A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Fábula Ação Enredo Fábula Ação Enredo PIPE2008. Fábula Espinha dorsal do texto narrativo Espinha dorsal do texto narrativo E depois?: curiosidade do leitor.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Fábula Ação Enredo Fábula Ação Enredo PIPE2008. Fábula Espinha dorsal do texto narrativo Espinha dorsal do texto narrativo E depois?: curiosidade do leitor."— Transcrição da apresentação:

1 Fábula Ação Enredo Fábula Ação Enredo PIPE2008

2 Fábula Espinha dorsal do texto narrativo Espinha dorsal do texto narrativo E depois?: curiosidade do leitor E depois?: curiosidade do leitor Narrativa de acontecimentos dispostos em determinado tempo Narrativa de acontecimentos dispostos em determinado tempo Conjunto de acontecimentos ligados entre si e que nos são comunicados ao longo da obra Conjunto de acontecimentos ligados entre si e que nos são comunicados ao longo da obra

3 Ação Conflito, drama Conflito, drama Oposição, luta entre duas forças ou personagens Oposição, luta entre duas forças ou personagens Personagem x força externa ( natureza, família, sociedade ) Personagem x força externa ( natureza, família, sociedade ) Personagem x ela mesma ( conflito interior ) Personagem x ela mesma ( conflito interior )

4 Enredo Disposição dos acontecimentos que compõem a fábula Disposição dos acontecimentos que compõem a fábula Por quê? Por quê? Implica a causalidade ( totalidade de causas e feitos que se organizam no curso da narrativa ) Implica a causalidade ( totalidade de causas e feitos que se organizam no curso da narrativa ) Não pode ser sumariado Não pode ser sumariado

5 Enredo Ritmo narrativo Ritmo narrativo 1. Aceleração: 1. Aceleração: A) Narração relato dos acontecimentos ou fatos no decorrer do tempo A) Narração relato dos acontecimentos ou fatos no decorrer do tempo.

6 Na visita seguinte, o irmão estava muito ocupado. Pediu que eu deixasse as coisas ao pé da escada e fosse embora. O fato se repetiu algumas vezes e compreendi que ele não queria mais encontrar-se comigo. Para não perturbá- lo, fiz uma cópia da chave. ( Alberto Martins, A História dos Ossos ) Na visita seguinte, o irmão estava muito ocupado. Pediu que eu deixasse as coisas ao pé da escada e fosse embora. O fato se repetiu algumas vezes e compreendi que ele não queria mais encontrar-se comigo. Para não perturbá- lo, fiz uma cópia da chave. ( Alberto Martins, A História dos Ossos )

7 B) Diálogo intercâmbio verbal entre duas ou mais personagens B) Diálogo intercâmbio verbal entre duas ou mais personagens Classificação: direto ( discurso direto ); indireto ( discurso indireto); indireto livre ( discurso indireto livre ) ; monólogo interior; solilóquio Classificação: direto ( discurso direto ); indireto ( discurso indireto); indireto livre ( discurso indireto livre ) ; monólogo interior; solilóquio

8 2. Retardamento: 2. Retardamento: A) Descrição enumeração dos caracteres próprios de seres animados ou inanimados, e coisas – cenários, ambientes, ruídos, odores, sabores, etc. A) Descrição enumeração dos caracteres próprios de seres animados ou inanimados, e coisas – cenários, ambientes, ruídos, odores, sabores, etc. Envolve sempre a imobilidade do objeto Envolve sempre a imobilidade do objeto

9 Ficara sentada à mesa, a ler o Diário de Notícias, no seu roupão de manhã de fazenda preta, bordado a soutache, com largos botões de madrepérola; o cabelo louro cum pouco desmanchado, com um tom seco do calor do travesseiro, enrolava-se, torcido no alto da cabeça pequenina, de perfil bonito... ( Eça de Queirós, O Primo Basílio) Ficara sentada à mesa, a ler o Diário de Notícias, no seu roupão de manhã de fazenda preta, bordado a soutache, com largos botões de madrepérola; o cabelo louro cum pouco desmanchado, com um tom seco do calor do travesseiro, enrolava-se, torcido no alto da cabeça pequenina, de perfil bonito... ( Eça de Queirós, O Primo Basílio)

10 B) Dissertação exposição de idéias, comentários, pensamentos, doutrinas, etc., realizada no interior da narrativa B) Dissertação exposição de idéias, comentários, pensamentos, doutrinas, etc., realizada no interior da narrativa Ela me fez entender que, além de me tirar da miséria sentimental de quarenta anos, também havia eliminado nosso filho com o comprimido do dia seguinte.Pela primeira vez –alguém que não era eu mesmo e minha solidão – conseguia matar algo 50% original saído de entro de mim. (Marcelo Mirisola, Joana, a Contragosto ) Ela me fez entender que, além de me tirar da miséria sentimental de quarenta anos, também havia eliminado nosso filho com o comprimido do dia seguinte.Pela primeira vez –alguém que não era eu mesmo e minha solidão – conseguia matar algo 50% original saído de entro de mim. (Marcelo Mirisola, Joana, a Contragosto )

11 C) Flashback interrupção na seqüência temporal de uma narrativa a fim de apresentar o relato de eventos passados C) Flashback interrupção na seqüência temporal de uma narrativa a fim de apresentar o relato de eventos passados Minha mãe ainda estava viva quando a vi morta pela primeira vez. No sofá da sala, fraca demais para ficar sentada por muito tempo, ela dormia numa antecipação da cena que protagonizaria dali a um mês: deitada de barriga para cima, com as mão entrecruzadas sobre o peito, os olhos fechados num sono sem dor. ( Mário Sabino, O Antinarciso ) Minha mãe ainda estava viva quando a vi morta pela primeira vez. No sofá da sala, fraca demais para ficar sentada por muito tempo, ela dormia numa antecipação da cena que protagonizaria dali a um mês: deitada de barriga para cima, com as mão entrecruzadas sobre o peito, os olhos fechados num sono sem dor. ( Mário Sabino, O Antinarciso )


Carregar ppt "Fábula Ação Enredo Fábula Ação Enredo PIPE2008. Fábula Espinha dorsal do texto narrativo Espinha dorsal do texto narrativo E depois?: curiosidade do leitor."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google