 km Total km

4 FORMAS E GÊNESE DO RELEVO TERRESTRE 1. Agentes internos (endógenos) formadores do relevo a) OROGÊNESE: movimento horizontal das placas tectônicas. a.1) Orogênese Convergente: choque entre as placas. a.2) Orogênese Divergente: afastamento das placas. a.3) Orogênese Deslizante ou Paralela: atrito entre as placas.

5

6

7

8

9

10

11 2. Agentes Externos (Exógenos) formadores do relevo EROSÃO FÍSICO: água (líquida e sólida), ventos, temperatura, gravidade QUÍMICO: água (infiltração e dissolução) BIOLÓGICO: seres vivos (plantas e agentes decompositores) Intemperismo Denudação e transporte: retirada do material do seu local de origem por meio dos ventos, enxurradas, gravidade etc. (suspensão, rolamento e saltação). Sedimentação: acúmulo de detritos nas partes mais baixas do relevo (planícies, depressões, dolinas etc.)

12 SOLOS

13 QUANTO À FERTILIDADE: a) muito férteis; b) moderadamente férteis; c) pouco férteis. CLASSIFICAÇÃO DOS SOLOS BRASILEIROS: QUANTO À PROFUNDIDADE a) rasos (menos de 50 cm); b) pouco profundos (50 a 100 cm); c) profundos (100 a 200 cm); d) muito profundos (mais de 200 cm).

14 Principais solos do Brasil: Massapé: são solos característicos do NE, onde foi muito explorado pelas culturas canavieiras. Latossolos: são os solos formados a partir de derrames basálticos (grande quantidade de óxidos de ferro), muito profundos, espessos, porosos, de coloração avermelhada (latossolo vermelho – terra-roxa) ou amarelada, com grande concentração de argila. É característico de áreas de climas tropicais (forte lixiviação e intemperização). Litossolos: solos rasos, pouco desenvolvidos, quase indiferentes nos seus diversos horizontes. Pozólicos: solos pouco profundos, vermelhos ou amarelos, com horizontes bem definidos, típicos de climas úmidos, como no sul do Brasil ou no interior da Europa (tchernozións). Aluviões: solos ricos em minerais devido à reposição destes pelas enchentes dos rios (solos de aluvião ou depósitos aluvionares). Desenvolvem-se nas margens fluviais. Sal-gema Salmourão: solos muito diversos, mas com elevados teores de cascalho e/ou areia grossa.

15 RELEVO BRASILEIRO O território brasileiro é formado por estruturas geológicas antigas (com exceção das bacias recentes do Pantanal, Amazônia ocidental e trechos do litoral nordeste e sul Cenozóico). Os afloramentos rochosos do país são formados por grandes bacias sedimentares (Paleozóico ao Mesozóico) e escudos cristalinos (Pré-cambriano). OBS.: no território brasileiro, as estruturas e as formações litológicas (substrato rochoso) são antigas (Pré-cambriano – rochas magmáticas e metamórficas - e Paleozóico – rochas sedimentares antigas), mas as formas de relevo são recentes (ação da erosão). 64% Bacias Sedimentares 36% Escudos Cristalinos

16 Aroldo de Azevedo (1949)Aziz Ab'Saber (1966) Planaltos 1. das Guianas 2. Brasileiro, subdividido em: - Atlântico - Central - Meridional Planaltos 1. das Guianas, engloba a região serrana e o planalto Norte-Amazônico 2. Brasileiro, subdividido em: - Central - Meridional - Nordestino - Serras e planaltos do Leste e Sudeste - do Maranhão-Piauí - Uruguaio-Rio- grandense Planícies 1. Amazônica 2. do Pantanal 3. Costeira Planícies 1. Planícies e terras baixas amazônicas 2. Planícies e terras baixas costeiras 3. Planície do Pantanal

17

18 Jurandir Ross (anos 1980)

19

20

21 Extremo Norte (setentrional): Monte Caburaí-RR (nascente do rio Ailã) 05°16'20"N Extremo Ocidental (oeste): Serra da Contamana-AC (nascentes do rio Moa) 73°59'32"W Extremo Sul (meridional): Arroio Chui-RS 33°45'03"S Extremo Oriental (Leste): Ponta do Seixas-PB 34°47'30"W KM Km

22

23 EXEMPLOS DE TIPOS DE RELEVO Falésias

24 Monte Roraima (planalto – plateau)

25 Cordilheira dos Andes - Chile

26 Planaltos

27 Vale do Paraíba do Sul (Pindamonhangaba - Campos do Jordão – Pico do Itapeva/Serra da Mantiqueira)

28 Planície Litorânea - Copacabana

29 ESTADO DE SÃO PAULO Dados Geográficos Área ,4 km² Relevo planícieplanície litorânea estreita limitada pela serra do Mar, planaltos e depressões no resto do território.litorâneaserra do Mar planaltosdepressõesterritório Ponto mais elevadopedra da Minapedra da Mina, na serra da Mantiqueira (2.797 m).serra da Mantiqueira Rios principais TietêTietê, Paranapanema, Grande, Turvo, do Peixe, Paraíba do Sul, Piracicaba.ParanapanemaGrandeTurvodo PeixeParaíba do SulPiracicaba Vegetação manguesmangues no litoral, mata Atlântica e floresta tropical no resto do território.litoralmata Atlânticafloresta tropicalterritório Clima tropical atlânticotropical atlântico no litoral, tropical de atitude no interior e subtropical no sul do estado.litoraltropical de atitude subtropical Municípios mais populosos São PauloSão Paulo ( ), Guarulhos ( ), Campinas ( ), São Bernardo do Campo ( ), Osasco ( ), Santo André ( ), São José dos Campos ( ), Sorocaba ( ), Ribeirão Preto ( ), Santos ( ) GuarulhosCampinasSão Bernardo do CampoOsascoSanto AndréSão José dos CamposSorocabaRibeirão Preto Santos Hora local-3 GMT

30 PosiçãoFormação Rochosa Altitude (m) 1Pico da NeblinaPico da Neblina (AM)3.014,10 2Pico 31 de MarçoPico 31 de Março (AM)2.992,40 3Pico da BandeiraPico da Bandeira (Serra do Caparaó-MG-ES)2.889,80 4Pico das Agulhas NegrasPico das Agulhas Negras (RJ)2.787,00 5Pico do CristalPico do Cristal (Serra do Caparaó-MG) Pedra da MinaPedra da Mina (Serra da Mantiqueira-SP)2.770,00 7Monte RoraimaMonte Roraima (Serra do Pacaraimã-RR)2.739,30 8Morro do CoutoMorro do Couto (Pq.Nacion. Itatiaia-RJ) Pedra do SinoPedra do Sino (Pq. Nacion. Serra dos Órgãos-RJ) Pico dos Três EstadosPico dos Três Estados (Serra Mantiqueira-SP-RJ-MG)2.665 Medidas anteriores ao Projeto Pontos Culminantes (IBGE-IME-2001)

31 PosiçãoFormação Rochosa Diferença em relação à medida anterior (em metros) Altitude (m) 1Pico da Neblina ,78 2Pico 31 de Março ,66 3Pico da Bandeira ,98 4 Sem Nome 1 (Serra do Caparaó) não estava na lista dos Pico do Calçado (Caparaó-MG-ES) não estava na lista dos Sem Nome 2 (Serra do Caparaó) não estava na lista dos Pedra da Mina ,39 8Pico das Agulhas Negras ,66 9Pico do Cristal ,76 10Monte Roraima ,06 Medidas posteriores ao Projeto Pontos Culminantes

32 Ponto mais alto: Pico da Neblina (2.994 m)Pico da Neblina Ponto mais baixo: Oceano Atlântico (0 m)Oceano Atlântico Extremo setentrional: nascente do rio Ailã, Roraima (05°16'20"N, 60°12'43"W)rio AilãRoraima Extremo meridional: Arroio Chuí, Rio Grande do Sul (33°45'03"S, 53°23'48"W)Arroio ChuíRio Grande do Sul Extremo oriental (continente): Ponta do Seixas, Paraíba (07°09'28"S, 34°47'30"W)Ponta do SeixasParaíba Extremo oriental (incluindo as ilhas oceânicas): Ilha do Sul, arquipélago de Trindade e Martim Vaz, Espírito Santo (20°3100S, 28°5100W)Trindade e Martim Vaz Espírito Santo Extremo ocidental: nascente do rio Moa, Acre (07°33'13"S, 73°59'32"W)rio MoaAcre Município mais setentrional: Uiramutã, RoraimaUiramutãRoraima Município mais meridional: Chuí, Rio Grande do SulChuíRio Grande do Sul Município mais oriental: João Pessoa, ParaíbaJoão PessoaParaíba Município mais ocidental: Mâncio Lima, AcreMâncio LimaAcre Maior município em extensão territorial: Altamira, Pará ( ,938 km²)AltamiraPará Menor município em extensão territorial: Águas de São Pedro, São Paulo (3,640 km²)Águas de São PedroSão Paulo Maior município em população: São Paulo, São Paulo ( hab., est. 2006)São Paulo 2006 Menor município em população: Borá, São Paulo (828 hab., est. 2006)BoráSão Paulo2006 Município com o melhor IDH: São Caetano do Sul, São Paulo (0,919, PNUD/2000)IDHSão Caetano do SulSão PauloPNUD2000 Município com o pior IDH: Manari, Pernambuco (0,467, PNUD/2000)IDHManariPernambucoPNUD2000 Extremos do Brasil (dados atualizados)

33


Carregar ppt "GEOGRAFIA FÍSICA DO BRASIL. Brasil: posição geográfica e extensão territorial Com uma área aproximada de 8.514.876,599 km 2 (há controvérsias sobre essa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google