A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disc.: Gerência de Manutenção Prof. Jorge Marques Aulas 20 e 21 Manutenção de mancais Fontes consultadas: XENOS. Gerenciando a manutenção.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disc.: Gerência de Manutenção Prof. Jorge Marques Aulas 20 e 21 Manutenção de mancais Fontes consultadas: XENOS. Gerenciando a manutenção."— Transcrição da apresentação:

1 ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disc.: Gerência de Manutenção Prof. Jorge Marques Aulas 20 e 21 Manutenção de mancais Fontes consultadas: XENOS. Gerenciando a manutenção produtiva Projeto de Engenharia Mecânica. Shigley, J. Telecurso Mecânica. Apostila de Manutenção

2 Mancais de deslizamento Servem de apoio para rotação de eixos e árvores. O atrito que existe entre as partes estáticas e rotativas é o de deslizamento. Materiais usados FoFo, Bronze e outras ligas com chumbo, Teflon, materiais sinterizados. Coeficiente de atrito com filme completo entre 0,001 a 0,1. No início do movimento é da ordem de 0,07 a 0,2.

3 Mancais de deslizamento

4 Mancais de rolamento Mancais de rolamento são elementos de máquinas mais complexos, feitos de dois anéis. Um deles permanece estático em relação ao outro e entre eles rolam esferas ou rolos, fazendo com que o atrito entre eles seja de rolamento. Normalmente feitos de aço, mas também há rolamentos feitos com materiais plásticos. Coeficiente de atrito baixo (0,001 a 0,02), mesmo quando o filme lubrificante ainda não foi formado.

5 Tipos de Rolamentos Rolos ou esferas Axial ou radial Axial e radial: rolos cônicos ou combinados Etc.

6 Tipos de Rolamentos

7 Falhas Típicas em Rolamentos Os defeitos comuns ocorrem por: – desgaste; – fadiga; – falhas mecânicas.

8 Falhas Típicas em Rolamentos O brinelamento é caracterizado por depressões nos roletes ou esferas nas pistas do rolamento. Resulta de aplicação da pré-carga, sem girar o rolamento, ou da prensagem do rolamento com excesso de interferência.

9 Falhas Típicas em Rolamentos S u l c a m e n t o é provocado pela batida de uma ferramenta qualquer sobre a pista rolante.

10 Falhas Típicas em Rolamentos Q u e i m a p o r c o r r e n t e e l é t r i c a Geralmente é provocada pela passagem da corrente elétrica durante a soldagem de manutenção nas estruturas da máquina. As pequenas áreas queimadas aceleram o desgaste das esferas ou roletes e pistas.

11 Falhas Típicas em Rolamentos As rachaduras e fraturas resultam, geralmente, de aperto excessivo do anel ou cone sobre o eixo. Podem também aparecer devido a sobrecargas.

12 Falhas Típicas em Rolamentos O engripamento pode ocorrer devido a lubrificante muito espesso ou viscoso. Pode acontecer, também, por eliminação de folga nos roletes ou esferas por aperto excessivo.

13 Desmontagem Saca polia

14 Desmontagem Porém se não tivermos em mão um saca polia ou tubo, ou ainda as condições não favorecerem, podemos improvisar uma desmontagem com ferramentas mais simples, mas com cuidados adicionais

15 Manutenção Montagem do Rolamento Prensa hidráulica. Esforço aplicado de maneira distribuída, por igual, na pista que será fixada, seja no eixo (anel interno) como na caixa (anel externo).

16 Montagem Uso de furo roscado do eixo Uso de tubo e material dútil para amortecer as pancadas

17 Lubrificação de mancais Rolamentos blindados lubrificados para a vida toda Rolamentos lubrificáveis

18 Lubrificação com bomba de graxa (graxeira), de contato

19 Lubrificação de mancais Lubrificação hidrostática

20 Seleção do lubrificante


Carregar ppt "ENGENHARIA DE PRODUÇÃO Disc.: Gerência de Manutenção Prof. Jorge Marques Aulas 20 e 21 Manutenção de mancais Fontes consultadas: XENOS. Gerenciando a manutenção."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google