A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Caso paciente A.A.D.S 71 anos Caso paciente A.A.D.S 71 anos Masculino, aposentado, fiscal de ICM Masculino, aposentado, fiscal de ICM Deu entrada na UTI.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Caso paciente A.A.D.S 71 anos Caso paciente A.A.D.S 71 anos Masculino, aposentado, fiscal de ICM Masculino, aposentado, fiscal de ICM Deu entrada na UTI."— Transcrição da apresentação:

1

2 Caso paciente A.A.D.S 71 anos Caso paciente A.A.D.S 71 anos Masculino, aposentado, fiscal de ICM Masculino, aposentado, fiscal de ICM Deu entrada na UTI em 20/03/2008 Deu entrada na UTI em 20/03/2008 Com quadro clínico de câncer cerebral, estado febril, infecção urinária, flebite, pneumonia Com quadro clínico de câncer cerebral, estado febril, infecção urinária, flebite, pneumonia

3 Após alguns dias, fui chamado na UTI, pois o paciente evoluiu para um coma cerebral, hidrocefalia, choque séptico, falência de múltiplos órgãos e apresentava gritos encefálicos. Após alguns dias, fui chamado na UTI, pois o paciente evoluiu para um coma cerebral, hidrocefalia, choque séptico, falência de múltiplos órgãos e apresentava gritos encefálicos. Conversando com a família, foi relatado que o paciente havia perdido o filho devido a um câncer de estômago em 2002 e nunca mais foi o mesmo. Conversando com a família, foi relatado que o paciente havia perdido o filho devido a um câncer de estômago em 2002 e nunca mais foi o mesmo.

4 1 mês antes da internação na UTI estava triste, monossilábico, gemendo muito durante a noite, não conseguia dormir, com pensamentos de culpa, pois não conseguiu ajudar o seu filho, ficava enrolando os dois polegares em círculos. 1 mês antes da internação na UTI estava triste, monossilábico, gemendo muito durante a noite, não conseguia dormir, com pensamentos de culpa, pois não conseguiu ajudar o seu filho, ficava enrolando os dois polegares em círculos.

5 REPERTORIZAÇÃO DO CASO Repertorizacao de: Repertorizacao de: CULPA_dever,negligenciou seu (delusion has n- 19r 1-CULPA_dever,negligenciou seu (delusion has n- 19r 2-CULPA_ansiedade de consciencia (a.of conscien- 88r 2-CULPA_ansiedade de consciencia (a.of conscien- 88r 3-PENA_por_morte pessoas queridas (from death o- 14r 3-PENA_por_morte pessoas queridas (from death o- 14r 4-PENA_transtorno por (ailments from grief, sor- 95r 4-PENA_transtorno por (ailments from grief, sor- 95r 5-GRITA_encefalico,grito (brain cry) - 43r 5-GRITA_encefalico,grito (brain cry) - 43r 6-GRITA_encefalico_hidrocefalia (brain cry in h- 7r 6-GRITA_encefalico_hidrocefalia (brain cry in h- 7r 7-CANCER_cerebro (encephaloma) (cancer of brain- 36r 7-CANCER_cerebro (encephaloma) (cancer of brain- 36r 8-HIDROCEFALIA (hydrocephalus) - 79r 8-HIDROCEFALIA (hydrocephalus) - 79r Sintomas St/Pts Sintomas St/Pts ign /016 ign /016 ars /015 ars /015 caust /014 caust /014 calc /012 calc /012 merc /011 merc /011 stram /011 stram /011 sulph /011 sulph /011 dig /013 dig /013 lyc /013 lyc /013 lach /011 lach /011 phos /010 phos /010 zinc /010 zinc /010 hyos /009 hyos /009 arn /008 arn /008 nux-v /008 nux-v /008 gels /006 gels /006 aur /014 aur /014 apis /013 apis /013 puls /013 puls /013 nat-m /012 nat-m /012 bell /010 bell /010 con /010 con /010 hell /009 hell /009 plat /009 plat /009 bry /008 bry /008 ph-ac /008 ph-ac /008 art-v /007 art-v /007 cina /007 cina /007 tub /007 tub /007 kali-br /006 kali-br /006 kali-i /006 kali-i /006 rhus-t /006 rhus-t /006 aur-ar /004 aur-ar /004 cycl /010 cycl /010 carc /008 carc /008 sil /007 sil /007 staph /007 staph /007 alum /006 alum /006 cocc /006 cocc /006 graph /006 graph /006 thuj /006 thuj /006 aur-s /005 aur-s /005 ferr /005 ferr /005 carb-ac /004 carb-ac /004 cham /004 cham /004 coff /004 coff /004 cupr /004 cupr /004 cupr-a /004 cupr-a /004 bell /010 bell /010 spig /004 spig /004 verat /004 verat /004 canth /003 canth /003 chin /003 chin /003 cypr /003 cypr /003 kali-p /003 kali-p /003 nit-ac /003 nit-ac /003 calc-p /005 calc-p /005 mag-m /005 mag-m /005 naja /005 naja /005 op /005 op /005 psor /005 psor /005 aeth /004 aeth /004 alum-p /004 alum-p /004 am-c /004 am-c /004 aml-ns /004 aml-ns /004 anac /004 anac /004 bar-c /004 bar-c /004 glon /004 glon /004 ip /004 ip /004 sep /004 sep /004 ars-i /003 ars-i /003 carb-an /003 carb-an /003 croc /003 croc /003 mag-c /003 mag-c /003 plb /003 plb /003 samb /003 samb /003 colch /002 colch /002 crot-c /002 crot-c /002 crot-h /002 crot-h /002 cur /002 cur /002 indg /002 indg /002 iodof /002 iodof /002 nat-s /002 nat-s /002 nux-m /002 nux-m /002 petr /002 petr /002 sol-n /002 sol-n /002 ambr /004 ambr /004

6 APIS CH 30 líquido APIS CH 30 líquido 3 gotas de 2/2 horas PRESCRIÇÃO

7 EVOLUÇÃO Em 48 horas a febre cedeu, melhorou a função renal, edema cerebral, nível de consciência. Em 7 dias saiu da UTI, em 21 dias saiu do hospital. Está vivo há 1 ano, com contato afetivo com a família. Houve diminuição da culpa em relação ao filho morto. Atualmente toma APIS CH 40 líquido Atualmente toma APIS CH 40 líquido 03 gotas 2x ao dia.

8 Estudo de Apis mellifica

9 Insecta Aphis,apis, blatta, cantharis, cimex, coccus- cacti, coccinella, culex, doryphora, formica, (h)oplium, pediculus, pulex, scolopendrium, trombidium, vespa. Interesse homeopático 15r

10 Classificação Classificação ReinoAnimália FiloArthropoda ClasseInsecta OrdemHymenoptera

11 Super família Apoidea FamíliaApidae Espécie Apis Mellifera Classificação Classificação Super familia ApoideaFamíliaApidae Espécie Apis mellifica Nome comum Abelha

12 INFORMAÇÕES

13 Humanos são tão cruéis Humanos são tão cruéis Eu me sinto dividido Eu me sinto dividido Eu pulei em cima dele Eu pulei em cima dele Eu não sou bom o suficiente Eu não sou bom o suficiente Fala sobre seu desempenho Fala sobre seu desempenho Fala sobre ser desprezado Fala sobre ser desprezado Fala sobre ser atacado Fala sobre ser atacado Atividade aumentada têm que estar em movimento Atividade aumentada têm que estar em movimento Pressa - tem que correr Pressa - tem que correr Cólera violenta, fúria Cólera violenta, fúria Medo da morte – por sufocação; violenta Medo da morte – por sufocação; violenta Hidrofobia Hidrofobia Medo de animais; Medo de ser atacado; Impulso de matar Medo de animais; Medo de ser atacado; Impulso de matar ANIMALIAINSECTA

14 Falta de moral Falta de moral Forte gosto pela música Forte gosto pela música Gosto pela dança Gosto pela dança Adúltero; Obsceno Adúltero; Obsceno desavergonhado desavergonhado Excitação; Vivacidade Excitação; Vivacidade Animados Animados Competitivos; Briguentos Competitivos; Briguentos Ciumentos Ciumentos Malicioso Malicioso Destrutivos Destrutivos Gritam Gritam Sensíveis às dores Sensíveis às dores Alterações do humor Alterações do humor A maioria dos remédios dos insetos é do MIASMA TUBERCULÍNICO INSECTA

15 APIS MELLIFICA

16 Vivem em sociedade São organizadas Disciplinadas Tem apenas uma rainha por colméia São criativas para manter a colméia limpa, arejada e livre de germes É um dos animais mais ciumentos, quando as rainhas estão prontas para o acasalamento a mais forte mata suas irmãs... Pois em cada colméia só pode reinar uma.

17 São dotadas de um senso de orientação, graças à sua sensibilidade à luz ultravioleta, tendo o sol como referência,para guiar suas companheiras em relação às fontes de alimento recém-descobertas. As campeiras transmitem a informação por meio de um sistema de dança: quando a fonte está a menos de 100 m dançam em círculo, quando está mais distante, dançam em requebrado ou em oito. A campeira indica a direção da fonte pelo ângulo da dança em relação a posição do sol com a colméia. Por Dr. Carlos Mello

18 A abelha é um ser inquieto voa de um lugar para outro, não permanece muito tempo numa flor. Quando não está trabalhando parece apática, quando está hibernando cai num estado comatoso. Procura não ficar hiper-aquecida, e usa um engenhoso sistema para esfriar seu ambiente, depositando gotas dágua no topo da colméia, onde um grupo de operárias abanam sem parar. Através da evaporação evitam o aquecimento da colméia. Por Dr. Carlos Mello

19 APIS MELL PATHOGENESIA 1, obtained from Central N. Y. proving; Hering, Amer. Arzneipruf.; A. R. Morgan, N. Y. St. Trans., 8, 104; Bell. H. M., 6, 860; Samuel Dean, N. E. M. Guz., 2, 284; Marcy, N. A. J., 16, 501; E. U. Jones, N. A. J., 2, 409; J. P. Dake, N. A. J., 6, 885; Cropper, N. Y. St. Trans., N. S. 1 (MSS.), and some other scattering observations. Nos. 2 to 8, from proving of Central N. Y. Hom. Soc., 1852; 9 to 24, from Hering's Amer. Arzneipruf.; (Bee-bread symptoms by Whitmore, Chicago Med. Examiner, 1865] 1, Effects of the sting; 2, F. Humphreys; 3, L. B. Wells; 4, Bishop; 5, Hays; 6, Bigelow; 7, Greene; 8, Kellogg; 9, Hering, crude virus; 10, Hering, θ; 11, Hering, from a woman, "Th." 30th; 12, Hering, from a girl, "O." 30th; 13, Helmuth, crude; 14, Kindermann, crude; 15, Langstroth, from the poison; (16 to 23, new symptoms obtained from patients); 16, Marcy; 17, Bishop; 18, Blœde; 19, Hering; 20, Berens; 21, Washburne; 22, Marcy; 23, Humphreys; 24, Symptoms from sting of the humble-bee. 1, obtained from Central N. Y. proving; Hering, Amer. Arzneipruf.; A. R. Morgan, N. Y. St. Trans., 8, 104; Bell. H. M., 6, 860; Samuel Dean, N. E. M. Guz., 2, 284; Marcy, N. A. J., 16, 501; E. U. Jones, N. A. J., 2, 409; J. P. Dake, N. A. J., 6, 885; Cropper, N. Y. St. Trans., N. S. 1 (MSS.), and some other scattering observations. Nos. 2 to 8, from proving of Central N. Y. Hom. Soc., 1852; 9 to 24, from Hering's Amer. Arzneipruf.; (Bee-bread symptoms by Whitmore, Chicago Med. Examiner, 1865] 1, Effects of the sting; 2, F. Humphreys; 3, L. B. Wells; 4, Bishop; 5, Hays; 6, Bigelow; 7, Greene; 8, Kellogg; 9, Hering, crude virus; 10, Hering, θ; 11, Hering, from a woman, "Th." 30th; 12, Hering, from a girl, "O." 30th; 13, Helmuth, crude; 14, Kindermann, crude; 15, Langstroth, from the poison; (16 to 23, new symptoms obtained from patients); 16, Marcy; 17, Bishop; 18, Blœde; 19, Hering; 20, Berens; 21, Washburne; 22, Marcy; 23, Humphreys; 24, Symptoms from sting of the humble-bee. Em 1850, abelhas secas e pulverizadas, foram introduzidas por E.E. Marcy, em sua Teoria e Prática. Em 1850, abelhas secas e pulverizadas, foram introduzidas por E.E. Marcy, em sua Teoria e Prática. O maior número de sintomas confirmados, O maior número de sintomas confirmados, foram obtidos do veneno puro.

20 No final do abdome, encontra-se o órgão de defesa das abelhas - o ferrão - presente apenas nas operárias e rainhas. O ferrão é constituído por um estilete usado na perfuração e duas lancetas que possuem farpas que prendem o ferrão na superfície ferroada, dificultando sua retirada O ferrão é ligado a uma pequena bolsa onde o veneno fica armazenado. Essas estruturas são movidas por músculos que auxiliam na introdução do ferrão e injeção do veneno. As contrações musculares da bolsa de veneno permitem que o veneno continue sendo injetado mesmo depois da saída da abelha. Recomenda-se que o ferrão seja removido pela base, utilizando-se uma lâmina ou a própria unha, evitando-se pressioná-lo com os dedos para não injetar uma maior quantidade de veneno. Como, na maioria das vezes, o ferrão fica preso na superfície picada, quando a abelha tenta voar ou sair do local após a ferroada, ocorre uma ruptura de seu abdome e conseqüente morte

21 A picada da Abelha Reação inflamatória Aguda Dor intensa ardente e picante Edema rosáceo da pele Edema de pálpebras, ouvido, garganta Dificuldade respiratória Colapso < calor < repouso > aplicações frias > mudando de posição

22 Ação Geral Guias gerais: Edema, vermelhidão, dores em ferroadas, aplicações frias Guias gerais: Edema, vermelhidão, dores em ferroadas, aplicações frias Sintomas guias: Efeitos do ferrão: queimação, ferroadas, pontadas, dores lancinantes e edema. Todos os sintomas vem com violência e com "rush", como Acon e Bell. Sintomas guias: Efeitos do ferrão: queimação, ferroadas, pontadas, dores lancinantes e edema. Todos os sintomas vem com violência e com "rush", como Acon e Bell. "keynote" para Apis Mell: edema de aparência esbranquiçada, cerosa, transparente, ausência de sede e urina diminuída. "keynote" para Apis Mell: edema de aparência esbranquiçada, cerosa, transparente, ausência de sede e urina diminuída.

23 Ação Geral Ação Geral O estado mental nos quadros agudos é de apatia, indiferença ou mesmo inconsciência. O estado mental nos quadros agudos é de apatia, indiferença ou mesmo inconsciência. Atua no tecido celular, especialmente olhos, face, garganta, ovários e rins, causando edema da pele e das membranas mucosas. Atua no tecido celular, especialmente olhos, face, garganta, ovários e rins, causando edema da pele e das membranas mucosas. Produz inflamação com efusão nas membranas do cérebro, coração, pleura, rins etc. Produz inflamação com efusão nas membranas do cérebro, coração, pleura, rins etc. Estados patológicos característicos de Apis: Estados patológicos característicos de Apis: Erisipelas, edemas, inflamações agudas dos rins e de outros tecidos parenquimatosos..

24 Sintomas Patogenéticos Estado Mental A1 - Riu do maior infortúnio; como se assistisse uma comédia A1 - Riu do maior infortúnio; como se assistisse uma comédia Al,2- Ri de toda a desgraça. Al,3-...Ele riu da maior desgraça, como se estivesse numa grande comédia. A1 –Durante o dia, dançou com alegria excessiva; realizou todas as travessuras cantando e dançando, afável, não conseguia andar devagar. Al,5- Pensamentos tristes, com desejo de morte, de manhã. Al,17-...poderia matar um cachorro que latisse para ele, etc.; tudo acontece de errado; nada que possa ser feito o agrada Al,23- Parecia como se ela não soubesse o que fazer, como se não tivesse vontade própria, sente-se estúpida. He.11- Deixa tudo cair de sua mão, ou quebra objetos e dá risadas. He.28- Manias especialmente de origem sexual em mulheres. He.29- Loucura, particularmente ninfomania... He.48- Jovens meninas constantemente se ocupam com isto ou aquilo, mas não executam qualquer atividade corretamente. ·

25 He.49- Não suporta ser deixado só. He.,53- Excêntrico, alegre, desesperado ou desesperançado. He,19- Um menino estranho deitado na cama o impede de dormir. He.20- Antecipação da morte. He.60- Medo de apoplexia. He.61- Não bebe o liquor de cânfora, pois teme ser envenenado. He.76- Ciúme.(em mulheres) He.81- Transtornos por medo, fúria, contrariedade, ciúmes, ou ouvir más notícias. He.77- Todas suas idéias giram em torno do ciúmes, muito falante, às vezes demonstra libertinagem repugnante. He.18- Pensa que morrerá. (Doença orgânica do coração.) He.49- Não pode suportar ser deixado só. He.66- Quando perguntado se está doente, ele diz: "Nada importa".

26 Causalidade: supressão de desejo sexual, ouvir más noticias, choque mental, pesar, susto, contrariedade, ciúme, erupções suprimidas Melhora: ar fresco, banho frio, descobrir, movimento,por sentar ereto, por andar, tosse pela expectoração, Agrava: calor do quarto, tempo quente, fogo, banho quente, cama, toque – mesmo no cabelo, pela pressão (excesso a cabeça) Lateralidade: direita, da direita para esquerda Desejo : leite frio, sorvete, banho frio, se descobrir Horário : 16 às 17 hrs Modalidades

27 DORES CONCOMITANTES Não se queixam Diz que está bem, embora muito doente Febre sem sede # Gels, Puls Transpiração sem sede Sede durante CALAFRIO Calorento Colérico Dominador, CIUMENTO Edema de pálpebras, urina pouco mas frequentemente Dores intensas em pontadas, queimantes Dores queimantes como agulhas quentes Cefaléias >pressão < movimento e abaixando a cabeça Fotofobia, lacrimejamento com dor nos olhos Dismenorreia Dor sobre os ovários

28 SENSAÇÕES Sensação de cabeça inchada, sente a pele inchada e rígida Sensação de espinha de peixe na garganta Sensação como se os órgãos pélvicos fossem empurrados para baixo Sensação de adormecimento das mãos e pontas dos dedos Sensação de cérebro paralisado Sensação como se cada respiração fosse a ultima Sensação de debilidade como se tivesse trabalhado muito Sensação de calor na boca do estomago e tórax Sensação como se fosse morrer Sensação como se algo virado no interior do corpo Sensação de Rigidez

29 A Polaridade de Apis por Dr. Carlos Mello POSITIVA POSITIVA Canta, fazendo travessuras Canta, fazendo travessuras Afável Afável Ri do infortúnio Ri do infortúnio Sente-se numa comédia Sente-se numa comédia Sente-se voando Sente-se voando Não consegue andar devagar Não consegue andar devagar Alegria excêntrica Alegria excêntrica Dança com alegria Dança com alegria NEGATIVA NEGATIVA Fica desorientado quando vai para casa Fica desorientado quando vai para casa Deseja mudar de ocupação Deseja mudar de ocupação Não consegue fazer a mesma coisa por muito tempo Não consegue fazer a mesma coisa por muito tempo Preocupações,aborrecimentos sobre ocupações Preocupações,aborrecimentos sobre ocupações Nada dá certo, tudo está errado. Nada dá certo, tudo está errado. Sem esperança Sem esperança Não sabe o que fazer Não sabe o que fazer Tenta em vão fazer funcionar uma máquina de voar Tenta em vão fazer funcionar uma máquina de voar Dificuldade para andar Dificuldade para andar Falta de vontade Falta de vontade Pensamentos tristes com desejo de morte Pensamentos tristes com desejo de morte Sente como se não conseguisse mais respirar Sente como se não conseguisse mais respirar Desanimado, choroso. Tenta esconder seus sentimentos. Desanimado, choroso. Tenta esconder seus sentimentos.

30 SINTOMAS FUNCIONAIS Inflamação dos olhos com supuração após doença eruptiva Faringite – amídalas inchadas, vermelhas, pontadas ao engolir Febre sem sede, pede água no calafrio bochecha queimante, pés frios Água pura não tem sabor bom, pede para misturar vinagre Otite Inflamação dos rins com oliguria Metrorragias com pontadas como ferrão

31 Sintomas Lesionais Sintomas Lesionais Erisipelas de face e mama Urticária com intensa coceira < a noite Edema angineurótico Pericardite, hidropericardio Meningite aguda com GRITO ENCEFÁLICO #Bell fase congestiva. Hell segue Apis Nefrites ou glomerulonefrites com oliguria, urina albuminosa, sanguinolenta com células epiteliais e tubulares. Aumento de ovário direito pp. Por cisto

32 Sonhos Sonhos cheios de vôos, como um pássaro (Feels like a bird in the air a1), foge voando (Often dreams of flying far through the air a1), movimentando-se de um lugar para outro, grandes saltos, testa em vão uma máquina voadora (Plagues himself in dreams all night, with a flying apparatus; tries to arrange the wings, which, however, will not work a1), anda num chão quente, com pedras quentes, com longas caminhadas sobre estradas úmidas, com pessoas reunidas em volta de uma mesa de refeição, com ocupações, preocupações e trabalho pesado, desagradáveis com amigos, um rapaz sonha que é uma moça (A young man dreams that he is a girl a1).

33 A abelha extrai seu alimento das flores e vive em perfeita organização social, por isso, tornou-se um símbolo de pureza e disciplina. Simboliza pureza (por ser um animal que vive entre as flores), disciplina (devido à organização exemplar das colméias), trabalho (pela atividade incessante das abelhas operárias) e realeza (o poder exercido pela abelha rainha é reconhecido e respeitado por todas as outras). DICIONÁRIO DE SÍMBOLO

34 A criança de Apis

35 Adaptam-se facilmente a turma Curtem desde o inicio a vida comunitária Gostam de ir para escola Torcem para acabar as férias para voltar a escola Produzem seus próprios brinquedos Adoram dançar Calorentas Inseguras gostam do apoio do grupo Afetuosas mas CIUMENTAS Curtem ajudar na arrumação da casa SUPER ALERGICAS urticária, edemas de pálpebras, edema de faringe, sensação de corpo estranho na garganta Rangido nos dentes Doenças reumáticas Encefalites e meningites – característico grito encefálico durante o sono.


Carregar ppt "Caso paciente A.A.D.S 71 anos Caso paciente A.A.D.S 71 anos Masculino, aposentado, fiscal de ICM Masculino, aposentado, fiscal de ICM Deu entrada na UTI."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google