A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Manuelzão e Miguilim João Guimarães Rosa. Publicação: 1956 (em Corpo de Baile, conjunto de 7 novelas, depois dividido em 3 volumes) Narrador: 3 a pessoa.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Manuelzão e Miguilim João Guimarães Rosa. Publicação: 1956 (em Corpo de Baile, conjunto de 7 novelas, depois dividido em 3 volumes) Narrador: 3 a pessoa."— Transcrição da apresentação:

1 Manuelzão e Miguilim João Guimarães Rosa

2 Publicação: 1956 (em Corpo de Baile, conjunto de 7 novelas, depois dividido em 3 volumes) Narrador: 3 a pessoa = narrador onisciente seletivo adoção de um foco narrativo (focalizador) Espaço/Tempo: sertão mineiro = os Gerais universo pré-urbano, pré-científico, pré-racional tempo cronológico X tempo psicológico Características gerais

3 Estilo: - linguagem inovadora: recriação artística / estilização do linguajar sertanejo oralidade / informalidade / arcaísmos / neologismos / repetições / metáforas / onomatopeias / provérbios e ditos - uso do discurso indireto livre: mistura das falas e pensamentos do personagem ao discurso do narrador

4 Campo Geral Espaço: Mutum / Tempo: alguns meses Foco narrativo: Miguilim (8 anos, sensível, delicado) Tema: transição da infância para a idade adulta descobertas / dúvidas / medos O universo de Miguilim: Nhô Béro (pai), Nhanina (mãe), Dito/Tomezinho/Drelina/Chica (irmãos), Vovó Izidra (tia-avó), tio Terêz, Liovaldo (irmão distante) / Jé e Saluz (vaqueiros) / Luisaltino (meeiro) / Maria Pretinha, Rosa e Mãitina o mundo de Miguilim: família + fazenda

5 - 1 a vez fora do Mutum: viagem com tio Terêz / crisma / beleza do Mutum? / mãe não gosta (chuva) - briga pai X mãe: Miguilim tenta defendê-la / castigo / Vovó Izidra expulsa o tio Terêz / tempestade - visita de Seo Deográcias e Patori: M. detesta Patori / Deográcias acha M. muito fraco MEDO DA MORTE pacto com Deus: 10 dias / Seo Aristeo, no último dia, diz que está tudo bem levar almoço na roça - encontro com tio Terêz: bilhete dilema moral / choro e sinceridade / ladrões: macacos - chegada de Luisaltino: Patori mata um rapaz / morte de Patori / pai vai ao enterro Campo Geral - Momentos fundamentais

6 - noite mágica: passeio no morro (sem o pai e a vó) / M. com ciúme de Luisaltino / dia mais bonito de todos - tempos ruins: morte do cachorro / marimbondo pica Tomezinho / briga com Dito - Dito corta o pé: adoece / agoniza / proximidade com M. histórias / sabedoria morte - luto / sofrimento de M.: trabalho na roça / M. preguiçoso / pai irritado (M. devia morrer) - visita surpresa: Liovaldo e tio Osmundo Cessim / Liovaldo = Patori / M. briga com Liovaldo (Grivo) - surra do pai: M. deseja matá-lo / 3 dias com Saluz natureza / felicidade / saudade - nova briga com o pai: pai solta os passarinhos / M. quebra os brinquedos (fim da infância)

7 - M. adoece: delírios / tristeza do pai compreende que ele o ama - pai mata Luisaltino: pai se suicida (enforcado com um cipó) - M. se recupera: Seo Aristeo: tristeza é agouria - retorno do tio Terêz: Vovó Izidra parte / anúncio do casamento da mãe com tio Terêz - chegada de dois homens: Dr. José Lourenço / simpatia / óculos (M. não é limpo da vista) - convite para ir embora com Dr. Lourenço: M. aceita chance de ser alguém - a viagem final: preparativos / despedidas / último olhar sobre o Mutum (óculos) beleza do lugar

8 - o olhar de Miguilim sobre as coisas adultas: precariedade da condição social / traição da mãe - o isolamento rural - as travessias de Miguilim Questões a observar interior (infância vida adulta) exterior (Mutum mundo) cultural (mundo mítico do sertão mundo racional da cidade)

9 Uma Estória de Amor Espaço: Samarra / Tempo: 3-4 dias Foco narrativo: Manuelzão (60 anos, vaqueiro, solteiro) Tema: a perceção da velhice e da passagem do tempo balanço da vida Ação central: inauguração (consagração) da capela da Samarra, construída por Manuelzão em homenagem à mãe, Dona Quilina, já falecida alternância: acontecimentos da festa X lembranças e reflexões de Manuelzão

10 As questões de Manuelzão: velhice / solidão / doença / pobreza / morte / trabalho (boiada a tocar) A ascensão de Manuelzão: de capataz a administrador das terra da Samarra, de Frederico Freyre - chegada na Samarra: há 4 anos / sente-se dono / sozinho, busca Adelço (30 anos, má índole) - a família: Adelço = nascido de um curto caso / Leonísia = boa mulher, bonita, papel de mãe / 7 netos - lembrança de M.: a seca do riacho - véspera: grande comparecimento à festa / chegada do padre, frei Petroaldo / à noite, as estórias de Joana Xaviel (contadora, mendiga) Uma Estória de Amor - Momentos fundamentais

11 - o dia seguinte: missa lotada - início da festa: comida, danças, violas, cantigas e quadrilhas mescladas à narração - carta de Frederico Freyre: honra / prestígio / leitura pública - Manuelzão cansado: ferida no pé / preocupação com a boiada a tocar 3 dias depois - Adelço se oferece para levar a boiada: M. gosta, mas é intransigente e recusa - Seo Camilo: velho (80 anos), pobre / M. se identifica com ele / lembrança do caso entre Camilo e Joana Xaviel escandalizou a população M. separou-os

12 - Seo Camilo conta a história do Boi Bonito: Vaqueiro-Menino doma o cavalo indomável (do pai do fazendeiro) / o fazendeiro dá uma festa-desafio: laçar o Boi Bonito (dinheiro + filha) / o Menino consegue recusa os prêmios (só quer o cavalo) e pede que o Boi Bonito fique livre / relação natureza- animais: harmonia - Manuelzão recupera o vigor: faz as pazes consigo / aceita seu destino / anuncia a partida da boiada


Carregar ppt "Manuelzão e Miguilim João Guimarães Rosa. Publicação: 1956 (em Corpo de Baile, conjunto de 7 novelas, depois dividido em 3 volumes) Narrador: 3 a pessoa."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google