A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Apresentação nº 2 Abiogénese ou Biogénese? C.T.V. – 10º Ano.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Apresentação nº 2 Abiogénese ou Biogénese? C.T.V. – 10º Ano."— Transcrição da apresentação:

1

2 Apresentação nº 2 Abiogénese ou Biogénese? C.T.V. – 10º Ano

3 Pasteur (1822 – 1895), químico e biólogo francês realizou uma série de experiências, hoje justamente célebres uma vez que vieram por um ponto final na controvérsia Abiogénese/Biogénese. in

4 Em balões de vidro coloquei em contacto com o ar atmosférico cada um dos seguintes líquidos, extremamente alteráveis: solução de levedura de cerveja, solução açucarada de leveduras, urina, sumo açucarado de beterraba e solução de pimenta. in Pasteur (1975) in Cristo, J.C.A. & Galhardo, M.L. (1993) A in Cristo, J.C.A. & Galhardo, M.L. (1993) Com que intuito Pasteur escolheu estes líquidos extremamente alteráveis?

5 Em seguida alonguei os pescoços dos balões à chama de tal modo que ficassem com um certo número de curvas. in Pasteur (1975) in Cristo, J.C.A. & Galhardo, M.L. (1993) B in Cristo, J.C.A. & Galhardo, M.L. (1993) Formula uma hipótese explicativa para o facto de Pasteur ter feito esta alteração aos tubos de ensaio.

6 Fervi então os líquidos dos frascos durante vários minutos até que o vapor saísse livremente pela extremidade estreita dos pescoços, sem qualquer outra precaução. in Pasteur (1975) in Cristo, J.C.A. & Galhardo, M.L. (1993) C in Cristo, J.C.A. & Galhardo, M.L. (1993) Por que será que Pasteur ferveu o seu preparado?

7 Os balões foram depois deixados arrefecer (...) e o líquido dos frascos permaneceu indefinidamente inalterado. in Pasteur (1975) in Cristo, J.C.A. & Galhardo, M.L. (1993) (...) a entrada de ar é suficientemente lenta de modo que ele deixa nas curvas húmidas do pescoço todas as poeiras capazes de actuar na infusão e causar nela o desenvolvimento de microrganismos. in Pasteur (1975) in Cristo, J.C.A. & Galhardo, M.L. (1993) D in Cristo, J.C.A. & Galhardo, M.L. (1993) Por que será que o líquido permaneceu indefinidamente inalterado?

8 E in Cristo, J.C.A. & Galhardo, M.L. (1993) No entanto, ainda existia a objecção de Nedham que dizia que aquando a fervura o princípio activo era destruído. Como pensas que Pasteur conseguiu provar que tal não era verdadeiro?

9 Acontece que, após um ou mais meses de incubação, se o pescoço do balão for quebrado, sem voltar a tocar-se no balão, aparecem fungos e infusórios ao fim de 24, 36 ou 48 horas, tal como aconteceria se as poeiras do ar tivessem sido inoculadas nos balões (...). Creio ter demonstrado com todo o rigor (...) que, em infusões previamente fervidas, todos os microorganismos se originam a partir de partículas só que o ar sempre transporta. in Pasteur (1975) in Cristo, J.C.A. & Galhardo, M.L. (1993)

10 Ao delinear as suas investigações, Pasteur conseguiu reunir as duas condições indispensáveis para pôr ponto final na controvérsia acerca da origem dos seres vivos: - A presença de ar que garantia a existência do "princípio activo", exigida pelos defensores da geração espontânea; - A possibilidade de destruir pelo calor todos os microrganismos (esterilização).

11 Os resultados mostraram que, efectivamente, os conteúdos dos balões se mantiveram inalterados muito tempo após ter cessado a ebulição. Como contraprova do que havia demonstrado Pasteur quebrou alguns dos balões. Evidentemente, o líquido, passado algum tempo, encheu-se de microrganismos. Os resultados destas experiências permitiram afastar definitivamente a teoria da geração espontânea, e comprovar a teoria da.

12


Carregar ppt "Apresentação nº 2 Abiogénese ou Biogénese? C.T.V. – 10º Ano."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google