A apresentação está carregando. Por favor, espere

A apresentação está carregando. Por favor, espere

Os Ambientes do campo Capítulo 6 (da pg. 104 a pg 121) 6º ano – 2011 Maria Christina.

Apresentações semelhantes


Apresentação em tema: "Os Ambientes do campo Capítulo 6 (da pg. 104 a pg 121) 6º ano – 2011 Maria Christina."— Transcrição da apresentação:

1 Os Ambientes do campo Capítulo 6 (da pg. 104 a pg 121) 6º ano – 2011 Maria Christina

2 A agricultura Terras agrícolas 12% da superfície terrestre; Imensa diversidade nos ambientes do campo cada cultivo mantém uma tradição (exige algum tipo especial de prática agrícola e dependem de condições climáticas e tipos de solo). ESSES AMBIENTES DO CAMPO PODEM SER COMPREENDIDOS COMO SISTEMAS AGRÍCOLAS, ONDE TERRA, TRABALHO, RECURSOS ENERGÉTICOS E FINANCEIROS SE INTEGRAM.

3 De onde vieram os alimentos? As culturas agrícolas originaram-se nas áreas onde viveram povos como os maias e os incas, na América, os sumerianos, na Mesopotâmia, e os chineses, no leste da Ásia. Na América do Sul, os indígenas cultivavam diversos tipos de batata. A origem desse alimento são as montanhas da atual Bolívia, onde se encontram mais de 300 tipos diferentes! Os sumerianos desenvolveram a agricultura do trigo, e os chineses, do arroz. A maior parte da população mundial, em nossos dias, tem como base alimentar pelo menos um dos produtos desenvolvidos por esses povos.

4

5 Diferença entre os sistemas intensivos e extensivos Agricultura e pecuária extensiva: geralmente ocupam muitas terras e empregam técnicas e ferramentas rudimentares, utilizando muito trabalho braçal e obtendo pouca produtividade. Agricultura e pecuária intensiva: geralmente utilizam tecnologia e maquinário avançado, que acarretam o aumento da produtividade.

6 A AGRICULTURA ITINERANTE Nesse tipo de sistema é freqüente o uso das queimadas em novas áreas de plantio, tendo em vista a medida em que o solo é esgotado, muda-se de local. Daí o nome de agricultura itinerante. Tal sistema ainda existe em boa parte dos países africanos, asiáticos e na América Latina, mas o que prevalece hoje é uma agricultura de subsistência voltada ao comércio urbano, porém o dinheiro apenas garante a sobrevivência do agricultor e sua família. DEPOIS DE ALGUNS ANOS, A ÁREA RECUPERADA É RETOMADA PELOS AGRICULTORES PARA UM NOVO PERÍODO AGRÍCOLA 603

7 AGRICULTURA EM TERRAÇOS Terraceamento: Técnica de proteção dos solos contra a erosão pluvial que consiste na construção, nas encostas montanhosas, de patamares aplainados que lembram degraus Retém água das chuvas nas encostas e evita a erosão; Usada principalmente na região dos Andes e na Cordilheira do Himalaia (Ásia); Decisiva para a sobrevivência dos povos tradicionais andinos (o terreno é muito inclinado e não oferece condições para reposição de nutrientes do solo.); Atividades agrícolas ligadas ao pastoreio; Energia animal é utilizada nesse sistema. O esterco é utilizado para fertilizar o solo e é também, praticamente a única forma de fonte de energia para cozinhar. 602

8

9 AGRICULTURA IRRIGADA OU AGRICULTURA DE JARDINAGEM Usada inicialmente pelos chineses, para cultivo de arroz; Diques são construídos e controlam e direcionam os volumes dágua; Não há máquinas substituindo o trabalho humano; Há uma enorme concentração de mão de obra por km 2 e pouca disponibilidade de terra; Tal sistema é de alta produtividade sem a necessidade de reposição de fertilizantes, e por esse motivo também é conhecido como AGRICULTURA INTENSIVA ; Acelera o crescimento do arroz; Garante 2 ou 3 colheitas por ano em um único terreno.

10 AGRICULTURA MEDITERRÂNEA Encontrada em áreas ao redor do Mar Mediterrâneo inverno chuvoso, temperaturas amenas; verão quente e seco. Maior parte da terra destinada à pastagem; Produto tradicional trigo; O sistema agrícola é denominado pelo uso de grandes extensões de terra, pouca mão-de-obra e baixa produtividade e por isso é chamado de agricultura extensiva.

11 O pastoreio da região mediterrânea é denominado transumância. Tipo de migração onde os pastores se locomovem com seus rebanhos durante o ano. No inverno vão para terras mais baixas, onde há pasto disponível. No verão vão para montanhas do interior, porque o derretimento da neve proporciona campos de pastagem; A agricultura mediterrânea é conhecida pela produção de azeites, azeitonas, frutas cítricas e vegetais.

12

13

14 PASTOREIO NÔMADE Deslocamento de um pastor com seu rebanho em busca de melhores áreas de pastagem; Utilizado principalmente entre o norte da África e os estepes mongóis; Características: - estoque de animais raramente é vendido; - leite como principal fonte de alimento; - a lã das ovelhas é um importante produto de diferentes grupos nômades; Quando as atividades agrícolas ganham maior importância, os grupos se fixam por mais tempo em algum lugar e passam a ser considerados, semi-nômades;

15

16 A AGRICULTURA INDUSTRIALIZADA Programa-se o destino da produção agrícola; Programa-se do tamanho ao peso; Uso de novas tecnologias permite a expansão; Bom exemplo: Israel => o trabalho ampliou os campos para dentro do deserto; Nas estufas, as temperaturas são controladas automaticamente;

17

18 AGRICULTURA INDUSTRIALIZADA E IMPACTOS SOCIOECONÔMICOS Agricultura Industrializada: Que mais predomina no mundo; Alto custo: - investimento em biotecnologia; - emprego de máquinas agrícolas; - emprego de defensivos químicos; Também conhecida como: AGRICULTURA MECANIZADA; Os defensivos químicos funcionam como veneno; Grande número de investimento: financeiro e em combustíveis fósseis Mecanização desemprego;

19 Uma das consequências da agricultura industrializada é o desemprego devido ao intenso processo de mecanização, que gera o êxodo rural (saída da população do campo para as cidades em busca de melhores condições de vida) A agricultura industrializada pode ter como base a monocultura (cultivo de um só produto agrícola) e a policultura (cultivo de vários produtos agrícolas).

20

21 IMPACTOS AMBIENTAIS DA AGRICULTURA INDUSTRIALIZADA Eliminação da diversidade ambiental; - plantas e animais são extintos; - áreas de agricultura industrializada são mais vulneráveis à invasão de pragas; - emprego de defensivos agrícolas, tornando o solo inadequado com o passar do tempo. Erosão - dificulta o uso de máquinas. - leva os nutrientes do solo.

22 Desmatamento para utilização de pastos

23 Erosão

24 Correcão pag As áreas agrícolas mais antigas encontram-se distribuídas pela Ásia, Europa e América. 2. A ovelha, domesticada provavelmente onde se localiza o atual território Iraque. 3.a) A agricultura itinerante- as áreas agrícolas mais antigas permanecem em descanso, enquanto o cultivo é realizado em outras áreas. B)Agricultura em terraços- típica da região andina, praticada por comunidades tradicionais que constroem plataformas nas encostas das montanhas para evitar a erosão do solo.

25 C) Agricultura mediterrânea- conhecida pela produção de frutas, apresenta-se associada ao pastoreio de ovelhas e cabras, principalmente. 4. A transumância caracteriza-se pelo deslocamento sazonal dos rebanhos em função das estações do ano. Nos períodos mais frios, os pastores se deslocam para as terras mais baixas das montanhas. No verão, buscam os pastos das altas montanhas. Já os pastores nômades não vivem apenas do pastoreio: enquanto os homens migram com os rebanhos, as mulheres e as crianças podem permanecer nas tribos, praticando o cultivo de culturas temporárias para reforçar a dieta alimentar. 5. Na agricultura industrializada são utilizados maquinários, agrotóxicos e fertilizantes. Sua produção é articulada ao processo de beneficiamento e industrialização, para abastecimento dos grandes centros urbanos. 6. A agricultura industrializada utiliza pouca mão-de-obra e expulsa os trabalhadores do campo. 7. Os defensivos agrícolas poluem o ambiente, contaminando os lençóis subterrâneos e eliminando a diversidade de espécies de seres vivos existentes no ambiente ao redor da cultura agrícola.

26 Correção pg. 121 II – Comparação de Sistemas agrícolas. a) e b) A ilustração representa de forma esquemática três tipos de sistemas agrícolas: o industrializado, o de agricultura irrigada e o de cultura itinerante. Cada um deles mantém uma relação diferente entre a intensidade de trabalho, os recursos energéticos, a terra e os recursos financeiros. A agricultura industrializada é o sistema em que mais se utilizam recursos financeiros e energéticos. Entre os dois sistemas agrícolas tradicionais – o de agricultura irrigada e o de cultura itinerante -, o primeiro exige grande intensidade de trabalho em terras exíguas, e o segundo demanda grandes extensões de terras disponíveis.

27 Correção pg. 121 III – Comparação de sistemas agrícolas a) e b) A primeira fotografia é de uma área agrícola com base no sistema de cultivo em terraços. Ainda que não possa ser visto nenhum trabalhador, existe o uso intensivo de mão-de-obra na construção e manutenção dos terraços. Como os terraços retêm a água e freiam os processos erosivos, há uma baixa exigência de consumo energético e de recursos financeiros. A segunda fotografia, observa-se um exemplo de agricultura mecanizada. A colheita do arroz é efetuada com a utilização de máquinas e reduzida mão-de-obra.


Carregar ppt "Os Ambientes do campo Capítulo 6 (da pg. 104 a pg 121) 6º ano – 2011 Maria Christina."

Apresentações semelhantes


Anúncios Google