A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Prof. Busato Química Prof. Carlos Busato Fracionamento de misturas.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Prof. Busato Química Prof. Carlos Busato Fracionamento de misturas."— Transcrição da apresentação:

1 Prof. Busato Química Prof. Carlos Busato Fracionamento de misturas

2 Prof. Busato Química Fracionamento de Misturas São as técnicas usadas para separar misturas, e que se fundamentam nas diferentes propriedades físicas das substâncias que constituem as misturas. Para separar uma mistura devemos seguir os seguintes passos: Para separar uma mistura devemos seguir os seguintes passos: 1)Verificar se HOMO ou HETERO; 2)Verificar ESTADO FÌSICO; 3)Escolher o método

3 Prof. Busato Química Fracionamento de Misturas Heterogêneas

4 Prof. Busato Química Filtração Heterogênea Heterogênea (S + L ; S + G) (S + L ; S + G) Diferentes solubilidades Diferentes solubilidades Ex.: água + areia

5 Prof. Busato Química Tamisação Heterogênea Heterogênea (S + S) (S + S) Diferentes tamanhos Diferentes tamanhos Ex.: areia grossa + areia fina

6 Prof. Busato Química Levigação Ex.: ouro + areia. Heterogênea Heterogênea (S (S + S) Diferentes Diferentes densidades

7 Prof. Busato Química Separação magnética Ex.: limalha de ferro + enxofre Heterogênea Heterogênea (S + S) (S + S) Diferença de magnetismo Diferença de magnetismo

8 Prof. Busato Química Câmara de poeira Ex.: ar + pó Heterogênea Heterogênea (S + G) (S + G) Diferença de densidade Diferença de densidade ar + poeira ar puro

9 Prof. Busato Química Heterogênea Heterogênea (S + S) (S + S) Diferentes solubilidades Diferentes solubilidades Dissolução fracionada 1)Adição de solvente; 2)Filtração do sólido insolúvel; 3)Evaporação do solvente; Ex.: areia + sal

10 Prof. Busato Química Decantação Ex.: areia + água Heterogênea Heterogênea (S + L) (S + L) Diferentes Densidades Diferentes Densidades

11 Prof. Busato Química Decantação Ex.: óleo + água Heterogênea Heterogênea ( L + L) ( L + L) Diferentes Densidades Diferentes Densidades

12 Prof. Busato Química Hipotensão Ex.: Refrigerante Heterogênea Heterogênea (L + G) (L + G) Difereça de pressão Difereça de pressão 1)Agitação; 2)Aquecimento;

13 Prof. Busato Química Flotação Ex.: areia + serragem Heterogênea Heterogênea (S + S) (S + S) Diferentes densidades Diferentes densidades

14 Prof. Busato Química Centrifugação Ex.: Sangue ( L + S) ( L + S) Colóides (heterogênea) Colóides (heterogênea) Diferentes densidades Diferentes densidades

15 Prof. Busato Química Fracionamento de Misturas Homogêneas ou Soluções

16 Prof. Busato Química Destilação simples Ex.: água + sal Homogênea Homogênea ( L + S) ( L + S) Diferentes P.E. Diferentes P.E.

17 Prof. Busato Química Homogênea Homogênea ( L + L) ( L + L) Diferentes P.E. Diferentes P.E. Destilação fracionada Ex.: Petróleo

18 Prof. Busato Química Destilação do petróleo Mistura Homogênea

19 Prof. Busato Química Homogênea Homogênea (G + G) (G + G) Diferentes P.E. Diferentes P.E. Liquefação + Dest. fracionada 1)Liquefação; 2)Destilação Fracionada; Ex.: Ar atmosférico (N 2 + O 2 ) Processo utilizado na separação de gases. Baseia-se na diferença dos pontos de ebulição dos componentes da mistura. Através do abaixamento da temperatura os gases são liquefeitos e separados.

20 Prof. Busato Química Homogênea Homogênea (G + G) (G + G) Diferentes densidades Diferentes densidades Efusão Ex.: CH 4 + H 2 Processo utilizado na separação de gases. Baseia-se na diferença de densidades dos componentes da mistura. Através do aumento da pressão o gás mais denso sofre efusão com velocidade mais baixa.

21 Prof. Busato Química Homogênea Homogênea (S + L) (S + L) Diferentes Solubilidades Diferentes Solubilidades Cristalização fracionada 1)Evaporação; 2)Precipitação; Ex.: MgSO 4 + NaCl + H 2 O Processo utilizado na separação de sólidos dissolvidos em um líquido. Baseia-se na diferença dos pontos de cristalização dos componentes da mistura. Através aquecimento do líquido os sólidos cristalizam separadamente.

22 Prof. Busato Química Prof. Carlos Busato Estrutura Atômica

23 Prof. Busato Química Estrutura atômica Massa = 1,673 x g Carga = + 1,6 x coulombs +1 P 1 Massa = 9,11 x g Carga = -1,6 x coulombs -1 e 1/1840 Massa = 1,675 x g Carga = Zero 0n10n1

24 Prof. Busato Química Estrutura atômica Representação de um Elemento Químico X Z número atômico A número de massa N número de nêutrons Átomo neutro: Z = P = e A = Z + N N = A – Z Z = A – N

25 Prof. Busato Química Exemplo: átomo neutro:íon: Ca Ca Z = P = E = N = A = Z = P = E = N = A =

26 Prof. Busato Química Semelhanças Químicas Isótopos Isótopos São átomos com o mesmo número de prótons e diferentes números de massa. 1 H 1 Prótio 1 H 2 Deutério 1 H 3 Trítio Isóbaros São átomos de elementos químicos diferentes que possuem o mesmo número de massa. 20 Ca Ar 40

27 Prof. Busato Química Isoátomos: Isótonos São átomos de elementos químicos diferentes que possuem o mesmo número de nêutrons. 9 F Ne 20 9 F Ne 20 Isoeletrônicos São átomos ou íons com o mesmo número de elétrons. 7 N 3- 8 O 2- 9 F Ne 0 11 Na elétrons

28 Prof. Busato Química Alótropos Alotropia É a capacidade de um mesmo elemento químico formar substâncias simples com características físicas diferentes.

29 Prof. Busato Química Fósforo Branco (P n ) Fósforo Vermelho (P 4 ) Enxofre Rômbico (S 8 ) Enxofre monoclínico (S 8 ) Alótropos

30 Prof. Busato Química Carbono Grafite (C n ) Carbono Diamante (C n ) Carbono Fulereno (C 60 ) Alótropos

31 Prof. Busato Química ELEMENTOS ORGANÓGENOS C H O N X S X = halogênio

32 Prof. Busato Química Propriedades dos Compostos Orgânicos: Formam cadeias carbônicas; São compostos moleculares (covalentes); Possuem baixos P.F. e P.E.; Na sua grande maioria, são APOLARES; Apresentam ISOMERIA.

33 Prof. Busato Química C C CC sp 3 sp 2 sp Tetraédrica (109º28) Trigonal (120º) Linear (180º) HIBRIDIZAÇÃO

34 Prof. Busato Química Classificação dos Carbonos: C C C C C C C C C C primários C C secundário C C terciário C C quaternário

35 Prof. Busato Química CH 3 CH OH O CCH 2 Classificação de cadeias Aberta (Alifática);Aberta (Alifática); Ramificada;Ramificada; Insaturada;Insaturada; Homogênea.Homogênea. CH 2 O CH 3 Aberta (Alifática);Aberta (Alifática); Normal;Normal; Saturada;Saturada; Heterogênea.Heterogênea.

36 Prof. Busato Química CH 2 CH CH 3 Fechada (cíclica);Fechada (cíclica); Alicíclica;Alicíclica; Ramificada;Ramificada; Saturada;Saturada; Homocíclica.Homocíclica. CH 3 Fechada (cíclica);Fechada (cíclica); Aromática;Aromática; Ramificada;Ramificada; Mononuclear.Mononuclear.

37 Prof. Busato Química Nomenclatura Orgânica: prefixo + infixo + sufixo 1C - MET 2C - ET 3C - PROP 4C - BUT 5C - PENT 6C - HEX LIGA SIMPLES - AN LIGA DUPLA - EN LIGA TRIPLA - IN 2 LIGAS DUPLAS- DIEN Hidroc.= O Álcool = OL Aldeído = AL Cetona = ONA Ácidos = ÓICO

38 Prof. Busato Química ESTUDODOSGASES

39 Prof. Busato Química TEORIA CINÉTICA DOS GASES - TCG Partículas do gás estão muito afastadas,não há interação intermolecular; Partículas movimentam-se ao acaso e em todas as direções e sentidos; Colidem contra as paredes do recipiente (PRESSÃO) e entre si em colisões perfeitamente elásticas; Aumentando a temperatura, aumenta a velocidade das partículas e, em consequência, a ENERGIA CINÉTICA média.

40 Prof. Busato Química Variáveis de estado de um gás VOLUME: 1 L = 1000 mL = 1 dm 3 1 m 3 = 1000 L PRESSÃO: TEMPERATURA: 1 atm = 760 mmHg 1 mmHg = 1 Torr 1 atm = 10 5 Pa T K = t ºC + 273

41 Prof. Busato Química EQUAÇÃO GERAL DOS GASES P 1.V 1 P 2.V 2 T1T1 T2T2 = Temperaturas em Kelvin EQUAÇÃO DOS GASES PERFEITOS P.V = n.R.T em litros número de mol n = m MM Constante universal dos gases R=0,082(atm) ou 62,3(mmHg) em Kelvin

42 Prof. Busato Química ISOTÉRMICA (T constante) P 1.V 1 P 2.V 2 T1T1 T2T2 = ISOBÁRICA (P constante) P 1.V 1 P 2.V 2 T1T1 T2T2 = ISOMÉTRICA (V constante) P 1.V 1 P 2.V 2 T1T1 T2T2 = TRANSFORMAÇÕES GASOSAS


Carregar ppt "Prof. Busato Química Prof. Carlos Busato Fracionamento de misturas."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google